Sociedade

Equipa médica portuguesa realiza cirurgias no hospital Ayres de Menezes

Uma equipa de cirurgiões do hospital Santo António do Porto- Portugal, operou cerca de 15 pessoas que inicialmente só poderiam ser tratadas no estrangeiro, através da junta de saúde. A intervenção cirúrgica resolveu vários casos de hérnia e problemas de vesícula biliar. Os pacientes agradeceram a iniciativa do projecto “Saúde para Todos” da cooperação portuguesa. A maioria dos pacientes, convivia com a enfermidade há vários meses sem encontrar a nível nacional solução concreta para o problema.

    17 comentários

17 comentários

  1. tonga

    8 de Outubro de 2010 as 11:47

    obrigado pela vossa colaboraçao para o povo de s.tomé que quanto a min essas colaboarçoes sao sempre muito importante para nos porque nos bem precisamos de tudo que possa contribuir para o nosso bem e do pais embora haja quem nao reconheça e que se for preciso comentam a falar mal mas da minha parte muito obrigado portugal e todos os paises que nos queiram ajudar

  2. Matabala

    8 de Outubro de 2010 as 11:52

    Só temos mesmo que agradecer a estes médicos porque se dependesse de uns patrícios nossos, estas hérnias iriam chegar ao joelho…

  3. rapaz de riboque

    8 de Outubro de 2010 as 13:27

    amigo Matabala faço das tuas palavras e do tonga as minhas da minha parte muito obrigado pela colaboraçao e que haja mais iniciativas destas em outras coisas

  4. Zé Maria

    8 de Outubro de 2010 as 13:28

    Que seja bem vinda essa iniciativa!
    Vejamos a que ponto chegamos.
    Os portugueses têm que sair da sua terra para vir fazer o que deveria ser feito por nós mesmos.

    Trinta e cinco anos de independência sem a construção de pelo menos um Hospital. Herdamos todos dos portugueses, funcionando em bom estado e hoje temos apenas um e em péssimo estado de conservação e funcionamento.

    Os Hospitais de referência como Agostinho Neto, Monte Café e Água-Izé foram destruidos pelos sucessivos governos, principalmente do PCD e Miguel Trovoada.

    Hoje, estamos nessa situação. Desativaram tudo, corre rumores de venda e ninguém esclarece nada ao povo que vai passando seus dias de doença nessa “coisa” com nome de Hospital.

    Tantos ministros de saúde o país conheceu nos últimos 35 anos e nada fizeram, além de discursos.

    Os governos posteriores, envez de contornarem esse processo não fizeram.Mantiveram a péssima política.

    Somos hoje, um dos países mais dependentes de ajuda externa em todos os setores.

    Por isso, não somos respeitados. Países até como o Brasil fazem a troça da gente.

    Se não fosse Taiwan,Portugal, Espanha, Brasil e Suecia não sei o que seria do nosso povo santomense.

    Mesmo assim, ex ministros descarados enchem a boca pra dizer que foram ministros.!!!

  5. Cuidado

    8 de Outubro de 2010 as 14:30

    Há alguns doentes que estão sem serem operados porque tem medo do médido, isto é, medo da morte.

  6. santos e pecadores

    8 de Outubro de 2010 as 14:55

    “revisam”

  7. Colomba

    8 de Outubro de 2010 as 16:26

    Será bom e reconfortante para estes médicos, lerem palavras destas. Estou convencido que com reconhecimentos destes, estarão prontos a ajudar novamente gente sofrida que sabe agradecer o que lhes é feito. Por um STP melhor.

  8. ze cabra

    8 de Outubro de 2010 as 18:06

    da minha parte pessoal so tenho que agradecer esta ajuda e as proximas e fico bastante satisfeitos com esses comentarios de agradecimentos aos medicos que sairam do pais natal para nos auxiliar por isso as vezes fico iritado com alguns comentariosque algumas pessoas fazem em relaçao as noticias correntes nao devemos misturar as coisas nem julgar todos pelos males feitos por alguns cada caso é um casso cada pessoa é uma pessoa . Mais uma vez obrigado Portugal e tudo que sera para bem estamos de braços abertos para receber Sei tambem quatravez de um amigo meu em portugal AÇORES) que estao a juntar um grupo de amigos para angariar ajuda para as crianças do nosso pais mais necessitadas.

  9. 1+1 = 2 (Obaaaaa)

    8 de Outubro de 2010 as 21:40

    So rindo mesmo.
    Como é que ainda é possível em plena era em que estamos uma cirurgia ser motivo de noticia? Os de direito não vêm isso não? ainda não viram que existe necessidade de apostar em ter um hospital que faça cirurgia todos os dias em condições e deixe de ser noticia para o povo?
    Mas o que fizemos para merecermos isso?
    Pense pelo menos nisso. Nem que pra isso cada um traga a sua agua potável de casa ja que la não tem mas que as cirurgia deixem de ser uma noticia

  10. RS

    8 de Outubro de 2010 as 22:13

    35 anos! Quando é que acaba essa independência?

  11. Digno de Respeito

    9 de Outubro de 2010 as 1:15

    “Uma equipa de cirurgiões do hospital Santo António do Porto- Portugal, operou cerca de 15 pessoas que inicialmente só poderiam ser tratadas no estrangeiro, através da junta de saúde. A intervenção cirúrgica resolveu vários casos de hérnia e problemas de vesícula biliar.”

    Ainda assim, existem um mar de comentários indesejáveis que simplesmente desencorajam o bom senso dos portugueses e outros a favor do nosso STP.

    Tal como referi num dos meus comentários anteriores “vidjá n’guê, sá lumon dê”. Por isso continuo a aconselhar aos cibernautas (alguns) santomenses, devemos pensar antes de dizer ou fazer porque nunca devemos cuspir no prato que comemos. Esta acção é mais uma prova de o “ódio” e o “rancor” não nos leva a lado nenhum e ninguém é capaz de viver “iper si”.

    Entretanto, entendo que já é tempo da médica santomense e afins se organizarem por Classe no sentido de criarem a Ordem dos médicos e especialistas (se é que existe) nacionais com o propósito de ajudar o desenvolvimento do sector de “SAÚDE PARA TODOS” os santomenses e os demais necessitados.

    Acredito que os médicos santomenses que se encontram de serviço fora do País teriam a primasia de cooperarem no projecto futuro em STP (nem que fosse em situações periódicas). Acho trata-se apenas de “vontades”, diálogo, subteleza, humildade e delicadesa entre os irmãos (dentro e fora). Parece-me que temos inclusivé directores clínicos …, …

    Benvinda a ajuda portuguesa e todas as outras que sejam de louvar.

  12. zeca diabo

    10 de Outubro de 2010 as 10:07

    ja se esperava que alguem em vez de agradecer criticava mas nao faz mal criticar é sinal que alguma coisa fpoi feita da minha parte muito obrigada pelo que foi feito por estes medicos e que haja mais iniciativas destas obrigado portugal e aos portugueses de boa fe nao liguem por favor algumas crticas de alguns inocentes

  13. SUBÁ

    10 de Outubro de 2010 as 11:40

    Obrigado mais uma vez, os medicos portugueses.
    São dessas iniciativas que o país precisa.
    Mas também temos que reconhecer que não podemos viver dessas ajudas todo o tempo, precisamos sim de criar condições para resolver casos desses.
    Bem haja.

  14. zeca diabo

    10 de Outubro de 2010 as 17:05

    mas enquanto nao as coisas nao estiverem tudo bem encaninhado acho que devemos agradecer como a maioria dos comentadores fizeram os que criticaram é porque nem eles nem as familias precisaram quem sabe se amanha podem precisar nao podemos dizer desta agua nao beberei porque hoje o meu vizinho amanha pode ser eu ou alguem proximo de mim mas é bom crticar também é bom haver crticos porque senao nao tinhamos palhaços no pais

  15. Osama bin Laden

    11 de Outubro de 2010 as 16:07

    São-tomense, nasceu pedinte e vai morrer pedinte.

    Viva o peditório

  16. lisboa

    11 de Outubro de 2010 as 20:25

    queria mandar um grande abraço as nossas meninas que estao ai no projecto tia no hospital central AYRES DE MENEZES que façam tudo de bom e do melhor para essas crianças inocentes embora amanha venham alguém crticar ou falar mal do projecto mas as criticas também fazem parte da sociedade e temos que respeitar os criticos e as suas ideias embora por vezes nao sejem as melhores mas cada cabeça sua sentença quem somos nós para impormos as ideias dos outros força meninas deem todo amor e carinho as crianças idosos e aos necessitados e nao dem ouvidos as criticas que venham a surjir

  17. De Longe

    11 de Outubro de 2010 as 21:24

    Como filho de STP, nunca me esqueço de o que aprendi com aquelas velhinhas de que muito gostávamos: a beleza do agradecimento.
    Por isso, à equipa de cirugiões do hospital de Santo António do Porto que se dedicou ao bem-estar das pessoas da minha terra, MUITO OBRIGADO. Os meus agradecimentos estendem-se também a todas as pessoas de diferentes nações que se interessem pelo bem dos são-tomenses.

    Aos são-tomenses:
    VAMOS MUDAR ISSO!
    Vamos apoiar os nossos governantes sem nos importarmos com a cor partidária. Se quisermos no governo aqueles que satisfaçam só as nossas vontades pessoais sem nos preocuparmos com a construção do país, podemos comer bem á custa do povo enquanto eles lá estiverem. Quando houver mudança regressamos à miséria de um país que nunca foi construído. Por isso repito:
    VAMOS AJUDAR OS GOVERNANTES A CONSTRUIR A NOSSA NAÇÃO.
    E
    VAMOS APRENDER A EXIGIR DOS GOVERNANTES O RESPEITO PELAS NOSSAS CAUSAS.
    De Longe

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo