Morte no Palácio do Governo

Publicado em 02 Abr 2009
Comentários; fechado

O Palácio palacio-governo.jpgdo Governo, onde funciona o gabinete do primeiro-ministro Rafael Branco, acordou ao som de rajadas de AK-47. Um incidente envolvendo dois militares do exército, manchou de sangue o Palácio Governamental. Desde Fevereiro último, quando se deu a detenção dos Búfalos que o palácio do Governo passou a ser guardado pelo exército. O Téla Nón apurou que os dois militares são amigos, vivem na mesma zona, Vila da Ribeira Afonso. Mas na última noite envolveram-se numa discussão que esta manhã acabou em sangue. O primeiro a disparar foi o militar cujo corpo já está na morgue do hospital Ayres de Menezes. Segundo relatos recolhidos pelo Téla Nón, o segundo militar depois de se aperceber que estava ferido na zona torácica, respondeu ao fogo do seu companheiro de armas, com uma rajada que o vitimou de imediato. O espaço ensanguentado foi visitado esta manhã pelo Procurador-geral da República Roberto Raposo e pelo Procurador Militar o Intendente Ângelo Bastos, que confirmaram a morte de um dos militares.