Sociedade

Recluso evadido há 2 meses está equipado com Ak e Makarof

O recluso considerado perigoso evadiu-se da Cadeia Central há mais de 2 meses. Chama-se Alex leitão, e na última semana roubou uma motorizada tendo posto o dono da motorizada de mãos ao ar, sob a mira de uma pistola Makarof de fabrico russo.

Contactado pelo Téla Nón, a Direcção dos Serviços Prisionais limitou-se a dizer que « um país que não tem segurança está entregue a sua sorte».

A insegurança crescente tira tranquilidade as populações, e mais grave é que as autoridades competentes não conseguem resolver o problema. Num país de 1001 quilómetros quadrados, para além do recluso Alex Leitão, que segundo informações apuradas tem na sua posse uma pistola de guerra e uma metralhadora AK, desde o ano passado que dois assaltantes a mão armada estão foragidos, depois de terem roubado o dinheiro da cooperativa de cacau biológico.

Estes estão devidamente equipados com metralhadoras AK, pistolas e uma caçadeira de canos serrados.

Abel Veiga

    28 comentários

28 comentários

  1. FEXA PATA

    18 de Março de 2014 as 11:44

    Isso que é DIÁLOGO NACIONAL num país que não tem 1 milhão de Habitantes Credo.

    • PATRIOTA DA NAÇÃO

      18 de Março de 2014 as 15:44

      Caro FEXA PATA é de louvar a sua insatisfação mas me responde só uma questão:
      O quê que o dialogo tem a ver com a onda de criminalidade que vem crescendo gradualmente no pais a cada dia que passa?
      Eu acho que com o dialogo saberemos quais são as fragilidades do sistema e procurarmos em conjunto a melhoria de forma desapaixonada e despolitizada.
      Que Deus abençoe esta terra de nome santo.

  2. Lede di alami

    18 de Março de 2014 as 12:21

    Nao podemos resolver a criminalidade em STP, ja que proprios os politicos sao criminosos e colaboram com os criminosos, sem falar da PIC, que ao meu ver deveria acabar, esta cheio de corrupcao, e o sistema de governacao do pais, e a constituicao tem que mudar pra fazer face a estes tipos de problemas.

    • Eterno Madiba

      18 de Março de 2014 as 13:55

      O senhor que continue a espera que a mudança do sistema de governação e de constituição venha a resolver estes problemas todos. Este nosso país não vai dar em nada mesmo. Há muita gente abubém nesta pequena terra.

    • Tito

      19 de Março de 2014 as 17:22

      Eu ajuntaria, também, os próprios Juízes são criminosos e ficam aí as soltas a violar filhas dos outros e nada acontece.

      Será que temos consciência do rumo que o nosso país está a seguir.
      Quando a justiça num país está doente nana funciona.
      Comparando ao corpo Humano, é como se o cú não funcionasse e permitisse e evacuar os gazes e as fezes, todo o corpo estaria doente.

  3. malebobo

    18 de Março de 2014 as 12:56

    tela non, tenta colocar a fotografia deste senhor, por favor

    • Tito

      19 de Março de 2014 as 17:26

      Concordo perfeitamente. A fotografia iria ajudar a população a se precaver e ajudar a justiça a recuperar este sujeito.

      Se fosse para sujar alguém politicamente o Telanon teria a brilhante ideia de colocar a fotografia como fizeram como grupo de 4 amigos que criaram uma empresa.

  4. Maracuja

    18 de Março de 2014 as 13:41

    É isso que o senhor da Cadeia Central deveria se preocupar e não estar a meter onde não é chamado, acusando tudo e todos e ele é que é melhor de todos os santomenses. Haja paciência nesta terra.

    • Tito

      19 de Março de 2014 as 17:32

      Será que o Diretor da Cadeia Central tem meios para exercer as suas funções. Nós santomenses, as vezes quando vê alguém que quer trabalhar de verdade e que manifesta a sua revolta contra essa “preguicite” que está a tomar conta dos santomenses, em que as pessoas só querem ganhar dinheiro e nada fazer, quando aparece alguém trabalhador que não compartilha este estado de espirito de “a preguicite”, começam a critica-lo dizendo “que a pessoa pensa que é melhor que os outros”.
      Muito de nós santomenses não suportamos pessoas trabalhadoras, e eu acredito que o Diretor da Cadeia Central é uma dessas raras pessoas que ainda não foi contaminada com a “preguicite” e que quero trabalhar.

  5. terra dos outros

    18 de Março de 2014 as 15:48

    estão a espera que os referidos reclusos mata alguém e depois para chamarem os FASTP, POLICIAS NACIONAL (TRANSITO),PIC, POLICIAS LOCAL para fazerem a busca dos mesmos, muita vergonha,temos que acabar com estes medrosos homens que temos, fui.

  6. Britinho Ferreira

    18 de Março de 2014 as 16:25

    O quê que se estão a espera resolver este caso? Estão a espera que os referidos reclusos mata alguém e depois para chamarem os FASTP, POLICIAS NACIONAL (TRANSITO),PIC, POLICIAS LOCAL para fazerem a busca dos mesmos, muita vergonha,temos que acabar com estes medrosos homens que temos.
    A minha opinião sobre isto tem haver com a desgovernação, desmando e a forma que desacreditaram o sistema judicial.
    Por outro lado o Governo tem que resolver dos beneficiário titulo de posse de terreno de localidade de S.Marcos – Almeirim, que muito embora terem pagos mas no entretanto os beneficiários ainda não estão na posse do terreno. Isto só para ver como é que está o nosso País., fui.

  7. Põe boca não tira

    18 de Março de 2014 as 16:36

    Isso sim deria ser a preocupação dos nossos politicos em vez de criarem querelas uns com outros, preocupar com a segurança da população…tantos foragidos para um país de 1001 Km2 e não conseguem fazer nada…é uma pouca de vergonha efim…..haja vida cu saôgi….

  8. Me Zemé

    18 de Março de 2014 as 17:32

    Esse dinheiro que se está a gastar com o diálogo nacional, devia-se dar aos agricultores da cooperativa CECAB que viram os seus dinheiros levados pelos bandidos e até hoje ninguém faz nada. Certamente ficaram descapitalizados, como é que vão continuar a labutar…??

  9. FALA BEM

    18 de Março de 2014 as 18:46

    tela non tenta colocar foto deles por favor.

  10. Sinto Triste

    19 de Março de 2014 as 8:07

    ja ha tempos ki se fala da fuga deste individo e ate entao nada. Ele tem sua razao de fugir se os verdadeiros bandidos, criminosos, aldraboes e falsos estao a solta e todos conhecem e nao fazem nada. Tenho muita pena de STP. Mas um dia isso vai acabar…….

  11. bem ní wê mali ni tlachi

    19 de Março de 2014 as 8:18

    Quem disse preso faz sociedade com pessoa que esta na rua, toda hora recluso feira pra fazer fica no meio de gente e fica aparecer pessoa que não está na prisão, agora quem está mal somos nós cidadão mais fraco…

  12. Jaca doxi

    19 de Março de 2014 as 8:38

    O pior de tudo é k o mesmo gatuno no dia 24 a noite fez refem um idoso em Margarida Manuel, apontando-lhe uma marma Ak 47, roubando-lhe o pouco d dinheiro k tinha

    • Zeca

      19 de Março de 2014 as 14:53

      Se alguém mate esse gatuno, vêem logo gritar , para aparecerem , os defensores do direito humano. Ele não está violando impunimente os direitos dos outros?

  13. 3 Macucu

    19 de Março de 2014 as 9:25

    Antigamente tinhamos fugitivos sem armas de guerra e eles eram altamente perigoso ,como no caso de,Malé Dessupadé, Pinta cabra,e muitos outros e agora que temos um recluso com armas nas maos ,ele pode fazer gurra com agentes ,eu quero perguntar um piqueno pais como nosso ,deixem em fugas homem perigoso ,quém sabe là o seu plano ?

  14. Suzete

    19 de Março de 2014 as 10:07

    Minha gente! Não podemos misturar as coisas.
    A questão de diálogo Nacional, é uma questão fulcral do insucesso da nossa jovem Democracia. Nunca houve diálogo em STP, apenas imposição nas tomadas de decisão, por isso por favor, vamos deixar o Presidente da Republica fazer o seu trabalho, porque a Juventude que é a maioria quero muito.
    Importante se torna publicamente, alertar definitivamente aos paridos políticos de que SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE NÃO PERTENCE APENAS AOS PARTIDOS POLÍTICOS (Grupos de gente que julgam serem donos do saber e dos destinos do nosso país).
    Por outro lado, não podemos deixar o país a sua solte, porque os políticos pretendem que assim seja como forma de se enriquecerem cada dia mais. Vamos gritar até que alguém nos oiça e nos venha libertar desses senhores que nem mesmo trabalhar querem.
    Lanço daqui um apelo aos responsáveis da Policia, Militares e Paramilitares, para saírem a rua tentar fazer evitar mal maior, sem mágoa, porque a população precisam da vossa proteção, assim como os responsáveis dos Jornais e Televisão Publica, para publicarem fotos dos tais delinquentes, permitindo assim que a população também ajude na caça aos mesmos.
    Peço perdão á qualquer um que eu tenha ofendido

  15. JOAO ALMEIDA

    19 de Março de 2014 as 16:17

    O governo nao está interessado a resolver os problemas da criminalidade.Alias como disse o senhor LEDE DE ALAME, os politicos tb sao criminosos. Os criminosos nao sao so aqueles q matam. Aqueles q roubam tb o sao. Pq se a policia nao resolve, pq nao meter os militares das FASTP a vascolhar sao tomé a procura desses bandidos? Sao Tome é tao pequeno q de certeza no maximo uma semana ainda q estivessem nos burracos seriam apanhados. OS TURISTAS Q RECEBEMOS SE COMEÇAREM A OUVIR ISSO,JA LA NAO PÕE OS PES. Q vergonha senhores politicos. QUE DEUS NOS AJUDE.

  16. Dias

    20 de Março de 2014 as 7:33

    O recluso tem famílias( mãe etc) faz-se um simulado por alguns dias e vamos ver se aparece ou não. fui

    • o futuro dirá

      20 de Março de 2014 as 12:16

      Nesta vida todos devem falar e falar muita das vezes o que sabem e o que não sabem.O sr.Maracujá talvez parecece ser daqueles que conhece muito mal o actual Director da Cadeia.Foi meu professor,homen preocupado com o país,solidário com o seu temperamento próprio,não admite falta de respeito,brincalhão e sobre tudo gosta muito de trabalhar.Este grande mérito ninguén,digo,pode lhe tirar. O que devemos saber na vida é que podemos não gostar da pessoa,más devemos reconhecer e respeitar o trabalho que este presta a sociedade.Jà falei com este meu admirador e incansável sobre este assunto e de mais coisas,a resposta é sempre única.S tivesse meios mostraria muita gente o que é trabalho neste país.Portanto muitas vezes fazemos comentários das pessoas que conhecemos muito mal.A cadeia não parece ser um lugar fácil para dirigir,acho.Más este senhor lhe tiro chapeu por aquilo que tem estado a fazer para bem estar dos reclusos e da sociedade.Quem quer a verdade deste país adeuá congo.

  17. Herminia Santos

    20 de Março de 2014 as 15:37

    Meu ” caro futuro dirá” Quem conhece as coisas é que delas podem falar. Cuidado com as ilusões. Procure-se informar melhor sobre a cadeia.

  18. xuxante

    21 de Março de 2014 as 2:55

    Meu carro se encontra com os cuetados nao lhes façam mal mas se cruzar com um desses curuptos do pais podes fazer alguma coisa com eles ok

  19. frantz cassandra will

    21 de Março de 2014 as 13:56

    Disculpem só apesar de estar fora do país por ser cidadão nacional me preocupo com coisas da Terra por isso sugiro em vez de ilustrarem o macarofe na foto presente tendo em conta que toda a gente acho que conhece um macarofe não seria melhor ilustrar a fotográfia do fugitivo? Eu acho que assim a procura séria mais activa .eu sei que vão me dizer que não disponhem da tal ,mas no seu dossier o que há ali? É por isso custumo dizer que a cadeia de s.t.p em s.t.p é de plástico.

  20. cúa tela

    22 de Março de 2014 as 9:10

    ja repararam que quando esses bandido são entrevistados, ele apenas dizem ” isso é verdade mas o que podemos fazer estamos na democracia” então eu pergunto o que democracia? esses bandidos ladrões gostariam de ser injustiçado?
    é comodiz o ditado a malagueta nos olhos dos outros é refresco.

  21. PLAQUINÍ

    22 de Março de 2014 as 11:36

    o dito recluso já gozava de liberdade onde se encontrava. existem informações que o mesmo não se encontrava na cadeia, mas sim no canavial. neste momento este pormenor não é muito importante. a recaptura do mesmo isso sim deve ser de interesse nacional especialmente das autoridades policiais, nomeadamente a instituição prisional, o exército, a polícia nacional, a policia de investigação criminal, os tribunais e o ministério publico. antes disso, alguém tem que assumir a operação de captura do recluso, tendo em conta que o mesmo se encontra armado. certamente na operação de captura perder-se-á vida humana porque ambas as partes são portadoras de arma de fogo. digo o recluso foragido e as forças de captura. apenas pergunto: quem assumirá as consequências da operação se houver morte? primeiro o ministério publico deve emitir um mandato de captura dizendo: vivo ou morto. antes de tudo. peço desculpas pelo atrevimento do comentário. verdade dói

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo