Desporto

«Desporto pode mudar o mundo» – Marcelino Sanches

Vem sendo notório nos últimos tempos, por parte dos governos mundiais, a importância do desporto no desenvolvimento e resgate dos valores que podem transformar uma sociedade.

São Tomé e Príncipe já deu conta desta importância a muito. Neste sentido, nos últimos tempos, vem se tornando cada vez mais visível está tomada de consciência, com a realização de várias actividades desportivas em todo o país, pelo executivo em parceria com as organizações desportivas (Chuto e diversos ginásios) e as federações desportivas, destacando a I Feira Nacional de Desporto e diversas marchas pela saúde, sensibilizando sobre a necessidade do combate as doenças crónicas não transmissíveis e chamando a atenção para assimilação de competências sociais como respeito, a resiliência e a colaboração.

Já neste ano, na esteira dos valores, o país acolheu no mês findo, a formação sobre a ética no desporto, enquadrado no plano de ética do desporto da CPLP.

Esta acção que visou munir os coordenadores nacionais dos países da comunidade falante do português no continente africano, com excepção da Guiné-Equatorial, mereceu a devida atenção do titular da pasta do desporto santomense, Marcelino Sanches, que vê o desporto como a grande ferramenta para o mudar o mundo, elegendo a escola como o ponto de partida para esta campanha.

“É fundamental que comecemos nas escolas, porque é nas escolas onde estão as nossas crianças e os nossos jovens. É nas escolas onde nós devemos passar essas mensagens, passar esses valores que existem no desporto e que estes valores podem contribuir para formação da personalidade e pode ajudar mesmo a mudar o mundo e a procura da paz que nós precisamos para viver”.

Sanches falando à nossa redacção enfatizou que “desporto tem valores sociais, que sem dúvida aqui poderá ajudar-nos a construir o país melhor”.

Além de uma oportunidade de desenvolvimento individual o desporto proporciona ainda tirocínio em grupo, afinal, assim como temos os nossos desejos e necessidades, uma equipa tem suas metas e objectivos, e tudo isso é essencial para o processo de amadurecimento individual de cada santomense, enalteceu o responsável do Chuto, organização parceria do governo na promoção e divulgação do desporto no arquipélago.

Recorde-se que o país estará no foco do mundo nos finais de Julho, com a realização dos XIS Jogos Juvenis da CPLP, onde os países membros esperam que o evento venha a decorrer no espírito de irmandade, fair play e respeito.

Henrie Martins

    1 comentário

1 comentário

  1. Sandwiche

    12 de Fevereiro de 2018 as 14:50

    Despacha vem para gente ir comer nossa bifana na feira de relógio.

    Descoteca Sarabanda já fechou.

    Feira da ladra está sempre a bombar

Deixe um comentário

Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo