HOMENAGEM

              Há precisamente 35 anos, o país perdeu uma das vozes mais típicas (se não mesmo a mais típica) da música popular santomense, hoje julgo que em completo esquecimento:

HYDER ÍNDIA 

Eu que o conheci e convivi de perto com o cantor e com a família, dediquei-lhe na parte final duma palestra realizada já lá vão alguns anos na UCCLA, em Lisboa, sobre a nossa música popular, um texto de homenagem, que tenho em grande apreço e que me apraz agora reeditar:

“Falei-vos do país, da música e da cultura em geral. Agora quero falar-vos do homem que hoje homenageamos. Aquele a quem um dia alguém chamou “o homem da voz que é povo” – HYDER ÍNDIA, O CANTOR.

Demasiada presunção, dirão alguns, porque é tão grande o povo na sua heterogeneidade que voz nenhuma o poderá retratar em pleno.

Mas ele conseguia-o, naquele jeito simples de cantar e de encher a noite, ainda que sombria, com os sons mais inusitadamente belos que se poderá imaginar.

…E a noite recuperava do seu torpor, prenhe de som e de luz, como se os acordes da sua voz se imbuíssem do poder mágico de a percorrer e desventrar para, de seguida, se transmudar em temas vários, todos se relacionando com o povo e seus anseios: o amor, o ciúme, a solidariedade, o apelo à vida, a dolorosa frustração de uma ligação que chega ao fim.

A 3 de Dezembro de 1981, data do seu súbito desaparecimento, sumiu-se o homem e a voz, deixando impiedosamente órfãos os que identificavam esta última com múltiplos aspectos do modo de ser santomense.

Dezoito longos anos se passaram, muito tempo nessa curta caminhada que é a vida. Como que se esfumou a sua memória!

Mas sempre que num qualquer rio uma mulher cantar “Foça sá pêto” ou dos lábios de uma criança saírem os sons mágicos de “Noémia Contentá”, é ele que regressa do passado para nos entreter com a sua arte, como que pretendendo fazer perdurar o seu grande contributo à música popular, de que foi, sem dúvida, um dos maiores expoentes”.

Oxalá sirva para aliviar o esquecimento!

Albertino Bragança

                                                                                                          3 de Dezembro de 2016

Notícias relacionadas

  1. img
    Júlio Neto Responder

    Caro Albertino Bragança, merecida homenagem..! Um dia saudoso e de muita recordação, pois Hyder amou e foi amado, deixou saudade e para sempre será lembrado. São as memórias que santificam o acto de lembrar; pouco importa o lugar, se ela é ditada pelo coração, saudade causa a cada despedida uma morte; e a morte causa a cada encontro uma saudade. Honra a Hyder Índia – nosso lendário CANTOR!

  2. img
    Raposo Responder

    Nao tive a honra de conhecer esse majestoso cantor mas, as suas musicas perpetuam a sua existencia.Nobre ato do autor nesta homenagem, felicitacoes!

  3. img
    Mário Martins Responder

    Não poderia deixar de elogiar a iniciativa do estimado e glorioso professor Albertino Bragança. Mais uma vez o Sr. mostra que é um Homem atento com características especiais.
    De facto Hyde India foi e é uma das mais brilhantes figuras da nossa cultura. O homem vai e a sua obra estará sempre presente nos corações das sua gentes. Saudações!

  4. img
    Pompilio Mariano Responder

    Obrigado Dr pela homenagem a ilustre figura. Se não for pedir demais, gostaria que homenagens fossem prestadas aos que ainda estão em vida. Não so no quadrante musical mas em outras esferas da sociedade Santomense. Me Xinhó (massagista) Lavia, Esquerdinha, Buleiro, Sr. Agustinho enfermeiro, professores (explicadores) Eugénio de Assunção, Evaristo, Rosário na na ex companhia Sucata (chacara) e mais cujo os nomes não me escapam neste momento. Mais uma Obrigado Dr. Albertino Bragança.

  5. img
    3 Macucu Responder

    é para louvar essa ideias, mais nunca a cultura de STP pensou de fazer uma missa de recordaçao para esses grndes cantores como nocas Hyder India , Godinho,Constancio Xou de bulae Zequenxi,Mendes Sangazusa, Mrio Teixeira,Quintino de Mindelo, Carlos Santos de PRincipe,os grandes cantores de coimbranova,tridadensse,socopé linda estrela que quase perderam muitos no acidente, e varios varios muitas saudades muito obrigado senhor Albertino Bragança faz eles lembrarem desse que deu muito xou em STP

Deixe um comentario

*