Política

MLSTP denuncia perigo iminente para a Democracia em STP

Nos próximos dias o Governo de São Tomé e Príncipe liderado pelo Primeiro Ministro Patrice Trovoada, vai implementar mais uma reforma, que para o maior partido da oposição, o MLSTP, representa um perigo iminente para a democracia.

Há menos de 2 meses para a realização das eleições legislativas e locais, o Governo decidiu segundo o MLSTP, alterar a lei que isenta vistos de entrada em São Tomé e Príncipe, para cidadãos estrangeiros de um conjunto de países devidamente definido na lei, desde que tais cidadãos visitem São Tomé e Príncipe por um período de tempo de 15 dias.

A lei em vigor, isenta visto de entrada no território nacional por um período de 15 dias a cidadãos, dos países membros da União Europeia, dos Estados Unidos e do Canadá, e também a vários países africanos, com destaque para os países membros da Comunidade de Língua Portuguesa.

Mas a alteração proposta pelo governo nos últimos dias, impõe um novo regime jurídico para cidadãos estrangeiros e com a simplificação dos procedimentos administrativos para concessão de vistos de entrada. «Vai isentar uma categoria de cidadãos estrangeiros cuja proveniência se desconhece. Revoga a lei de isenção de vistos de 15 dias», denunciou o MLSTP, num comunicado lido à imprensa.

A nova proposta de isenção de vistos para cidadãos estrangeiros de proveniência desconhecida, avançada pelo Governo nas vésperas das eleições, permite que os tais cidadãos de proveniência desconhecida, ou seja, não definida pela proposta de lei, permaneçam no território nacional por tempo que pode atingir 6 meses.

Pelas fragilidades que caracterizam a polícia de migração e fronteiras de São Tomé e Príncipe, o MLSTP, considera que « São Tomé e Príncipe poderá transformar-se num porto de abrigo para malfeitores e organizações criminosas e terroristas, pondo em causa a segurança dos sãotomenses, a segurança nacional e até de outros países», refere o comunicado do MLSTP lido pela vice-Presidente Elsa Pinto.

O MLSTP, sente que a entrada de cidadãos de proveniência desconhecida sem necessidade de visto e por periodo de tempo longo, põe em causa a coesão social, a tranquilidade pública e a transparência do processo eleitoral.

Para o MLSTP a reforma célere proposta pelo governo ao parlamento, onde goza de uma maioria absoluta, traduz o medo que o Primeiro Ministro Patrice Trovoada, começa a sentir em perder as eleições de 7 de Outubro próximo. «Orquestrando a obtenção fraudulenta de votos através de cidadãos outros, coagindo os são-tomenses com a presença de mercenários», sublinha o comunicado do MLSTP.

O maior partido da oposição admite a hipótese de o primeiro ministro, avançar com a lei que permite a entrada sem visto de cidadãos de países desconhecidos em São Tomé e Príncipe, como forma de facilitar a entrada de mercenários no território nacional no momento auge da campanha eleitoral e da decisão soberana do povo nas urnas. «Uma grande ameaça paira sobre o país caso o Governo vá a diante com esta reforma», frisa o MLSTP.

Por mais esta afronta aos são-tomenses, o maior partido da oposição alerta mais uma vez a comunidade Internacional, no sentido de mais do que acompanhar os factos, usar a sua influência no sentido de evitar que o mal triunfe em São Tomé e Príncipe.

Abel Veiga

Siga a declaração política do MLSTP na íntegra :

https://web.facebook.com/mlstp.psd.1/videos/1135971346553037/?t=8

    17 comentários

17 comentários

  1. Joao Carlos

    6 de Agosto de 2018 as 18:00

    Força ao MLSTP/PSD e a toda oposição, o medo e as manobras do Patrice Trovoada e do ADI jamais triunfarão….

  2. Militante

    6 de Agosto de 2018 as 20:50

    Estava a ponderar votar outra vez para ADI, mais com esses últimos episódios do PT e do ADI sinceramente mudei de ideia. Não é normal, PT sempre arranja um caso, sempre um problema desde que tomou posse. Um partido com partido com maioria absoluta não pode governar sempre na base de conflitos. Não é normal um estrangeiro com estatuto de turista, entrar no país para um período de 6 meses beneficiando de isenção de visto. Ainda por mais para num período que vamos as eleições. Algo de muito estranho vai acontecer…

    Patrice Trovoada está a perder cabeça, não pode ser o que ele quer fazer em STP vai correr muito mal para ele e aos seus familiares e amigos!!!

  3. Seabra

    6 de Agosto de 2018 as 21:10

    Dont worry ! Estas façanhas do PT-ADI e Máfia , tem como objectivo a intimidação om a intenção de todo o regime da DITADURA,de dizer ” a última palavra e a decisão final cabe unicamente a mim o chefe…”.Mas no fundo, ele já sabe que o poder totalitário, já está na AGONIA sem hipótise de ressuscitar.
    Ele e os seus acólitos, estão a se trata por desespêro, pois que há 2 países lusófonos que podem agarrar -se à esta nova LEI e enviar os seus homens de mão como observadores atentos, preparados e prontos a agir….o PT-ADI e Máfia poderão ter prejuízo irreparável. Creio que este grupo de vigários, pensa ser o único que tem a astúcia da estratégia.
    Hoje, o mundo está ao corrente da política Trovoada, corrupta e autoritária, anti -democrática.
    PT-ADI, Não escapará a um eventual julgamento junto do TPI.
    Estámos atentos e muito vigilantes.
    A prudência é de rigor. Ele já perdeu!

  4. arroz podre

    7 de Agosto de 2018 as 7:44

    O Patrice Trovoada e o ADI está a ir longe demais. Não foi isso que eu e o POVO PEQUENO votou no partido. BASTA. Aproveitam esses dois meses, porque os verdadeiros homens do ADI que trabalham no terreno, já não irão trabalhar. ADI está em declínio, vão ao terreno verificar.

  5. Madre deus.igreja

    7 de Agosto de 2018 as 10:03

    Se td isto é verdade, então, é chegado a hora dos chefes militares, atual e da reservas, terem uma palavra a dizer.
    É inadmissível aceitar está máfia continuar. Tb é chegado a hora do povo pequeno agir junto dos deputados que o povo elegeu.
    A ditadura, a máfia, o roubo, as bandidagem, não pode ter mais espaço, o povo está farto e cansado dessa brincadeira e, ter mais uma palhaçada desta.
    O PT, é um criminoso, homem da máfia.

  6. Abenilde Lopes

    7 de Agosto de 2018 as 10:34

    Isto só serve para manter a presença das tropas do Rwanda e alguns dos mercenarios que o PT trouxe em 2014. Abram os olhos

  7. Alligator

    7 de Agosto de 2018 as 10:41

    E enquanto isto, nos os São Tomenses para termos visto de entrada em Portugal por exemplo, somos humilhados de toda a forma possivel, fazem-nos de “gato e sapato”.Enfim, assim vai a politiquice. ja estou farto destes gajos a testa dos destinos de STP.

  8. Lara Garcia

    7 de Agosto de 2018 as 10:50

    O país vai de mal a pior.
    Cuidado com esta lei perto das eleições.
    Isto deve ser uma jogada do actual governo pois deve estar com receio de perder e colocar alguem á ultima hora para obrigar e manipular aa eleições.
    Se ele se preocupasse em colocar os cidadãos com melhores condições.
    Se ele se preocupasse em fazer obras nis acessos a norte e a sul do país.
    Se ele se preicupasse em fazer obras de restauro.
    Os turista vão porque vendem fotoshow mas a realidade é outra.
    Os turistas regressam desanimados e sem vontade de regresssar.
    Não falando nos preços que se praticam em relação as condições que o turista encontra. Em dois anos seguidos não vi melhoramento algum.

  9. jójó

    7 de Agosto de 2018 as 11:06

    Má politica para os Santomenses…

    Os Santomenses para poderem viajar para exterior, têm que ficar 60 dias a espera de uma vaga para poder dar entrada de pedido de visto, sem saber se terá diferimento ou indeferimento do pedido.

    Enquanto o próprio governo que diz que trabalha para povo pequeno nacional, nem quer saber do seu povo nessa matéria.

    PT e o Governo trabalham para o povo pequeno de outros países..

    Faz sai.. fui…….

  10. Hh

    7 de Agosto de 2018 as 13:27

    Eu fico admirado como esse governate senhor primeiro ministro que desse que ele conhense coisa bonita limpa organizada depois de 4 anos de seu mantato ele nao fez nada que olho veja e diga sim senhor ele fez .eu atè entao nao vi nada quele disse que fèz por favor ainda quero meter estrangeiro para viver no pais por 6 messes ? Triste quem votar neste partido

  11. sotavento

    7 de Agosto de 2018 as 15:12

    un natural de STP necessita de visto para entrar em Portugal e elesnao necessitam para entrar em STP. Sempre fomos submisos ao branco. Nao é racismo porque sou descendente de negro e branco mas da raiva isto. Há um dito que é certo quanto mais se baixa as calcas mas se ve o cú. Os governantes nao se impoem tudo sim senhor,por isso os de europa se crescem acham se superiores… se existe a CPLP nao deveria haverfronteiras para os cidadaos.Um control sim. Tambem a CPLP é um organismo debil que benefecia a dois ou tres paises membros.

  12. Seabra

    7 de Agosto de 2018 as 15:51

    LETTRE D’OUTRE TOMBE: (texto escrito pelos amigos estrangeiros do saudoso e amado BARBOY,Jorge Pereira dos Santos, economista assassinado à pancada até a morte ).
    “Minha alma precisa de JUSTIÇA e de ORAÇÃO ! Meu nome é Jorge Pereira dos Santos, soyez economista sãotomense, filho de Paula Urraca Pereira e de Martinho dos Santos. Eu sei porque estou aqui neste BURACO escuro e humide…porque sou um homem íntegro, honesto, discreto e patriota. Aguardo a cada segundo que a justiça do meu país STP,encontre definitivamente os meus cruéis assassinos, para que sejam julgados,condenados à altura do calvário que me infligiram, e avisem a minha família. Sinto que estou em paz e sem dores…mas a minha amiga de peito,o meu irmão Armando, minhas irmãs, minhas fil hasard Syndavi e Josiane, precisam ver e saber que justiça foi feita contra os meus assassinos , para que faça me o seu LUTO.
    EU PROMETI SER UM BOM CIDADÃO, sempre disponível para dar a minha contribuição, logo que me chamassem à tarefa.Daqui tento imaginar o rosto da minha amiga, com quem falei momentos antes (aliás prometi ligá-la 10 minutos depois e não poderei mais…)de ser torturado pelos criminosos, que invadiram a nossa praça, tendo como chefe o PM. Aqui neste lugar apertado (enquanto não fizerem a justiça para me libertarem ), penso também em como sonhei ver o meu STP MELHOR, livre da DITADURA e no caminho do progresso e da liberdade.
    Eu Jorge Pereira dos Santos, sou contra a violência, mas hoje sou uma víctima dela. Daqui de dentro, sinto uma angústia muito grande. Pergunto -me o que vai ser do meu país STP ?
    A minha família ? A minha vontade de viver e todos os meus projetos não concluídos ? Porque me mataram? Eu sou mais UM entre tantos parceiros, que se foram nesta GUERRA sem fim. O que mais dói é saber que a minha morte e minha família, não terão amparo que costumámos ver em alguns casos. As minhas filhas não saberão o que é o DIREITO HUMANO, os meus netos só vão ouvir falar de mim.
    Será que essas pessoas de facto e gravata, que dizem cuidar do país STP,conseguem olhar-me aqui dentro desse CAIXÃO ?
    Só peço que mudem o sistema que está muito DECADENTE, para aqueles que ficaram. Minha vida ACABOU por aqui,numa noite tardiva de sábado 2/6 para domingo
    3/6/2018,sem os que pensei um dia serem meus amigos , se interessarem com a minha ausência até que na terça-feira dia 5/6,fui encontrado sem vida , pela minha empregada Marlene , levado num carro sem conforto para o meu pobre corpo torturado à vista de toda a cidade de SÃO TOMÉ. AFINAL, NUNCA TIVE VERDADEIROS AMIGOS EM STP,para além dos meus prôximos familiares….só peço que cuide de quem ficou. Espero que os meus conterrâneos não tenham o mesmo DESTINO INFELIZ.
    EU SEI QUEM FEZ ISSO COMIGO.Eles estão tranquilos, porque dizem que a minha morte vai sair de graça perante à LEI FRACA do nosso PAÍS STP, e mais do que isso, serão novamente considerados ‘víctimas da sociedade ‘. É eu sou o QUÊ então???
    CALMA…ouço um BARULHO ! Finalmente encontraram os VERDADEIROS ASSASSINOS,que me massacraram a cabeça, que eu tentei me defender mordendo, que beberam o meu sangue, que me roubaram, inclusive o meu celular,á apenas uns 100 metros da presidência da república com guardas, e com vizinhos SURDOS,cúmplices indirectamente do meu macabro fim. HAVERÀ JUSTIÇA, seja como for.
    O meu irmão Mando,minhas irmãs, minha amiga de peito – que nunca me abandonou nesta tormenta, sabendo-me no porta malas – vão-se des pedir deste LUTO PESADO , para ficarem apenas comigo no coração ligeiro, enquanto que eu despeço deste FARDO para continuar a servir STP, diferente mente, porque a minha MISSÃO na Terra ainda não terminou.
    ESTOU BEM E LIGEIRO. Até um dia!”.

    A VIDA de um ser humano IMPORTA sim! Não vamos desistir da luta para um STP MELHOR e LIVRE da DITADURA.
    Povo sãotomense, sejai HERÓIS nas urnes, vocês não estão sózinhos !

    • Observador Atento

      8 de Agosto de 2018 as 19:40

      Nos os familiares do Barboy exigimos que a justica seja feita e que esses criminosos sejam punidos implacavelment. Ha Mais de 2 meses depois deste ato barbaro, nenhuma evidencia eh dada pelos homens da PJ. estamos impacientes senhores da PJ; que os senhores facam os vossos trabalhos.

  13. Democratico

    7 de Agosto de 2018 as 17:34

    O Patrice Trovoada tem praticado vários actos de corrupção económica e financeira, e na própria Constituição da República Democrática de São Tomé e Príncipe.
    Perdeu credibilidade internacional e do povo, agora está desnorteado, possivelmente com sérios problemas mental. Tem receio de não ser chamado pela corrupcao danosa de coisa pública e ser punido com a pena máxima de prisão. Robou 30 milhões de USD, destruiu e comercializou os catamarãs, apoderou-se do banco privado depois de manipular falência ao mesmo banco, utilizou dinheiro de vários bancos comércios no país para viagens pessoal de curta duracao e do seu staff à vários paises da Ásia, América e Europa. Introduziu materiais de guerra vindo da Ruwanda.Desrespeitou a lei da dívida pública e de licitação e contratação publica existente no país. São Tomé e Príncipe atingiu o limite da divida e externa, não se sabe onde todo o dinheiro foi parar, de certo que, a economia está estagnada. Destruiu o país! Por isso, criou Tribunal inconstitucional, onde juizes só passeiam, rasgou a Constituição e exonerou compulsivamente os Tuízes do Supremo Tribunal de justiça, conseguiu colocar seus capangas e lambebotas em todo órgão de soberania de forma ter ficha limpa…oh! São-tomense vocês estão a brincar com Patrice Trovoada, então aguenta! Crimonoso a solta pode cometer vários crimes e atrocidades à uma nação ou várias nações. Enquanto Patrice Trovoada estiver a solta o povo irá comer o pão que o diabo amassou.

  14. Caharamba

    7 de Agosto de 2018 as 18:20

    Caducos! Simplesmente CAAADUUUUCOOOOOS.

  15. O povo é nossa Riqueza

    8 de Agosto de 2018 as 8:33

    Tudo tretas. Estão é com dor de cotovelo, pelo facto de não estarem a governar STP a quase 4 anos e com certeza não governarão + 4 anos, podem estar de certo. Estão preocupados com o facto de não poderem meter mão na massa, porque acham que PT está a comer tudo sozinho, como disse a dirigente do Movimento dos Ladrões de S.T.P (MLSTP) Elsa Pinto, que os camarada deste partido comiam todo dinheiro sozinho e o dinheiro não chegava as bases, palavras de Elsa Pinto que já comeu tanto, ela e seu marido mas querem sempre mais. Cambada de Ladrões estão preocupados com nova maioria absoluta da ADI, no dia 07/10, porque essas casas de Estado que muitos tomaram e não estão a pagar, esse dossier de dívidas com casas de estado tem que voltar, para que todos os dirigentes de mlstp, pcd e outros que tomaram casas de Estado têm que paga-las. Estão preocupados porque as contas bancárias emagreceram, estão preocupados porque muitos que tinham 2,3,ou mais boquitas já não têm como sustenta-las, outros por frustração inventam viagem e deixam mulher aqui na terra à sua sorte pra outros gajos estarem a comê-las. Outros estão a ser corneados a olhos nus, enfim. Realmente PT, é um calcanhar de Aquiles pra vocês todos. O homem vos incomoda, tira-vos sono, é este o homem que STP precisava há muito tempo, quando diziam num dos vossos slogans de campanha ” O Povo é a nossa riqueza” muita confiança. Esse tempo já passou. Ao sr ou sra Hh se não está a ver nada que o homem está a fazer, melhor usar lentes graduados. Sei que dói, dói muito mas passa. Fui.

  16. Ralph

    10 de Agosto de 2018 as 1:32

    Neste caso, eu concordo com a posição do MLSTP. Qualquer país deveria manter uma lista de certas nações confiadas das quais os cidadãos delas devam ser concedidas um visto após chegada por algum período curto. Por exemplo, 15 ou até 30 dias. Basta identificar os países confiados. Cidadãos de outros países iriam então ser prevenidas de entrar sem primeiro terem obtido um visto das autoridades. Isto permitiria o desenvolvimento e encorajamento de negócio e turísmo no país, mostrando ao mundo que o país está aberto para o negócio e que acolhe turistas. Embora seja importante ser acolhedor, permanece importante também excluir cidadãos de qualquer país desconfiado ou de qualquer país de que se seja considerado perigoso acolher os seus cidadãos sem primeiro ter avaliado as circunstâncias deles e depoiso atribuido um visto. Por exemplo, cidadãos de países que são conhecidos a abrigar terroristas e/ou redes de traficantes de drogas. Faz todo o sentido operar um sistema de aduaneira nesta maneira, em vez de simplesmente aceitar a entrada de qualquer pessoa que consiga chegar ao país.

Deixe um comentário

Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo