Sociedade

Incêndio em Água-Porca desaloja 3 famílias

Um incêndio em Água-Porca destruiu completamente a casa de três famílias. A habitação de dois pisos ficou reduzida à cinzas, sendo que o 1º piso sofreu mais danos. Os bombeiros não conseguiram fazer salvar os bens das vítimas. Duas das famílias encontravam-se por perto e testemunharam o início do incêndio.

Cailza Barreiro, uma das vítimas desta tragédia, disse que deixou os seus filhos em casa e estava em casa de um primo, quando foi surpreendida pelos gritos de outra prima sua avisando que a sua casa estava a arder. “Encontrei a maior parte da casa coberta de fogo. Liguei para o meu homem, para ele chamar os bombeiros. Mas ele disse que os bombeiros mandaram-nos esperar. Quando os bombeiros apareceram a casa já estava  toda queimada” – relatou a vítima.

Dentro da casa estavam 2 crianças: uma de 4 anos e outra de 2, que foram socorridas por um vizinho. Os moradores estão convencidos de que se tratou de incêndio de origem criminosa. Segundo eles não havia energia ou outra fonte possível que pudesse desencadear o incêndio e acusam um membro da família.

Eu estou desconfiada que foi ele porque sempre ameaçou que ia pôr fogo na moça se ela não casasse com ele. E a minha filha disse que viu fogo só no cortinado da janela” – acrescentou Cailza Barreiro.

As famílias desalojadas estão agora dependentes da ajuda social.

Katya Aragão

Recentemente

Topo