00 239 - 9906263 contact@telanon.info

Get Adobe Flash player

Conselho de Segurança confirma Guterres para secretário-geral

PARCERIA – Téla Nón / Rádio ONU

Votação formal, nesta quinta-feira, foi realizada por aclamação; nome do ex-primeiro-ministro português e ex-chefe do Acnur vai agora para a Assembleia Geral para eleição pelos países-membros da ONU.

Conselho de Segurança da ONU aplaude a nomeação de António Guterres, para o cargo de novo secretário-geral das Nações Unidas. Foto: ONU/Eskinder Debebe

Monica Grayley, da Rádio ONU.*

O Conselho de Segurança das Nações Unidas realizou uma votação formal nesta quinta-feira para confirmar o nome de António Guterres como candidato, recomendado pelo órgão, ao cargo de novo secretário-geral da ONU.

A votação, por aclamação, foi anunciada pelo presidente rotativo do Conselho, e embaixador da Rússia,Vitaly Churkin.

Mandato

O diplomata informou que o Conselho de Segurança recomenda à Assembleia Geral que António Guterres seja nomeado secretário-geral da ONU para o período de 1 de janeiro de 2017 a 31 dezembro de 2021.

O presidente do órgão disse aos jornalistas que o processo foi “justo, que foi encorajada a candidatura de mulheres e que 50% dos candidatos eram mulheres.

Mas Churkin afirmou que foi consenso entre os Estados-membros do Conselho de Segurança que “o mais importante era ter o melhor candidato disponível, que é António Guterres”.

Discussões

Para o embaixador russo,  espera-se que esse “sinal de unidade” do órgão seja traduzido na Assembleia Geral e garantiu que Guterres “pode contar com o apoio do Conselho de Segurança nos próximos cinco anos”, bem como dos Estados-membros da ONU.

Logo depois, o embaixador foi entregar ao presidente da Assembleia Geral uma carta com o resultado. Peter Thomson deverá agora encaminhar o nome de António Guterres para votação final na Assembleia Geral.

Guterres já foi primeiro-ministro de Portugal e alto comissário da Agência da ONU para Refugiados, Acnur, durante 10 anos.

*Apresentação: Leda Letra.

Notícias relacionadas

Deixe um comentario

*