Desapareça! Malvado e mal agradecido!

Desde que saí para o exterior do país, pela primeira vez, aos 21 anos de idade e visitado 48 países, me sinto cada vez mais são-tomense. Estas minhas caraterísticas quase gregas foram comentadas por um amigo alemão de longa data, que encontrei numa viagem à Etiópia, hà já 26 anos. Tal como eu, nós nos cruzamos num voo, ele um comerciante, e na acalorada conversa, me aconselhou com algumas receitas para ser um homem de sucesso no estrangeiro. Cumpri, às riscas.  E, disse-me, na altura, que não apostasse na corrupção, na inveja, no roubo, na falsidade, na arrogância e na cobardia. Que fosse perseverante e abraçasse, fundamentalmente, a educação..!

Com lembranças…, vejo no meu país, hoje,  uma minoria arrogante que se queixa, mas ingenuamente, com a corrupção se tornaram ricos e se inscreveram no Forbes. Conquistaram bela oportunidade, e têm uma boa solução que é vender tudo  ao preço do ouro e compraram belas e sossegadas quintas, numa aldeia bem distante de nós, noutro mundo, e outra bem próxima dos Kagames!

Esquecem-se que mentes brilhantes não enxergam em tais oportunidades, por isso não nos permite  mover adiante. Infelizmente, estes falsos banqueiros não têm habilidade para lidar com a adversidade e transformar “a sopa em guisado”. Têm o costume de não saber contentar com o pouco, a não ser migalhar os milhões oriundo de transações internacionais duvidosas.

Perguntam os são-tomenes, afinal para onde vai você  idiota-mor? Se os que vão para Libreville, Londres, Paris, Kosovo, Hong Kong, Lagos ou Cascais, não são idiotas, para onde os não idiotas? Dá-nos a sensação que cada um de nós “povo-pequeno” por mais que queira dizer o que se sabe, prefere guardar as lágrimas de tanta desgraça e tristeza..!

Não há como não conter os ideais da nossa  santomensidade, democracia, paz e o progresso social. Se queres viver entre os nazis, lembre-se que até estes já foram dizimados naturalmente da terra, restando apenas alguns poucos descendentes longínquos. Mente retrógrada! Sugiro que mude-se para o Ruanda se ainda quer viver entre algumas culturas remanescentes, com “boas” práticas políticas.

Se é benção ou maldição, a nossa condição histórica ou de estórias é aquilo que nos permite ser eternamente são-tomenses de carne e alma. Filhos do Amador. Porquê esta frase? Porque haveríamos de querer ser Kigali ou qualquer uma das cidades mencionadas?

Elas são elas, nós somos nós, e com muito orgulho. Com a nossa viva diversidade, nossa origem, nossa ex-colonização portuguesa. Infortunadamente, são estes senhores do “Novo Mundo” que entre a sorte de um facto positivo e a falsidade das urnas, arranjam uma maneira de espalhar o veneno do medo, pessimismo, perpetuando a pobreza, a divisão, numa pequenez rancorosa inventada e contraditória ao Dubai, agora, de sonhos pintados a diamante de sangue, com orgulho ditatorial, vingando-se como verdadeiros  Ku Klux Klan.

Inquieta-me, pavorosamente, perceber ser possível que haja cidadãos indigentes de conceitos políticos que inculcam nas mentes dos nossos cidadãos os factos desta “indicente invasão mental” para que muitos acreditem num fictício poder financeiro para continuar a comer, porque os preços baixaram muito, e o arroz cada vez mais barato. E, fartarem-se de comprar sacos de arroz do Nilo D’jalego de 13 contos, por metade do preço (palmas!). E, no imaginário, a crença de que os preços vão baixar ainda mais (risos!).

Com uma oposição (de tanta lutas desiguais, à partida) refém desta diabólica maioria parlamentar, asistimos que a culpa persiste morrer solteira. A mim, pessoalmente, resta-me muitas certezas face ao futuro. Ausente e longíquo, terei muitas saudades do ‘Fundón Pepé’ e da ‘Banda Relíquia’ do Zé Sardinha, aonde ia semanalmente, repisando amorosamente o bailado, com fulgor e desmedida alegria na terra onde nasci. Agora ficarei pelos arredores, mais exactamente, por Porto, Maastrich, Bueno Aires, Melbourne, Milão, Bangkok, Fortaleza ou Seoul, atravessando países e continentes. Por incrível que pareça, não é que também há umas tasquinhas porreiras por lá?

Com ditos os políticos, que raciocinam e tiram conclusões odiosas, só nos levam o país  – São Tomé e Príncipe – a lugar nenhum. Tenho tamanha dor do  dinheiro mal utilizado dos nossos impostos que servem para os “distinguir”. Deixa lá..! Sem a empresa – Política -  muitos senhores deputados, ministros e seguidores, estariam em casa sentados a procurar no jornal onde ir trabalhar ou emigrar. Pior, estavariam talvez a viver à custa de subsídios, pagos pelos nossos impostos! Bué de dinheiro! Hummm… Só que aqui, na diáspora, o dinheiro não cai do céu..!

Malditos homens… Desapareça, já, não importune a vida dos são-tomenses! Não  mate a nossa preciosa galinha dos ovos de ouro – bela e amada pátria! Vá de volta para o país originário da  imagem da  capa do seu assento de nascimento. Aí, ficarás bem mais longe de nós..! Malvado e mal agradecido!

Júlio Neto

18.08.2017

Notícias relacionadas

  1. img
    zé maria cardoso Responder

    Não é preciso tanto meu caro Júlio Neto.
    Por uns dias a diversão termina e outra cantiga há-de animar ao povo pequeno.
    Aquilo que ronda da estratégia de “um olho na terra dos cegos”, desde ontem nas redes sociais, o primeiro-ministro a pedir justiça pelo seu bom nome chamando, entre muito, maluco ao antigo aliado e um dos búfalos a desmentir o seu colega do ex-12, acabei de ouvir este último, tim por tim na nossa RDP-África, repassando a cassete no caminho para audição testemunhal judiciária.
    De Peter Lopes nenhuma palavra. O direito ao contraditório, para cada um tirar a sua ilação depois da rádio católica são-tomense cancelar a entrevista de hoje ao autor do sanguinário vídeo, sob ordens do visado na gravação, ultrapassa o conceito de democracia lisboeta.
    É tudo democracia na mesma pá gen tirar uma linha de cantiga de terra.

  2. img
    WXYZ Responder

    PESSIMO. Para um intellectual como o Sr. nao devia escrever assim. Nao sei se o Sr. sabe que o que acabou de escrever vai ficar gravado por muito tempo. Anos e mais anos. Por mais rancor que o Sr. tenha do homem (e repara que ele e uma figura politica) o Sr nao devia deixar essa sua “Flida de Glagantxi” assim escrita desse jeito. Ou o Sr. esta muito alheio as realidades deste seu belo pais! O Sr. esta sendo mesmo sincere? Aconselho o a fazer uma sondagem a fim de que o Sr. tenha uma verdadeira pulsacao do animo das populacoes ca no pais. E claro que nem tudo esta maravilha. Mas e preciso ter tambem um pouco de sensatez. Acho que o Sr. recorda se bem deste slogan “CONSTRUAMOS COM AS NOSSAS PROPRIAS MAOS UMA PATRIA RENOVADA”. Slogan outrora preferido pelo seu idolo, camarada Pinto da Costa. Pode jurar aqui que nao esta vendo nenhum tipo de accao feita pela actual legislatura que pelo menos esta dando pontape de arranque neste sentido! O Sr. acredita mesmo que as melhores quintas, melhores terras, rossas estao mesmo mais nas maos dos membros da actual legislatura? Convenhamos.

  3. img
    WXYZ Responder

    PESSIMO. Nunca pensei que isso pudesse ter vindo de um intellectual feito o Sr. Ou o Sr. esta muito alheio as realidades das populacoes deste seu belo pais. Aconselho o a fazer uma sondagem de mais ou menos o seguinte teor (O QUE ACHAM DO DESEMPENHO DO ACTUAL GOVERNO). Ai sim. O Sr. ja nao teria escrito desse jeito. O Sr. sabe que o esta escrito por si ficara gravado por muito tempo? Meu irmao sabe que ja aconteceu varias vezes na historia. As vezes que vem de longe faz melhor e muito mehor do que aqueles que se dizem ter abaixado por cima de choca de bananeira pa faze cocoo. Ahh se alguma vez ele ja tirou fruta com vugu vugu. Vamos deixar desse rancor. Nos nao sabemos quem vira na realidade dar o pontape de arranque ao desenvolvimento deste pais

    • img
      Angela pires Responder

      Mais num em defesa do SR. Patrice Trovoada e com um email falso. Cada dia que passa as mascaras do Sr. Patrice e os seus alinhados vao caindo. Este é até então o pior Primeiro MInistro que a República de Sao Tomé e Príncipe conheceu em todos os tempos.

      • img
        Vexado Responder

        Pela primeira vez em 43 anos um falso doutor e falso Messias.
        Actualmente quer comprar os candongueiro, as palaie e outros descontentes dando dinheiro fácil.
        Agora pergunto: se não há dinheiro, o dinheiro veio de onde?
        O senhor primeiro ministro disse que fechou toda as torneiras, agora vai emprestar dinheiro aos candongueiro, como? Com base em quê?

        Homem está distribuindo dinheiro no gabinete. Classe média é que deve ser sacrificada?

  4. img
    António Responder

    Magnifico texto de reflexão política! Enquanto houver alguém que resista, há Esperança para São Tomé e Príncipe e seu Povo!

  5. img
    Paulo Miguel Responder

    Que profunda reflexão do sr. Júlio Neto. O sr. escreve com alma. STP lhe agradece.
    Ajuda-nos a combater este mal da nossa sociedade. Peço aos senhores que escrevem, não deixem de escrever e denunciar todos os males que afectam a nossa terra. Deus vos agradece. Santo Tomé Todo poderoso e Santo António do Príncipe, vai nos livrar das garras destes bichos que andam a estragar a nossa terra.
    Estamos todos fartos e cansados deste criminoso Patrice Trovoada. É o pior Primeiro- ministro que a RDSTP conheceu desde a independência, em 1975. Este corrupto usa e abusa fazendo propaganda pessoal, com o dinheiro do Povo, desrespeitando a democracia, tomando medidas autoritárias, não respeita nem os partidos políticos, nem as instituições democráticas.
    Este homem sem vergonha vai enganado os mais despercebidos, dizendo que é capaz de resolver todos os problemas. Um estrangeiro, com comportamento autoritário, num país com grandes diferenças sociais, de extrema pobreza e miséria. Que pena. São Tomé e Príncipe, acorda do sono. Os partidos políticos de oposição ajudem o Povo a vencer esta maratona. Basta de abusos e maltratos. É tempo de LUTAR e VENCER.

  6. img
    ADEUS A ULTIMO SUBREVIVENTE Responder

    tu é mesmo um WXYZ as ultima letras do Alfabeto, tocador de fanfara e lambe bota, bajulador, tu é que não sabes interpretar, quando é assim não critica… quem não sabe não critica. besta, um primeiro Ministro que fala e não deixa oposição falar tu achas que é saudável para democracia? usa de 2 horas de antena RNSTP TVS, a desmascarar a verdade que todo mundo sabe. nem, vão para Gabão…

Deixe um comentario

*