Desporto

Osvaldo Brito é mais conhecido no mundo do futebol como China-Em entrevista

Osvaldo Brito é mais conhecido no mundo do futebol como China. Este jogador são-tomense de 29 anos representa o Vigor da Mocidade e tem efectuado a sua terceira época no clube, após as duas anteriores onde foi o melhor marcador da equipa. O Tela Non foi ouvir este excelente jogador, internacional pelos seu Pais e que continua a não esquecer o seu povo. Nesta entrevista revelou que a qualidade existe mas os jogadores são tomenses precisam de uma oportunidade.

Qualquer jogador gosta de representar o seu pais

Vasco Antão

China como foi o teu  percurso desportivo desde que começaste até agora?

O meu percurso como jogador de futebol, começou em São Tomé e Príncipe nas ruas, muito cedo apercebi do meu gosto pelo futebol. Aos 14 anos entrei para a Escola de Futebol do Agro-Sport de Monte – café, onde tinha como treinador Luís Mário. Aprendi muito e consegui melhorar as minhas capacidades futebolísticas. Aos 17 anos fui chamado a equipa principal do Agro – Sport de Monte café, começando desta forma a minha carreira como jogador.  Mais tarde fui chamado para fazer parte da selecção sub 17 de S.Tomé e Príncipe, fazendo assim a minha primeira internacionalização. Com 18 anos fui contratado para o Brasil e em seguida vim a Portugal para jogar na Naval 1º de Maio. Permaneci uma época e depois voltei a São Tomé e Príncipe, onde permaneci dois anos, e mais tarde viria a regressar a Portugal e fui jogar para os Açores, concretamente no Marítimo da Graciosa, depois fui contratado para Tondela, e nos últimos três anos estou ao serviço do Vigor da Mocidade.
Jogaste em algum clube em São Tomé e Príncipe?
Em São Tomé e Príncipe joguei no Agro_Sport de Monte café e no Vitoria de Riboque e no Praia Cruz.
A Naval da Figueira da Foz foi o teu marco mais elevado, na altura na 2ª divisão B?
Sim, a Naval foi o ponto mais alto da minha carreira, na altura na segunda liga.
Estás há três temporadas no Vigor? És importante na manobra ofensiva da equipa?

Estou vai para três temporadas no Vigor. Considero que sou importante na manobra ofensiva da equipa. Na primeira época fui melhor marcador da equipa com 13 golos e na segunda época também fui melhor marcador com 19 golos.

Aos 29 anos aonde pretendes chegar no futebol?
Ainda gostaria pelo menos de chegar a uma segunda liga, agora chamada Liga Orangina.
Sempre jogaste a avançado ou podes efectuar outras posições ?

Comecei a jogar como avançado, mas também jogo em toda a ala esquerda e ala direita e na posição dez, no apoio ao ponta de lança.

Foste internacional por São Tomé e Príncipe,  és uma certeza dos futebolistas de São Tomé e Príncipe?
Já fui internacional e em São Tomé e Príncipe onde sou muito acarinhado enquanto jogador, por isso acho que sou uma certeza e acho que ainda tenho alguns admiradores no meu pais.


Acompanhas te os campeonatos de São Tome e Príncipe que regressaram depois de paragem?
Acompanho sempre os campeonatos, apesar de sempre existirem alguns problemas na sua realização e organização.
Em teu entender existe evolução dos jogadores de São Tome e Príncipe?
Acho que os jogadores de São Tomé e Príncipe só precisam de uma oportunidade, porque em S.Tomé, existem muitos bons jogadores e que com um pouco de ajuda dariam o salto de certeza Temos recursos humanos, mas falta pessoas para darem valor e ajudarem os jogadores.
Com a tua experiência, o que falta para termos mais atletas de São tome Príncipe nos campeonatos portugueses?
Claro que com a minha experiência, acho que muitos jogadores Santomenses vingavam em Portugal. Agora é preciso as pessoas investirem nos jogadores para poderem mostrar seus valores.
Alguém da Federação de Futebol de São Tome e Príncipe já te contactou para poderes representar o teu pais de novo?

Infelizmente nunca me contactaram, mas para mim isto não é mais importante, o que realmente é importante é o desenvolvimento do nosso futebol, uma boa organização dos campeonatos nacionais e formação de uma selecção nacional com a devida antecedência e não no momento da competição.

Como analisas o actual estado do futebol em São Tomé e príncipe?

A meu ver a actual situação do futebol santomense é de muita preocupação, porque com a mudança da presidência da federação deixa a todos santomenses que gostam de futebol a incerteza que já existia. Mas espero que a nova direcção consiga dar o seu melhor em prol do nosso pais e que finalmente o futebol em São Tomé e Príncipe se desenvolva.

Estavas ainda disponível para representar a tua selecção?
Estou sempre disponível para representar a nossa selecção. Acho que qualquer jogador gosta de representar o seu pais e sei que temos aqui em Portugal, bons jogadores que poderiam dar muito a nossa selecção, mas não depende de nós.
Tens acompanhado o que se passa em São Tomé e Príncipe?
Sim, sempre que posso acompanho as noticias do nosso país e preocupo me sempre com estado do nosso povo. Acho que merece mais do que actual situação do pais e aproveito a oportunidade para apelar as nossos governantes que pensem no desenvolvimento de São Tomé e Príncipe e que possam ajudar todos santomenses a terem uma vida digna.
Nasceste aonde em São Tomé e Príncipe?

Nasci na roça Monte- café, que pertence ao distrito de Me-Zochi em S.Tomé.

Termino esta entrevista agradecendo ao Senhor  Vasco Antão pelo trabalho que tem feito a informar dos atletas e desportistas São tomense desde Portugal e mandar um abraço a todos meus colegas jogadores e a todos os Santomenses em geral.

DADOS DO ATLETA

NOME COMPLETO- Osvaldo Soares de Brito “China”

DATA NASCIMENTO-  30-05-81

NATURALIDADE –  Trindade

ALTURA – 1.78

PESO – 76

    1 comentário

1 comentário

  1. Adolfo

    19 de Janeiro de 2011 as 0:59

    Um bem haja China. Tive o privilégio de jogar contigo, no meu ponto de vista és um dos melhores atletas da nossa geracao em S.T.P.
    Boa sorte

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo