A regra de ouro não tem nenhum valor …….

A REGRA DE OURO NÃO TEM NENHUM VALOR A MENOS QUE RECONHEÇAMOS QUE ELA É O NOSSO MOVIMENTO – 40 ANOS DE INDEPENDÊNCIA, QUE ORGULHO?

República Democrática de São Tomé e Príncipe tornou-se independente no dia 12 de Julho de 1975.

O país de nome santo comemora mais um ano de independência e sem ironia, já la vão 40 anos de esperança, de dias melhores e da verdadeira independência.

Como jovem que somos, acredito que muitos irão concordar connosco que o 40 ano de independência que comemoramos não passa de reflexão, porque, a independência foi tomado escrupulosamente por alguns.

Leia o artigo na íntegra - artigo na íntegra

  1. img
    sotavento Responder

    Quase sempre estive em desacordo com os artigos deste senhor, mas hoje lhe felicito pela reflexao … parabens.

  2. img
    Luizf Responder

    Esse rapaz está tresloucado. Coitado. Depois de bajular tanto sem conseguir benesses, inventou um outro truque, deixar o contacto de telemóvel com esperança de ser contacto. Cada vez mais te enterras.

  3. img
    FGCruzeiro-Trindade Responder

    Meu carro amigo como santomense, irmão que somos
    12 DE JULHO de 1975
    É 12 de Julho.
    As ruas estão todas enfeitadas com cartazes, bandeiras de S.Tomé e Príncipe, de vários países de África e também dos países amigos da Europa.
    Vê-se muita gente na cidade de S.Tomé, capital do País.
    Gente das empresas agrícolas, das vilas, localidades e até convidados de outros países.
    “ Porque há tanto movimento na nossa Terra?
    —–É o dia da nossa Independência.”
    O povo já é livre.
    O Governo colonial, desde o ano de 1975, deixou de mandar em nós.
    Desde essa data são os filhos da terra que governam a Nação.
    Viva o M.L.S.T.P., a Organização do nosso povo! #########
    12 de Julho de 2015
    É 12 de Julho.
    As ruas estão todas enfeitadas com cartazes, tochas, fogo de chama da pátria á mão, bandeiras de S.Tomé e Príncipe, de vários países de África e também dos países amigos da Europa.
    Vê-se muita gente na cidade de S.Tomé, capital do País e nos Distritos em nozado, na cultural comemoração.
    Gente das empresas agrícolas, das vilas, localidades e até convidados de outros países historicamente irmãos, Angola, Cabo-Verde, Moçambique e outros…
    “ Porquê há tanto movimento cultural (festas) na nossa Terra?
    —–É o dia da nossa Independência.”12-7
    O povo já é “livre” entre aspas. Isto é há muita Desunião, Injustiça, Corrupção, Desemprego, Vícios, que nada contribuiu até hoje séc. XXI- 12 de Julho 2015 em S.Tomé e Príncipe.
    O Governo colonial (30 anos, Troica), desde o ano de 1975, deixou de mandar em nós. Mas ainda hoje 2015 passamos a ter um país de que o povo está na Cadeia com porta aberta. Desunião e Corrupção não qualificam um Estado de Direito, nem garante o Desenvolvimento do país.
    Desde essa data são os filhos da terra que governam a Nação. Com Corrupção, Perseguição, Impunidade, Injustiça, Desunião, Vícios acima de tudo Instabilidade Politica sucessivamente.
    Viva o A.D.I., a Organização e o Desenvolvimento do nosso povo! Viva 12 de Outubro de 2014, onde o povo decidiu dar a 2ª Independência absolutamente ao A.D.I, dizendo não nos faça vergonha! O povo está cansado! Criem em S.T.P vontade de viver para nós!
    Um bem-haja à todos Santomenses!
    Chegada de Jesus Cristo já se compara com chegada do Desenvolvimento de S.T.P e o povo na sua mentalidade conjugada. Tudo na teoria e lentidão como processo nos tribunais ou famoso porto de águas profundas.
    Um bem-haja vida para os da classe baixa desse país!

  4. img
    Wadirluchtter Pires Responder

    Amigo Luizf, Neste artigo, de acordo com o teu comentário, não sei realmente quem está derribado.

  5. img
    Seabra Responder

    Comentários….para quê?
    O facto de STP ter tido,em quarenta anos (40),apenas 3 presidentes,explica tudo! Os mesmos pm,várias vezes,os mesmos ministros,enfim…STP aparenta mais à um CASO PERDIDO. Eis a realidade que ninguém quer admitir,e é o que entola cada vez + o país.
    Se se admitir esta realidade,pode-se fazer algo para remedia-la pouco à pouco.
    É como tudo…dou o exemplo de uma doenca,se tem-se diabète e não admitir tal para se tratar,há riscos de piorar e até mesmo de ser fatal…contra os factos não há argumentos!

  6. img
    Sao-tomense Responder

    Obrigado pelo alerta Luizf. Nem tinha reparado que o rapaz deixou o cntacto de telemovel.Tenho pena dele, o vale tudo esta a lhe deixar num estado de desgraça. E olhando bem para ele, tem mesmo cara de quem vai ser doido.

  7. img
    Seabra Responder

    Os vossos comentários São mesquinhos e sem razão de ser.
    Afinal,fala-se da situação de STP e não do individuo que escreveu o artigo.
    O vosso ajuste de contas,as vossas rivalidade e baixaria,devem ser resolvidos,no fora do SITE,porque não nos interessa …:senhor São Tomé,Luiz …!

  8. img
    Atento Responder

    Meu caro.
    Estive a ler com cuidado redobrado a sua exposição.
    Concordo com muito do que escreveu.
    Porém terminou abruptamente a sua exposição e com todo o respeito, acho que burrou, estragou a escrita ao homenagear “imagens como forma de homenagear os protagonistas da independência da República Democrática de São Tomé e Príncipe”.
    Foram esses senhores que estragaram e deixaram a semente venenosa para que STP seja hoje e no futuro a maldição que é para o seu povo.
    Homenagear esses excrementos do oportunismo, foi demais!!!!
    Todos eles nem merecem a água que sujam quando tomam banho!
    Ficamos por aqui, pois é revoltante ver a cara dessas execráveis e odiantes criaturas que destruíram STP, somente por interesses e egoísmos.
    Leia a história independente meu caro, e vai ver quem são esses abutres do povo de STP.
    Podiamos hoje estar muito bem mesmo, caso tivessem aceitado um outro estatuto politico para STP, mas os interesses egoítas falaram mais alto nestas criaturas execráveis, e hoje somos os pedintes enquanto eles se encheram de boas comidas e dinheiro com imensa fartura nas contas bancárias.
    Quando vejo as fotografias dos execráveis, até me dá nojo e vómitos.
    Como pode ter visto noutros comentários meus, eu sou hoje um ferrenho adepto que para STP sair da vergonha nacional e internacional, teremos que efetuar um REFERENDO a toda a população sobre a independência.
    Sãotomenses angolanos ou Sãotomenses Portugueses.
    Medite sobre o assunto!

  9. img
    Wadirluchtter Pires Responder

    Caro amigo atento, a filosofia assada aqui só depois de muita atenção e análise será desvendada.

    • img
      Filipe Veiga Responder

      Boa Tarde,

      Veja pff o LinkedIn

      Cumprimentos

  10. img
    Ralph Responder

    Aplaudo os esforços do autor Sr Pires por continuar a levantar este tipo de assuntos. A realidade é que o sucesso de muitos países desenvolvidos provem, essencialmente, do posse de recursos, quer físicos quer pessoais quer ambos. É extremamente difícil criar as condições necessárias para ter sucesso sem um ou ambos destes recursos. Fazendo ainda pior as coisas é que os países avançados tentarão ativamente impedir o progresso de países como São Tomé e Príncipe enquanto anunciem publicamente que querem ajudar-lhes a melhorar, porque se as nações pobres e pequenas ganhassem, isto reduziria o lucro e a procura pelas potências existentes. Talvez o único estado-ilha pequeno no mundo que tem conseguido ter sucesso apesar da sua falta de recursos físicos seja a Singapura. Isto só serve para ilustrar quão difícil é por nações como a vossa se desenvolverem sem possuirem recursos dos quais podem utilizar em negócio com outros. Talvez vocês devessem rezar que os exploradores descubram um grande depósito de petróleo no campo que se situa nas vossas àguas territoriais para que vocês consigam ganhar algum rendimento muito necessário.

    Na minha região do Oceania, há vários países que ganharam a sua independência antes de São Tomé e Príncipe, tais como Fiji, Samoa, Tonga e Vanuatu. Porém, mas mais de 40 anos à frente, ainda enfrentam as mesmas dificuldades que vocês devem ultrapassar. Há algumas coisas em comum que fazem difícil o progresso destas nações, incluindo o facto de que têm quantidades pequenas de terra, não possuem grandes quantidades de minerais e ainda se pudessem encontrar algo em que são os melhores no mundo, não têm a escala de produão para aproveitar da situação. Eu costumava viver em Samoa e sei que eles empenham-se muito mas o facto simples é que não podem ter muito sucesso devido à falta de recursos e oportunidades económicas, os que levam a uma falta de dinheiro, levando por sua vez a pobreza e desespero, instituindo um cíclo vicioso. Por estas razões, estes países continuam a lutar para desenvolver e competir mão a mão com países que têm muitas vantagens sobre eles. Mas a boa coisa é que o resto do mundo reconhece isto e quer ajudar. Claro que entendo que o povo santomense deve sentir muita frustração com a situação, mas infelizmente há poucas resoluções faceis. Contudo, desejo-vos muita sorte e insto-vos que continuem a esforçarem-se em melhorar.

  11. img
    josé correia de sousa Responder

    Na fotografia nota-se o odio que o olho viló, olho contra governo Agostinho Fernandes mas conhecido também por Davi tem por Pinto da Costa. Esta gente do ADI são maus e terroristas políticos. Com esta gente no poder o ADI, patrice trovoada e os seus comparsas no poder nunca haverá coesão, unidade, disciplina e trabalho em S. Tomé.

Deixe um comentario

*