Destaques

“nem meu nem teu… é nosso” ganhou prémio de jornalismo do CSI

O documentário do realizador Nilton Medeiros e da Magdalena Bialoborska, ganhou a segunda edição do prémio de jornalismo organizado pelo Conselho Superior de Imprensa de São Tomé e Príncipe. A reportagem que reflecte a situação das roças de São Tomé e Príncipe, ficou no primeiro lugar e os seus proponentes arrecadaram 100 milhões de dobras cerca de 4 mil euros.

Na gala do CSI que se realizou na tarde de sexta feira, duas reportagens da Jornalista Djamila Gomes da RTP-África em São Tomé, também foram premiadas, com o segundo e terceiro prémios. João d´Alva e  Anísio Edgar como operadores de imagens, Eleutério d´Assunção na edição das imagens, Filipe Gomes como produtor, compõem e equipa da RTP-África que trabalhou na elaboração das duas reportagens galardoadas pelo júri do prémio de jornalismo do Conselho Superior de Imprensa.

Abel Veiga

    22 comentários

22 comentários

  1. Ok

    17 de Dezembro de 2016 as 20:24

    Obrigado csi e o seu presidente…. Mt coragem

  2. Tranquilo

    17 de Dezembro de 2016 as 20:28

    Os jornalistas estão de parabéns…. Tem um órgão que quer lhes ajudar… Obrigado csi… Estou a gostar da nova dinâmica do csi e o seu presidente

  3. África

    17 de Dezembro de 2016 as 20:30

    Magnífico trabalho de csi… Estou maravilhada

  4. Sofia

    17 de Dezembro de 2016 as 20:32

    Mil gosto na organização deste órgão…. Esperemos que deixem esse órgão funcionar…

  5. Ya

    17 de Dezembro de 2016 as 20:35

    Até a composição do júri foi mt bem escolhida, esse órgão esta a trabalhar mt bem…. Mt bom trabalho…

  6. Angola

    17 de Dezembro de 2016 as 20:38

    Obrigado por alegrarem a minha tarde do dia 16 de Dezembro

  7. A

    17 de Dezembro de 2016 as 20:43

    Poderia dizer que este órgão é espectacular…. Obrigado csi…. Nada a apontar….

  8. Df

    17 de Dezembro de 2016 as 23:28

    Gostei da primeira edição, penso que José bol foi bem premiado, tb essa edição (2 edição), tb foi bem escolhida… E nossa…. Penso que o governo deveria aproveitar esse jovem presidente para outro órgão… O gajo tem dinâmica… Gosto mt de ver o trabalho desse jovem… Deveríamos aproveitar a visão deste órgão….

  9. Tela

    17 de Dezembro de 2016 as 23:30

    Ya… Esta fixe e está a bater… Os verdadeiros santomenses reconhece a qualidade do outro…

  10. Ok

    18 de Dezembro de 2016 as 10:49

    Gostaria tb de ver os funcionários da administração pública, tb a ser recompensados e reconhecidos pelo nossos esforço…. Não basta só nos exigirem tb precisámos de estímulos… Gostei muito csi

  11. Honorato Moniz

    19 de Dezembro de 2016 as 8:41

    É de fazer o inglês ver:
    1ºEsta reportagem sobre a situação das antigas roças é bastante parcial. Pretende vitimar uma pessoa. O Produtor deveria investigar muito mais sobre as crises nas grandes roças, para depois produzir.
    2º O jurado deixa muito a desejar.
    3º -Este prémio não está a promover a liberdade de imprensa, coisa nenhuma. O que tem feito este órgão perante tamanha censura que se vive nos órgãos da CS. estatais?

    • Falar Verdade

      19 de Dezembro de 2016 as 9:13

      Estou farto daqueles que pensam que toda obra jornalística é fruto da política. Abaixo criticas destrutivas à semelhanças do Senhor Honorato Moniz.

  12. Mandelax

    19 de Dezembro de 2016 as 11:16

    Eu ate diria que é vingativo e anti independentista, mas é uma opinião subjetiva. De todas formas é muito parcial, sim senhor: não analisa o período dos inícios da II república que, pelos informes do FMI e BM bastava com uma gestão privada das roças para acabar com a tendência de degradação. Chegou a gestão privada, com grandes financiamentos, e a degradação aumentou a velocidade supersónica. De lá em adiante, todo fue uma roubar e vandalizar. Porem, e muito parcial e não tem em comta que a nacionalização da terra era, ao mesmo tempo, uma libertação dos trabalhadores e trabalhadoras do regime escravizante das mesmas; e de lá para frente, foram donos e donas de os seus narizes, para bem o para mal.

  13. BASTA

    19 de Dezembro de 2016 as 18:14

    Senhora ou senhor OK, Tela, Angola, Ya, Df, Sofia, Africa e Tranquilo que não passam de uma mesma e única pessoa: faça um grande favor ao CSI : deixe de postar comentários enaltecendo esse órgão. Os seus comentários exclusivamente sobre a suposta eficiência e utilidade do CSI, num artigo sobre os trabalhos premiados no concurso de jornalismo e os seus autores, apenas demonstra a má consciencia, a vergonha e o embaraço que o CSI não pode deixar de sentir depois do desfecho desta segunda edição. Se não fosse um megafone do CSI a tentar sustentar o insustentável, ou se fosse um pouco mais esperto/a, teria em conta que a notícia não é sobre o CSI mas sobre os premiados e teria ao menos colocado um post a felicitar estes. Os votos a favor dos seus patéticos posts são irrelevantes – arrebanhou-os decerto entre os seus comparsas. Mas tudo o que é demais, cansa. Faça uma pausa, ofereça uma medalha de mérito ao CSI e ao seu presidente, mas poupe-nos a essa estúpida cantilena. É que, sem querer, pode desencadear reacções muito contrárias aos seus objectivos. Lembre-se de que há um tempo para falar e um tempo para calar. E há um tempo para reflectir e sentir vergonha. Passe bem.

  14. Vexado

    19 de Dezembro de 2016 as 21:33

    O indivíduo que ganhou o prémio vive no estrangeiro, não é jornalista mas sim repórter de imagem que participa no nós por lá.
    Este concurso deve cingir somente aos jornalistas que trabalham e reside em Stp, e não quem exerce função de jornalista em regime de part time.

    Outra questão, o mesmo está inscrito no sindicato dos jornalistas?

  15. LC

    20 de Dezembro de 2016 as 9:50

    De facto, BASTA tem toda a razao. Porquè todos esses posts defensivos do CSI, se, tanto quanto julgo saber, o CSI nao foi atacado, apesar do bizarro processo que foi este segundo concurso?

  16. maria

    20 de Dezembro de 2016 as 12:48

    Cada um com a sua opiniao…democracia…tb quero dizer k gostei da obra vencedora e vamos dar ao cesar o k e de cesar ….estao a trabalhar mt bem sim…peco descupa e so minha opiniao

  17. vamos

    20 de Dezembro de 2016 as 12:52

    Bora la isto e verdade mesmo uma pessoa ganhou td esse dinheiro…mt fixe…tb quero… Sinceramente acho k tb estao a fazer qualquer coisa para ajudar o pais …csi,esta fazendo qualquer coisa…

  18. prova

    20 de Dezembro de 2016 as 15:47

    Esta e prova viva k em s.tome temos bons quadro…o k nos falta e ter amor proprio,acreditar em deus …tb …por isso quero dizer k nao domino essa materia de jornalismo mt bem… Mas acho k o jornalismo esta de parabens…forca csi….

  19. pensa

    20 de Dezembro de 2016 as 15:55

    Bom trabalho ADI,e mesmo assim pt ajuda os jornalismo e o csi…mas queromos o pessoal k trabalha

  20. paulo

    20 de Dezembro de 2016 as 16:01

    Nao e meu nem teu e nossa…deixem se disso ….se merece merece, mesmo nao gostando das pessoaa temos k aceitar k tem qualidade,eu sei k pd doer…mas temos k aceitar…. E a vida…mesmo nao concordando com algumas coisas mas parece k a pessoaa k tem dons…e inclivel…as vezes eu fico chateada e admirada…as pess

  21. paulo

    20 de Dezembro de 2016 as 16:04

    Nao e meu nem teu e nossa…deixem se disso ….se merece merece, mesmo nao gostando das pessoaa temos k aceitar k tem qualidade,eu sei k pd doer…mas temos k aceitar…. E a vida…mesmo nao concordando com algumas coisas mas parece k a pessoaa k tem dons…e inclivel…as vezes eu fico chateada e admirada…bom trabalho…parabens para os vencedores

Deixe um comentário

Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo