00 239 - 9906263 contact@telanon.info

Get Adobe Flash player

Francisco Carvalho do Andorinha para Encarnação Olivais de Portugal

Aos 22 anos o defesa central Francisco Carvalho vai vestir a camisola do Encarnação Olivais na temporada 2011/2012. Natural de Água Grande tem 1.80 cm, mostrou talento a jogar pelo Sporting de São Tomé e pelo Andorinha e em Portugal já representou o Real Massamá e está no Encarnação Olivais onde alimenta um sonho.

“Tenho um sonho de jogar com a camisola da minha selecção” declarou o futebolista na entrevista dada a Vasco Antão. Colaborador do Téla Nón em Portugal.

Vasco Antão


Francisco como começaste a jogar futebol. Fala me do teu percurso neste desporto?
Comecei a jogar futebol desde muito cedo, passei pelo Santa Margarida e depois fui a Escola de Futebol de São Tomé e Príncipe. Nessa altura o mister Gustavo Clemente levou-me a mim e a outros colegas de equipa para Sporting Clube de São Tomé, e na mesma época fui lançado na formação do Andorinha na 1 divisão nacional.

Quais foram os melhores momentos que já tiveste?

Todos os clubes me marcaram e passei bons momentos em todos. Quer na Escola de Futebol e nos outros clube que passei como por exemplo Sporting de São Tomé e no Andorinha em São Tomé e Príncipe e em Portugal no Real Massamá e ADCEO (Encarnação Olivais) que estou a jogar agora por um bom momento, todos eles me marcaram porque em todos passeis bons momentos.

Vais voltar a ser jogador da Encarnação Olivais na próxima temporada? Quais os teus objectivos?

Sim vou voltar a ser jogador do ADCEO (Encarnação Olivais) esta temporada 2011/2012. O primeiro objectivo já está comprido que foi subida de divisão e fomos campeões. Para esta temporada vamos fazer o melhor possível e se conseguirmos subir de divisão era excelente. Sabemos que vai ser difícil, mais com força e dedicação vamos alcançamos o nosso objectivo.

Como surgir esta possibilidade de ires para o Encarnação Olivais?

Em Portugal, com a ajuda do Mister Gustavo Clemente e do Sr. Vasco Antão, que por sua vez, me ajudou imenso, consegui fazer treinos de captação num clube da 1ª divisão distrital na Encarnação onde tudo corre às mil maravilhas. Fui recebido com agrado, espero na próxima época estreiar-me com a camisola da Encarnação. Uma vez que estão ser tratada a minha documentação para poder ser inscrito. O desafio mesmo sendo difícil, procurarei de certa forma superá-lo, dando sempre o meu melhor.

Como decorreu a tua adaptação nos treinos de captação?

A minha adaptação foi o mais fácil que eu pensava, por acaso os meus colegas de equipa são muitos amigos e receberam me de braços abertos e assim foi mais fácil a minha adaptação.

Até onde pretendes chegar no futebol?

Com a nossa subida de divisão os meus sonhos no futebol cresceram e pretendo chegar ao alto nível. E acreditar que sou capaz, que tenho capacidade para chegar lá.

O futebol é uma paixão?

O futebol é uma paixão desde menino nos meus tempos em São Tomé e Príncipe, onde mesmo com todas as dificuldades, nós jogávamos a modalidade que gostamos. Com força e vontade e dedicação vou realizar essa paixão que nunca desiste dela.

Continuas a acompanhar o futebol e o desporto em em ST Príncipe?

Nem sempre mais acompanho uma vez a outra através das informações do mister Gustavo Clemente.

O que consideras que falta para melhorar o futebol em ST Príncipe?

Falta investimentos, Porque talento lá existe,  só falta oportunidades às pessoas certas.

Gostarias de ser convocado para a selecção de futebol ST Príncipe?

Gostaria muito, um dia poder representar a selecção do meu país. Lutarei sempre para um dia por realizar esse sonho que trago comigo de jogar com a camisola de meus pais vestida. Trago boas recordações de São Tomé e Príncipe que nunca esquecerei.
Acompanhas o evoluir do teu pai em termos económicos?

Acompanho muito pouco, mas mesmo assim o que sei acompanho através de Tela Non que é um veiculo que nos traz as noticias da nossa terra maravilhosa.


Sentes saudades da tua terra?

Sinto muitas saudades dos bons momentos que passei lá e espero lá voltar.

Aonde mora a tua família em ST príncipe?

Os meus familiares moram em Madalena distrito de Mé-zochi.

Deixa uma última palavra ao povo santomense?

Espero lá voltar, para matar as saudades dos meus familiares e amigos e retribuir todo o carinho que recebi durante o tempo que joguei em São Tomé e Principe. É mais que um motivo suficiente, para vos considerar a todos os santomenses muito importantes na minha vida. Por isso, tomo a liberdade de vos lembrar, que cada um de vós o cupão um lugar no meu coração, vocês são a minha inspiração se um dia lá voltar espera vos dar muita alegria no futebol. Um abraço a todos os São Tomenses.

  1. img
    Buzio sem pena Responder

    obrigado e muita força

  2. img
    carvalho Responder

    obrigado

  3. img
    Estudante Responder

    ÉS talentoso o suficiente …………
    e vais chegar lá FORÇA

  4. img
    carvalho Responder

    obrigado mano pela força

  5. img
    MARTINHO PONTES Responder

    Desejo-te muito sorte.Espero que alcances os teus objectivos.
    Abraço.

  6. img
    carvalho Responder

    Muito obrigado meu compadre

  7. img
    NEY TRINTA Responder

    olha CARVALHO não te preocupes porque deus diz “põe a mão e eu te ajudo” ja posses-te a mão em mostrar o teu talento e deus te ajudará a concretizar o teu sonho. FORÇA AI MANO!!

  8. img
    chidinho bolacha( marcos lima) Responder

    olha mano eu sei como é k as coisas aki sao e ja passei por muitas deficulidade e tu sabes pork treinamos juntos, e o k eu te digo mo mano va em frete e acaba com os gajos arrasa pork tens futuro lol ,.,.,.,

  9. img
    Responder

    Força mano e que esse ano tudo de certo pra ti

  10. img
    Mohammad Responder

    Corrida e esfore7o, ne3o e9 por isso que o futsal ou a eqiupa B ou os mifados vencem jogos. Vencem porque se3o competentes e foram ensinados com competeancia.Ne3o me entendas mal, he1 jogadores com manifesta falta de atitude (Elias). Contudo esse ne3o e9 o problema do Sporting na eqiupa A. Os problemas comee7aram na escolha dos treinadores por parte de GL e continuaram na incompeteancia destes. Aos jogadores cabe uma pequena fatia, a culpa tem de ser focada na incompeteancia dos te9cnicos e, por inereancia, em GL. GL e9 o grande culpado pelas derrotas da eqiupa. Ele joga? Ne3o. Ele treina? Ne3o. Mas e9 ele que escolhe quem treina! E, manifestamente, escolheu mal, muito mal.Curiosamente os jogadores mais esfore7ados do Sporting se3o os que pior jogam como e9 o caso do sofredvel Gelson e do velocista Capel. Jogador que correm muito mas invariavelmente mal. Je1 os melhores normalmente se3o os menos expostos aos treinadores (SP/FV) como e9 o caso de Dier ou Esgaio. O problema do Sporting continuare1 enquanto ne3o houver competeancia na e1rea te9cnica. Isto independentemente de muito ou pouco esfore7o. Cabe ao Presidente escolher as pessoas para levar o futebol a bom porto. FV ne3o parece ser a resposta se bem que Jesualdo Ferreira podere1 ser a coisa mais lfacida que GL fez em ano e meio de sofredvel mandato.

Deixe um comentario

*