General das Forças Armadas do gabão detido por causa de uma alegada tentativa de golpe de estado

Publicado em 02 Nov 2009
Comentários; fechado

bandeira-gabao.jpgO General  Jean-Philippe Ntumpa Lebani, que desde Dezembro do ano passado dirigia o conselho nacional de segurança do Gabão, foi detido desde 1 de Outubro último, noticia a Agência France Press, tendo como fonte o jornal gabonês Echos du Nord. Segundo o jornal do Gabão, o general está detido na cadeia central de Libreville, e sem culpa formada. Segundo a AFP, rumores de golpe de estado, tornaram-se mais intensos no Gabão após a morte do Presidente Oumar Bongo.

Mistério envolve a detenção do General Jean-Philippe Ntumpa Lebani. Segundo a AFP, contacto sobre o caso o antigo ministro da defesa do Gabão, Jean-François Ndondisse tratar-se de uma questão de segredo militar, não tendo por isso avançado qualquer pormenor sobre a detenção.

A Agência France Press, realça que uma fonte próxima do governo, garantiu na última semana que a investigação em curso que levou a detenção do general tem a ver com uma tentativa de golpe de estado. A AFP, acrescenta que rumores sobre alegada preparação de golpe de estado tornaram-se mais intensos no Gabão desde o ano passado, sobretudo após as notícias que davam conta que o antigo chefe de Estado não gozava de boa saúde.

A AFP, conclui que o general  Jean-Philippe Ntumpa Lebani, agora detido, conheceu importante ascensão na hierarquia militar gabonesa exactamente quando o actual Presidente da República e filho do defunto Presidente Oumar Bongo, era ministro da Defesa.

Enquanto isso, no dia 30 de Outubro último, o embaixador da França em Libreville, Jean Didier Roisin, reuniu-se com o Presidente Ali Bongo, para analisar o novo projecto de reforço da parceria militar entre os dois países.

Segundo a AFP, o projecto lançado pelo Presidente Francês, Nicolas Sarkozy, visa dinamizar a capacidade defensiva das forças armadas do Gabão.

Abel Veiga