Política

Dilma Rousseff promete visitar São Tomé e Príncipe

No encontro com Manuel Pinto da Costa, na capital da Guiné Equatorial, a Presidente do Brasil, manifestou-se interessada em visitar São Tomé e Príncipe. O Chefe de Estado são-tomense, reforçou o convite e o prazer que os são-tomenses têm de receber a ilustre visitante.

O Presidente da República, Manuel Pinto da Costa, realçou a importância da futura visita de Dilma Rousseff a São Tomé e Príncipe. «Ela irá visitará São Tomé e Príncipe. Será muito bom para a cooperação entre os dois países, irá reforçar a cooperação que já existe. Creio que a cooperação actualmente existente é ainda pouca. São Tomé e Príncipe e o Brasil têm laços históricos profundos e temos que aproveitar isso para reforçar, alargar, e diversificar a nossa cooperação», declarou o Chefe de Estado são-tomense.

A data da visita da Presidente do Brasil à São Tomé e Príncipe será acertada por via diplomática. Dilma Rousseff, também acredita, segundo Pinto da Costa, que os dois países, têm hipóteses de dar uma nova dinâmica a cooperação bilateral. «Eu vi da parte da Presidente uma disponibilidade para isso. Foi um encontro muito produtivo e esperamos que com o Brasil possamos encontrar respostas no quadro da cooperação para muitas preocupações que temos», pontuou.

Abel Veiga

    14 comentários

14 comentários

  1. Francisca FL

    26 de Fevereiro de 2013 as 20:53

    Espero que os dois tenham abordado o problema dos nossos irmãos que andam a passar imensas dificuldades no Brasil. Ou melhor que o nosso PR tenha trazido mais recados para os responsáveis pela educação.

  2. Francisca FL

    26 de Fevereiro de 2013 as 20:55

    Sun Pinto, sun Pinto! aquele olhar não me engana…..a sra é comprometida.

  3. Strogonof

    26 de Fevereiro de 2013 as 20:56

    Isto mesmo, vem cá nos visitar e marque o encontro com os responsáveis do STP TRADING

  4. Barão de Água Ize

    27 de Fevereiro de 2013 as 1:44

    É muito bem vinda a cooperação com o Brasil. Mas a cooperação de maior envolvimento económico que leve à dinamização da agricultura,pescas e turismo. Cooperação que crie emprego, que ajude a combater a pobreza, não a cooperação “dá cá dinheiro”, para ficar tudo na mesma. A criação de ligação maritima com o Brasil deverá ser um dos eixos dessa cooperação.

  5. Jose Castro

    27 de Fevereiro de 2013 as 2:54

    Ela estava e dois passos de STP nao foi e so mais tarde e que vira. Vamos esperar para ver.

  6. Lévé-Léngué

    27 de Fevereiro de 2013 as 9:47

    Aí está uma das mais poderosa do mundo.
    Que esse simples acontecimento contribua também para elevar a auto-estima das mulheres das Ilhas de Nome Santo.
    Bem haja às maravilhosas mulheres de São Tomé e Príncipe!

  7. Tozinho

    27 de Fevereiro de 2013 as 12:25

    Ó Delfim Neves
    Prepara-te para dares a senhora Dilma explicação sobre as casas comerciais que andaste a comprarn leite podre, manteiga podre, carne podre, óleo podre etc.
    Explica também a ela, quem comprou o autocarro que veio junto
    com as mercadorias. Já que as autoridades judiciais estão todas politizadas, então explicas tu mesmo o que fizeste com os cinco milhões do povo brasileiro. Aproveita também para explicar quanto custou o Barco Príncipe, e quantos custaram os pequenos yates que vieram com o barco Príncipe, e que estão com os ex ministros do PCD.
    Esta é que é a Boa Governação.
    Assembleia que n
    ão se esqueça de incluir estes casos, quando for a procuradoria.
    Viva a Boa Governação

  8. Argenezio Antonio Vaz

    27 de Fevereiro de 2013 as 13:06

    Muito bem. Agora façam as contas de custos de viajens dos actuais derigentes e resultado das mesmas. Ai, criticam mas…

  9. STOP

    27 de Fevereiro de 2013 as 15:08

    Sr. José Castro, O seu comentário revela mesmo um pouco ou grande falta de conhecimento na diplomacia. Viagem de qualquer chefe de Estado ou mesmo primeiro-ministro tem regras. N~~ao compara as viagens fantasma que o PATRICE TROVOADA fazia.E quase todas as suas viagens era apenas do seu negócio pessoal, aproveitando as imunidades para entalar São Tomé e Príncipe em coisas ilicitas.

  10. Vane

    27 de Fevereiro de 2013 as 22:39

    Tomará que o presidente de STP esteja com um plano de negócios e possíveis parcerias para o desenvolvimento. Aproveitar a visita da Presidenta para ampliar a visão e se fazer notável.
    Falta amor e zelo no que diz respeito a tratar STP. Gestores públicos tem a incumbência de manter a boa ordem pública.

  11. Tchintchintcholò

    28 de Fevereiro de 2013 as 8:24

    Bela e poderosa,
    queremos que a Presidenta nos traga força, dinâmica e nos transmite a sua energia positiva para caminharmos firmes rumo ao desenvolvimento da nossa pequena mas maravilhosa pérola verde no meio do atlântico.

  12. inteligencia

    28 de Fevereiro de 2013 as 8:59

    Meus caros, não foi um compromisso mas sim uma intenção diplomática.
    Eu não quero ser pessimista, mas duvido que ela visite ainda neste ano o nosso país, estamos cá para ver.

    Temos muitos problemas para resolver internamente.
    Torna-se necessário resolvê-las para que o país possa dar um sinal de credibilidade.

    Os dirigentes têm que ser mais cautelosos na sua tomada de decisão. Se não vejamos:

    Caso Elsa Pinto

    1- Ela foi nomeada e empossada procuradora Geral da República
    2- Quinze dias depois ela foi demitida do cargo;
    3- Penso que o contrato é para 6 anos
    4- Ela não pediu a demissão
    5- o Governo e o Presidente da República não justificou a sua exoneração do cargo

    ESTE PROCESSO PODE CUSTAR ESTADO, SE ELA QUISER COM O PEDIDO DE INDEMNIZAÇÃO.

    Caso crise Parlamentar que arrasta há vários meses.

    1- O que as instituições democraticamente eleitas têm feito para acabar com esta crise?

    Meus senhores STP por não ser um país produtivo e não produzir riquezas para sustentar a sua economia, seu OGE, terá que ser muito cauteloso na sua tomada de decisão.
    Qualquer Estado organizado, com a sua política bem definida não coloca o seu dinheiro no sítio impróprio.

  13. falei

    28 de Fevereiro de 2013 as 11:34

    Verdade é simples. a politica dá nisso.

    Essa senhora foi e tem mente de revolucionária e liberal e o outro tem mente de déspota e ditador. No entanto, por serem representantes máximos dos seus respectivos estados ou nacoes, puderam ter um encontro cordial.

    E lá estao todos os fanáticos de estadistas politicos comentando no facebook com idolátria cega e banal, o encontro dos mesmos como se Deus, tivesse vindo á terra. haja paciencia!!!

  14. Janayna

    3 de Março de 2013 as 0:25

    Que a visita seja muito proveitosa p/ ambos…

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo