Desporto

São Tomé e Príncipe 0 – Congo Brazaville – 5

A Selecção Nacional de Futebol perdeu esta tarde em casa diante da selecção da República do Congo por 5-0. Uma derrota que praticamente afasta o país da fase de apuramento para o mundial de futebol no Brasil.

Mal o árbitro apitou para o início do jogo da primeira mão da eliminatória para o mundial de 2014, São Tomé e Príncipe começou a perder em casa com a República do Congo. Golo de Moussilou, número 10 da selecção do Congo.

4 minutos depois, a selecção do Congo bisou. Desta vez por Douniaama. Aos 27 minutos foi Malonga, aumentar a vantagem. 3 zero, fechou a primeira parte do jogo.

O segundo tempo, trouxe mais golos para a selecção do Congo brazaville. Aos 9 minutos da segunda parte, o avançado Oniangue marcou o quatro zero. Aos 20 minutos da segunda parte, a selecção são-tomense conseguiu criar perigo junto a baliza contrária. Penalte mal executado, pelo médio atacante ibraim, ajudou a baixar a moral da selecção nacional que aos 73 minutos do jogo viu o número 7 do Congo, Ewolo, fechar o resultado final, 5 – 0

Na próxima terça – feira, São Tomé e Príncipe joga em Brazaville, ou seja na casa do adversário, a segunda mão da eliminatória para o mundial 2014.

Abel Veiga

    48 comentários

48 comentários

  1. zé pedro

    11 de Novembro de 2011 as 17:27

    Apesar de ser são-tomense devemos reconhecer que não tinhamos minima hipotese a que continuar a trabalhar no futuro …. Força São Tomé e Príncipe

    • cumade

      14 de Novembro de 2011 as 7:47

      5 a 0 foi pouco. Eu, sinceramente, pensava num capote maior por volta de 11 ou 12 a 0. STP jogou bem, infelizmente o primeiro golo descontrolou os jogadores.
      Os decisores do estado devem empenhar-se mais na promocao do desporto nacional.Ha varias formas de fazer isto. Necessario se torna tracar uma politica de patrocinio do desporto nacional. Um simples exemplo: STP estao rodeados de mar e ha muita gente que nao sabe nadar e nem sequer existe aulas de natacao no pais.E preciso muito investimento para termos aulas de natacao? Muitos quadros nacionais formados em desporto foram marginalizados e tinham que refugiar noutros sectores para nao morrerem de fome.Estas sao umas das causas do fracasso do desporto nacional.

    • Lévé-Léngue

      14 de Novembro de 2011 as 11:38

      Espero que me corrijam se estiver enganado, mas parece-me que a nossa selecção de futebol 11 nunca foi tão insultada assim em sua própria casa. ALERTA VERMELHO: desporto-rei também está em crise!

      • OP Angola/ STP

        14 de Novembro de 2011 as 13:08

        Jogo Petro de Luanda Contra a Seleção de STP placar (12-1), jogo amigável em comemoração ao 12 de julho de !!!!!! Sem investimentos e sem contar com os jogadores de STP bem sucedidos com muito esforço e sem ajuda, com a grande probabilidade de nacionalizar-se em outros países que darão oportunidade fica extremamente difícil. Temos como filtrar inúmeros talentos no futebol, basquete, vôlei, natação, atletismo, caratê e provavelmente natação.

        • meymadra

          16 de Novembro de 2011 as 8:20

          pelo que sei quem recebeu 12-1 foi o Santana FC, a nossa selecção NUNCA E NUNCA perdeu por tanto na sua casa.

  2. Ghadafi

    11 de Novembro de 2011 as 17:52

    Meus compatriotas,

    Temos que comcecar a pensar com ambicao, seria bom que ao menos o futebol nos desse alguma alegria. Mas, reconheco que ninguem faz omoletes sem ovos.Bem quem sabe dias melhores viram

  3. Anca

    11 de Novembro de 2011 as 18:36

    Nada de baixar a moral.

    Continuemos a acreditar

    O futebol é isso, temos que apreender com o erro.

    Errar, faz-nos crescer e apreender.

    Nada de baixar a auto-estima, temos que continuar a trabalhar, para o melhor desempenho, na eficácia, na organização, na concretização, sobretudo, saber jogar em equipa, para equipa, com muita confiança, quando entramos no campo.

    Uma palavra de agradecimento ao público Santomense, muito boa atitude, ir ao estádio e estarmos unidos a apoiar a nossa selecção, muito bem.

    Ainda temos a segunda volta na terça feira, temos de mudar de atitude, quando vestimos a camisola da nossa bandeira, com nosso emblema nacional.

    Mais confiança,

    Mais orgulho no que é nosso.

    Mais unidade, mais disciplina, mais empenho pelo trabalho, para invertemos a situação, das modalidades do nosso desporto nacional.

    As autoridades eleitas competentes, a sociedade civil organizada, o cidadão comum, os nossos parceiros de desenvolvimento, e todos quantos nos queiram apoiar, todos juntos com o nosso apoio e contribuição, podemos inverter o quadro do desporto em São Tomé e Príncipe,
    Uma vez que pode se tornar, um incentivo e alternativa a nossa juventude, mais esse entendimento e trabalho deve ser de todos, quantos se interessam, pelo desporto nacional.

    Pratiquemos o bem

    Pois o bem

    Fica-nos bem

    Deus abençoe São Tomé e Príncipe

  4. keblancana

    11 de Novembro de 2011 as 18:47

    sãotomense tem k apreender a trabalhar mais. não é so kuanda a competiçoes k.depois da nisso sempre…

  5. A.G Brasil

    11 de Novembro de 2011 as 18:49

    Ate quando iremos ficar nisso?

    • fala verdade

      11 de Novembro de 2011 as 19:39

      quando tomarmos a consiencia que uma coisa não funciona sem outra. somos todos aparelho de estado. Um sector não é mais do que outro tendo em conta que fazemos parte de uma equipa

  6. Anca

    11 de Novembro de 2011 as 18:50

    Hoje perdemos.

    A altura é de confiança e erguer a cabeça e perceber, onde podemos melhorar.

    A trabalho a fazer, a um longo caminho a trilhar, com união e entendimento de todos, com espírito construtivo no aplicar e adaptação da formula certa, no momento certo, com mais disciplina e empenho na realização dessa tarefa.

    É legitimo humano errar, devemos é apreender a reformular o erro, aplicando as formulas e metodologias certa.

    Acreditemos e dê-mos todos o nosso apoio ao desporto nacional, para a modernização.

    Bem haja

    • Anca

      12 de Novembro de 2011 as 12:46

      Quis dizer; Há trabalho a fazer, há um longo caminho a trilhar,

      Bem haja a todos

  7. Grenger Causality

    11 de Novembro de 2011 as 18:59

    Pois e!
    Com tantos jogadores que actuam no campionato Portugues da primeira e segunda divisao, nemhum foi chamado para dar a sua contribuicao.
    E agora,sera necessario prespectivar o futuro com uma equipa mais forte e competitiva, nao com jogadores amadores mas sim com jogadores profissionais. E sera tambem necessario fazer jogos amistosos para conhecer o ritimo competitivo de cada jogadores e corigir os erros se houver.

  8. aglm

    11 de Novembro de 2011 as 19:39

    nada esta perdido stp, ganhamos juiso da proxima vamos perde meno ate um dia.

  9. hedgar basto

    11 de Novembro de 2011 as 20:01

    ate quando são tome sempre a mesma pocaria…………..

    • Edson Francês

      12 de Novembro de 2011 as 15:40

      Para fazeres um comentàrio desse, antes ficasses calado!

      • hedgar basto

        12 de Novembro de 2011 as 16:11

        edson frances… e melhor tu tas calado… qe nem tu nem selecção de são tome são duas merdas…

    • Edson Francês

      12 de Novembro de 2011 as 15:45

      Tivemos sorte de não termos levado mais do que 5. Jogamos contra profissionais, enquanto que os atletas santomenses são um conjunto de amadores. Quando houver uma aposta séria no futebol santomense, com a profisionalização da modalidade e investimento nos clubes, talvez poderemos fazer alguma coisa ao nivel internacional. Força São Tomé e Principe.

  10. edimar

    11 de Novembro de 2011 as 20:21

    ate quanto’?????? senpre mexma coisa tenha vergonha

  11. NINA

    11 de Novembro de 2011 as 20:23

    MELHORES DIAS VIRÃO. VIVA STP

  12. Fardo

    11 de Novembro de 2011 as 22:23

    Conhecendo as dificuldades que os nossos atletas enfrentam em STP, tais como deficientes cuidados básicos de saúde, etc., perder por 5-0 não é um mau resultado. Ter uma boa selecção não é só saber dar chutos numa bola. A experiência deste jogo irá contar como aprendizagem. Espero que no futuro, com uma boa organização, tudo correrá melhor.

  13. Ernest Santos

    11 de Novembro de 2011 as 23:19

    Comesso dizendo que é sempre bom identificar os erros, de forma a não comete-los no futuro novamente.
    A S.S.F, não jogou futebol, estive no estadio e não vi STP jogando, mas sim a selecção do congo.

    Apontando os erros:

    1º – A constituição da equipa.
    2º – Os atletas não tiveram uma preparação, p´ra jogarem com uma selecção estrangeira.
    3º – O PONTO MAIS CRITICO(uma selecção que quer vencer um jogo não joga 80 minutos a defenciva, logo que comessou o jogo a selecção permitiu um golo, isso baixou a moral da equipa, e o treinador o que faz faz recuar os medios e os alas esperando que desse jeito iria travar o poder ofencivo da equipa adiversaria, facto que não aconteceu, sofre outros 2 golos ainda na primeira parte.
    Na segunda parte a equipa entra com um outro estilo de jogo mais ofencivo e deu resultados com remates, bolas cruzadas para a área, cabeceamentos, penalte e com belissimas defezas do guardares do congo(o melhor no campo), e de uma hora para outra, o ritmo de jogo volta outra vez a da primeira parte(defencivo), e sofremos outra vez 2 golos.
    Momento de reflexão: Senhor Gustavo, ja estamos sendo goleados por 5 a zero, o senhor tira um avançado e coloca um defeza?
    Como é possivél, neste momento de tudo ou nada, ja sabiamos que era impossivél revertermos o resultado, só com um milagre, e como o senhor sabe os milagres não acontecem na áfrica, deveria colocar outra avançado de forma a termos mais exito na finalização e pelo menos teriamos marcado 1 golo.
    Se eu fosse, alguém muito importante ligado ao desporto, esta selecção não saia do pais amanhã rumo ao congo de geito nenhum, p´ra qué?
    Se em casa, com todo o estadio a apoiar foi assim, não será muito dificil prever como irá ser por lá.
    Ficou muito triste quando um português diz p´ra mim, que o futebol que esta sendo jogado pela S.S.F era identico a dos clubes da quarta divisão portuguêsa.

    Termino, dizendo que fiquei muito feliz com a quantidade de pessoas que se dirigiram ao estadio numa sexta-feira e em plena hora de serviço, p´ra passar vergonha. Mas como nom san glento de za.

    • Thiago

      13 de Novembro de 2011 as 21:49

      Caro Ernest Santos, seja mais otimista. Como quer que São Tomé vença uma partida mesmo em seu país após quase 08 anos inativa?
      Deixe a Seleção ir jogar no Congo, da forma que você diz dá a impressão que STP é perdedor, e aprende-se as coisas com o tempo…

  14. Digno de Respeito

    11 de Novembro de 2011 as 23:28

    Se com a prata da casa tivemos esse resultado, implica dizer que se a Autoridade santomense não ignorasse os jovens santomenses que jogam fora do País (Portugal, Brasil, Cabo Verde e em Londres, seguramente teríamos um resultado mais favorável. Espero que isto sirva de lição aos Decisores do futebol Nacional.

    É triste, pensar que só quem está ou vive permanentemente em STP é que pensa e contribui para o País. Todos somos filhos da Terra. O desenvolvimento dá-se na presença dos contrários: troca de conhecimentos.

    Que o proximo resultado seja melhor. Certo que não estamos a espera de resultados famosos, sermos ambiciosos para algo que dignifica a todos nós não é maldade nenhuma….

    Contudo, não deixo de felicitar a nossa selecção: força meus manus!

  15. Desporto é Vida

    12 de Novembro de 2011 as 2:40

    A culpa é de Manuel Dendê, se dinheiro dado pela FIFA durante esses 12 anos, tivesse sido, investido no nosso futebol, hoje a coisa poderia ser outra.

    Dendê devolva o nosso dinheiro!

  16. ADELINO DOS SANTOS

    12 de Novembro de 2011 as 8:08

    eu ja sabia

  17. psiu!

    12 de Novembro de 2011 as 9:18

    vao la passear e conhecer o congo aqueles que nunca viajaram. haja paciencia! é falta de vontade e demonstracao de paleio. enquanto se treinam, todo mundo quer fazer toques bonitos e individualidades, e no campo é só mais do mesmo, mas jogo colectivo e com garra nao aprendem é nunca. chatice!!

  18. rapaz de riboque

    12 de Novembro de 2011 as 10:04

    quando eu disse que o capote era 50-0 enganei a escrever era para dizer 5.0 acertei qual selecção ainda não sabem dar um chuto numa bola ja são vaidosos e cheio de fomes

  19. maria chora muito

    12 de Novembro de 2011 as 10:07

    Esta republica é mesmo uma anedota. Até querem preparar uma selecção nacional de futebol em um mês, em que os jogadores so treinam uma vez por semana com cerveja, cacharamba e os parasitas do buzio na boca e a tarachinha nas pernas. Como é que querem ganhar? Tiveram muita sorte, isto porque, deveriamos levar pelo menos 11 / 0.

  20. VAVA SOVIETICO

    12 de Novembro de 2011 as 10:20

    com A DIREÇÃO DO MANUEL DENDE NUNCA LEVAMOS 5 EM CASA.FORÇA SÃO TOMÉ E PRINCIPE

  21. fidelito

    12 de Novembro de 2011 as 10:24

    PARABÉNS À FEDERAÇÃO DE FUTUBOL DE STP por fazer regressar a nossa selecção à senda da competição internacional 5-6 anos depois da última participação desta selecção nesses jogos.

    POR OUTRO LADO, temos que prestar muita atenção à esse seleccionador nacional!

    EU ACHO QUE NÃO OBSTANTE O POUCO TEMPO (6 MESES) DE PREPARAÇÃO, ESSE NÃO É O MELHOR PARA A NOSSA SELECÇÃO.

    ELE TEM ALGUMA PROVA JÁ DADA COMO TREINADOR DE FUTUBOL?

    OU APENAS ANDOU A TRENAR OS MIUDOS DE RIBOQUE?

    O NOSSO PAÍS NÃO TEM MELHOR ALTERNATIVA PARA SER SELECIONADOR NACIONAL?

    ATÉ JÁ

    • 14 de Novembro de 2011 as 9:28

      Bom dia

      Meus amigos, nós em São Tomé, temos alguns bons treinadores, o que não temos é confiança uns com os outros. Recordemos que com Sr. Juvenal Correia Cidadão Nacional, a nossa Seleção esteve bem melhor.
      O nosso actual treinador, tem um feitio mau. Gosta de criar equipas por onde passa, só com jogadores da sua escola e amigos para não falar mais, isso é mau. A nossa Seleç. pode ter melhor desempenho, mas para tal, temos que fazer uma linha com São Tomé e Príncipe, não uma linha com V. de Riboque e Gustavo, embora tenha ele talento para descubrir valores.
      Abraços.

  22. lino

    12 de Novembro de 2011 as 11:14

    tudo mal.
    a nossa selecção é o reflexo da politica e politicos que temos.
    é o que tenho a dizer.
    se se preparassem como deve ser, mesmo perdendo….não seria desse jeito.
    os rapazes não têm culpa. fizeram o que podiam.

  23. safu

    12 de Novembro de 2011 as 11:46

    Isso ñ é a culta do treinador mais sim os jogadores santomenses estão com a falta de competição internacional para ganhar mais responsabilidade dentro do campo e ter mais atitudes e determinação mais ja é um bom começo participar aos poucos vamos chegar la
    força são tomé

  24. Anca

    12 de Novembro de 2011 as 12:32

    Abel, com todo o respeito, quero saber se os meus comentários foram penalizados?
    Porque não estão publicados?

    Pratiquemos o bem

    • Anca

      12 de Novembro de 2011 as 12:44

      Obrigado Abel.

      Bem Haja

  25. Jogador de STP

    12 de Novembro de 2011 as 21:49

    selecionador da Seleção de STp só serve para ser treinador e n selecionador,…n tem visão,,

  26. Ludmilo

    13 de Novembro de 2011 as 11:00

    Este resultado é no fundo mais uma aprendizagem, felá de bé sá tlexí vê. como Santomense apoio e vou apoiar sempre a seleção.Força, garra e honra pelo País que nos viu nascer.

  27. voz do emigrante

    13 de Novembro de 2011 as 17:42

    com tanta fome como vao conseguir jogar?

  28. Li2

    13 de Novembro de 2011 as 19:07

    eu acho k pra tempo k stp ficou sem participar em alguma competiçao, o jogo cm congo foi otimo para retomarmos a velha formula, enfim , perdemos era o inevitável, equipa amadora contra profissional, queriam ukÊ? E pra piorarkeriamos dar bronca nos congoleses, woau, pera só kndo xegarmos la…

  29. Tomba Aly (Cantagalense)

    14 de Novembro de 2011 as 9:05

    Meus caros, sejamos sérios.

    Tivemos um capeonato parado a mais de 2 anos. Depois da retoma tivemos 6 meses de competição.

    Os nossos atletas para além de jogarem a bola alguns são pedreiros, carpinteiros ou outra coisa qualquer.

    Os congoleses: São apenas atletas de alta competição.

    O factor alimentação também conta. Nós os São-tomenses de uma forma geral não nos alimentamos muito bem. É um problema social que também é refçectido nos atletas.

    Quanto aos jogadores que actuam no campeonato Português. Também sou de opinião que eles devia reforçar a equipa. Mas seria bom sabermos da Federação porquê que deligência não foram feitas para que isso acontecesse. Falta de verba?

    MAs seja como for o Futebol nos uniu pelo menos a tarde de Sexta feira. Esperemos que o país se una em torno dos proximos desafios face a crise internacional.

    Daí a responsabilidade dos Partidos Políticos são-tomense. Vem aí a discussão do OGE estamos a espera. O país não pode parar. A queda de governo a semelhança do que está acontecer na europa não seria solução para STP.

    Nós os cantagalenses estamos cá pra ver. Até porque estamos a ver algumas movimentações muito aceleradas do MDFM e PCD.
    Cada coisa que desce…

  30. Taa-Sossegado

    14 de Novembro de 2011 as 10:16

    Força Mister Gustavo!
    Esta é a Selecção possível.

    Foi o começo, agora é continuar determinado e com muita coragem.

    o Povo Santomense agradece.

    Bem haja a todos.

  31. truquim deçu

    14 de Novembro de 2011 as 11:46

    Força jovens, se continuarmos assim vamos a frente, hoje perdemos o jogo, mas ganhamos a experiência, gostaria que os politicos de STP aprendesse a lição, o País esta descontrolado, o que esperavamos dos nossos acteletas?estão todos descontrolados, até que fizeram muito, alegrei-me de ver o Pinto da Costa no estadio nacional, por esta razão quero apelar a todos que de uma forma ou utra, vamos ajudar a nossa seleção assim como ajudar o presidente Pinto da Costa, á encontrarmos estabilidade neste país, porque dentro em breve teremos queda do governo, vos cofesso que as coisas estão muito mal nós zé povinho estamos a passar muita fome enquanto não hover uma politica de equilibrio do salario estamos mesmo mal. Força seleção santomense.

  32. Quime Quime

    14 de Novembro de 2011 as 12:28

    Não se faz omolete sem ovos.
    Como é possivel ter um país com quase nada de infraestrutura desportiva, sem politica de desporto, sem escolas de iniciação desportista e de repende ambicionar ganhar jogos internacionais?
    Em 36 anos de país, qual é o investimento feito?
    Existem vilas, onde não temos um unico recinto desportivo. Joga-se futebol em frente da igreja, dentro da faixa de rodagem(alcatrão). Não brinquem com coisas serias?
    5 a zero? foi bom resultado.
    Com problemas fisicos, mentais e de sociedade, queremos milagres???

  33. antonio

    14 de Novembro de 2011 as 21:54

    força s.tome

  34. Tuty Prats

    14 de Novembro de 2011 as 22:37

    espero bem que não voltaremos a levar chapa 5 de novo…força e confiança pessoal…

    aquele abraço

  35. jessy B

    16 de Novembro de 2011 as 0:52

    pessoal vamos ver também que no nosso país o futebol não é profissional, e se formos analisar a selecção do congo,podemos encontrar ali jogares que participam em altos campeonatos!!estamos a começar,perdemos sem nenhum jogador que está ca em Portugal, mas bola para frente e minorar o mal!! conseguimo fazer melhor,mas acredito que só será com o apoio e empenho de todo(o Estado não conta)

  36. Thiago F. Monteiro

    24 de Janeiro de 2012 as 4:28

    Caros amigos de São Tomé e Príncipe,
    Sou do Brasil e por aqui escrevo por gostar muito de STP e de seu povo, com o objetivo de ter amizade com qualquer pessoa daí de STP, não importando a idade, contando que seja nativo e residente no País.
    Gosto muito da Seleção São-Tomense, e gostaria de através da amizade que espero poder ter com alguém daí, conhecer mais a equipe e seus jogadores.
    Torcerei daqui para STP alcançar maiores feitos! Deixo aqui meu e-mail para contato e desde já aguardo retorno: abcdmrrsp@gmail.com .
    Um abraço a todos e avante STP!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo