Nações Unidas vão reforçar equipa para dar seguimento aos projectos de STP

O sistema da Nações Unidas vai reforçar  a equipa de seguimento  e avaliação dos projectos desenvolvidos em  São Tomé e Príncipe. Esta é uma das necessidades constatadas pelos representantes das agências que estiveram reunidos  durante dois dias  na capital santomense.

No primeiro encontro vasto deste ano  dos chefes das agências das  nações unidas que funcionam em  são tome e príncipe  as atenções estiveram viradas  para a avaliação dos projectos desenvolvidos durante este ano. O chefe do sistema  na sua avaliação  constatou que a grande deficiência esta ligada a capacidade de avaliação e seguimento  das acções implementadas no arquipélago. « uma das grandes deficiências  que temos verificado é a capacidade de seguimento  não só das nossas actividades mais também em relação com a criação em conjunto com as instituições com quem trabalhamos possamos seguir e  monitorizar o impacto  das actividades  nas nossas populações» afirmou  José Salema  chefe das agências das nações unidas em São Tomé e Príncipe.

Uma vez constatado este fracasso, o sistema das nações unidas já definiu  um mecanismo que vai permitir o acompanhamento  mais rigoroso  dos projectos  que são financiados  por este organismo  internacional. « serão equipas comuns do sistema das nações unidas,  das agências das nações unidas que em conjunto com os ministérios  com quem trabalham  os pontos focai das direcções gerais  destes ministérios irão  criar condições de trimestralmente  poderem não só reportar sobre o que esta sendo feito  mais também criar condições  de que isso passe-se a veicular, essa informação possa ser passada  por outros membros da sociedade, o trabalho que fazemos com as ONGs, o trabalho que fazemos com outros membros da sociedade civil e o que o governo pretende  com este esforço comum  poder atingir  dentro da estratégia e as prioridades que forem definidas.» frisou o chefe da agências em STP José Salema.

Segurança alimentar, emprego para jovens  politica de boa governação  e o meio ambiente  também dominaram o encontro de dois dias  que serviu para identificar  algumas acções em curso  que podem  ser reforçadas  durante este ano.   Em Outubro esta marcado o ultimo encontro dos responsáveis das agências das nações unidas que operam no pais  com o governo.

Sónia Lopes

  1. img
    Samuel Santos Responder

    Viva S. Tomé e Príncipe!!!!

  2. img
    Samuel Santos Responder

    quê santomé! África Negra tê lazon!!

Deixe um comentario

*