Desporto

Governo lança Onda da Vitória

A onda em causa, tem a ver segundo o governo com a promoção e relançamento do desporto em São Tomé e Príncipe. A vitória que se pretende segundo o governo, é a mobilização de apoios, material, técnico e financeiro, para relançamento do desporto e para promoção das actividades de ocupação de tempos livres. A campanha que vai durar 9 meses. Todos os são-tomenses e cidadãos estrangeiros são chamados a contribuir para o sucesso da Onda da Vitória. O Governo abriu três contas bancárias no BISTP onde cada cidadão nacional ou estrangeiro, instituições internacionais ligadas ao desporto e não só, podem depositar a sua contribuição.

Conta em Dobras número : 1324195/101

Conta em Euros número : 1324195/102

Conta em Dólares número : 1324195/103

Para mais informações sobre a campanha “Onda da Vitória”, acompanhe o Banner Promocional afixado na parte inferior direita da página inicial do Téla Nón.

    25 comentários

25 comentários

  1. meklekle

    6 de Abril de 2011 as 14:09

    ate poderia ajudar se STP tivesse homens serios na proa do navio pais) mas com esse “bando” a dirigir o pais jamais.
    de certeza absoluta que esses gajos tem coragem de comer esse dinheiro.
    ” DROES”

    • Jacarando Afonso

      6 de Abril de 2011 as 14:51

      Nao sei porque,mas faz me lembrar do chamado fundo de reconstrucao nacional. ate hoje ninguem sabe o paradeiro do dinheiro.

    • Câmara Lenta diz

      8 de Abril de 2011 as 16:44

      Outro Fundo de Reconstrução Nacional. Paródias….

    • Paulo Graça

      8 de Abril de 2011 as 16:50

      ONDA DA VITÓRIA: APOIO AO DESPORTO OU
      ESTRATÉGIA POLÍTICA DO ADI?

      Existem políticos que têm uma mania doentia de enganar
      os seus concidadãos, pensando que estes não são capazes
      de raciocinar, de analisar com profundidade os factos que
      acontecem na sociedade de que fazem parte.
      Um desses políticos é, sem dúvida, Patrice Trovoada, que
      depois das célebres argolas abusivamente utilizadas na
      TVS, fazendo propaganda descarada pelo ADI, surge agora
      com as ondas de vitória no Desporto.
      Porque até agora apenas a Associação dos Economistas se
      manifestou contra o referido genérico da nossa televisão
      pública, Patrice Trovoada teve, de súbito, uma grande
      ideia: sendo o Desporto um sector fortemente mobilizador
      das sociedades e estando o desporto santomense em
      verdadeira situação de agonia, porque não aproveitar este
      facto para simular uma campanha de sensibilização e
      mobilização de meios em prol das modalidades desportivas
      do país?
      Mas o líder do ADI está muito enganado porque
      uma análise mesmo pouco profunda à citada campanha,
      levanta logo as seguintes questões:
      1o – A campanha surgiu de repente aparentemente do nada
      e não contou na sua organização nem tão pouco na
      cerimónia de lançamento com as forças vivas da sociedade
      (personalidades de reconhecida notoriedade no Desporto,
      empresários, conhecidos patrocinadores, profissionais da
      comunicação social, etc.),
      2o – Porquê chamar “Onda da Vitória” a uma campanha de
      apoio ao Desporto que apenas agora começa a ser lançada,
      numa tentativa clara de ligar este processo à vitória obtida
      pelo ADI nas últimas eleições? O que é que o Desporto
      nacional ganhou nos últimos tempos para se vir falar de
      ondas de vitória? Como é que numa campanha para
      sensibilizar eventuais patrocinadores se vem falar de ondas
      de vitória, que não têm vindo a ser alcançadas?
      3o – Na referida cerimónia de apresentação, ficou patente
      aos olhos dos espectadores da TVS que os rostos mais
      marcantes eram de personalidades ligadas ao ADI.
      4a – Por outro lado, a estrutura do texto publicitário e a
      pose de apresentação obedecem claramente aos
      padrões de propaganda das campanhas políticas.
      O que ofende em tudo isso é que se esteja a aproveitar a
      confrangedora situação do desporto santomense para
      atingir outros fins, que só devem ser conseguidos no
      âmbito do contraditório político previsto pela Constituição e
      as leis, e não através de manobras como esta, que só
      podem vir de pessoas com mentes obscuras, que não se
      identificam com os princípios de seriedade, clareza e
      transparência que constituem as bases do Estado de Direito
      Democrático.
      Tudo isso nos leva a fazer uma pergunta: onde é que estão
      os partidos políticos como o MLSTP/PSD, PCD e MDFM/PL,
      que o povo santomense confiou para defender a legalidade
      na Assembleia Nacional? O povo votou nesses senhores
      para eles ficaram calados perante tanta asneira, com vida a
      ficar cada vez mais cara?
      Já que esses senhores deputados da oposição não falam,
      faço um veemente apelo a Sua Excelência o Presidente da
      República, Fradique Bandeira Melo de Menezes, como o
      maior garante do cumprimento da Constituição e das leis, a
      agir no sentido de mandar alterar o slogan “Onda da
      Vitória”.
      Uma nota final: deve ter causado um verdadeiro espanto a
      muita boa gente ver um cidadão como o senhor Paulo
      Neves metido em tão desprestigiante manobra, numa
      atitude a que nunca nos habituou.
      Ao terminar quero remeter a todos uma saudação fraternal

      Paulo Salgueiro Graça
      Rua das Fontainhas
      Oeiras- Portugal

      • meymadra

        12 de Abril de 2011 as 12:02

        é triste como os sao-tomense na diaspora tentam distruir o país.
        alem de nao contribuirem em nada, ainda tentam matar o pouco que se faz, si cres que é uma propaganda, da tua contribuição directamente a uma escola e leva a camisola do teu partido, mas nao trava o que para muitos é uma grande campanha.

        si estivesses no estadio no dia do 6 de setembro / sundy, saberias como o sao-tomense esta ansioso pelo desporto, mas es deste ditos sao-tomense que sao muito patriotas a frende de um PC, vem a terra e faz algo, como faço eu, embora discordando de muitas coisas mas que faz o governo, tento fazer o melhor por STP.

  2. Maria leva leva

    6 de Abril de 2011 as 14:47

    Poderei contribuir, só se essas contas tiverem controlo de Tribunal Contas e da Inspecção Geral das Finanças.

    Precisa-se mais informação sobre controlo da referida conta…

  3. Buter teatro esquecido

    6 de Abril de 2011 as 14:57

    De facto, o nível de credibilidade que os sucessivos dirigentes deixaram o nosso país, devido ao interesse individual ou de grupos organizados, leva as pessoas a pensarem muito na doação. Contudo, sou da opinião que devemos sempre ajudar, em toda a parte do mundo existe fuga de capital, “´quase toda gente que tira mel lambe dedo.

  4. Politico da Elite Corrupta de STP

    6 de Abril de 2011 as 15:28

    Estou disposto a contribuir com 50 euros, mais tenho que ter garantias que o Tribunal de Contas, vai seguir o rasto do meu dinheiro.

    • edy

      7 de Abril de 2011 as 11:58

      50 que? vas pagar renda como?

      • Politico da Elite Corrupta de STP

        7 de Abril de 2011 as 13:14

        Tenho a casa paga, a pronto pagamento..Não sei o que é isso de renda…

        • pagagunu

          10 de Abril de 2011 as 16:32

          Grande mentiroso , vives aqui na barraca, bem mal , vai enganar tua Avô. falei

    • edy

      12 de Abril de 2011 as 23:02

      vcs os dois sao brilhante.aarrss, valeu.

  5. Atleta de Alta Competição

    6 de Abril de 2011 as 16:36

    Onda de quê? Se calhar, este é o novo paradigma para dilapidar bens do estado e privado! Os 250 mil dolares anual que a Federaçao de STP recebe da FIFA dá para promover futebol e todos outros desportos. Eu até ajudava mas, vcs não merecem…!Vcs só nos envergonham como políticos e com politiquices de luta pelo poder e não pela obras feitas em prol do nosso povo. Darei o meu apoio sim mas, após 3 anos consecutivos desta iniciativa no terreno. Porque, tudo em STP parece-me efémero e carregado de oportunismo/oportunista! Boa sorte

  6. Escher ohlin e Samuelson

    6 de Abril de 2011 as 17:23

    oh abnildo, francamente!!!!!!!!
    Onda de vitoria? Se nao fosse a censura do téla non eu ia dizer-te onde esta “onda” ia parar.

    Começa por exigir a publicaçao das contas dos organismos de desporto antes de meter mais dinheiro. Toda gente sabe o k Dêndê e companinha fizeram e fazem con os financiamentos internos e externos.
    Quantos milhoes de dolares ja se gastaram com a re-re-reabilitaçao do estadio nacinal? Que ondas de socessos tivemos, a nao ser os 4×4, chalés dos dirigentes desportivos, mais nada!!!

    Mais uma vez começa por exigir prestaçao de contas as organismos de desporto e veras que nao sera preciso angariar mais fundos nenhus.

    Oh sr secretari de estado para a juventude, o que os jovens santomenses querem é estudar, ter uma profissao e trabalhar. Se esta com falta d ideias dou a minha opiniao sem ser pedida: sao tomé precisa de um centro de emprego, em que as empresas depusecem sua oferta e os jovens as suas procuras. e aqueles jovens com pouca qualificaçao lhes seriam sugeridos formaçoes profissionais, ISSO SIM SERIA UMA ONDA DE SUCESSO.

  7. NANDO VAZ (ROÇA AGOSTINHO NETO)

    6 de Abril de 2011 as 18:46

    GOVERNO DEIXA DE MESQUINHICE, E APOSTA SERIAMENTE NO SECTOR DE PRODUÇÃO DO PAIS,TEMOS MILHARES DE HECTARES DE CACAU E CAFÉ ABANDONADAS(ANTIGAS ROÇAS)A BASE DA ECONOMIA DO PAIS. DEIXA DE POLÍTICA DEMAGÓGICA OU SEJA CONDUZIR O POVO A UMA FALSA SITUAÇÃO.(FALTA DE ÉTICA DE RESPONSABILIDADE)ESTA É A MINHA CONTRIBUIÇÃO!..

  8. Mangulú

    6 de Abril de 2011 as 20:54

    Isto é uma baixaria da parte do Governo em fazer um pedido deste tipo.No meu ponto de vista o Governo juntamente com o Organismo que tutela todo o desporto em STP têm fundo suficiente para levar acabo o desporto em STP. A pessoa que lançou este pedido é um grande “Burlão” no Governo de STP. Com este dinheiro eles poderão viajar a custa das pessoas que derem o tal dinheiro. Minha gente abram a vista, estas gente são cambarda de vigaristas e oportunistas.

  9. ET

    6 de Abril de 2011 as 22:12

    Estou disposto a contribuir mas tenho receio de o fazer. Aqui segue uma pequena sugestão para o governo. Já que uma das metas era a credibilizar a imagem do estado, tudo quando sei as federações são ainda instituiçoes publicas. Que tal começar por elas. Se houver CORAGEM e VONTADE, auditem as contas das federações e responsabilizem as pessoas pelos seus acto, pois gostaria de saber porque estão muitas delas, senao todas, falidas. Gostaria de saber para onde vai o dinheiro, quem é que o vai gerir e como será distribúido??

    Não peçam dinheiro a cada um quando para insituioçoes publicas onde a má gestão é practica corrente. Se não respeitam os doadores internacionais, porque haviam de respeitar os nacionais.

    Ja viram alguem dar dinheiro à quem nao confia?

  10. edy

    7 de Abril de 2011 as 0:39

    comentarios triste os vossos.” material, tecnico e financeiro” amigos sabemos que existem pessoas corruptas em stp e muitas dessas pessoas sao candidatos a eleicao proxima. Mas vamos da a nossa contribuicao, assim pelo menos ficamos ciente que tentamos fazer alguma coisa para as ilhas. stp.

  11. J.Oliveira

    7 de Abril de 2011 as 8:42

    Também poderei dar a minha contribuição. Aliás, a história já demonstrou que todos os sãotomenses podem dar a sua contribuição. Essa mesma história também dá motivos para que os sãotomenses sejam todos desconfiados da utilização correcta dos fundos.

    Por isso, é necessário que a fiscalização seja o essencial. O TRIBUNAL DE CONTAS deve ser chamado a isso. Aliás, como alguém disse atrás, todas as contas das federações deveriam ser previamente auditadas.

    A ver vamos.

  12. Roberto Carlos

    7 de Abril de 2011 as 9:17

    Contribuição carrapuça! Reposição do dinheiro que o Dendé e a comitiva delapidaram da Federação daria ou seja deve dar para sustentar o desporto santomente. Digo sim onda da cobertura de corrupção. Em plena crise Económica e Financeira, querem doação de quem não tem? Caro secretário, põe a mente a funcionar. Nós jovem queremos é reposição de todos os bens( dinheiro ) do estado. Queremos o tribunal de justiça fazer com que todos que obtiveram bens através do de roubos de bens públicos sejam respondidos e reposição imediata. Aí sim estaremos a falar da onda da vitória ( reposição do dinheiro do Estado).

  13. Osama bin Laden

    7 de Abril de 2011 as 13:30

    A FIFA durante 12 anos do mandato de senhor excelentíssimo Manuel qualquer Dendê, ofereceu 250 mil dólar por cada ano, para ajudar na realização de campeonato, esse senhor só realizou campeonato de futebol só 6 vezes ou seja 6 anos.
    Pois, perante isso onde anda 1.500.000,00 dólar dos 6 anos do campeonato que ficou por realizar?? Ainda por cima a nova equipa da federação deparou com avultadas dividas dos empréstimos contraído pelo senhor Dendê em nome da federação..
    Alguém sabe se Dendê foi julgado ou preso por isso?

    Não brinque com o povo senhores governantes..

  14. "Onda da Vitória"

    7 de Abril de 2011 as 16:10

    Caros Compatriotas e amigos de STP.

    A campanha “Onda da Vitória” é uma campanha que surge da necessidade de relançarmos o nosso desporto e promover actividades de ocupação de tempos livres aos jovens. Nos últimos tempos os jovens têm enveredado á práticas menos saudáveis, por vezes devido a inexistência de actividades de ocupação de tempos livres, de ambientes saudáveis para conviverem e partilharem ideias e experiências.
    “Onda da Vitória” visa mobilizar apoios materiais (bolas de diversas modalidades, raquetes, apitos, redes de voleibol etc), técnicos e financeiros de modo a apoiarmos o desporto escolar, juvenil e comunitário. E contribuir para melhoria do processo de formação e capacitação dos atletas e agentes desportivos.
    Você que é santomense e amigo de São Tomé e Príncipe, pode participar apoiando de diversas maneiras. A nível material, técnico ou financeiro. Se acha que apoiando financeiramente o seu dinheiro poderá ser mal aproveitado, poderá associar a outros que irão contribuir, reverter o valor em materiais desportivos e identificar uma escola, um clube desportivos ou uma federação e doar esses materiais. Até pode ser uma escola da sua zona em STP.
    Agradecemos, apenas por uma questão de organização para evitar duplicidade ou descoordenação, informar a Secretaria do Estado, Instituto da Juventude ou Direcção dos Desportos da iniciativa.
    Juntos somos capazes para promover a unidade e coesão nacional.
    È hora de ver o país e acreditar que somos capazes. Não basta apenas criticar.
    Obrigada

  15. Digno de Respeito

    7 de Abril de 2011 as 18:12

    A iniciativa não me parece mal, pois é perfeitamente normal o organismo credível solicitar apoios, pedidos, doações, patrocínios, mecenas, …. Mas, tais práticas só são favoráveis quando exite transparência na coisa pública. Tenho interesse em contribuir porqur gostaria imenso que mesmo longe da minha terra ouvir o bom resultado do desporto nacional, para isso deixo seguinte sugestão:

    1 – Publicação de Relatório e Contas deste sector via on line, suporte papel e no diária da República, desde (pelo menos) início do ano 2000 até os nosso dias;

    2 – Publicação dos Fundos geridos (entradas e saídas), apoios consedidos aos atletas dentro e fora do País e o nome dos beneficiários seguido de relatório visado pelos mesmos beneficiários pela COI (Comissão Olímpica) santomense;

    3 – Publicação do Relatório e Contas da gestão de fundos provenientes FIFA à Federação Santomense de Futebol:

    – As datas de entradas e saídas de valores e motivos;
    – Destes dinheiros que grupos, clubes e atletas foram beneficiários e como foram,
    – Publicação de Relatórios visados pelos respectivos beneficiários,
    – Viagens feitas por clubes, aquisição de equipamentos desportivos com tais dinheiros, que parque desportivo foi construido com tais fundos…

    Entretanto, é importante apresentar no site institucional e em suporte papel as boas práticas com as estratégias de utilização do “peditório” que está sendo feito neste momento e qual a meta do desporto nacional com a possível entrada desse pedido. Assim, a Direcção Geral dos Desportos também pode se comprometer em enviar um relatório e conta para todos aqueles que pretendem ou os possíveis apoiantes, patrocinadores, mecenas … do fundo que está ser criado ou que pensa criar…

    Caso interesse algum aspecto da presente sugestão, terei imenso gosto em contribuir para o bem do desporto nacional santomense.

    Pela Boa Causa Estamos Juntos.

  16. cobra preta

    8 de Abril de 2011 as 7:46

    Um dia o rei da floresta enviou um comunicado à todos os animais para lhe visitarem, porque estava mutio doente e precisava de apoio moral.
    Todos tiveram a amabilidade de o visitar mais, quando chegou a vez do lebre, este disse que o argumento é intencional.
    Citou; preciso um documeto da junta medica que me justifique o estado do rei, e autenticado pelo notario.
    Faça um B. Plano

  17. Fe em Jesus

    10 de Abril de 2011 as 19:36

    O Santomense perdeu a esperanca mas na verdade estamos a exagerar e se continuar-mos com esta mentalidade o pais nao vai a frente, o Santomense agora suspeita ate de Deus, meus caros compatriotas quem nao arisca nao petisca, aquele que observa o vento nao semeia e a pobreza de certeza lhe batera a porta, se os pescadores estevessem sempre com o medo do tempo nos morreriamos de fome ou haveria falta de peixe no mercado. Devemos e procurar uma solucao o povo deve estar unido mas essa de nao envistir em projetos e muito mal, se por ventura se alguem tiver uma ideia e se for boa pra a nacao q seja benvinda. Fico por ai

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo