Praça Marcelo da Veiga no Príncipe torna-se “Praça Digital”.

A praça Marcelo da Veiga é a partir de agora praça digital. Depois de uma primeira tentativa, pelo engenheiro Aguinaldo Salvaterra, que durou pouco tempo, o sonho torna-se realidade. A partir de agora, a Praça Marcelo da Veiga na cidade de Santo António é Digital.

A digitalização da Praça que dá nome a um dos maiores escritores do arquipélago nascido na ilha do Príncipe, falecido há 36 anos, resulta de um desafio lançado a CST pelo Presidente do Governo Regional do Príncipe, a quando do lançamento da sistema de comunicação 3G.

A rapidez com que a CST – Companhia Santomense de Telecomunicação – respondeu ao repto, deixa José Cassandra, satisfeito. José Cardoso Cassandra considera ser “ uma oportunidade para os jovens, quadros técnicos e pessoas particulares poderem investigar mais ” e por outro lado vem “colocar a ilha do Principe mais perto do mundo e vice-versa”.

A antena de alto alcance está colocada no Paços dos Conselhos, actual sede do Governo Regional, cobre toda praça e zonas periféricas e permite a qualquer uma pessoa que tenha um computador portátil navegar na internet.

Situada no coração da cidade de S. António, a Praça Marcelo da Veiga, mais do que um lugar histórico, constitui um dos maiores pontos de lazer da Região: o verde estonteante do seu jardim e a vista privilegiada para o Pico Papagaio, agora aliados, as facilidades das novas tecnologias de informação conferem maior qualidade de vida aos habitantes e visitantes da ilha do Príncipe.

De acordo com uma fonte da CST “Praça digital é algo inédita no país”. A próxima poderá acontecer na cidade de São Tomé. A mesma fonte garante que” a CST já tem sobre a mesa, um pedido da Câmara Distrital de Agua Grande com mesmo objectivo”.

Teobaldo Cabral – Correspondente Téla Nón no Príncipe

  1. img
    Taa-Sossegado Responder

    Sempre a subir!

    • img
      cidadão Responder

      Pelos vistos só pessoas ligadas a CST a elogiar. Isto está mal

    • img
      Paulo L. Responder

      Tenho de reconhecer o esforço desta governo do Príncipe para que a ilha desenvolva. Deve-se elogiar quando é para elogiar e criticar quando é para criticar. Mesmo não sendo do Príncipe tenho de reconhcer que há iniciativas boas por parte do senhor ´José Cassandra para que a sua ilha desenvolva.
      Estamos todos de parabéns. Vê-se que há dinâmica no terreno e luta constante para mudar as coisas. Isto é muito positivo.

      Já há um livro que eu tive a oportunidade de ler sobre a História do Príncipe, muito bem feito por um historiador Português.

      O Plano de Desenvolvimento do Príncipe foi apresentado cá neste fórum e eu embora não tenha lido tudo achei muito bem feito. Tem lá muitas ideias boas para o desenvolvimento da ilha do Príncipe.

      Há este investimento grande do “Homem da Lua” que vem trazer empregos para os jovens e dotar a ilha de meios para a dinamização de turismo ecológico.

      Há a aposta assumida num desenvolvimento sustentável.

      Há intenção, segundo li algures, de modernização do aeroporto do Príncipe fazendo com que possa receber vôos e aviões de médio porte.

      Parece que existe a hipótese, segundo ouvi na entrevista do senhor Presidente do governo regional à RDP-África, de se fazer escolas de formação para actividades profissionais como electricidade, carpintaria, hotelaria, etc.

      E agora vem esta política de uma “Praça Digital” para que as pessoas com parcos recursos possam ter acesso à Internet.

      Só posso agradecer aos governantes do Príncipe. Estão a trabalhar e é assim que o país avança. Continuem assim. Deus vos ajudará.
      Paulo

    • img
      Danilson Moreno Responder

      São iniciativas dece jenéro que as nossas dus ilhas precisam ,porque para que ajá desenvovimento tem que háver tecnologia séra uma grande vantagem ao nivél tecnologico que os jovens da ilha irma do Principe têm nas suas mãos para que possam ter acesso as diverças informações ao nivel mundial

  2. img
    a vida é bela Responder

    é de salutar essa iniciativa do governo regional do Príncipe, e uma mais valia rumo ao desenvolvimento do nosso país!!!

  3. img
    Lévé-Léngue Responder

    Parabéns a todos os filhos da terra!!! Nunca se deixem sentir esquecidos… pois todos somos santomenses. Abraços!!!

  4. img
    Ze ninguem Responder

    Bem haja.

  5. img
    Justino Manuel Abreu dos Ramos Responder

    Começo por dizer o seguinte: Dou muitos parabéns ao senhor José Cassandra de forma como está a projectar a Ilha do Príncipe de uma forma convenceste, afim de procurar o bem estar das populações. Muitos parabéns.
    Quero perguntar porquê que há muito tempo o senhor não apareceu afrente do destino da ilha, que deixou nas maõs desses corrupto, aproveitador que nunca interessou para o desenvolvimento?.Apesar que se diz nunca é tarde, mas sim já se passou trinta seis anos, que foi um atraso das Ilhas. Espero que o senhor continua com o seu espírito e vontade de desenvolver a Ilha. Ouvindo a sua entrevista dada na Rádio de RTP África, também
    fiquei muito satisfeito a como foi explicado as suas ideias e como tem

    debruçado para o desenvolvimento da Ilha.
    Quero lhe pedir a quando a sua desistência, a não candidatar deve escolher uma pessoa com o mesmo seu espírito e que o seu projecto a longo prazo não fique pelo caminho. Isso porque a questão nem todas as pessoas, tenha o mesmo espírito e vontade de desenvolver a questão.
    Se santomé tivesse a sorte de encontrar uma pessoa com o seu espírito estaria muito desenvolvido, e muitos santomense estariam numa condição melhor, diferente a que nós estamos hoje. Tivemos a sorte de arranjar uma cambada dos ladrões orgulhosos, procurando encher os seus bolsos os filhos de uma forma galopante, deixando os seus filhos numa pobreza extrema sem soluções ás vista . Encontraremos na situação tão débil, que não se sabe se irá restabelecer, se não encontramos um médico que possa fazer milagre de acordar, ou tira-la no buraco tão profunda.
    Se nós não conseguirmos arranjar um médico milagroso ou arranjar uma grua com capacidade tão elevada nunca sairemos do lugar em que estamos. Tudo isso por causa dos políticos de meia tigelas, sem uma mentalidade adequada, pensando só neles e os seus filhos e familiares, esquecendo das pessoas que em quatro em quatro anos vão a terrenos tentando a enganar com uma meia dúzia de dinheiro, afim de alcançar os votos fáceis para se tratar as suas vidas como pode.Espero que jesus Cristo não dorme e que um dia irá fazer a sua justiça, de forma aguardada e que todos que estão a pensar que estão fazer bem, irá receber as sua encomendas mais tarde. Mesmo que os mais velho morre os mais novos irá ver todos esses resultados.

  6. img
    Bloco operatório do principe Responder

    ningúê ki machí muê fá, a puê néngá kuá umundú fá…hehheee é de salientar que todos nós acolhemos esta iniciativa.. é mesmo verdade ,até no edificio do sacadura mas concertamente na varanda nos quartos ,e tambem na W.C. pode- se agora navegar atravez de um computador portátil a coisa esta mudar.. Nem quis acreditar mas é pura verdade outrora procurava-se um lugar pra tu veres um simpes jornal on line,não conseguias hoje… basta teres um portatil ou emprestares um camba( amigo) tens nete a balda rssssssssss

  7. img
    Rodrigo Cassandra Responder

    São esforços sussessivos e continuos na luta permanente de melhorar as coisas e partir para o desenvolvimento tudo isso só é possivél com uma equipa de gente batalhadora e com o pensamento de servir a Região e não servir-se da Região um oé quim´mé

    • img
      Augusto Responder

      Ho amigo Digo tu saíste de que planeta “servir a região e não servir-se a se próprio ” essa é pra rir ou pra chorar, vocês estão a banquetear não estão a servir isso é modéstia tu mas um dia isso vai acabar, uma simples net já querem que vos construa uma estátua. Essa mania de que na nossa Ilha o pouco que se faz já é muito tem que acabar contentar com pouco não pode ser o lema da nossa sociedade pois condiciona o exercício governamental a objetivos mesquinhos. Ter net na ilha para todos é bom sim mas não vamos por o homem no céu por tão pouco, não se esquecer que o projeto do bairro social foi do Falecido Zeferino e que os da união vieram baquetear. Não devem andar a procurar mérito mas sim devem trabalhar.

      • img
        P.P.P Responder

        Vocês do Príncipe estão de parabens. É pena que a Ângela vos envergonhe neste nosso governo central. Por favor, mandem alguém melhor para aqui, na capital.
        Fui

  8. img
    cabo verde Responder

    Parabens príncie, tive a oprtunidade de visitar esta belíssima ilha no agosto do ano passado.uma ilha com grandes potencialidades, sobretudo turística.ainda é tempo de se fazer um bom ordenamento de território nest ilha e transforma-la numa pérola turística mundial. desenvolver a indústria cultural pode ser uma boa saida nesta ilha. o acto de floripios, desculpa se escrevi errado, é um grande património cultural para ser divulgado pelo mundo fora. parabens do mesmo modo a institucionalização do mês da cultura no principe, mas isso requer uma boa estratéria de divulgação e marketing, quando voltar a terra um dia gostaria de dar a minha colaboração por esta ilha.mais uma vez, principe tem potencialidades para ser um roteiro turístico mundial.

  9. img
    luisó Responder

    Continuem a falar mal da CST…

  10. img
    Bodji Vé Responder

    A nossa capital devia ser transferida para S. António, onde julgo haver gente mais íntegra e, se calhar, mais inteligente.

  11. img
    Ue Quedaji Responder

    é muito lindo quando as coisas funcionam, mais quando alguma coisa sai mal, é só falar mal da CST. E como sempre, os agradecimento vão para os políticos, mais os que verdadeiramente suaram, nada. Profundos agradecimentos ao Eng. Walker Viana, que aceitou o desafio, ao Eng Rómulo Tebús, que foi o executor do projecto, e ao Eng. Teodoro Menezes, representante da CST aqui na região autónoma. Só um reparo: faço o comentário apartir da praça digital.

  12. img
    Justino Manuel Abreu dos Ramos Responder

    Senhor Cassandra dou muitos parabéns, de ter tornado a ilha do Príncipe a ser conhecido ao olhar do mundo todo ao entrar desse digital que irá funcional no mês próximo.Se todo dirigente que lá passou fizesse a quarta parte do que tem feito e que pensa a fazer durante o seu mandato, a ilha já estaria uma beleza. como se passou uma caterva de ladroes, e falta de carácter, por isso, que ficou assim.Senhor Cassandra a como tem ficado o caso do barco com o nome do mesmo e que não funcionado, estando inoperante, e que ninguém diz alguma coisa sobre o caso.

Deixe um comentario

*