Opinião

Elísio Teixeira foge ao controlo da NASA

Não restam dúvidas de que os Estados Unidos da América são uma super-potência na terra, no mar e no espaço. Nada escapa ao radar da National Aeronautics and Space Administration (NASA). Essa temível hegemonia foi, entretanto, quebrada num improvável território – São Tomé e Príncipe.

O diário digital Tela Non revelou, no dia 20 de Abril deste ano, que os “oficiais da polícia” se alarmaram com a aproximação de um “corpo estranho” ao Comando Nacional. Ora, ainda no início de 2015, soube-se que os americanos acompanhavam, em segredo, a aproximação de um “objecto estranho” à Terra desde 1983, ou seja, há 32 anos. Tudo o que se move estranhamente na Terra ou tendente a ela é rastreado pela NASA, excepto o antigo Ministro da Justiça são-tomense, Elísio Teixeira. Dou-lhe os meus parabéns pela proeza. Tomara a Kim Jong-un possuir esse admirável dom.

Li a manchete da notícia e pus-me logo a vasculhar o site da NASA, não vá o Tela Non revelar factos astronómicos sem a bênção científica dos americanos. Mais, antes da escrita desta crónica, enviei um e-mail ao senhor John Maynard, o ex-oficial da Defense Intelligence Agency responsável pela criação de um telescópio especial – Infrared Astromonical Satelite – IRAS – de rastreio de “corpos estranhos” na Terra. Indaguei-o sobre a possibilidade de o aparelho ter detectado o “corpo” Elísio Teixeira numa rompante aproximação ao Comando Nacional, conforme a notícia veiculada pelo Tela Non. Nada consta da base científica norte-americana, garantiu o cientista.

O antigo Ministro da Justiça torna-se num case-study  quer para as ciências astronómicas – a transformação de um político num “corpo estranho” indetectável pelas mais avançadas tecnologias espaciais – e criminais – o combate à criminalidade por ingressão forçosa de políticos nas fileiras do Comando Policial. Ali é da responsabilidade dos EUA; aqui se revela a invejável criatividade do governo são-tomense face ao aumento de práticas criminosas.

Portanto, é já público o grande plano operacional do executivo: fazer inflitrar “corpos estranhos” em sectores estratégicos, sem o conhecimento da NASA, com vista a eliminar as “forças de bloqueio” ao desenvolvimento económico. Parece-me politicamente plausível.

Há realces dignos. Teixeira conferiria um ar rejuvenescido e elegante ao Comando, o que provavelmente atrairia as lindas e vistosas turistas de Dubai.

21 de Abril de 2015

Ludmilo S. Rosa

    20 comentários

20 comentários

  1. santomense

    22 de Abril de 2015 as 9:04

    Ludmilo S. Rosa gostei do seu artigo. Podes crer que o objectivo do governo é ter sua gente em todos os sectores estratégicos do país, e vedar acesso aos que não são crentes do ADI.
    A “NASA” devia fazer um rastreio na TVS e Rádio Nacional para ver se consegue detectar algum “corpo estranho” nessas instituições que estão a impedir a passagem de informações sobre o que realmente se passa no país. A maioria da população que depende da TVS e da Rádio para ficar informada, recebem informações deturpadas ou não recebem informação. Como a maior parte da população não tem acesso ao internet, continuam a viver na ignorancia. Ao Patrice Trovoada e ao ADI, convém que o povo seja ignorante, quanto mais ignorante for o povo, melhor será para eles.

  2. Floli

    22 de Abril de 2015 as 9:24

    Vivemos numa autentica República das Bananas. Num país sério o actual Ministro da Justiça e Direitos Humanos, Roberto Raposo, já teria pedido demissão ou seria demitido pelo Primeiro-Ministro, por causa da sua gestão danosa no Ministério Público quando era Procurador-Geral da República,como constatou a auditoria feita pelo Tribunal de Contas. Mas como isto é São Tomé e Principe, este senhor continua com o tacho que patrice Trovoada lhe ofereceu, como se nada tivesse a acontecer.

  3. Horácio Will

    22 de Abril de 2015 as 10:51

    Caro Ludmilo,
    Se não se deve rir de coisas sérias, porquê que me fez rir de forma tão escancarada de coisa tão séria?

  4. João Casa Nova

    22 de Abril de 2015 as 11:26

    Muita ironia para dizer muitas verdades. Patrice Trovoada é uma desilusão completa. Vejam como está a Guiné Bissau depois da entrada deste actual governo de senhor Eng. Simões Pereira. Dá gosto ver o trabalho destes governantes. Isto é que é fazer política e trabalhar para o bem do povo. Foram buscar bons quadros independentemente de serem do PAIGC ou não para fazer parte do governo. Havia pequenas divergências entre o governo e o presidente no entanto já ultrapassaram este problema de forma positiva. O país está unido e a trabalhar para o povo. Existe humildade, trabalho, esforço, mobilização e sobretudo responsabilidade. É isto que eu não vejo em S.T.P. Não há nem humildade, nem trabalho, nem esforço e muito menos responsabilidade. Desde quando um primeiro-ministro vai prometer transformar o país num Dubai. Isto é de loucos. Vejam a composição deste governo. É muito fraquinho. Desculpem-me dizer isto, mais este governo é fraco demais para os desafios que o país tem. Eu também não percebi esta coisa de substituir diretores da função pública só porque não eram do ADI metendo gente lá que não sabe ler nem escrever. O país assim não vai a lado nenhum podem crer. Já chega de paleio, exibições e irresponsabilidades.

    • Desesperado

      22 de Abril de 2015 as 15:23

      Concordo consigo senhor João Casa Nova. Há muito amadorismo, para não dizer outra coisa, nos políticos cá em S.T.P. Este exemplo da Guiné Bissau é bem ilustrativo daquilo que disse. Nós estamos metido num grande trinta e um e não podemos sair dele com facilidade. Dizem que houve mudança, mas qual mudança, minha genye? Eu não vejo nada, para além de carros que andam a comprar para juizes pedófilos, incompetentes e corruptos. A Guiné Bissau encontrou o seu caminho e está a caminhar na direção certa sem espalhafatos. Aqui eu só vejo cabarolices, estilos, vaidades, perseguições, inimizades, bandalheiras, corrupção, disse-que-disse, inimizades, protagonismo, desorientação, maldades, etc. Os ministros e outros dirigentes não sabem o que andam a fazer nem têem um rumo para o país. Dizem Dubai, Dubai, Dubai, e ninguém sabe como vão construir o Dubai para além de casas de vãmplega, chafarizes e outras parvoices.

    • Mulher Séria

      22 de Abril de 2015 as 17:31

      Concordo plenamente com João Casa Nova!
      Estamos perante um Governo maioritário e que goza de toda a legitimidade para proceder grandes reformas, em prol do interesse coletivo.
      Substituíram muitos diretores competentes e habilitados em detrimento de alguns incompetentes e sem habilitações adequadas.
      Sou de opinião, que deve-se responsabilizar os mentores destas nomeações, nomeadamente os ministros e assessores jurídicos.
      Viva a Democracia e viva a legalidade democrática.
      Fui…

  5. Maxipombo

    22 de Abril de 2015 as 11:33

    O que eh isto? Noticia?

  6. Maria silva

    22 de Abril de 2015 as 13:37

    Gostei da forma irônica como foi narado o texto!
    Mais gostei ainda mais do parágrafo que diz o seguinte: aqui se revela a invejável criatividade do governo Santomense ” ou seja a criatividade do patrice trovoada ” face ao aumento das práticas criminosas!
    Kkkkkkkkkkkkkk essa foi mesmo boa

  7. sentimentalista

    22 de Abril de 2015 as 14:04

    Nunca vi um Primeiro-Ministro que gostasse tanto de aparecer na televisão, como Patrice Trovoada. Até para inagurar casa vaplegá e chafariz leva TVS atrás.
    Outros senhores ministros foram em comitiva inagurar um campo de futebol em santa MArgarida, que mais parece campo de cebola, levando TVS atrás, cada bobo pá. TVS virou dele bobo.

  8. Nuno S. Rosa

    22 de Abril de 2015 as 15:38

    Caro Milo S. Rosa, o artigo escrito nos remete para uma reflexão sobre o estado atual de São Tomé no campo da Politica. Está forma irônica usada por te para chamar atenção como é feito as coisas no nosso Pais. O trabalho feito pelo Téla Nón é excelente e é , com pequenas coisas como essa que faz crescer a democracia de nosso Pais.

  9. Teresa

    22 de Abril de 2015 as 22:24

    Gostei desta, “Portanto, é já público o grande plano operacional do executivo: fazer inflitrar “corpos estranhos” em sectores estratégicos, sem o conhecimento da NASA, com vista a eliminar as “forças de bloqueio” ao desenvolvimento económico. Parece-me politicamente plausível.” Cheira a PIDE!

  10. seabra

    23 de Abril de 2015 as 0:32

    Creio que tudo que se vem dizendo, é já sabido….desde sempre. O povo votou, consciente na esolha do homem des-honesto, corrupto,interesseiro, calculista, mentiroso, intriguista, aldrabao, larapio,impostor, usurpador, manipulador, invejoso,indelicado, rancoroso…que deixou o seu partido ADI e os seus capangas brutumas(A.Varela, L.Nazaré,Agostinho…),sem apoio, enquanto ele viveu todo esse tempo no gozo , graças “à coisa do Estado”, que ele tomou sem autorização e de forma abusiva, que todos conhecem.
    A questão que é urgente e que se põe é:
    – como e o que fazer, para tirar STP nas mãos desse BANDO de VADIOS(penso que alguns podem ser recuperaveis, menos o PT),
    – neutrizar em primeiro lugar e imperativamente, e definitivamente o PT (serpente de 7 cabeças), porque é o pior inimigo de STP, este gabones,
    – afastá-Lo o + longe possível do país, porque o PT tem por objectivo 2 projetos para STP…não de transforma-lo em Dubai, com toda a tecnologia, internet etc…mas sim, dele enriquecer, e de humilhar os saotomenses, destruir STP (difamação, má reputação do país),fazendo-se passar (altruista que ele é),por um herói que tentou salvar STP, mas é impossível…aí, desprezara o povo, considerando-o de IGNORANTE.
    Uma vez tendo ele o bolso cheio, as contas no banco bem recheadas, o povo de STP que se lixe…para ele será uma TERRA inexistente.
    Eis a VERICIDADE do cenário Real.

  11. Pontapécavalo

    23 de Abril de 2015 as 7:06

    Tenho muita pena deste país e muita tristeza deste povo.

  12. Quilixe Furtado

    23 de Abril de 2015 as 9:34

    Que pena desta pobre Terra STP!

    Esta equipa do ADI veio desta feita decidida a eliminar todas as mentes pensantes e capazes de contrariar os seus propósitos.
    Veja-se Administração Central do Estado: só caras novas. Gente do ADI ou que este pretende puxar para si. Não lhes interessa a competência nem os estragos que isto vai causar ao País. Estão a encher os setores de jovens no primeiro emprego, o que pode ser salutar quando feito num ambiente normal e com o acompanhamento dos mais experientes, mas nunca desta forma. O nosso País não é pertença de nenhum partido político. Todos os partidos sempre governaram e preservaram sempre, ainda que um mínimo de equilíbrio neste sentido, pois todos somos filhos desta terra. Se assim não fosse, os diretores do ADI que estão no argo já há algum teriam sido removidos aquando doutras governações: Serviços Geográficos e Cadastrais, Direção do Ambiente, AGER, Instituto de Habitação, pra não os citar todos.
    Ora os senhores Patrice Trovoada e Afonso Varela, este jurista inteligente e esclarecido que virou pior que uma cobra preta raivosa, burro como uma pedra morta, esqueceram-se que antes deles houve outros palermas iguais que não resistiram ao tempo. Vamos ver até onde vai a malvadez, a exclusão, a politica de ostracismo que instalaram em STP.
    No fundo o objetivo chave é o de preencher todos os espaços com gente fiel ao Principe Trovoada, pois brevemente o mesmo pretende autoproclamar-se candidato as eleições presidenciais de 2016.
    Deçu zuda anca ni boca caçô.
    Valha-nos Deus!

  13. Gina silva

    27 de Abril de 2015 as 5:59

    Caros comentadores peço vos especial favor façam comentarios cm visao critica e construtivas e nunca por interesses partidarios apremdam com Guine Bissau e Cabo Verde para o bem deste povo e dignidade que bem merecem este Pais a deriva …Bem haja subsctevo me

  14. marlene

    27 de Abril de 2015 as 10:09

    já diz o velho ditado. mudam-se as gamelas mas os porcos são os mesmos.

  15. s.tomense

    5 de Maio de 2015 as 15:52

    Ganhou cm maioria quem deu voto ?. Eu vos pergunto ? Sera os portugueses ? Os hindianos? Americanos ? Franceses? Cheneses ? Kkkkkkkkkkkkk sao os s.tomensessssss calmem aguentao so mas um pouco s.tomenses dubai kkkkkkkkk

  16. lira

    8 de Maio de 2015 as 18:48

    infelizmente tá tudo certo, esse país deu maioria a um estrupício e a sua corja, e só o povo deve pô-lo pa correr. Quando esteve em Portugal, ninguém podia saber onde morava, além dos negócios suspeitos dele. a pergunta é até quando isso vai continuar.
    elisio Teixeira sempre foi um bandido, o cofre do ministério da justiça foi zerado com ele e as suas vacas, agora uma delas vira diretora,

  17. indiguinado com ladroes

    11 de Maio de 2015 as 0:02

    Nem.quem publicou este artigo, nem quem esta ai a fazer comentarios idiotas, sao. Esses k n fizeram nda p s.t.p

  18. LÔÇÔ TLÊZÊ CONTO - IRMÃO P.TROVOADA

    12 de Maio de 2015 as 16:03

    Em 1ºlugar, simpatizo-me com o tratamento irónico a volta do presente caso! Em 2º lugar gostaria deixar claro q nenhum individuo pouco sério gosta ver pessoas serias perto d si! Como provas elucidativa desta afirmação, eis alguns exemplos de nomeação, rumo ao prometido Dubai: Patrice Trovoada nomeou para os serviços de Emigração e fronteira o Sr. CÓBÓ ( Cabecilha do golpe de estado);para o Ministério da Agricultura – um meio analfabeto; para Justiça – alguém q n deu provas enquanto procurador geral da republica….,como n haveria de forçar um lugar para Elisio tEixeira? Isso para n se referir a outras aberrações!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo