Política

CEEAC chumbou enviado do Governo são-tomense

Augério Amado Vaz, (na foto), é a figura que o Primeiro Ministro Patrice Trovoada indicou em 2017 para ser Conselheiro Jurídico do Secretário Geral da CEEAC, comunidade económica dos Estados da África Central. O Presidente da República Evaristo Carvalho, fez publicar um decreto nomeando o seu então assessor jurídico Augério Amado Vaz, para ir trabalhar na sede da CEEAC na capital gabonesa, Libreville.

Augério Amado Vaz, conhecido em São Tomé e Príncipe, pelas suas acções no polémico caso Rosema, foi juiz do Tribunal Regional de Lembá, onde decidiu em 2009 vender a cervejeira Rosema para os irmãos Monteiros. Já em 2012 decidiu enquanto juiz retirar a mesma cervejeira aos Irmãos Monteiros, para devolvê-la ao empresário angolano Melo Xavier.

Acabou sendo exonerado do cargo de juiz do tribunal regional de Lembá em 2012. A partir de 2013, Augério Amado Vaz, anuncia nas redes sociais ser militante do partido ADI. A partir de 2014 trabalha no gabinete do Primeiro Ministro Patrice Trovoada, e é identificado na praça são-tomense como assessor jurídico do Chefe do Governo.

Em 2016 salta do gabinete do Primeiro Ministro, para integrar a equipa de assessores do Presidente da República Evaristo Carvalho, e é nomeado por decreto como Assessor Jurídico do Chefe de Estado.

Já em 2017, Augério Amado Vaz, está envolvido em mais uma polémica, desta vez relacionada com o negócio de venda de gás em São Tomé. As botijas gigantes que ficaram a flutuar na baía da cidade de Neves chegaram a São Tomé, num navio em que Augério Amado Vaz, enquanto assessor jurídico do Presidente da República foi fotografado a bordo do navio, celebrando o arranque do negócio.

O negócio de gás furou, as botijas ficaram a flutuar, porque o Governo anulou todo o processo. Peter Lopes o ex-operacional do extinto batalhão búfalo, que era parceiro de Augério Amado Vaz no negócio, começou a denunciar o Governo e o Primeiro Ministro Patrice Trovoada. Augério Amado Vaz, também começou a falar muito, mas em off.

De repente, o Governo decidiu indicar o assessor jurídico do Presidente da República, para ser assessor jurídico do Secretário Geral da CEEAC. Um decreto do Presidente Evaristo Carvalho, retirou Augério Amado Vaz dos corredores do Palácio Presidencial, e o enviou para a sede da CEEAC, na capital gabonesa – Libreville.

O novo assessor jurídico da CEEAC começou nos finais de 2017 a dar aulas grátis de Direito nas redes sociais. Aulas grátis que não passam de intervenções político-partidárias e de defesa do Governo de Patrice Trovoada, face as decisões violadoras da constituição política que o executivo e a sua maioria parlamentar foram tomando de tempo em tempo.

Desde finais de Fevereiro de 2018, que o Professor de Direito nas redes sociais, é dado como estando a residir em parte incerta. A sua ausência em Libreville capital do Gabão, para onde o Estado são-tomense o enviou em 2017, gerou especulações. Nem o Governo nem o Presidente da República, elucidaram a opinião pública sobre o paradeiro do assessor jurídico do Secretário Geral da CEEAC, que foi indigitado pelo Estado são-tomense.

A carta que a CEEAC enviou ao Governo são-tomense desde fevereiro passado, a chumbar Augério Amado Vaz, ficou escondida na gaveta. Mas, como em São Tomé e Príncipe nada esconde, eis que a carta veio ao público.

Augério Amado Vaz, foi considerado pela CEEAC como sendo incompetente para exercer tal função. Mais ainda, a CEEAC, solicitou ao Estado são-tomense, que nomeasse uma outra personalidade, para exercer tal cargo, uma vez que Augério Amado Vaz, o professor de direito nas redes sociais, não tem competência técnica, nem conhecimento elementar da língua oficial da CEEAC, o francês.

Abel Veiga

Leia a carta da CEEAC na íntegra, para compreender a dimensão da vergonha diplomática a que São Tomé e Príncipe foi submetido pela decisão do Governo e do Presidente da República.

 

 

 

 

    16 comentários

16 comentários

  1. Bem de S.Tome e Principe

    17 de Agosto de 2018 as 21:51

    Sao tipo dessas individualidades que PT gosta que faça parte técnica da sua governação.Ha e houve outros,Arlecio Costa ex-batalhão Búfalo e que participou no golpe de Estado foi convidado para deputado de ADI em detrimento do outro militante,Cobo tb coordenador do golpe Estado foi director de Migração e Fronteira e mais tarde demitido por incompetencia.Mesmo assim há gente intelectual que vangloria o chefe, quer interna e externamente.Enfim!

  2. Guida Gostosa

    17 de Agosto de 2018 as 21:56

    Un convetá quá cú lentlá téla! Só com Cristo!

  3. Madredeus.igreja

    18 de Agosto de 2018 as 7:16

    Sempre fomos uma nação respeitada, apesar da nossa situação. Mais desde 1991, que isto tornou num caos.

    Que vergonha para o país.
    Porque não mandar ele de volta a escola?

  4. JOAO CARLOS

    18 de Agosto de 2018 as 7:54

    Num País sério, o lugar deste homem é na cadeia….

  5. Nanana

    18 de Agosto de 2018 as 15:58

    Congratulo-me com a decisão do CEEAC. Glória a Deus! Pelo menos estes não estão comprados e já identificaram um, que saiu de onde? Gabinete do presidente…

    É claro que o País não pode estar bem.
    Nê bwê, nê cabálu, nê códó ku málá zunta!

  6. Nini

    18 de Agosto de 2018 as 16:58

    Sr. Abel Veiga,
    Esta notícia não é verdadeira. Com base nas informações mais recentes que recebi e de fontes seguras, os seus relatórios são imprecisos. No futuro, seria mais prudente buscares declarações diretas das partes envolvidas antes de publicar propaganda e difamação dos nomes de pessoas de uma forma muito injustamente.
    Um Jornalismo sério não é assim, rapaz.

    • Santomense

      19 de Agosto de 2018 as 13:26

      Senhor/a nini, queira nos ilucidar com as informações seguras de que possuis.. porque estas bem fora da realidade.
      Ps: sobre a incompetência daquele individuo, nao é novidade alguma.. ele nao tem perfil para cargo público algum.. é burro.

    • Madredeus.igreja

      19 de Agosto de 2018 as 17:12

      A informação que tu(Nini) recebeste é correcta, então, pública. O Sr Abel Veiga, está corretissimo, fez o seu trabalho.

      Obrigado Sr. Abel Veiga, manda este ir plantar……….

  7. Capital

    19 de Agosto de 2018 as 3:57

    Esse Augerio Amado Vaz é uma nulidade para o país, mas o PT quis assim e vai ser chumbado no dia 7 de outubro…

  8. Arlindo barros

    19 de Agosto de 2018 as 13:47

    Também. Um gajo bebado, drogado, vai-se por numa instituição, que pelo menos pretende ser séria?
    Isto significa que nem ele, nem quem o indicou NÃO SÃO SÉRIOS, NEM TÃO POUCO RESPONSÁVEIS.

  9. Padrasto dos Anjos

    19 de Agosto de 2018 as 13:54

    Nini. Você é outro que deveria ir para escola. Seu burro e inconsequente. Não vês que isto é uma carta oficial? O que queres mais? Seu besta. Ele é teu padrasto?

  10. Francisco

    20 de Agosto de 2018 as 10:29

    Mas esse país não tem ninguém que possa representar o país e honra o nosso nome?
    Esse cargo requere alguém que saiba estar, alguém que faça boa figura e dignifique o nosso país.

  11. Raul Costa Cruz

    20 de Agosto de 2018 as 10:39

    Esse rapaz, que dizem ser juristanão passa de um paranoico. Um doente com sérias p+erturbações mas que ele proprio não dá conta, aliás o que é normal, porque o doido é sempre o outro.
    O Augério nunca inspirou confiança de ninguem nem mesmo nos clubes de Wisky no papa-Figo e nem mesmo a noite na Ponte de Agua Grande.
    É triste tudo isto porque é o nome de S.Tomé e Principe é que fica em discredito em relação as organizações internacionais.
    Mas na verdade o Augerio precisa ser salvo.

  12. gege caneca grogo

    20 de Agosto de 2018 as 22:01

    Diz-me com quem tu andas e logo digo quem tu és.

    • carlos a.seixas

      21 de Agosto de 2018 as 23:17

      Gegé anda com Patrice Trovoada
      e Elisio Texeira acessor de Patrice Trovoada que matou com pistola um jovem no cemitério de Gongá.

  13. Alvaro Marques Cravid

    1 de Setembro de 2018 as 10:22

    Pra quem sabe ler o francês, irá compreender que a carta diz diz que o Amado Vaz é incompetente porque não domina a lingua francesa e recomenda alguem que domine perfeitamente o idioma. Mas o director do telanon teve o a chance de fazer piada com isto. Tbm muitos dizem ser jornalista e nunca o foram. Mas passam por jornalista. É o país que temos.

Deixe um comentário

Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo