Destaques

Bebé nascido em Bombaim já recebeu assistência clínica  

Algumas horas depois do Téla Nón ter noticiado o parto da senhora Luísa Baptista(na foto) na Roça Bombaim sem qualquer assistência médica, o Centro de Saúde da cidade da Trindade reagiu de imediato, e foi levar cuidados clínicos a recém-nascida, pois trata-se de uma menina.

A bebé que a semelhança de outras crianças da roça, nasceu sem assistência médica, recebeu os primeiros tratamentos a base de folhas. O umbigo foi cortado com uma lâmina de uso caseiro.

pais bombaimApós a notícia dada pelo Téla Nón na manhã de sexta – feira, uma equipa de enfermeiros do centro de saúde da cidade da Trindade, chegou a Bombaim na tarde de sexta – feira, para tratar da criança. «As enfermeiras vieram, pesaram a minha filha, vacinaram-na, fizeram curativo ao umbigo, e também fizeram o boletim de saúde infantil, para seguir o seu crescimento», afirmou Luísa Baptista na entrevista concedida ao Téla Nón a porta da sua casa em Bombaim na tarde de sábado.

Segundo a mãe, dentro de uma semana, a menina volta a ser seguida pelo pessoal clínico do centro de saúde da cidade da Trindade.

Abel Veiga

    7 comentários

7 comentários

  1. Miki

    28 de Junho de 2015 as 0:22

    Não é preciso vacinar bebes tao cedo.

    • Diogo

      28 de Junho de 2015 as 15:35

      Caro Miki a vacina contra a Hepatite B deve ser feita nas primeiras 24 horas de vida.

      • Miki

        30 de Junho de 2015 as 6:41

        Obrigado Diogo, mais isso nao e a verdade. Muitos paises comecam vacinar bebes a os tres meses, para deixar o organismo do bebe desenvolver su propria imunidad natural. Faz uma pesquisa no internet.

      • Miki

        30 de Junho de 2015 as 10:42

        Explica isso se faz favor.

  2. ANCA

    29 de Junho de 2015 as 0:28

    Desperta a tua consciência caro concidadão.

    Negro, Bairro Negro, Bairro Negro…

    Onde não há pão, não há sossego…

    Está é uma letra da canção da Portuguesa Marisa, nascida e criada em Moçambique, País irmão.

    De nada adianta vir aqui criticar, partido A ou B, individuo cidadão SãoTomense A ou B, todos somos culpados, quando somente critica-mos e jamais apontados direção ou sugestão de melhorias.
    Nada fazemos para melhorar. Há gente que sabe que o vizinho irmão SãoTomense está com fome na miséria, os filhos com fome e na miséria, a filha está no mau caminho, que as nossas crianças são violadas e estrupadas, jovens adultos e idosos, com poucas condições, prefere meter a cabeça na areia e esconder, acusar que o problema é de este ou daquele, nada faz…

    Como diz a letra acima

    Assim também diz o ditado SãoTomense

    Com o trabalho é que temos pão, temos que trabalhar arduamente, temos que ser mais unidos e disciplinados.

    Tu ai, sim tu ai… que estás sentado e que acabaste de ler;

    Faz este exercício de abstração e reflecção…

    Olha para a imensidão do Céu… sim lá por detrás da nuvens, coloca-te num ponto lá no Céu e observa, olha para ti mesmo, neste momento, … qual é a tua dimensão, és menos que um grão de areia, vives, somente sessenta ou cinquenta anos em média…Por detrás do Céu azul, há um espaço duma imensidão infinita… o Universo onde os Americanos Russos Chineses e Europeus te observam e andam a procura de outros planetas e recursos.

    Criticas todos dias o teu País, mas nada fazes para o melhorar.

    Procura na internet a fotografia do mapa do mundo, tenta encontrar e observar o teu País em relação aos outros países e continentes o que vês no mapa?, somente um ponto… agora compara as tuas atitudes, de arrogante, de preguiçoso, de invejoso, de mulherengo, etc, etc… quanto tempo vives na Terra?…

    Dizes que outros países são avançados… o que fazes pelo teu.

    A ti, Abel Veiga meus parabéns.

    Lá onde tiver miséria fome, falta de condições, faz manchete.Pois jamais é enterrando a cabeça na areia que vamos vencer a pobreza e miséria pelo contrário assumindo as nossas, responsabilidades.

    São Tomé e Príncipe é um País pobre, com poucos recursos financeiros, ou seja população produz pouco, gostamos pouco de produzir, trabalhar, criar e fazer algo, somos acomodados, esperamos tudo de Governos e Dirigentes… temos que exigir mais,de nós mesmos enquanto cidadãos, enquanto povo constituinte SãoTomense.

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

    Bem haja

  3. Soledade

    29 de Junho de 2015 as 6:54

    Ó caro comentador (a), fica sabendo que as vacinas são imprescindíveis na vida de um ser vivo. Contribuem para evitar muitas doenças que possam advir.

  4. seabra

    29 de Junho de 2015 as 11:25

    ???? Cadê a minha resposta sobre o comentário do Anca?

Deixe um comentário

Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo