Desporto

Curso para treinadores de futebol jovem capacita 31 técnicos são-tomenses

A Federação Santomense de Futebol organizou nos passados dias 26, 27 e 28 de Julho um curso para treinadores de jovens futebolistas que capacitou trinta e um técnicos são-tomenses para o ensino do futebol.

Ministrado pelo técnico português Diogo Calado o curso repartiu-se em sessões teóricas na Academia Nacional de Futebol e sessões práticas no Estádio Nacional 12 de Julho a que acorreram treinadores de toda a ilha de São Tomé que agora se encontram habilitados a treinar futebolistas dos escalões jovens.

Este curso ocorreu numa altura em que a federação liderada pelo Tenente-Coronel Idalécio Pachire perspectiva o recomeço das competições de futebol jovem para breve.

Os novos treinadores habilitados são:

Adelino António (Changra)

Agostinho da Graça (Correia)

Alcides Lopes “Barcelona” (Marítimo de Micoló)

Amarílio Carneiro

Andalyo Paris (SC São Tomé)

Arménio Ceita (Diogo Simão)

Assangolê Sousa

Charles Ramos (Desportivo de Palmar)

Daniel Ching-Fong (CD Boa-Morte)

Derilson Neves “Avô”

Edliley Viegas (FC Conde)

Eurico Tavares (UDESCAI – Água-Izé)

Eurico Veloso (CD Boa-Morte)

Gilmar Almeida (FC Aliança Nacional – Pantufo)

Guilherme Managem (GD Cruz Vermelha – Almeirim)

Hailé d’Almeida (Andorinha SC)

Herlander Francisco

Idalécio Costa (Oriental FC Caixão Grande)

Idalécio Miguel (Folha Fede)

José Correia (Vitória de Riboque)

José Filomeno da Costa (UDESCAI – Água-Izé)

Kilú Bragança (Pinheira)

Mário Pedroso (Santana FC)

Miguel Angel

Onofre Pires Neto (Capela)

Pascoal Cravid (Porto Alegre)

Sidney Santos (Fruta-Fruta)

Yuri Anderson (6 de Setembro)

Anita Miguel (SC São Tomé)

Brice Monteiro

Ingrácio Santos

    4 comentários

4 comentários

  1. Amigo!

    2 de Agosto de 2011 as 15:56

    Gostei dessa notícia pela transparência em tornar público os nomes dos participantes. Que essa atitude tb se extenda ao Ministério da Educação em todos os tornar público a lista dos estudantes beneficiários de bolsa de estudos. Isso já seria um bom e grande gesto para com a nossa democracia. Sei que os pais e seus filhinhos não gostam de ver os seus nomes tornar público quanto a bolsas de estudos. Mas porque não? Têm medo que o povo não fique a saber?

    Justiça meus senhores! Justiça!
    Tema para debate…!

  2. Banho

    2 de Agosto de 2011 as 16:35

    Fogo tanta ma fe, nenhum jovem de Principe foi convidado para esse curso, credo pais que estamos a construir.. Agora ja dou razao ao pessoal do Principe quando critica a falta de consideracao que reina a ST e relacao ao Principe… Credo o Pais chama se STP…

  3. nilton carvalho

    2 de Agosto de 2011 as 20:10

    mais uma vez a cometiva da ilha do principe ficou de fora.que malvades,que crueldade.

  4. Maceo

    2 de Agosto de 2011 as 22:57

    Um grande abraço Avô… espero que tenhas tanto sucesso como quando jogador
    . Abraço Maceo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo