Redenção ao oitavo dia

A TVS e a Rádio Nacional publicaram esta segunda feira a reportagem sobre a requalificação da marginal 12 de Julho. Sem qualquer justificação para o facto de o assunto vir ao público 8 dias após ter sido notícia, a TVS e a Rádio Nacional entrevistaram o Presidente da Câmara Distrital de Água Grande, Kney dos Santos. O autarca da capital, fez questão de sublinhar que a execução do projecto de requalificação da marginal 12 de Julho, não está e nunca esteve dependente do resultado das eleições legislativas portuguesas do último fim-de-semana. Conforme tinha dito o Presidente do Conselho de Administração do Parque EXPO de Portugal Rolando Martins, na passada segunda – feira, a verba para execução do projecto está garantida. Talvez como forma de rejeitar os argumentos sem fundamento, que relacionavam o silenciamento da notícia pelos órgãos estatais de comunicação social são-tomenses, com as eleições em Portugal, Kney dos Santos reforçou que os 7,6 milhões de euros estão garantidos, e que não dependiam da derrota ou da vitória do partido Socialista de José Sócrates nas eleições legislativas em Portugal. O público são-tomense viu a projecção da nova imagem da marginal 12 de Julho. O DVD distribuído pelo Parque Expo de Portugal foi exibido pela TVS, numa mistura com a entrevista do Presidente da câmara de Água Grande. TVS e a Rádio Nacional redimiram-se ao oitavo dia. Vale sempre tarde do que nunca.

  1. img
    jose costa Responder

    Caros compatriotas
    esta verba esta assegurada por uma linha de credito certo?
    Qual a taxa de juro. Portanto portugal não esta nos fazendo favor nenhum mas sim capitalizando, quando eles próprios adiaram as grandes obras publicas ex. TGV por falta de verba, será que a nossa economia teve um crescimento que justifica esse empréstimo?
    Outra coisa porque que o estado santomense silenciou essa noticia quando ela já tinha sido publicada no site de parque Expo desde a semana passada?
    Sera que esses jornalistas “formados” ao invés de preocuparem com sondagens encomendadas nao deviam elucidar o povo com questões como essa? Porque que so tela non se preocupa com tentativas constantes dos nossos governantes em silenciar a imprensas enquanto os outros fazem sondagens?

  2. img
    Povo Atento Responder

    A pressa é inimiga da perfeição. O jornalismo ao servico da oposição preocupado com o sucesso que se veslumbra para o pais com as iniciativas do actual executivo, tenta arranjar motivos para fazer alarido, pegando em assuntos destes. Agora vem dizer que o assunto nao teria sido relatado nos orgaos de comunicacao social publicos caso o jornal nao tivesse denunciado a assunto.

  3. img
    Celsio Junqueira Responder

    Caros,

    É assim que tem de ser em Democracia.

    Mais vale tarde do que nunca.

    Obrigado a todos os democratas e cidadãos de pleno direito que esforçam para que a nossa Democracia seja uma realidade factual e não ilusória.

    Saudações,

  4. img
    jaka doxi Responder

    Já viram como é:
    A minha fonte confirma-me que alguns pseudos jornalistas da TVS estão a pedir demissão para irem trabalhar com os candidatos com a justificação de que vão ganhar mais dinheiro.
    Por isso apelo a direcção da TVS para não aceitar o regresso destes malabaristas após as eleições Presidênciais.
    Assim que tiver a confirmação dos nomes destes jornalistas prometo divulga-lo no TELA NON.
    Abraços

    • img
      Jaka Dóxi Responder

      Caro Sr. Jaka Doxi,

      Antes de divulgar os nomes dos jornalistas, divulgue o seu verdadeiro nome antes…

      Não faça aos outros o que não gostaria que lhe fizessem!

      Adeus.

      • img
        jaka doxi Responder

        O senhor está com medo?
        Não fique preocupado se o seu nome não consta da lista.Entendeu?
        Fui

    • img
      Estou cá pra ver Responder

      Quem é vc para apelar alguma coisa? Um zé ninguém com vontade de apelar, talvez vc é mais malabarista do que eles.

  5. img
    Diogo Darnen Responder

    Caros Senhores,

    Ainda pesam sérias dúvidas sobre a engenharia financeira aplicada a este projecto… andam todos a dar passos maior que as pernas, a data de hoje não é líquido que este projecto se realize. A propósito, alguém poderá explicar o porquê da Mota Engil ter sido convidada e não outras grandes empresas do ramo que igualmente estão instaladas no nosso País?

Deixe um comentario

*