Kalu Mendes promete “BOLEIA” para 2013

Boleia é o nome do novo disco do músico Kalú Mendes. O disco com 10 faixas deverá entrar no mercado ainda este ano. Para já Kalu Mendes e o músico guinieense Tony Dudu, estão a terminar os últimos acordes do novo álbum em São Tomé.

Kalu Mendes que construiu o seu estúdios de música em São Tomé, chamou o seu amigo e companheiro de guitarra, o guiniense Tony Dudu que reside em Londres, para estreiar o seu estúdio com a gravação e montagem de “BOLEIA”, o novo disco que deverá ser lançado este ano.

Segundo Kalu Mendes, Boleia é um projecto musical que começou a ser preparado há três anos, logo após o lançamento do seu último álbum “LEVE-LEVE”.

Ele e o irmão Dico Mendes, começaram a estruturar o novo disco, aguardando a chegada de Tony Dudu, que veio de Londres para juntos ultimarem os trabalhos. «É o músico com quem trabalho há mais de 3 anos. Chegou na semana passada e estamos na fase de finalização da instrumentalização musical. Depois passaremos a fase de mistura, e masterização. Estamos a gostar muito porque está a ficar como prevíamos», afirmou Kalu Mendes. .

A carruagem musical está a ser montada, para proporcionar muita Boleia nos salões de dança neste ano 2013. «O título é Boleia, porque se repararmos bem, nas regiões norte e sul do país há sempre pessoas na estrada a pedirem boleia. E o mais engraçado é que às vezes as pessoas caminham em sentido contrário da viatura, mas pedem boleia. Decidi dar esse nome ao disco como uma chamada de atenção», referiu o músico.

Um título de intervenção, que pretende mexer com a mentalidade da nação são-tomense. Através do crioulo fôrro, que dá expressão à 5 músicas do álbum de 10 faixas, Kalu Mendes, pretende rimar e ritmar as metáforas que caracterizam o crioulo fôrro, para despertar consciências sobre a tão desejada e sempre solicitada “BOLEIA”. «Toda gente quer boleia, mas é preciso entender que na vida ninguém dá nada por nada. Nste mundo quando se dá algo a alguém, quer-se algo em troca. É uma chamada de atenção que é feita a todos os quadrantes da sociedade desde o povo, até os dirigentes da nação», fundamentou Kalu Mendes.

Promoção da língua materna é outro grande objectivo do novo disco. Kalu Mendes, explicou ao Téla Nón, que para garantir a pureza da expressão do fôrro, recorre aos idosos, conhecedores dos versos mais profundos do crioulo. As músicas do álbum “Boleia”, vão provocar interrogações, para os que não conhecem ou não dominam o crioulo fôrro. Interrogações que forçarão os curiosos, a descobrirem os segredos de uma língua que está a perder a sua originalidade.

Sucesso é o objectivo do trabalho que está a ser preparado pela primeira vez num estúdio de música em São Tomé. «Quando trabalhamos fazêmo-lo para o sucesso. depois ficamos a espera do julgamento do público que vai dizer se é bom ou não. Mas damos o melhor de nós para ver se o trabalho atinja o patamar desejado que é o sucesso», sublinhou.

As mãos e a guitarra do guinieense Tony Dudu, é uma das peças para o sucesso pretendido. « Desde que comecei a trabalhar com o Tony, parece que tínhamos combinado. O que eu quero ele percebe logo, e o que faço ele gosta, daí que quando tenho um trabalho convido-o», desabafou.

Com os pés bem firmes no torrão natal, o músico projecta boleia para 2013, ao ritmo genuíno. « Queremos é fazer música bonita. Tenho neste disco, rumba, muito mais rica, mais melódica queremos sempre enriquecer o conteúdo mas nunca desvinculando da raiz», concluiu.

Kalú Mendes é produtor e realizador de televisão. Nasceu com música no sangue. Aliás, é uma herança genética, a família tem um forte vínculo com a música. Há 33 anos que dá voz a várias composições musicais. Já publicou 5 álbuns. O último foi “Leve-Leve”, também um tema de intervenção, que visou destrinçar a prudência e a sabedoria que emanam das raízes do leve-leve são-tomense, da preguiça e do desleixo que com o tempo acabaram por ser inculcados ao Leve-Leve.

Abel Veiga

  1. img
    jess flander Responder

    GRANDE MEU MANO VAI FUNDO

  2. img
    HLN Responder

    Parabens Kalú, és uma referencia em STP a nivel musical que poço dizer não foi corrompido pelos polticos, por isso até hoje vemos bom trabalho que apresentas, leva tempo mas quando chega a sociedade, chega com qualidade. sou um dos que aprecio a tuas belas musicas, desde a minha tenra idade.Veja sempre ao horizonte com octimismo o que parece não faltar dentro de ti, Sucessos.

  3. img
    sún arê conhã Responder

    Força,coragem,muita sorte,Sô Primo.
    TÓNI SÁ DIMÍ FÔH.
    Nós lá da Zona,”SOMOS ASSIM”.

  4. img
    dhaniel Pires Responder

    Tardas mas nunca falhas, tens sempre novidades dignas dos nossos “auriculares”. Além disso as tuas músicas revelam a pureza da realidade de uma língua que além de estar a perder a sua originalidade tende a desfalecer a cada dia que passa – o FORRO.

    O «LÉVE-LÉVE» foi, na minha opinião, um dos teus melhores dos 5 álbuns já lançados e acredito que «BOLEIA» será ainda melhor, até porque segundo William Demming, a qualidade é algo em constante melhoria.

    Não conheço as faixas que compilam o «BOLEIA» mas gostaria muito que tivesse uma que alertasse a comunidade Santomense na diáspora no que respeita aos valores das nossas línguas, porque estou na Europa e tenho constatado um aumento de desprezo quanto a isso. Ninguém quer ser falante do Criolo Forro, Lunguíe ou Ánguené. Sinto que as nossas línguas encontram num estado de saúde muito preocupante.

    Bem, aguardo ansiosamente o teu novo álbum.

    Fico feliz por produzires o álbum na íntegra no país.

    Bom trabalho!

  5. img
    Coisas da Terra!!! Responder

    Em S. Tomé existem musicos e cantadores.
    O que faz a diferença entre Kalu e o grupo grande de cantadores da nossa praça é que ele trabalha o seu disco antes de lançar na praça. Vejam o tempo que separa o Leve Leve com o proximo (futuro) trabalho.
    Devemos sim aplaudir o Kalu Mendes pela qualidade, profissionalismo e seriedade com que nos prepara os discos.
    Já agora Kalu faça muitas cópias pois, ao contrario dos cantadores, todos querem ter original do teu disco.

  6. img
    Mina Zequentxi Responder

    Parabens Calu, PARABENS! Aguardo o momento para a compra de um CD original e encorajo-te para um DVD ja que estando na Diaspora, faz-nos bem ver as nossas belas paisagens e viajar ao nosso lindo pais na imaginacao. Abraco e votos de muito sucesso!

  7. img
    Negro STP Responder

    Obrigado Kalu forca;
    Tu és das únicas pessoa que leva o nome de São Tome e Príncipe alem fronteiras com dignidade e prestigio.
    Porque os nossos políticos joga o nome de São Tome na LAMA..

  8. img
    o amigo Responder

    LEMBRO COMO SE FOSSE HOJE. HÁ TRINTA E POUCOS ANOS, EU ESTIVE SENTADO NUM CAFÉ NO SITIO DE ALGÉS NUMA TARDE DE VERÃO COM CALOR ABRAZADOR, TOMAR UNS COPOS ACOMPANHADO DE UM GRANDE AMIGO. NO INTERIOR DO CAFÉ ESTAVA INSTALADO UM TELEVISOR,ONDE EU PUDE VER VOCÊ A BRIHLAR AINDA COMO PEQUENO CANTOR. E NO FIM FAZER UMAS CAMBALHOTAS QUE DEIXOU O PUBLICO EM DELIRIO . SENDO ASSIM O DOM É TEU SAIBA TIRAR PROVEITO DISTO QUE OSENHOR ESTEJA CONTIGO

  9. img
    FDJ Responder

    è xiga ola di cumé, etem nguê cu na te ja eéé!!
    Força Kalu de fundação popular.

  10. img
    E. Santos Responder

    Sem querer tirar mérito ao Calu, mas gostava que este novo album contivesse musicas mais “de adulto”. Infelizmente as musicas do Calu não evoluíram, não deixaram de ser de criança. Cansa um bocado, para quem é da mesma geração que ele.
    É a minha opinião, as minhas desculpas.

  11. img
    tela mu Responder

    Muita força Kalu que deus te ajude.gosto das tuas musicas por ser maioria em dialeto fôrro ,adoro o meu dialeto y falo continua assim um abraço amigo desde Espanha.

  12. img
    Wilson Responder

    Força Calu nao te deixes amarar pelos politicos. muita saude e sorte

  13. img
    mingo Responder

    Vai em frente meu colega e amigo de carreira.
    Continue mostrando as tuas qualidades aos mais novos no mundo da musica.
    Sabes que tens de reservar sempre discos para mim. Parabens

  14. img
    Dany Aguiar Responder

    Caro amigo é com grande regozijo que espero este grande trabalho teu,e quer desejar-te a maior sorte do mundo, não só como venhas a vender muitos exemplares porque o maior objectivo de um cantor é sentir que o seu grande esforço seja bem recebido pelos nossos auditores.Vai em frente colega. Ainda que um ou outro, venham a criticar,como sabes não ligues Sabes porquê? ( TUDO N´GUÊN NAKÁ BUÁ DA NINGUÊFÁ)Força e um grande abraço

Deixe um comentario

*