Economia

Administração do Banco Central reage ao escândalo da distribuição de dinheiro 

O Banco Central e a sua administração foram denunciados pelo maior partido político da oposição, como tendo distribuído entre si e de forma ilegal importante soma de dinheiro, que atinge os 150 mil euros.

Num comunicado do Gabinete do Governador do Banco Central, enviado à redacção do Jornal Téla Nón, é dito que « o processo de reforma monetária em curso afigura-se transversal e de risco elevado, tendo envolvido o ministério público e as forças de segurança, nomeadamente a polícia nacional e os fuzileiros navais».

O banco central acrescenta que «a substituição da antiga família da dobra pela nova, culminou com a recolha de quatrocentos e dezassete mil milhões, trezentos e setenta e seis milhões, trezentos e quarenta e cinco mil dobras, que correspondem a 90% do total de notas da antiga família emitidas pelo Banco central de São Tomé e Príncipe».

O gabinete do Governador do Banco Central, destaca ainda que a destruição das notas  recolhidas, ocorreu em Dezembro de 2017, e também em Fevereiro e Agosto de 2018. «Portanto as notas recolhidas foram totalmente inutilizadas e destruídas à luz das normas em vigor», frisa o comunicado.

O Banco Central, explica que o processo de reforma monetária em curso, é sério, transparente e inclusivo.  Por isso, « o Conselho de Administração refuta veementemente o tratamento que tem sido dado numa matéria de interesse nacional, pondo em causa a imagem do país, a credibilidade da instituição, dos seus orgãos de gestão e dos colaboradores que nela labutam», pontua o comunicado.

O Governador do Banco Central e o seu Conselho de Administração garantem que o caso vai ser entregue a justiça. «O Conselho de Administração apresentará uma queixa crime e insta as instâncias competentes a serem céleres na reposição da verdade», conclui o comunicado.

Note-se que o MLSTP, maior partido da oposição denunciou a distribuição entre o governador do Banco Central , os membros do Conselho de Administração e alguns directores, de somas de dinheiro em moeda nacional, que atingem  mais de  150 mil euros. Na denúncia o MLSTP, detalhou o montante que terá entrado na conta de cada uma das individualidades do Banco Central. Pagamentos que segundo o MLSTP, foram feitos de forma ilegal.

Abel Veiga

    17 comentários

17 comentários

  1. JOAO CARLOS

    24 de Agosto de 2018 as 13:36

    apropriaram-se ou não indevidamente do dinheiro… ? o que importa é isso….

    • Hiostrelino Vaz

      24 de Agosto de 2018 as 14:54

      Isso resultou de descontos anarquistas na gestão de contas a prazo de clientes na Diáspora , digo isto por ser vítima de manutenção contabilizada de fevereiro a Julho num total de quase 5 milhões ou 5 mil dobras actual.

  2. Martelo da Justiça

    24 de Agosto de 2018 as 13:49

    Então, e a denuncia da distribuição da massa, não há explicações?? O que é que aconteceu?? É mentira ou verdade?? Estamos as espera!! Curiosamente o essencial não foi dito. Sabe-se lá porquê??

  3. Alligator

    24 de Agosto de 2018 as 14:20

    Senhores “proprietarios” do BCSTP, o povo Santomense esta se marimbando para o vosso palavreado, tentando ludibriar as pessoas.O que o povo quer saber, e se receberam o dinheiro ou não.De conversas de treta estamos nos fartos.

  4. Mais além!...

    24 de Agosto de 2018 as 14:27

    Já estáaaaaa!!!
    A nova justiça reformada da ADI, vai seguramente limpar essa sujeira e
    Vai tentar grampar os denunciantes.
    Ká piá!…

  5. adelmiro castri

    24 de Agosto de 2018 as 15:23

    BURROS,
    Tentaram destruir provas no sistema ingornatico, mais os dados ja estavam imoressos e serao entregues ao ministerio publico.
    Palhaços, bandidos, corruptos.
    Voces merecem cadeia.

    • adelmiro castri

      27 de Agosto de 2018 as 10:56

      Correção : sistema informático …estavam impressos

  6. Ana Sousa

    24 de Agosto de 2018 as 15:37

    E não desmentem a distribuição do dinheiro? Cambada de ladrões…a vir aqui com blablablá…
    Comeram dinheiro forte e feio.

  7. Pedro Costa

    24 de Agosto de 2018 as 16:03

    Então!?
    Em que ficamos? Ocorreu ou não o que foi denunciado?
    O ladrão que é ladrão também nunca se acusa.
    Queixa crime? Se os tentáculos estiverem bem montados, quem for analisar a queixa também pode fazer parte da trafulha e o caso não virá a tona. Neste país de corruptos e compadrio tudo é possível! Basta fazerem as coisas como têm feito até então: ninguém denuncia ninguém, ninguém entala ninguém, mas o dinheiro vai-se movimentando. São muitos casos conhecidos e nunca se apurou a verdade.

  8. WXYZ

    24 de Agosto de 2018 as 16:55

    Chee!!! Nao responderam nada com respeito a acusação. Estão a gozar da malta. Houve ou não essa auto partilha entre vos?

  9. Madredeus.igreja

    24 de Agosto de 2018 as 21:32

    O banco e seus administradores, vão de vento em popas, isto é td nosso, quem paga? Povo pequeno.

    Comunicado da Administração do banco foi: uma mão cheia de coisas e outra cheia de nada.

    As distribuições foram, verdadeira ou falsa?
    Povo pequeno quer saber

  10. Martelo da Justiça

    24 de Agosto de 2018 as 23:19

    O MLSTP e a oposição toda têm que voltar a carga. Não podem dar folga a essa gente. Esses tipos são brincalhões!!!E ainda por cima acham no direito de fazer uma queixa-crime contra o MLSTP. É preciso ter cara de pau!!

  11. S.tomense

    25 de Agosto de 2018 as 0:30

    Eu vou escrever como um burro com 2 rr povo de s.tme punda dêçû pôvo bili uê mueda nao foi trocado é dinhero de pt ele nao tinha como meter dinhero falsos em s.tome enventou nova mueda bili uê minha gente nao perdoa est bandido na urna faz a vossa justisa é agora ou nunca chau

  12. Rodrigo cassandra

    25 de Agosto de 2018 as 9:00

    Eu como cidadão e contribuinte deste país só quero apenas e unicamente saber uma coisa:
    Foram ou não pagos estes montantes:
    É apenas isso se foram pagos por favor reponham uma parte se não foram leva MLSTP /PSD para Tribunal.

  13. DITADURA DA PEDRA

    25 de Agosto de 2018 as 10:45

    EU, havia dito num dos meus poste, que os jovens são piores que os mais velho, querem viver a grande e francesa, passando por tudo e nada egocentrista e enriquecimento rápido. o rendimento mensal desse bandido já é bastante alto comparativamente com o resto do País, como bastasse ainda vão receber gratificação pelo mau serviço prestado (novas notas sem qualidade)

  14. Carlos

    25 de Agosto de 2018 as 12:23

    Esse indivíduo escreveu isso. Quem será esse indivíduo?

    MIGBAI

    Agosto de 2018
    O mlstp já devia ter sido banido como partido político de STP com o fim da ditadura que nos impôs e que tudo destruiu. Que a ADI tenha coragem para eliminar para sempre o cancro de STP e Que se chamá mlstp e o Pinto da Costa. Quando esses desgraçados desaparecerem de STP teremos finalmente alguma paz para lutarmos pelo nosso futuro.

    • MIGBAI

      27 de Agosto de 2018 as 5:01

      Para “carlos”
      Muito obrigado Carlos por teres trazido essa minha opinião de novo a acordar as consciências desta minha gente.

Deixe um comentário

Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo