Cine Itinerante do Centro Cultural do Brasil animou norte de São Tomé

No último fim de semana, centenas de pessoas do distrito de Lembá, reencontraram com o cinema e o teatro. Uma iniciativa do Centro Cultural do Brasil em São Tomé em parceria com a Associação para o Desenvolvimento do Distrito de Lembá.

Neves, capital do distrito de Lembá foi no passado sábado, o palco da inauguração da edição do Cine Itinerante do Centro Cultural Brasil-São Tomé e Príncipe.

O Centro Cultural Brasil-São Tomé e Príncipe, que tem desenvolvido várias acções culturais na sua sede na capital são-tomense, com destaque para exibição d filmes infantis e não só decidiu descentralizar, as suas acções através do programa Cine Itinerante.

A região norte de São Tomé, por sinal uma das mais pobres do país, foi palco da inauguração do programa. Centenas de pessoas, crianças, jovens e adultos, não perderam a oportunidade de descobrir o cinema brasileiro e o teatro. «As expectativas foram mais que esperadas e tudo ocorreu com grande êxito e satisfação, pois a comunidade da região compareceu na actividade, crianças, jovens e adulto, tornando o evento um sucesso», explicou Leila Quaresma, directora do centro cultural Brasil-São Tomé e Príncipe.

Uma peça teatral brasileira adaptada por actores são-tomenses do grupo Fôlô Blagi, abriu o Cine Itinerante na Cidade de Neves. Tratou-se da peça “Faustino”, que segundo Leila Quaresma, é de autoria da escritora brasileira Eliane Ganen.

Depois foi a vez da exibição tão esperada, pelo público do norte de São Tomé. O filme “Didi – O Caçador de Tesouros”, com Renato Aragão e sob a direcção de Marcus Figueiredo.
O programa Cine Itinerante do Centro Cultural Brasil-São Tomé e Príncipe, pretende levar animação à outras comunidades isoladas do país.

O momento cultural que a população de Neves viveu no último sábado, foi preparado pelo Centro Cultural que une Brasil e São Tomé e Príncipe em parceria com a Associação para Desenvolvimento do Distrito de Lembá.

Abel Veiga

  1. img
    Lede di alame ça ua Responder

    So nao gistei….da exibicao do filme “didi”, porque nao optar por um filme de sao tome, pois a terra e nossa, e acho que temos filme que poderia ser passado; mesmo um teatro do grupo “buter”, velho mas didi tambem e velho.

    • img
      Amiga Responder

      A Embaixada do Brasil tem prestado um serviço inestmável ao público são-tomense. O país tem estado muito mais animado com as exposições, os filmes, os documentários, o acolhimento de lançamentos de livros e as palestras.

      Cooperação é isto.

      Saravá, Embaixada do Brasil e todo o seu empenhado quadro de pessoal.

    • img
      Lupuye Responder

      Pelo menos eles estao a fazer algo para animar a malta mais desfavorecida. Cuidado, “QUEM TUDO QUER TUDO PERDE”. A terra e nossa mas “os nossos” nao fazem grande coisa pelo seu povo. So sabem fazer por eles. Portanto saibamos agradecer em vez de criticar. Tomara que eles facam mais coisas do genero em varios cantos do pais. Obrigado CINE ITINERANTE

  2. img
    BB Responder

    E viva o povo brasilêro!!!

  3. img
    Vane Responder

    Parabéns pela a embaixada brasileira pela iniciativa, quem critica tem que oferecer algo melhor do que está sendo oferecido, caso contrário é melhor guardar o comentário pra si.
    Concordo com o Lupuye.

  4. img
    minus Responder

    pois é, assim vamos nós viver ao sabor da cultura brasileira… ó garotada tomem bastante atenção, afinal a Africa tem a grande predominância de absorver com incrível facilidade conceitos, ideias e culturas alheias, e verdade seja dita, vocês não querem mesmo saber como estará vossas vidas a Sociedade em geral, assim que os hábitos e costumes brasileiros se entranharem em vossos crânios! se toda vez que alguém fumasse um charro morresse na hora, acredito piamente que ninguém jamais voltaria a cometer tamanha estupidez de dar alguma baforada num cigarro, o mesmo poderá acontecer com os comentários banais inventados pra suplantar este, o lixo que se absorve da civilização brasileira pode ser defendido por pessoas bem intencionadas mas a realidade é cruel… o brasil é quase um paraíso seu povo é um amor de gente, então onde está o problema? … tomem bastante cuidado com a tela, cuidado com a tela, isto é, o monitor seja ele de TV ou PC, cuidado com esses tipos são corrosivos principalmente vindos do brasil! hoje é apenas teatro e cinema amanhã será A CASA DA MAE JOANA… creia!

Deixe um comentario

*