Vídeos

Distribuição de apartamentos sociais em Guadalupe

MANIFESTO SOCIAL Nº 6/2021 Distribuição de apartamentos sociais em Guadalupe

O Observatório Transparência STP recebeu denúncias no seu portal em www.observatoriostp.org que dão conta que os apartamentos sociais que estão a ser construídos no âmbito do acordo assinado entre o anterior Governo e a República Popular da China em Guadalupe “já foram distribuídos para os mesmos de sempre, ou seja, para pessoas ligadas ao poder, nomeadamente figuras seniores do governo, da Câmara Distrital de Lobata, altos funcionários públicos e alguns privados privilegiados”.

Neste sentido, o Observatório Transparência STP questionou alguns residentes, que pediram o anonimato, dizendo que “não acreditam que esses apartamentos serão distribuídos para as famílias com mais carência”.

O Observatório Transparência STP reitera que o seu papel, enquanto iniciativa da Sociedade Civil é o de questionar, alertar e contribuir para a defesa da legalidade, dos direitos fundamentais dos cidadãos, da transparência e melhor comunicação por parte dos decisores públicos, cabendo a estes, no âmbito das suas responsabilidades e funções, tomar as decisões com vista a salvaguarda do interesse público e no estrito cumprimento das leis em vigor e das regras da democracia que fundamentam o nosso Estado. São Tomé, 10 de maio de 2021. Observatório Transparência STP + transparência > efetividade

    7 comentários

7 comentários

  1. Paulo Durães

    11 de Maio de 2021 as 9:41

    Para mudar uma sociedade é preciso mudar a mentalidade do Povo e não das elites!

    Os politiqueiros de STP continuam a fazer das suas e alguns cidadãos continuam a comer camiões de gelado com a testa.

  2. Lima

    11 de Maio de 2021 as 12:12

    O facto da vedacao ser alta nao deve ser comparada com o palacio do governo nem com o da assembleia nacional isso porque normalemente os murros dessas duas institucoes sao protegidos diria eu pelos militares que estao a volta dessas duas instituicoes impedindo dessa maneira a entrada de qualquer um e o assalto com o objetivo de roubos e mesmo de mortes.Penso eu que essa comparacao foi um erro.Ha ainda certos pontos que devem ser e podem ser debatidos.Mas por enquanto fico por ai.Pensando que na verdade muita gente precisa de habitacao sobretudo jovens casais com filhos.Visto o standing desses apartamentos sera que qualquer um é capaz de la viver sem degradacao ,sem que em pouco tempo todo esse luxo venha a desaparecer.Serao capazes de saber tratar?Eles sao dados esses apartamentos,ou sao vendidos?Havera um responsavel?Porque ,desculpem, , ha satomenses que teem a metalidade de:deram entao nao tem que ser tratado.Como é do estado ,entao pode ser destruido, o estado, vai construir um outro todo novo e a gente vai continuar a chorar.Na vetdade nao pode ser so, os da alta sociedade a serem os beneficiarios.Penso eu que pode ser uma mistura de classe social permitindo assim que tenhamos essa ideia que esse pais nao é so para aqueles que ja teem e que querem continuar a ter.Oh gente nao se esquecam que,so somos por volta de 200000.

  3. SANTOMÉ CU PLIXIMPE

    11 de Maio de 2021 as 14:25

    Vãoo..Vãoo,,,,vãoo,, Observar……..Credoooo…maais credoo VSC…..Desgraça esse observatorio,,, Instigadores do ódio como o vosso chefe fez e introduziu em STP..

  4. Matabala

    11 de Maio de 2021 as 15:39

    Qual a novidade? Ja todos sabiamos que ia ser assim. Camaradas não mudam. Pergunto como gente acreditou neles para votar em 2018. Crise na EMAE de novo, coisa não resolvem definitivamente, estrada da cidade para Neves ainda está a espera da obra mais de 6 meses e nada, Laboratórios para teste sem capacidade não podem aumentar voos para turismo, fezada com dinheiro covid em sabão e cabaz…enfim. sorte desses político de uma figa que povo só levanta machim de verdade para vizinho por causa de cacho de banana. ..se levantasse para eles lá na Assembleia não gozavam com povo tanto assim…

  5. Jorge D'Alva

    11 de Maio de 2021 as 20:31

    São sempre os mesmos
    Jorge Amado tomou casa social em Quilombo na cidade de S.Tomé e voltou a tomar outra casa social em Santana, ficando a beneficiar de 2 casas sociais. O atual Director da EMAE já possui mais de três casas suas privadas e beneficiou de mais um apartamento social em Almas, onde está fechada e só empresta chaves aos amigos para levarem vadias. A actual Directora da Pecuária e o marido têm mais do que 5 casas de alta gama, mas voltou a beneficiar de um apartamento social em Almas e encontra-se lá abandonado. O dito juiz Nicolau recebeu um apartamento social em Campo de Milho, vendeu para outra pessoa e não pagou ao Estado nem um tostão. Casos como estes temos dezenas. Basta ser militantes e amigos dos partidos no poder para ser elegível como beneficiário de casas.
    Seria bom que esta organização social que está a denunciar esta injustiça, promovesse um inquérito para conhecer os beneficiários de casas ditas sociais, para verem que 80% das pessoas beneficiárias não necessitavam destas casas para viverem, pois já tinham mais do que uma casa propria.
    Assim vai o nosso STP. Injustiça em tudo

  6. Anjo do Céu

    13 de Maio de 2021 as 10:24

    Espero que nao façam como os anos anteriores ke davam titulo na escalada da noite aos compadrios, familiares e amantes.
    Isto foi sempre um vicio das camaras e do instituto de Habitação.Por isso usam a vossa consciencia social nas seleções para que nao haja violações.
    Quem ja tem a sua Habitação nao deve ocupar porque a muita malta nova com cordas na garganta procurando um tecto pra viver e formar suas familias.Não sejam demasiado egoistas.Um bem haja

  7. SEMPRE AMIGO

    29 de Maio de 2021 as 9:48

    Li e reli angustiado o comentário feito pelo sr. Jorge D,ALVA. Desafio o Governo,na pessoa do sr. primeiro ministro,a instaurar ,sem mais delongas, um inquérito com a participação do Observatório Transparência STP,sobre as acusações feitas pelo sr. Jorge D,ALVA.Caso confirmadas, fazer justiça administrativa.Os resultados do inquérito e as eventuais medidas tomadas deverão ser publicitadas antes de 18 de Julho.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo