Sétima reunião da Comissão Mista entre São Tomé e Príncipe e Angola marcada para Janeiro de 2010

Publicado em 19 Nov 2009
Comentários; fechado

sao-tome.jpgNa sétima sessão da comissão bilateral de cooperação, que terá lugar na capital são-tomense, São Tomé e Príncipe e Angola vão criar uma linha de crédito para financiar investimentos angolanos no arquipélago em parceria com operadores privados são-tomenses. A conclusão da reunião preparatória foi apresentada por Carlos Castro, porta voz do encontro.

Criação da linha de crédito para fomentar o investimento angolano em São Tomé, é uma das conclusões da reunião técnica preparatória da Comissão Bilateral entre os dois países, que terminou esta semana em São Tomé.

A parte são-tomense definiu três projectos prioritários para absorção de financiamentos do governo angolano, nomeadamente a construção e apetrechamento de dois centros politécnicos e de duas escolas secundárias.

O financiamento angolano vai permitir também a construção de casas sociais em São Tomé e Príncipe. As equipas técnicas não anunciaram o valor do financiamento a ser disponibilizado por Angola para realização dos projectos.

A última palavra será dada pelos dois governos na comissão bilateral em Janeiro de 2010.

No que concerne a exploração de petróleo em São Tomé e Príncipe, Angola tem sido considerado pelo governo são-tomense como parceiro estratégico. A parte Angolana prometeu continuar a prestar assessoria e consultoria jurídica a São Tomé e Príncipe, na análise e negociação de contratos petrolíferos.

O instituto angolano de petróleo, que nos últimos anos formou dezenas de quadros são-tomenses, continuará segundo, a parte angolana de portas abertas para receber mais estudantes do arquipélago.

São Tomé e Príncipe quer aproveitar ao máximo a experiência angolana na gestão dos recursos petrolíferos, por isso as equipas técnicas dos dois países, decidiram submeter aos governos uma proposta de formação contínua dos quadros da Agência são-tomense de Petróleo, em Angola.

Assinatura de acordo de transporte marítimo, é outra matéria que está na agenda da cooperação bilateral. Os dois países, pretendem também estabelecer parcerias para captura e comércio de pescado nas águas territoriais são-tomenses.

Projectos de cooperação que deverão receber luz verde dos governos, são-tomense e angolano em Janeiro de 2010.