Desporto

São Tomé e Príncipe brilha no campeonato africano de canoagem

São Tomé e Príncipe conquistou 8 medalhas no sexto campeonato africano de canoagem que decorreu na Costa de Marfim, sendo duas de prata e seis de bronze, e ficou no quinto lugar na classificação geral. Uma prestação brilhante da equipa nacional que soma 12 medalhas em três competições internacionais.
Alegria invadiu o aeroporto de internacional de São Tomé e Príncipe  no regresso dos cinco canoistas a casa.

Na placa l e na sala de desembarque os atletas festejaram efusivamente a vitória conquistada em Abjan, gritavam “campeões”. Alcino D”Almeida (ver na foto) que pela primeira vez competiu no escalão sénior conquistou duas medalhas sendo uma de prata e outra de bronze.
Não foi tão fácil eu já previa isto. Participei em três provas (500 K2, 100, 200 k1).Quando ganhei fiquei contente pensei logo no meu país no sentido de missão cumprida”. Alcino esteve a dois segundo da medalha de ouro que foi para a Tunísia. A equipa da Tunísia é muito forte, eles treinam no centro de alto rendimento em França.

” Fui com objectivo de trazer ouro, não saiu terei que trabalhar mais”. No escalão júnior os atletas santomenses arrecadaram 5 medalhas de bronze e uma de prata. Genalice Ceita de 16 anos (ver na foto) brilhou nos 500 metros especialidade K1 ao conquistar medalha de bronze.

Estou muito feliz por ter honrado o meu país por ter visto a bandeira a ser hasteada é muito especial. No inicio estava muita tensa como é normal é a primeira vez” Dos 15 países participantes São Tomé e Príncipe ficou no quinto lugar na classificação geral.

Canoistas santomenses somam e seguem nas provas internacionais. Em três competições africanas o país conquistou 12 medalhas.2005 duas medalhas no Senegal, duas medalhas respectivamente no Quénia oito medalhas nos recentes jogos da Costa de Marfim.

Temos feito o nosso trabalho, e os resultados têm aparecido e o que nós vamos continuar a fazer”. Apontou João Costa Alegre presidente da federação santomense de canoagem.

Quero agradecer o primeiro-ministro, a embaixada da china Taiwan, Inter Mar, Eco-Bank que tornaram patrocinaram a nossa participação”. São Tomé e Príncipe, vai beneficiar de três bolsas no Centro de Alto Rendimento no Brasil.

Objectivo é preparar a qualificação para os jogos olímpicos de Inglaterra.“Vamos ver entre quais dos atletas iram para este estágio. Os canoistas seleccionados em princípio deixaram o país no próximo trimestre de 2010.”Federação santomense de canoagem a preparar os seus atletas para os jogos olímpicos em 2012.

POR : vasco145@msm.com – vascoantao@gmail.com

Jornalista com a carteira profissional de colaborador nº 895

    6 comentários

6 comentários

  1. Matabala

    10 de Setembro de 2010 as 13:51

    Força pessoal, vamos pra frente que atrás vem gente

  2. sheila

    10 de Setembro de 2010 as 17:02

    É isso mesmo, força, muita força, temos que levar o nosso São Tomé p’ra frente. Parabéns pelas medalhas que trouceram.

  3. José Maria Cardoso

    10 de Setembro de 2010 as 23:51

    Infelizmente não há um sentimento nacional, se incorro em erro que me desculpem, naquilo que é um atleta ver a bandeira do seu país ser hasteada numa competição internacional em três possíveis.
    Os nossos atletas regressaram a casa, mesmo sem ouro, com o espírito de dever cumprido.
    Gostaria ver dos nossos comentadores longas linhas aplaudindo esses heróis, eventualmente, filhos de gentes humildes que desconhecem o sabor de “boa vida” que paira nas nossas ilhas, mas que, ao invés dos nossos altos e digníssimos responsaveis que saem em viagens de classe executiva e o país deles nada recebe, os nossos atletas brilharam e ergueram bem alto o nome de S.Tomé e Príncipe.
    O país, enquanto não chega ao altar noutras actividades desportivas, já é o momento de acreditar que também no mar se ganha competições.
    Meus caros, jovens canoístas, permitam-me vibrar convosco o sabor e o orgulho de ser são-tomense.
    Parabens!

  4. Digno de Respeito

    11 de Setembro de 2010 as 12:00

    Apartir do momento que haja investimento (público e privado)sério e transparente no desporto e cultura, o fruto surgirá. É preciso acreditar! Basta lançar as sementes que o fruto aparecerá.

    Por favor, apostem nos homens do amanhã!

    Parabéns aos desportistas nacionais.

  5. JORGEK

    12 de Setembro de 2010 as 22:22

    ORGULHO DE UM POVO!

  6. jose mauricio

    21 de Junho de 2011 as 20:05

    Estou em Portugal,vou verificando a prática de Canoagem em África, mais propriamente nos
    PALOP, visto ser Português e natural de Moçambique.Obviamente este interesse é motivado pelo meu desempenho como treinador de canoagem desde 1982!Muitos parabéns e felicidades!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo