Delegação de São Tomé e Príncipe aos jogos olímpicos de Pequim tem 12 membros dos quais apenas 3 são atletas

Publicado em 07 Ago 2008
Comentários; fechado

 presid-costp.JPGA delegação são-tomense que deixou Portugal esta quarta-feira para participar nos jogos olímpicos de Pequim, conta com três atletas que vão representar o arquipélago em apenas 2 modalidades desportivas, nomeadamente a canoagem e o atletismo. Os atletas que terminaram a fase de preparação nos centros de estágios de Portugal, são também orientados por técnicos portugueses que vão estar presentes nos jogos olímpicos com a bandeira de São Tomé e Príncipe no peito.

Os três atletas prometem dignificar o nome do arquipélago na China Popular, país que pelo que o Téla Nón apurou convidou altos dirigentes do estado são-tomense a marcar presença nos jogos olímpicos.

 

A República da China Popular que não tem relações diplomáticas com São Tomé e Príncipe há mais de 10 anos por causa do reconhecimento de Taiwan por parte do arquipélago, terá convidado altos dirigentes do estado são-tomense para marcar presença nos jogos olímpicos. Téla Nón ainda não conhece a lista completa da delegação nacional, mas o facto de ser tão extensa, poderá confirmar o convite chinês para algumas individualidades são-tomenses.

No total de 12 membros da delegação são-tomense apenas 3 são atletas, nomeadamente Celma da Graça e Maiel Almeida na modalidade de atletismo e Alcino Vaz representante nacional na modalidade de canoagem.

Para melhorar as marcas nacionais do remo, e após  conquista da medalha de bronze no campeonato africano de canoagem que decorreu no Quénia, Alcino Vaz,  estagiou durante 30 dias no centro de alto rendimento de Monte Mouro Velho em Portugal. Todo tempo treinou junto com os atletas olímpicos de Portugal.

Alcino Vaz, vai participar em Pequim nas competições de 500 e 1000 metros em canoagem. O atleta não ambiciona subir ao pódio apenas quer dignificar o nome de São Tomé e Príncipe nesta que é a mais importante competição desportiva mundial.

Velocidade e maratona são duas disciplinas do atletismo, em que São Tomé e Príncipe marca presença nos jogos olímpicos de Pequim. O estádio do Jamor em Portugal, foi nos últimos tempos palco da preparação dos atletas são-tomenses.

Celma da Graça que será a porta bandeira nacional, defende as cores do arquipélago,  na corrida dos 5 mil metros, enquanto que Maiel de Almeida fcorre nos 400 metros,.

Ambos atletas treinaram em Portugal. Pelo menos 2 treinadores portuguses, vão acompanhar os atletas são-tomenses nas olimpíadas chinesas.

Abel Veiga