Desporto

UDRA já entregou ao Tribunal queixa-crime contra a Federação de Futebol

A União Desportiva Rei Amador, da cidade de Angolares, vencedora da Taça de São Tomé e Príncipe em Futebol, ficou de fora da Taça das Nações Africanas, por razões alheias a sua vontade. Avançou com um processo-crime contra a Federação de Futebol exigindo indeminizações.

O Advogado da UDRA, disse a saída do Tribunal da Primeira Instância, estar convencido que a Federação de Futebol falhou com as suas obrigações. «E desta falha resultou prejuízos que consideramos avultados», declarou o advogado Afonso Varela.

Segundo o advogado os prejuízos que agora são reclamados em Tribunal, resultam dos gastos realizados com a preparação da equipa para a participação nos jogos da Taça dos vencedores de Taça de África, e não só. «Esta indeminização diz também respeito a possibilidade que a UDRA tinha de vencer algum jogo e deste jogo resultar alguma indeminização», acrescentou o advogado. .

Advogado considera que a Federação de Futebol foi negligente, não tendo inscrito a tempo a equipa da UDRA junto a Confederação Africana de Futebol, para assim tomar parte na competição africana.

Abel Veiga

    5 comentários

5 comentários

  1. 3 Macucu

    4 de Fevereiro de 2014 as 11:23

    Porqué tudo, isto da,o,SEZAR oque é de SEZAR

  2. Izá Nunes

    4 de Fevereiro de 2014 as 13:40

    é a confirmação da roptura entre os irmãos Monteiro e esta Federação. Man pachi prepara para fazer as malas. É humilhante Federação de futebol ir aos Tribunais e quem vai pagar com isso são os clubes.A ver vamos… viva futebol

    • Fókótó

      4 de Fevereiro de 2014 as 13:50

      Os irmãos Monteiros conhecem bem a capacidade de trabalho desta Federação sabiamente liderada pelo Coronel Pachire.
      Este é um episódio de percurso por ausência de esclarecimento que vai rapidamente sanar.
      Agora mais do que nunca os irmãos Monteiros e a Federação vão trabalhar em estreita colaboração para evitar que os sanguessugas de futebol, que andam de olho à espreita, voltem a ter espaço no futebol em STP.
      Viva a Federação Santomense de Futebol !!!
      Viva os Irmãos Monteiros para o desenvolvimento do desporto rei em STP

  3. Alfredo Gentil

    5 de Fevereiro de 2014 as 9:11

    Tudo isso não passa de alguém que quer bastante mal ao Futebol Nacional. Com é que os irmãos Monteiro vão confiar no senhor Dêndê, homem que desgraçou o futebol nacional a todos os títulos, e foi banido do futebol por unanimidade na Assembleia Geral. Este senhor Dêndê andou a convocar os responsáveis dos clubes para participarem numa reunião na Rosema para destruírem a FSF. Como é que os irmãos Monteiro deixaram-se levar por esta força do mal do nosso futebol? Este senhor deveria era estar preso.
    Viva a Federação Santomense de Futebol!
    Viva os Irmãos Monteiros!
    Abaixo o Dêndê (Força do Mal contra o Futebol Nacional)

  4. BGA

    9 de Fevereiro de 2014 as 12:16

    A questão aqui, não se refere ao senhor, Dendê ou fora senhor, Dendê , aqui está a veicular a incompetência da federação santomense de futebol, que eh chefiada pelo senhor pachire, o mesmo senhor, que dizem estar contribuindo para bem, tanto contribui que está a ter resultados como esses, se ele fosse mesmo um Homem, demitiria, mas lá na federação tem MEL…e de lá ninguém quer sair…nem o senhor pachire…portanto…não falemos de quem n nada haver…a federação errou e terá de pagar pelo erro…!!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo