Mais de 20 anos depois Tribunal de Contas tem acesso as Contas Gerais do Estado

O Governo são-tomense fez história na última quinta – feira, ao entregar ao Tribunal de Contas as Contas Gerais do Estado. Segundo o Presidente do Tribunal de Contas, José António Monte Cristo(na foto), a mais de 20 anos que isso não acontecia.

O Ministro do Plano e Finanças, foi quem entregou ao Presidente do Tribunal de Contas o documento que reflecte as contas gerais do Estado são-tomense. Uma cerimónia simples que foi testemunhada, pelos mais altos responsáveis dos Tribunais de Contas dos países de língua portuguesa, que estiveram em São Tomé no âmbito da reunião dos Tribunais de Contas da comunidade lusófona.

José António Monte Cristo, que é Juiz Presidente do Tribunal de Contas de São Tomé e Príncipe, fez saber que a emissão do parecer sobre as contas gerais do Estado, é uma das principais atribuições do Tribunal de Contas. Coisa que não acontecia há mais de 20 anos. «O Tribunal de Contas tem 10 anos. Desde a sua criação jamais pôde por força da ausência das contas gerais do Estado, exercer essa sua competência. Daí que iniciar uma competência tão importante sobre um instrumento tão importante na aferição daquilo que é a gestão dos recursos públicos representa um marco importante», declarou o Presidente do Tribunal de Contas.

Segundo José António Monte Cristo, as contas gerais do Estado são-tomense que o Governo entregou ao Tribunal, referem-se ao ano 2010. «Ela reflecte a execução Orçamental de um determinado exercício económico. Nós no âmbito da análise vamos ver qual é o fundamento de ter sido 2010, e não ter sido 2011, ou 2012», acrescentou.

As contas gerais do Estado são um elemento fundamental, para a compreensão da gestão do bem público. «É com base nas contas gerais do Estado que se pode saber o que é que se gastou, que resultados o Estado arrecadou, que resultado é que se chegou, quais os sectores que executaram com performance, e quais os sectores que têm situação deficitária», concluiu.

Abel Veiga

  1. img
    Aureliano Responder

    Até que enfim. Isto é um bom sinal de que as coisas começam, de facto, a mudar. Continuem assim. O senhor Patrice Trovoada e o senhor Rafael Branco, campeões de cabarolices, andaram a dizer que iriam trabalhar para que acontecesse a mudança, para que a realidade mudasse e, no entanto, nada aconteceu. O país conheceu com estes dois senhores e mais os anteriores governos, o maior retrocesso da sua história nos domínios da corrupção, da falta de transparência sobre a coisa pública e outros assuntos. Quanto tempo o país não perdeu, não andou para trás com estes senhores?
    Um bem haja ao senhor primeiro-ministro Gabriel Costa e aos senhor presidente da República Pinto da Costa e Presidente do Governo Regional do Príncipe que estão a empreender autênticas reformas no país. Por favor, continuem, assim. Pelos vossos filhos, netos e futuras gerações fazem tudo o que podem para salvar esta país.
    Bem haja
    Aureliano

    • img
      Cidadão Nacional Responder

      Ex.ªpor favor disponibilize dois dos Mapas principais dos Modelos de Demonstrações Financeira aos Utentes e leitores, eu sei que é extenso, mas apresenta o modelo reduzido, porque o Mundo está na expectativa de ver e avaliar por onde que entra o dinheiro dos donativos e de ajudas externas ao longo dos anos é agora , mostra ao Mundo o Mapa do Balanço e Demonstrações de Resultados, dê exemplos para que os outros fazem o mesmo é o povo quem manda.
      Rigor fiabilidade, credibilidade, comparabilidade ano ao ano.Rigor , Rigor.

  2. img
    JOAO ALMEIDA Responder

    Que boa noticia.
    So por isso esse governo é o melhor de todos q la estiveram. Os meus parabens.

    • img
      Hermenegildo Adamastor Valério Responder

      Muito obrigado senhor primeiro-ministro. Muito Obrigado senhor Pinto da Costa. Deus vos abençoa. Muito obrigado senhor Presidente do Príncipe. Os outros governos anteriores que tanto mal fizeram ao nosso país, os seus responsáveis hão-de pagar um preço alto pelo que fizeram. Esqueceram-se que na vida das pessoas, das instituições e do próprio país, não é só o bem material que conta. Hoje estão ricos, os seus filhos estão bem de vida. Mas isto há-de passar. Os seus nomes não hão-de constar na história deste país. Ou melhor constará pelos piores motivos: corrupção, incompetência, falta de transparência, atraso económico e social do país, desvios de fundos e outras coisas. Malditos!!!!!!! Unidos havemos de vencer.

  3. img
    Fortuna Responder

    Parabéns a este governo e ao presidente da república pelo impulso que têm dado pela mudança no nosso país. São estes gestos que contribuem para a mudança de mentalidade no país. Não é com guerras, caos e contratos como o de Agripalma que contribuem para arruinar o país.
    Uma palavra também especial para o Presidente do Príncipe pelo trabalho que tem efetuado naquela terra.
    Bem haja a todos

    • img
      Vai ou racha. Responder

      Fortuna,
      Quais mudanças quais quê, aonde é que vocês têm os olhos?
      Porque é mesmo sós vocês que vêm as mudanças, porque deste lado, não vejo nada.

  4. img
    alvaro lopes Responder

    Mas que história é essa, nada de louvar tanto este governo estamos a falar de contas de 2010, vamos esperar para análise das contas do governo de Gabriel Costa, claro que vamos também esperar pelas contas de 2011 e 2012

  5. img
    inteligência Responder

    Actual governo recebeu tudo feito do anterior governo. Bem, apresentação dependeu também deste.

  6. img
    gilberto Responder

    Força Dr Pinto da Costa
    Forças Gabriel Costa e seu Governo.
    Não há retrocesso.
    Vamos tocar o país para frente.
    Abrir BRAÇOS à todos quantos nos querem ABRAÇAR.
    O Povo Santomense é que sai a Ganhar.
    UNIDOS venceremos.
    Não haverá CAOS em s.tomé e príncipe.
    Jamaissssssssssssssssssssssssssssss.

  7. img
    Barão de Água Izé Responder

    Há pelo menos 20 anos que as contas do Estado não eram verificadas/auditadas/analisadas pelo Tribunal de Contas???!!!?? São Tomé não teve Governos e Primeiros Ministros responsáveis? Não teve Presidentes da República? Como tal foi possível e ninguém é ou foi responsabilizado? Como pode um País merecer crédito e ser respeitado junto dos seus cidadãos e da comunidade internacional, se os próprios governantes não respeitam as leis? STP a continuar assim, tornar-se-á um Estado fictício, continuando o povo a estar refém da pobreza, devido à ação de muitos políticos e políticas que utilizam indevidamente os dinheiros públicos de forma privada e clandestina sem prestarem contas da sua execução orçamental em conformidade com a Lei.

  8. img
    filho da terra Responder

    O governo fez a sua parte, vamos la ver o senhor presidente de tribunal de conta se não for = aos… bem aja S.Tomé

  9. img
    rewane santana de melo Responder

    De facto é um bom sinal ,,,
    Eu acredito no governo ´,,,
    E quero que eles fação muito mas e não para por aye , forço eu dou o meu voto de confiança ..

  10. img
    JOAO ALMEIDA Responder

    Nao vez nada pq tas no fim de mundo. Q culpa temos nos q vimos.

  11. img
    matuitui Responder

    Esse tribunal de contas não só deve se preocupar com as contas do estado mas também com a situação de funcionários públicos que estão sem promoção, outros sem nomeação a mais de dez anos. Tudo porque as leis de tribunal de contas relativamente a esta materia bloqueiam tudo! O tribunal de contas deve rever a sua posição relativamente a esta materia, se possível analisar a situação junto a Assembleia nacional, para regularizar de uma vez por todas a situação laboral dos funcionário públicos. Assim estariam a prestar um serviço justo a nação e melhorar a sua imagem!

  12. img
    Filho da Terra Responder

    Meus Srs. essa conta não é fruto deste governo, pensam achem mesmo que em 6 meses terriam isso pronto e analizado pra entregar ao T.C, mais uma vez vejo ao oportunismo, embora entregue mas não é vossa a autoria, ao menos que digam isso sejemos homestos apenas uma vez….. bem haja a todos

  13. img
    Pânico do Banho Responder

    Uma grande noticia. è como se tivéssemos descoberto a Lua.

  14. img
    Adelino Pires dos Santos Responder

    Eu alerto ao senhor presidente do tribunal de contas para fiscalizar melhor a sua instituição.
    Afinal umas das viaturas que custou cerca de 800 milhões não obdeceu os requisitos que a lei estipula na sua aquisição.
    Apontar dedo aos outros é muito facil.
    Eu aconselho o tribunal de conta a aplicar a Lei e agir de forma imparcial.
    Afinal nenhum cidadão tem direito a usufruir da compra de mais que uma habitação do Estado bem como não possuir mais de duas médias empresas.

Deixe um comentario

*