Sociedade

Fogo da independência ainda arde no centro da Praça da Independência

A chama da Pátria, que este ano percorreu todo o país, chegou na noite de 11 de Julho a Praça da Independência no centro da capital São-tomense. Desde a última semana que a tocha de fogo que anuncia a independência nacional saiu da ilha do Príncipe. Entrou pela ilha de São Tomé, percorreu distrito a distrito e repousou no distrito histórico, Mé Zochi, de onde saiu na noite de 11 de Julho para iluminar a cidade capital anunciando que o país já tem 34 anos de idade. Desde Julho de 1976 que a chama da pátria vinha fazendo um e único percurso. Partia de Batepá, uma das localidades históricas de Mé-Zochi, em direcção a praça da independência. Este ano a mudança da rota permitiu aos habitantes de todo o país, sentir o calor da tocha ardente. Mé-Zochi, pela sua história de resistência e combate contra a dominação colonial, voltou a ser o ponto de partida da corrida pedestre que junta dezenas de pessoas, até o centro da capital, numa manifestação de orgulho de ser são-tomense e de amor a nossa terra(Téla Nón).

Recentemente

Topo