Política

Novo Vice-chefe de Estado-maior diz que o quartel-general deve ser uma casa de ordem

Promovido pelo Presidente da República e Comandante Supremo das Forças Armadas a patente de Coronel, Olinto Amado Paquete(na foto), foi de seguida investido no cargo de Vice-Chefe de Estado Maior das Forças Armadas. Um período de reformas na instituição militar que implica ORDEM.

Quase um ano a comandar a região militar da ilha do Príncipe, o então Tenente Coronel, Olinto Amado Paquete, foi proposto pelo Governo para ser o vice-chefe de Estado Maior das Forças Armadas, na sequência da insubordinação do exército, que provocou a queda do anterior Estado-maior.

O novo Vice-Chefe de Estado-maior, considera os acontecimentos de Fevereiro último no quartel-general, como um caso excepcional. «As medidas estão sendo tomadas. Acredito que os meus camaradas, sabem que meterem as pernas em alguma coisa. E sabem que é preciso ganharmos respeito e admiração da população santomense», declarou o coronel Vice-Chefe de Estado-maior.

Investido no salão nobre do Palácio do Povo, pelo Presidente da República e Comandante Supremo das Forças Armadas, prometeu dar a sua contribuição de forma a tratar das dificuldades do dia-a-dia no exército. «Minha missão é ajudar o senhor Chefe de Estado-maior, a melhorar algumas coisas que temos no quartel. Existem dificuldades, todos sabemos disso e vamos trabalhar para corrigir essas situações», acrescentou.

O Coronel Olinto Amado Paquete, entrou nas fileiras das FASTP como soldado no dia 6 de Setembro de 1983. No mesmo ano foi para Rússia, onde fez curso de bacharel em logística militar até 1987. Fala e escreve correctamente a língua russa.

Fez licenciatura em ciências militares na academia militar de Portugal entre 1988 e 1993.Política de Defesa e Segurança é outra matéria de estudo que tomou parte desta vez nos Estados Unidos de América no ano 2002. Fez curso de promoção à oficial superior no Instituto de Estudos Superior Militar de Portugal em 2006, e pós graduação em estratégias de Defesa e Segurança Pública, também em Portugal no na 2009.

Abel Veiga

    19 comentários

19 comentários

  1. Saudoso Francisca

    21 de Março de 2014 as 9:51

    Pode-se fazer todas as promoções possíveis, enquanto os problemas dos militares não forem resolvidos, é mesmo que nada. Por outro lado, é o Presidente da República o Comandante Supremo das Forças Armadas, é sobre ele que recai todas as responsabilidades dos problemas dos militares. Por isso ele deve assumir as suas responsabilidades resilvendo os problemas daqueles que têm uma missão bem especifica que é o da defesa nacional.

  2. FEXA PATA

    21 de Março de 2014 as 10:06

    Tens que ter calma Casa de ordem com Salário pequeno, tenha calma que o teu tacho já consiguiste.

  3. Comissário Luis Mendes - Cabo Verde

    21 de Março de 2014 as 10:13

    Muita força ao novel vice. Jovem com o excelente percurso. Apenas com 31 anos de serviço efectivo, conseguiu atingir ao posto de Coronel. Teve uma boa correia Militar. Abraços de Luis Mendes, desde à Ilha de S.Tiago – Cabo Verde.

  4. Hotage

    21 de Março de 2014 as 10:25

    Agora e sempre firme como a sua peromalidade e reconhecida.
    A confianca a simplicidade, mas a determinacao e exigida para que haja o respeito.
    Nao deixe das suas actividades com os amigos que sempre partilharam bom momento de bola, contos de fada, ate os sabores.
    O saber nao e absoluto, mas aplica um pouco dos encinamentos adquirido.
    Forca, e bom trabalho.

  5. Sum-pochi

    21 de Março de 2014 as 10:48

    E impossivel que ainda fale e escreva coretamente o Russo. Talvez ainda entenda algo… mas falar e escrever nao creio. 4 anos na Russia e pouco, alem de teres vivido no Sistema militar(fechado) e no tempo da Uniao Sovietica ( ainda mais fechado)… portanto nao creio.

    • Cergio m

      21 de Março de 2014 as 23:19

      Sun- pochi tem inveja

      • Sum-pochi

        22 de Março de 2014 as 16:11

        Nao te respondo , deves ser um analfabeto(a) e pouco conhecedor(a) da realidade…atrasado(a).

        • Patriota

          23 de Março de 2014 as 18:47

          É verdade.
          Porquê que estás a duvidar que ele fareje escreva correctamente o russo? Consegues falar melhor do que ele? Mesmo português, deus é que sabe, quanto mais russo?
          Tas com inveja sim. Ou então, és daqueles que nunca estão contentes com nada.
          Assim não dá.
          Temos que ser sinceros! Criticar só por criticar, não é honesto.
          Respeita o homem e deseja-lhe sucesso nas suas novas funções.
          Assim é que é honesto.
          Ou és simplesmente do contr?
          Ou então, é como disse Maria das Neves. Wechaismo!!!

          • Sum-pochi

            25 de Março de 2014 as 9:11

            mais outro(a) , muita paciencia para pouca inteligencia !!!

  6. Cergio m

    21 de Março de 2014 as 13:06

    Afinal o nosso pais tem pessoas muito bem formadas e com capacidade para assumir o pai. Este joven quadro e’ um exemplo a seguir. Filho de pobres, humilde, altamente capacitado e com vontade de servir. Isto e’ um orgulho para o nosso pais.

    • António Menezes

      21 de Março de 2014 as 16:16

      Meu caro amigo, tenho a certeza que existem muitos ainda capazes de fazerem algo para o Pais, em diferentes sectores. Pessoas isentas e longe das querelas politicas que os políticos criaram para reinar no nosso saudoso STP.

  7. luisó

    21 de Março de 2014 as 14:39

    (… «As medidas estão sendo tomadas. Acredito que os meus camaradas, sabem que meterem as pernas em alguma coisa…)
    Se estas palavras são verdadeiras então tenho pena porque não são dignas de um discurso da ocasião de tomada de posse.
    Tantos cursos…

    • E Agora! Falo eu...

      22 de Março de 2014 as 1:44

      Meu caro…um dos males da nossa terra deve-se a fato das pessoas não assumirem, independentemente das razões que as assistem, os erros cometidos. Eu não votei no atual presidente da republica mas como um amante da democracia tenho de respeitar a legitimidade dos vencedores das eleições…é verdade que há muitos problemas para resolver na classe militar mas também é verdade, eles são os primeiros a reconhecerem isso, que a forma usada para manifestarem os seus descontentamentos não foi a mais correta. Por isso, há-de se reconhecer o erro cometido assim como os problemas existentes na respetiva classe de forma que esta situação não se repita nem com este presidente nem com os futuros presidentes da republica.

      Quanto a nomeação deste quadro das forças armadas, espero que mesmo use o seu vasto conhecimento académico/militar e a sua inteligência de forma a resolver inúmeros problemas existentes nesta classe.

      P.S. Não vamos esquecer os os problemas estruturais e económicos não são exclusivos do militares…quase todas as classes em STP padecem do mesmo.

  8. adriano rosamonte vaz da conceição

    21 de Março de 2014 as 15:51

    Jovem Olinto Paquete desde muito cedo reconheci em ti muito firmeza competência e determinação, o que veio a justificar com o tempo a sua promoção para a patente de coronel e de seguida investido no cargo de Vice- Chefe de Estado Maior das Forças Armadas de S.Tomé e Príncipe sobretudo no atual contexto militar do País que jamais visto durante toda nossa existência como país soberano. Deus, S. Tomé poderoso ,S. António de Príncipe abençoará toda sua obra em colaboração com o atual Chefe de Estado maior das Forças Armadas e de todas entidades afins, com forma a se superar qualquer situação no seio das nossas forças Armadas que tanto devemos respeitar por saber o seu verdadeiro valor e papel no garante e persecução do nosso regime democrático.

  9. filho da terra

    22 de Março de 2014 as 16:08

    O seu currículos não diz nada queremos homem com vontade de trabalhar para desenvolvimento desse nosso magnifico país

    • Patriota

      23 de Março de 2014 as 18:51

      É verdade! Só currículo não chega. Mas sem currículo, nem sequer tem hipótese nenhuma.
      Por isso é que ele foi chamado e não tu, filho da terra.
      Não sejas maldoso.
      Dá ao homem o benefício da dúvida e deseja-lhe sucessos.
      Assim é que é!

  10. Mano

    23 de Março de 2014 as 22:19

    Foi um excelente professor de Geometria Descritiva, Sempre colocou muita ordem na sala de aulas, mas acima de tudo era amigo e respeitador. Força aí com isto ex-prof.

  11. Carlos Manteigas

    24 de Março de 2014 as 10:45

    Em matéria castrense não comento, apenas boa sorte.

  12. Chipa

    7 de Maio de 2015 as 11:04

    Grande Camarada tive o prazer de ser colega, no Curso de Comando Estado Maior no Instituto de Estudos Superiores Militares IESM em Lisboa, reúne qualidades de bom líder é um camarada acima de tudo, Pai, Humilde e tem o dom de Ensinar, parabéns ao povo Irmão Santomense, creio que esse Camarada saberá dar respostas Certas e adequadas em todas as Questões.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo