Cine Brasil – hoje

Folclore

Cine Brasil de 21 de agosto

Mitos, lendas, provérbios, crendices, festas, músicas, danças, comidas, literatura, várias são as maneiras de expressar o folclore de uma região. E é através do cinema que todas essas facetas da cultura podem ser reunidas.

E assim, o Cine Brasil de 21 de agosto faz uma homenagem ao folclore com a exibição de dois filmes baseados em lendas e literatura brasileira.

Confira abaixo a programação do Centro Cultural Brasil-São Tomé e Príncipe (CCBSTP) de filmes:

Cine Brasileirinho – 18h – Sala de Exposição
O Saci

Gênero: Infantil
Classificação Indicativa: Livre​

O Saci é um filme de fantasia brasileiro de 1951 dirigido e escrito por Rodolfo Nanni, com uma história de Arthur Neves. O filme é baseado no livro de mesmo nome escrito por Monteiro Lobato. A história acompanha um garoto chamado Pedrinho (Lívio Nanni), que demonstra interesse em capturar o mulato de uma só perna, o Saci (Paulo Matosinho), que habita a floresta virgem perto do Sítio do Picapau Amarelo.

Considerado a primeira produção infantil importante do cinema brasileiro, o filme é também a primeira adaptação audiovisual da série de livros Sítio do Picapau Amarelo, de Lobato. Curiosamente, em 1954 o filme ganhou o Prêmio Saci, que premiou os melhores filmes brasileiros da década de 1950.

Sinopse:
Pedrinho, Narizinho e a boneca de pano Emília vivem no sítio do Pica Pau Amarelo, com avó Dona Benta e Tia Anastácia. Pedrinho costuma ir à casa de Tio Barnabé para ouvir histórias do Saci, um negrinho endiabrado de uma perna só, que vive na floresta. Ao sair em busca do Saci, Pedrinho consegue apriosioná-lo numa garrafa, enquanto Narizinho, que passeia pela floresta, é transformada numa pedra por uma feiticeira. Pedrinho liberta o Saci da garrafa e, juntos, tentam tirar Narizinho das garras da malvada bruxa.

Filme 2Cine Brasil – 18h – Auditório

O Coronel e Lobisomem
Gênero: Comédia
Classificação etária: 10 anos​

O Coronel e o Lobisomem é uma adaptação do romance O Coronel e o Lobisomem do escritor brasileiro José Cândido de Carvalho, produzida por Guel Arraes e dirigida por Maurício Farias.

Sinopse:
Ponciano de Azeredo Furtado (Diogo Vilela) é um coronel de patente e fazendeiro por herança que luta contra seu irmão de criação, Pernambuco Nogueira (Selton Mello), para manter as terras da Fazenda Sobradinho e conquistar o coração daa prima Esmeraldina (Ana Paula Arósio). Para vencer esta batalha, Ponciano precisa enfrentar feras, agiotas e ladrões, além de se envolver com a vida boêmia da cidade e ainda espantar assombrações.

Entrada Gratuita!

 

 

Notícias relacionadas

Deixe um comentario

*