Desporto

Jogos da CPLP: STP entra para galeria dos 7

São Tomé e Príncipe, STP, entrou este sábado, 21, para a história dos Jogos Desportivos da CPLP, a sediar os XI Jogos desportivo da comunidade, tornando no sétimo país a acolher o evento, depois de Portugal (2), Guiné-Bissau (1), Angola (2) Moçambique (2), Cabo-Verde (2) e Brasil (1).

Foi debaixo de intensa chuva de palmas e gritos que este marco foi assinalado, com a emocionante e arrepiante cerimónia de abertura, que deixou em delírio mais de cinco (5) mil vozes, que estiveram no Estádio Nacional 12 de Julho a presenciar o momento que ficará para a lenda do desporto nacional, abertura dos XI Jogos Desportivos da CPLP.

O evento que teve o seu início a hora marcada, 18h00, foi presidido ao mais alto nível, por Presidente da República, Evaristo Carvalho, que na faculdade da palavra aproveitou para felicitar a organização e desejar boa estadia aos jovens atletas e membros das respectivas delegações.

Evaristo que vibrou com a performance da cerimónia sublinhou que “ este evento é um mecanismo de reforço de solidariedade e do conhecimento da diversidade cultural entre os participantes. Espero que seja um momento de fortalecimento de amizade entre os atletas”.

Retrocedendo o filme de abertura, a cerimónia começou com o desfile das delegações, que arrancou o primeiro grande aplauso da noite, sobre tudo na passagem da bandeira da conferência dos ministros da CPLP e da caravana nacional.

Em seguida os presentes atenciosamente ouviram as palavras de boas vindas do titular da pasta do desporto nacional, Marcelino Sanches, que no seu estilo, ressaltou o orgulho nacional e a capacidade organizacional dos santomenses, lembrando que tudo não será mar de rosas.

“Estamos orgulhosos e muito felizes em compartilhar este momento com vocês. Tudo não será perfeito, contudo, nada deixará de ser feito para que a vossa presença seja perfeita”.

Este momento foi seguido da entrega dos certificados aos embaixadores dos jogos, com destaque para duas representações nacionais, Eurídice Semedo (atletismo) e Eloy Boa Morte (taekwondo).

Mas, o melhor da noite ainda estava para vir com a corografia de abertura, que deixou perplexo e surpreso os santomenses, onde foram exaltados às danças típicas santomense.

Tudo caminhava para o final feliz do primeiro dia dos jogos, para os santomenses. Mas, ainda faltava o futebol, que veio estragar a noite, com São Tomé e Príncipe a ser descomandado por congénere angolana, por 7-0. Todavia o resultado servirá de aprendizado para os anfitriões, uma vez que para alcançar a glória, é preciso saber sofrer, e a turma nacional entrou sofrendo. O próximo desafio do conjunto nacional será diante da similar portuguesa, nesta segunda-feira, no mesmo palco. Já Angola apenas entrará em cena, um dia depois, para medir forças com a Guiné-Equatorial.

Os jogos continuarão na capital santomense até o próximo dia 28 do mês em curso, espalhados por diversos palcos, futebol, atletismo e PPD serão disputados no Estádio Nacional 12 de Julho; basquetebol no Parque da Capital; voleibol de praia, na Ex.PM, actual praia da Ilha, perto do Museu Nacional; e taekwondo, no Liceu Maria Manuela Margarido, MMM, na cidade da Trindade, distrito de Mé-Zóchi.

Gil Vaz

    6 comentários

6 comentários

  1. Zani

    23 de Julho de 2018 as 0:36

    Estou farto de ver minha seleção santomense a ser humilhada com goleadas e mais goleadas. Uma coisa é sofrer uma derrota por 1 ou 2 bolas outra coisa é levar goleada!
    Na minha opinião tem de ter um culpado!
    Não é de certeza os jogadores!
    Culpa é dos treinadores selecionadores fracos que temos a começar por esse selecionador que temos o sr. Gustavo Clemente!
    Deve pedir demissão, imediatamente!

    Não podemos ter as seleções nacionais serem enxovalhada por seleções congéneres! Esses jogadores têm de dar o sangue no campo. O orgulho nacional!
    Xê ! Como é?

    • Alfa e Ómega

      23 de Julho de 2018 as 16:28

      Engana-se ó senhor Zani, a culpa é do país simplesmente que nunca apostou na promoção dos desportos. é bom que os nossos jogadores sejam humilhados com um único objectivo de chamar a atenção de quem de direito. Os jogadores não estão física, piscologica e moralmente preparados para esses embates. Eu espero que sirva de exemplo e lição para que se possa encontrar e tentar ao menos superar os erros. Nada nasce da noite para o dia, tudo é sonhar é acreditar e é concretizar, até lá, há trabalhos a serem feitos, ha sacrifícios a serem feitos a aposta no desporto é uma realidade se quisermos entrar na rota do desenvolvimento e acompanharmos as dinâmicas da globalização. O desporto é com certeza um investimento em que deveríamos seriamente apostar e promover. Porque exaltamos tanto com o futebol internacional, gastamos tanto dinheiro para assistir no exterior que não conseguimos valorizar o que é nosso e investir seriamente nos nossos jogadores? O desporto (futebol) como uma outra modalidade, é uma profissão para quem o desempenha, há que haver incentivos ao investimento do desporto em geral em S.Tomé. Espero sinceramente que os nossos dirigentes comecem a pensar seriamente no país que querem para o futuro. Quanto a nós como a maioria jovem que somos, que passemos a conhecer exigir e reivindicar os nossos direitos,mas o direito de todos, e não de uns e outros.

  2. Xatiado

    23 de Julho de 2018 as 14:59

    Atè que falaste bem .mais falatava uma coisa . Colpado è o estado que na vespra de campionato eles iniciam a dar comida transporte dinheiro para pagar carro .pergunta aos jogadores e os trenadores quanto que estado paga a eles por mès kkkkkkk voce vai ver e rriiirirr.tenho amigo da selecao ele nao recebe nada do estado nad 0 ainda trabalha para dar familia de comer ..agora quem è colpado .jpgador ele nao tem que dar a vida ou sangues se ele tem filho para dar comida .

  3. 7 a zero dói mas passa

    23 de Julho de 2018 as 14:59

    Dói, dói, dói…. mas passa.

  4. Negro racista

    23 de Julho de 2018 as 22:28

    A culpa é dos Portugueses

  5. Niltom Fernandes

    24 de Julho de 2018 as 4:58

    Na reunião dos ministros dos desportos da CPLP que antecedeu à estes jogos quantos ministros estiveram presentes? Alguém pode me elucidar?

Deixe um comentário

Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo