Política

Crise : Resistir contra a DITADURA

O sentimento de revolta é crescente em São Tomé e Príncipe. Isso mesmo o Téla Nón tem registado nos últimos tempos.

O regime democrático, instalado no país desde 1990, e o funcionamento das instituições, que ao longo dos últimos 28 anos mereceram rasgados elogios da comunidade internacional, como exemplo a seguir por outros países da região da África Central, passaram a ser alvo nos últimos 4 anos, de reformas que para muitos são-tomenses, representam o retrocesso ao totalitarismo.

A recente criação pela maioria parlamentar que governa o país, de um Tribunal Constitucional composto por 5 juízes eleitos apenas pela mesma maioria parlamentar, coincidiu com a aprovação há cerca de duas semanas também pelo partido no poder de um pacote de reformas do sistema de justiça, que permite ao governo nomear e exonerar os juízes do Tribunal Judicial.

A independência dos Tribunais, defendida pela constituição política parace ter sido posta em causa, pela reforma do partido maioritário.

O inédito na história da democracia são-tomense, aconteceu na última semana, quando por causa da decisão do Supremo Tribunal de Justiça em devolver a cervejeira Rosema ao grupo privado angolano Ridux, a maioria parlamentar da ADI, com apoio de 3 deputados do MLSTP ligados a referida cervejeira, aprovaram uma resolução, que decapita o Supremo Tribunal de Justiça, através da exoneração dos 3 juízes conselheiros, que assinaram o acórdão.

A maioria parlamentar, que sustenta o Governo, domina 5 das seis autarquias da ilha de São Tomé, e elegeu o Presidente da República. Com a reforma que permite a maioria parlamentar eleger através do Governo e do parlamento os juízes do Supremo Tribunal Judicial, o partido maioritário passará a controlar o quarto órgão de soberania, os Tribunais. Reformas céleres do sistema, realizadas a poucos meses das eleições legislativas previstas para segundo semestre de 2018.

O regime democrático são-tomense que foi exemplo para o mundo, está agora reformado, e se aproxima de regimes que o mundo não tem como exemplo a seguir, quase parecido com os regimes da costa africana.

A polícia cada vez mais musculada, efectua detenções de cidadãos durante a noite. Com ordens para algemar e meter na sela. A liberdade de imprensa, uma das marcas da diferença que São Tomé e Príncipe tinha em relação aos países vizinhos da costa africana, é hoje posta em causa até por diplomatas estrangeiros acreditados junto ao Estado são-tomense.

Recorde-se as declarações da ex-embaixadora dos Estados Unidos em São Tomé e Príncipe, em Março último que após encontro com o líder do regime, o Primeiro Ministro Patrice Trovoada, realçou a liberdade de imprensa e de expressão como baluartes de um Estado de Direito Democrático.

Esta manhã as forças políticas da oposição, foram prestar apoio e solidariedade ao Supremo Tribunal de Justiça. Os juízes conselheiros alvos da resolução do parlamento continuam em actividade. O líder do regime Patrice Trovoada, no seu regresso ao país na sexta – feira advertiu ao Presidente do Supremo Tribunal de Justiça Manuel Silva Gomes Cravid, sobre a necessidade de ter bom senso, para as coisas terminarem bem.

São Tomé e Príncipe e a sua democracia considerada pelo mundo como exemplo a seguir, nunca antes tiveram um momento igual a que se vive no ano eleitoral de 2018.

Téla Nón

    14 comentários

14 comentários

  1. Obrigada

    7 de Maio de 2018 as 14:31

    Vamos morrer, mas vamos salvar o nosso país, comunidade internacional salvar nos por favor. Eu amo o meu país, não quero ditadura, amo o meu país com tds defeitos e qualidade, mas ainda estamos na democracia… Vamos morrer pelo nosso país. Obrigada

    • MIGBAI

      7 de Maio de 2018 as 14:55

      Minha querida Gente.
      Tanto que eu avisei que caminhávamos para uma DITADURA tal como nos tinha sido imposta pelo MLSTP aquando da Dependência do País.
      Agora é unirmos forças e boicotar o mais que podermos as atividades do Governo.
      Deixem-se de pensar em armas, pois nunca fomos de andar com armas aos tiros.
      Temos sim que estar cada um por si, a boicotar tudo o que podermos.
      MUITA ATENÇÃO não andem a dizer aos vizinhos o que fizeram ou vão fazer, pois nunca sabem com quem estão a falar.
      Cada um pode fazer um pouco de boicote até nos libertarmos deste cancro que tomou posse do governo e que nunca mais vais largar.
      As futuras eleições serão tão irregulares e viciadas, que ninguém vai imaginar.

  2. Orth

    7 de Maio de 2018 as 14:44

    Neste momento, que órgão tem poder para “exonerar” o Governo?

    • Danilo

      7 de Maio de 2018 as 19:00

      O Povo,somente o Povo

    • Mira Cardoso

      7 de Maio de 2018 as 20:53

      Pelo andar da carruagem, não será de estranhar se o próprio povo não tiver em mãos o poder de derrubar este governo. Pela forma como as coisas estão a ser feitas, PT pretende perpetuar-se no poder.

  3. Anda do espírito

    7 de Maio de 2018 as 14:51


    Letras de canciones – Letras.com
    menú

    Hino de São Tomé e Principe
    Hinos de Países
    
    Independência total
    Glorioso canto do povo
    Independência total
    Hino sagrado de combate
    Dinamismo
    Na luta nacional
    Juramento eterno
    No país soberano de São Tomé e Príncipe

    Guerrilheiros da guerra sem armas na mão
    Chama viva na alma do povo
    Congregando os filhos das ilhas
    Em redor da Pátria Imortal
    Independência total, total e completa
    Construindo, no progresso e na paz
    A nação mais ditosa da Terra
    Com os braços heroicos do povo

    Independência total
    Glorioso canto do povo
    Independência total
    Hino sagrado de combate
    Trabalhando, lutando, lutando e vencendo
    Caminhamos a passos gigantes
    Na cruzada dos povos africanos
    Hasteando a bandeira nacional
    Voz do povo, presente, presente em conjunto
    Vibra rijo no coro da esperança
    Ser herói na hora do perigo
    Ser herói no ressurgir do País

    Independência total
    Glorioso canto do povo
    Independência total
    Hino sagrado de combate
    Dinamismo
    Na luta nacional
    Juramento eterno
    No país soberano de São Tomé e Príncipe

  4. Pedro Costa

    7 de Maio de 2018 as 14:58

    Do que é feito o ser humano?
    Porque que o filho deste povo tem determinados comportamentos!?
    Porque é as pessoas não cultivam o bem? Não criem condições para que possamos viver melhor?
    O que se passa neste país não é normal. Quem são estes que acham que podem decidir os destinos da maioria dos cidadãos?
    Sinceramente, não se pode admitir.

  5. Zani

    7 de Maio de 2018 as 16:58

    Tudo isso mostra como a justiça em São Tomé e Príncipe anda moribunda desde a tempos.
    São-tomenses não percebem que Justiça do país está enferma?
    Desde os anos 90 até então, que tem se falado de atos de corrupção e corruptos no país e o que aconteceu com essas pessoas? Andam livres ricos pelo país rindo do povo pequeno com as pequenas migalhas nas campanhas eleitoraiscomprando a consciência dos pequenos.
    Pra devolver a fabrica ao suposto dono legitimo esses senhores da justiça foram céleres.
    Aonde está a celeridade da justiça em relação aos acusados pelo tal juiz de corrupção? Aonde está a celeridade dos ditos juízes em relação ao juiz falso que andava mamando nas tetas do governo pobre de São Tomé e Príncipe.
    Eu e creio que demais diáspora santomense estamos fartos de tanta incompetência neste país.
    Quero que se explodia tudo!
    A ver se ao menos algo funcione nesta bosta de país.

  6. BETO ARGAO

    7 de Maio de 2018 as 19:25

    Meus compatriotas nao vamos brincar com esse assunto pq ta ficar mto serio Eu votei em ADI mas nao quer Ditadura para Meu pais isso Nao Nunca vamos Mesmo sair para Rua Eu andei Calado pq tambem tho Meia culpa ou seja votei Nesse cidadao com objectivo de ver Luz no fundo de tunel Mas pelo visto vejo é Ditadura no Meu Belo pais””Cheiga vamos gritar bem Alto para PT e os Capangas que nao queremos Mas””

  7. Metido a Besta

    7 de Maio de 2018 as 19:45

    Terminar bem? Tem mesmo a cara de pau e pensa que vai longe encana se.

    Sao Tome? nao brinques com o povo.

  8. ANCA

    7 de Maio de 2018 as 22:48

    Tudo aqui cheira a corrupção e interesse partidários

    Sejamos sérios

    É de bom tom pesquisar investigar caros cidadãos, todas as noticias sobre o caso Rosema antes de 2009, ou no decorrer de 2009, para sabermos do que se trata efetivamente.

    Onde a fumo a fogo, igual a corrupção MLSTP, PCD;MDFM, ADI, os senhores ditos Juízes dos tribunais de São Tomé e Príncipe

    Senão caros compatriotas vejamos

    Caso Rosema

    Segundo fonte jornal Telá Nón, numa noticia publicada no dia 12 de Abril

    “O governo esgrime no comunicado, vários outros argumentos em defesa da Cervejeira Rosema, e do processo de venda da mesma em 2009 a favor do empresário nacional Nino Monteiro. Venda realizada, na altura com base numa carta rogatória enviada ao Supremo Tribunal de São Tomé pelo Tribunal angolano, solicitando apenas a penhora da cervejeira Rosema na altura pertença da empresa Ridux de Melo Xavier, no âmbito de um litígio que decorria em Angola entre a empresa Ridux e outra entidade privada angolana designada JAR.”

    “O Governo anuncia em comunicado que o caso Rosema já transitou em julgado e que foi arquivado pelo Supremo Tribunal de Justiça. No entanto em Dezembro do ano 2017, o Juiz Presidente do Supremo Tribunal de Justiça de São Tomé e Príncipe, Manuel Silva Gomes Cravid, garantiu que o caso Rosema está aberto. « Deu entrada na secretaria do Tribunal um requerimento que pedia o recurso de revisão da sentença do caso Rosema. Foi enviado ao Ministério Público que fez a sua aprovação. O juiz a seu tempo irá dar os tratamentos seguintes. O Juiz ainda não tomou nenhuma decisão», declarou o Juiz Presidente do Supremo Tribunal de Justiça em Dezembro de 2017.”

    “O Juiz Presidente do Supremo Tribunal de Justiça, fez tais declarações, no auge da polémica em torno da cervejeira Rosema que reacendeu em São Tomé e Príncipe nos finais de Dezembro de 2017.”

    “No seu comunicado o Governo destaca a polémica de Dezembro de 2017, e recorda que corre os seus trâmites nas instâncias judiciais do país, uma queixa crime contra 3 cidadãos alegadamente envolvidos numa alegada tentativa de corrupção de juízes do Supremo Tribunal de Justiça, com objectivo de devolver a cervejeira Rosema ao empresário angolano Melo Xavier.”

    Fonte Telá Nón

    Só mesmo em São Tome e Príncipe

    Depois de quantos anos?????? De 2009 a 2018.

    Por outro lado os mesmo juízes que decidiram na altura, decidem agora o contraditório,…muito dinheiro debaixo de mesa, cada um a encher o bolso, País mais uma vez prejudicado.

    Se houve uma tentativa de corrupção(suborno) do Presidente do supremo tribunal de justiça, porque não mandou investigar primeiro.

    A decisão hora tomada, quais os verdadeiros pressupostos???? podem enganar alguns mais os mais esclarecidos não…
    Um conselho caros cidadãos ao invés de andarmos aqui a comentar, investiguemos e analisemos primeiro.

    Quando deve é a divida do grupo Melo Xavier para com o Estado fisco SâoTomenses(ao qual todos pertencemos), na altura ano de 2009?

    Aqui não se trata de defender a ninguém mais sim salvaguardar o mais elevado interesse do País, sentido de Estado(Território/População/Administração).

    Até droga lá se encontrou

    Tenhamos juízo gente

    Caros cidadãos jamais se esqueçam está a aproximar as eleições, cada um a puxar a brasa a sua sardinha

    Porque no final a montanha pari ratos, eles comem e bebem juntos, o povo na miséria…

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Serenidade gente

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

  9. Joana Soares Brandme

    8 de Maio de 2018 as 15:34

    Eu tenho um sonho:

    Um dia ver o Patricio Trovoada sentado no banco de réu a ser julgado pelo Dr. Silva Cravid, Juiz do Supremo Tribunal de Justiça.

    Quem vivra, verá.

    Que assim seja,

    Fui, a predição está feita.

  10. Zani

    9 de Maio de 2018 as 13:43

    Povo é burro mesmo!

    Basta ler as declarações do deputado Jorge Amado do MLSTP/PSD pra ter ideia clara do que se passa a volta da cervejeira Rosema!
    Promiscuidade clara entre Juízes do Supremo e Partidos Políticos da oposição!

  11. Burinda santos

    10 de Maio de 2018 as 23:56

    Quando muitos de voces vem falando da ditadura,pense bem analize e fala,
    quem diz que patricio trovoada e ditador nao sabe o que significa ditadura
    pergunta os vossos pais e avos eles sim explicam porque viveram uma ditadura durante 15 anos.existe uma lista de senhores que beneficiaram de certos pertences do estado tais como:casa do estado emprego de chefias patentes de graduaçoes sem ter formaçao bolsas de estudo ou seja sao tome e principe era de um grupo de primos familia vera cruz familia espirito santo familia costa familia noronha familia menezes boa morte familia vaze normal que os netos e filhos dessas familia vem respondendo para o MLSTP partido ADI vai ganhar com maioria absoluta porque o povo vai votar na confiança, na credibilidade e estabilidade política e o povo tem que votar e dar maioria para que o PM venha a acabar com a elite de corrupto do MLSTP e PCD o povo estao cansado de voces procuram arruinar a casa viva ADI viva PM PT

Deixe um comentário

Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo