Sociedade

STP-Airways lançou voo de ligação entre as ilhas de São Tomé e do Príncipe e no dia 29 de Julho inaugura o voo entre São Tomé e Angola

O primeiro  stp_airways_complete_logo-1.pngvoo inter-ilhas da companhia de bandeira nacional, STP-Airways, foi realizado no dia 20 de Junho último. Um aparelho de 18 lugares, veio reforçar a ligação aérea entre São Tomé e Príncipe, aumentando para 3 o número de voos semanais. A direcção da STP-Airways, garantiu ao Téla Nón, a abertura da ligação entre São Tomé e Luanda já no próximo dia 29.

A STP-Airways, cumpre assim a sua missão de ligação aérea entre as ilhas de São Tomé e Príncipe. A empresa de bandeira nacional faz doravante um voo semanal entre as ilhas. Para isso fretou um avião Dornier-228, que assegura a ligação doméstica.

Uma solução alternativa, diz a direcção da STP-Airways, até que a empresa chegue a acordo com outros parceiros para contratação de uma aeronave de maior porte,  como havia anunciado em Janeiro passado o director das relações públicas, José Caetano Pestana.

A STP-Airways, manifesta-se determinada em promover o turismo em São Tomé e Príncipe, através do aumento do fluxo de transporte de pessoas para o arquipélago e deste para a Europa. Uma estratégia que inclui a potência económica da região do golfo da Guiné, Angola.

Por isso mesmo, a partir de 29 de Julho a companhia de bandeira são-tomense estende as suas asas até Luanda, capital Angolana.

O apareb757-tfk.jpglho Boeing 757 que semanalmente liga Lisboa – São Tomé e vice-versa, passa a partir de 29 de Julho a fazer um ping pong aéreo, ou seja, parte de Lisboa rumo a São Tomé, depois segue para Luanda. No regresso decola de Luanda, pousa em São Tomé e de seguida parte para Lisboa.

Segundo a Direcção da STP-Airways a abertura da ligação directa com a capital angolana, enquadra-se numa estratégia de promoção de voos sub-regionais. A atracção do mercado turístico de Angola para São Tomé e Príncipe, é um dos principais objectivos da estratégia da companhia aérea são-tomense.

Nos últimos 34 anos, ou seja, desde a  independência nacional que a ligação aérea entre o arquipélago e Angola é assegurada apenas pela TAAG. O acordo de reciprocidade do tragefo aéreo entre os dois países, é a pista que a STP-Airways aproveitou para sobrevoar Luanda.

Tarifas concorrências, vão marcar as acções da STP-Airways a partir de 29 de Julho. A companhia pretende aumentar o número de voos da Europa para São Tomé e vice-versa, numa campanha que vai dominar o verão 2009.

Abel Veiga

Recentemente

Topo