Sociedade

Campanha de sensibilização contra a violência Doméstica

Nos últimos tempos o índice a violência domestica tem aumentado de forma  assustadora em São Tomé e Príncipe. Com objectivo de incentivar  a divulgação  de casos da violência no seio das famílias Santomenses a rede das mulheres parlamentares  esta a levar a cabo uma campanha de sensibilização  contra a violência domestica em São tome e Príncipe. 

A campanha  de sensibilização arrancou no último domingo com diversas actividades culturais e recreativas  e também mensagens destinadas  a chamar a atenção  das autoridades nacionais  e a população em geral  para o aumento da violência domestica no pais.

O distrito de Água –Grande foi o distrito escolhido para o arranque desta campanha que terá a duração de duas semanas  que esta sendo organizada pela rede das mulheres parlamentares  com apoio de diversas instituições  e ONG`s nacionais. «O índice de violência domestica  vem crescendo consideravelmente e no nosso pais  constitui uma grande preocupação para a nossa sociedade dai que aproveitando esta data para darmos inicio a uma ampla de sensibilização sobre a violência domestica o que nós queremos com esta campanha é apelar a população  de que a violência domestica é um crime para que todos possam contribuir a denuncia-lo de modo a que todos possamos contribuir para debelarmos essa situação em São Tomé e Príncipe», acrescentou  Maria das Neves.

Durante a campanha será divulgada a legislação  contra a violência domestica  e instituições que velam  pelos direitos dos homens, mulheres e crianças.A campanha ira percorrer todo o  pais  envolve varias organizações nomeadamente  o instituto de igualdade e equidade de género , associação santomense para a promoção familiar , centro de aconselhamento contra a violência domestica  e Médicos do Mundo.

Sónia  Lopes

    2 comentários

2 comentários

  1. gualter almeida

    29 de Novembro de 2012 as 11:38

    aqui ninguém comenta nada porque não interessa querem as pobres mulheres para escravas : Não é verdade LÙCIO AMADO que fizeste ja a várias mulheres que estiveram com a pobre mulata que esta em Lisboa foi uma vitima maior das tuas barbaridades

  2. jordão

    29 de Novembro de 2012 as 11:38

    sera que vai dar resultado?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo