CST exibe esta quarta – feira as tecnologias da rede 3G que está a instalar no país

O projecto piloto 3G, que será exibido quarta – feira dá o ponta pé de saída na revolução que será operada este ano no nível das telecomunicações em São Tomé e Príncipe. Vídeo chamadas, Internet de banda larga móvel, são alguns serviços, que segundo o administrador delegado da CST, José Jardim(na foto), estarão disponível ao público partir de Março próximo.

Tecnologias de terceira geração no sistema de telecomunicações estarão disponíveis ao público são-tomense em Março próximo. Esta quarta – feira a Companhia São-tomense de Telecomunicações (CST), faz algumas demonstrações do serviço 3G, que nesta primeira fase cobre essencialmente as ilhas de São Tomé e do Príncipe.
Video chamadas, é um dos serviços que a partir de Março, traz novidade na ligação, ou comunicação, entre os habitantes da ilha do Príncipe e da ilha de Sã Tomé.

Para instalar a rede 3G em São Tomé e Príncipe, segundo José Jardim, administrador delegado da CST, a empresa investiu 3 milhões de euros. «Vamos ter uma cobertura de 3G que se aproxima da cobertura actual do GSM que é o nosso sistema em uso. O que o 3G traz de novo para o serviço móvel, é a transmissão de dados, acesso a internet em banda larga, a transmissão de conteúdos, o fazer vídeo chamadas por telemóveis, etc», explicou o administrador delegado da CST.

A empresa de capital misto, Estado são-tomense com 49% de participação e a Portugal Telecom com 51%, acrescenta através do seu administrador, que nesta primeira fase, o uso da da rede 3G, está limitado ao consumo interno, ou seja, o cidadão que reside na ilha do Príncipe, poderá fazer video chamadas para outro em São Tomé e vice – versa, trocar conteúdos, enfim utilizar todas as valências do serviço. No entanto não poderá desfrutar das tecnologias 3G para, por exemplo, transferir ficheiros como fotografias, através do telemóvel, para alguém que esteja fora do país.

Uma limitação imposta pela forte dependência, da CST em relação a Internet via satélite, mas que vai durar pouco tempo. Em Outubro próximo quando o cabo submarino de fibra óptica entrar em actividade, a alta velocidade será marca do mercado de telecomunicações são-tomense, e a rede 3G será uma autoestrada de comunicação com o mundo. «Para já o que vai acontecer, é que onde se tem acesso a rede móvel, terá também acesso ao 3G. Em São Tomé ou no Príncipe onde estiverem podem levar o seu telemóvel e ter acesso a internet, ou o PC portátil e ter acesso a internet», pontuou José Jardim.

Assim através da rede 3G, a partir de Março, são removidas as barreiras que impedem as populações do interior do país de terem acesso a internet. «Este projecto do 3G permite precisamente levar a Internet ao interior. Nos sítios remotos de São Tomé e Príncipe poderão ter acesso a Internet através da rede móvel. Temos neste momento as instalações preparadas para 7 megabits por segundo, e vamos aumentar para 16 megabits no futuro», sublinhou.

O administrador delegado da CST, reconheceu que nos últimos anos, a empresa não conseguiu dar resposta as exigências do público em relação ao acesso a internet de qualidade. «Isto vai mudar de noite para o dia. Velocidades que tínhamos muito pequenas e que as pessoas queixam, isso vai mudar e a preços muito menores. Estamos interessados em democratizar e banalizar a internet o mais possível», assegurou.

Segundo José Jardim, até agora o preço do acesso a internet é alto, porque a CST suporta custos elevados com o serviço que é garantido via satélite. Pelo que o Téla Nón apurou a empresa paga mais de 160 mil euros para manter o serviço Internet via satélite, que por sua vez dá como receitas cerca de 60 mil euros, mensais. «O satélite é caro, com o cabo submarino vamos ganhar alta velocidade e baixar os preços da Internet fixa e móvel. Teremos condições de baixar o preço da Internet que é alto tendo em conta os preços, mas tem a ver com os elevados custos que temos para manter o serviço», precisou o administrador delegado.

A empresa que completou 22 aos de existência, anunciou que para além da instalação da rede 3G em fase de testes, está a concluir a instalação de 170 pontos de rede de fibra óptica na capital do país. «Estamos a fazer todo o trabalho integrado com o cabo submarino, criando as infraestruturas para permitir ao público usufruir desta tecnologia», pontuou.

A aptência dos são-tomenses pelo uso das novas tecnologias de comunicação e informação, fortalece  determinação da empresa, em reforçar a sua penetração no mercado, praticamente não deixando margem de manobra para a concorrência que segundo o Governo deverá estar presente no mercado ainda este ano.

José Jardim, disse ao Téla Nón, que no país com cerca de 170 mil habitantes, a empresa tem 116 mil clientes na rede móvel, ou seja, dos cerca de 170 mil habitantes 116 mil têm telemóvel. «A maioria desses clientes é jovem. Isto prova a aptência dos são-tomenses pelas novas tecnologias. A CST ocupa espaço neste país de mercado pequeno. É isto que qualquer empresa tem de fazer. Competirá a quem quiser vir para cá, ver se terá condições para concorrer», frisou.

Com Estado são-tomense como accionista a CST, garantiu grande parte do investimento para trazer o cabo submarino para o arquipélago. Dos 25 milhões de dólares, que custou o projecto, a CST participou com 18 milhões. Neste montante o Estado são-tomense enquanto accionista da empresa, disponibilizou 6 milhões de dólares, assegurados pelo Banco Mundial.

Abel Veiga

  1. img
    Filó Responder

    Para quando uma nova operadora?
    Aí sim a coisa seria bonita.
    Precisamos de concorrencia nas comunicações!!

  2. img
    Leopaldo Responder

    Qual será o valor de acesso ?

  3. img
    DA e DOI Responder

    Estamos a subir leve leve.Somos capazes e tudo vai mudar.

  4. img
    José Luís Fernandes Responder

    Só espero que não haja publicidades enganosas como tem havido cá para sacarem pouco que os são-tomenses não têm.
    muita visão neste serviço nesta primeira fase…

  5. img
    Filó Responder

    Aonde fica a Regulação!!
    Quem regula a comunicação social neste solo, STP? Quem?
    Autoridade Reguladora Precisa-se!!

  6. img
    MÉ SOLO Responder

    A Entidade REGULADORA não precisa-se,
    já temos.

  7. img
    light Responder

    Infelizmente a entidade reguladora existe mas anda a dormir!!! Vocês sabiam que msg enviadas por exemplo rede vodafone em Portugal e outras redes que CST não tem acordo é debitado no saldo do cliente e mas a msg não é entregue. Só é reembolsado caso o cliente reclamar, mas como muitos não sabem a CST, está enganar os clientes..!!! onde anda a reguladora???

    • img
      bisnerro Responder

      Esse pula fala mais do que trabalhar

  8. img
    pagagunu Responder

    A autoridade reguladora é um apendice da CST…. Fui

  9. img
    luisó Responder

    Para os que andavam a falar mal da CST aqui têm a resposta…

  10. img
    Pressley Responder

    O fato é que o nosso mercado de telecomunicações precisa de mais uma operadora. Sendo a CST única no país, não há pq motivo investir, a não ser ganhar mais e mais dinheiro. Temos que ter um órgão que possa fiscalizar os serviços e produtos de telecomunicações, resumindo, temos que ter estrutura que viabilize a entrada ou a criação de uma nova empresa de telecomunicação. Pessoal, fui de férias pra STP no começo deste ano, e pelo que eu vi, as coias estão caóticas, estamos a beira do abismo. Das duas uma: Ou todos nós revemos os nossos conceitos e reunirmos nossos esforços pra melhorar o pais, ou levaremos mais umas décadas para sairmos do abismo que certamente cairemos se a primeira hipótese for seguida!
    Abraços a todos!

  11. img
    Pressley Responder

    Corrigindo “…se a primeira hipótese NÃO for seguida”

  12. img
    Paracetamol 500mg Responder

    Veremos como é que será as placas. se vêm com o nome de cst ou com o nome da PT. Vou aguardar pelas características dos produtos e qual a marca estampada no rosto dos equipamentos. se for a PT só demonstra que não houve evolução nenhuma.

    • img
      cidadão Responder

      Claro Paracetamol 500mg terá o LOGO CST de cor azul (TMN)

  13. img
    Vugo vugu Responder

    Alguém havia perguntado onde para a Autoridade reguladora? Ela até existe, só não funciona, muito menos tratando-se da CST. Concorrência jamais haverá também neste domínio (comunicações)pois não é do interesse do Orlando Fernandes e não só.Fui e até a proxima…

  14. img
    Filó Responder

    Sei que existe, mas deve ser mais interventiva, ai ao alcance da minha escrita.
    Valeu!
    Quem defende os consumidores, Deus!

  15. img
    Filó Responder

    Esto finalmente preocupado com escassas noticias relativamente à CPLP. O nosso EX e actual presidente, que acaba por recair sobre a mesma pessoa, perdeu uma grande oportunidade.
    Ja viu como não se deve, voltar ao cargo em que se foi muito feliz?. De facto é um ditado Chinês. Chissano, Pedro Pires, Mario Soares, SAmpaio, Nandó, fizeram boa figura. Pinto da Costa,se calhar teve receio de ir, mas aonde ficaram os outros:
    Fradique, Trovoada?
    A nossa vergonha!!

  16. img
    MEZEDO Responder

    Infelizmente, os Governantes da corte Central, por má fé, foram capazes de não incluirem a REGIÃO AUTÓNOMA DO PRINCIPE com a FIBRA OPTICA.

  17. img
    Filó Responder

    Para quê 3G? se ainda estamos a viver no periodo antes da nossa era.
    O povo sem norte, sem perspectiva de vida, com crise em todos os cantos, de valores, sem respeito ao proximo, com 3G?
    Sem casa, sem casa de banho, sem dinheiro para comer e casar os filhos, “função da familia”. Sem agua potavel, fala em 3 G? step by step!!!

    • img
      l Responder

      Filo, STP precisa de 3G sim. Hoje quase toda gente tem telemovel, palaies, pescadores, camponeses, drogados, prostetutas, e ate funcionarios publicos que recebem como ordenado menos de Dbs 2 milhoes. Digo ate porque os verdadeiros funcionarios publicos pertencem a classe mais desfavorecida do pais.

  18. img
    ami sa mime Responder

    É de louvar essas iniciativa pois ao nivel de telecomunicação deve haver um avanço sempre assim posso com alegria falar com os meus familiares que estão ai em stp mais penso que a prioridade deveria ser na evoluição psicologico dos jovens são.tomense é de lamentar que os jovens de 19,20….28… sem plano de vida limitam em coisas que não leva o pais para frente mesmo sabendo que somos de um pais pobre ao nivel economico(dinheiro) mais ao nivel climatico somos um dos melhor temos um solo que anseia a sua exploração um clima quase quase que virgem não é de admitir o nosso estado de vida seria bom que os governante pensasse nos jovens que amanha sera os futuro do nosso pais caso contrario estarenmos no estado pior que a de GRECIA

  19. img
    Me-Zocheano Responder

    Pois, é uma boa notícia, mas é algo que ja comentei outras vezes quando promucionaram os “jojós”, para termos accesso a estes serviços todos temos que deitar fora os “jojós” e comprar os terminais moveis que suportam a 3G, por outro lado, que tecnologia vamos usar? UMTS ou 3GPP-LTE? Com relaçao a reguladora, eu pensei que li aqui no telanon que ja tinha terminado o mandato do senhor Orlando Fernandes. Além disso, eu espero que a cst esteja a pensar em criar uma rede de transporte forte (Backbone Nacional) com a fibra optica que pode ser SDH ou melhor Ethernet e não eses pontos de accesso que é uma M…, e podem sofrer com misso no futuro.

  20. img
    mosssad Responder

    mais uma vez a CST vai levar tecnoligia sue ja exist a mais de 10 anos no Ocidente para o pais. E ainda alguns dizem que estamos a evoluir leve levee. Isso so mostra o quanto Sao Tome e principe esta atrasado em relacao ao resto do mundo

  21. img
    "Mesquinho" Responder

    Lógico que estamos atrasado em relação à outros países.
    Mas, está atrasado não significa, não evoluir
    “ NUNCA É TARDE PARA EVOLUIR!”

  22. img
    Trinta Mil Barris de Petroleo Responder

    Se calhar não entendi a senhora Filomena, deve ser?
    Por acaso não devemos dar o passo maior que as pernas!
    Há muita coisa para sefazer antes de entrarmos no 3G, ora vejamos:
    Temos posto Sanitarios sem condições, sem serviço de noite, sem urgencia.
    Temos escolas com problemas de garantia de refeição quente às crianças.
    temos policiais sem dinheiro para comprar fardamento.
    Temos taxistas com dificuldades em abastecer o carro e colocam gasolina no carburador, directamente. mais e mais.
    A crise de valores, ninguém consegue travr a onda da delinquencia juvenil, sobretudo anoite. Roubo de porco e banana, etc. Será a 3G de moveis o sucesso desejado? Convenhamos.
    Iluminação solar, transformação do pescado, formação de fiscais de pesca ilegal nas nossas aguas, policia cientifica, etc.
    ISSO PRECISAMOS ONTEM?

  23. img
    LEGUÉ PÉ SÓN!!! Responder

    Mas enfim zemé cabóca flá cuwa lumado.
    Magi tudo nem cuwa sé nom ca pôgiu cuwê.
    Sera ki a CST ira mudar de tarifarios movel e fixo também?
    Ter o 3G não é ter tudo o país tem sim é ki aprir porta a outras operadoras, assim termina com esses abusos da CST(tipo carregas 50 mil dobras ou 100 mil dobras de saldo se por ventura acabou hoje mesmo ja não podes ter mais como comunicar enkuanto não fazer novo caregamento,ca pra mim isso é negativo tem ki haver muita divercidade na telecomunicação nesta terra de tamanho de um grão de milho!!!!Enganam povo com 3G sabendo ki o 3G apenas ira abrangir os senhores de grandes notas enfim…mas sera ki os jovens mais desfavorecidos irão ter comoi ter um telemovel capacitado pra rede 3G?
    Portanto 3G é bom sim pra o pais mas tera ki pensar nos desfavorecidos e criar umm outro tipo de tarifario isso sim muito bommmm!!!!!
    Seja bem vindo o “3G”
    Sera ki o “jojó tambem ira ter asseço a tecnologia 3G?
    Bom tá se bem hoje é 3G amanhã teremos televisão por cabo(TV CABO STP)
    Não pessimista mas sim sou muito otimista ao meu país mesmo vivendo fora da minha patria (STP)tendo em conta ki estamos perdidos em termo de tecnologias avançadasem telecomunicações…
    No dia ki o pais conhecer uma outra operadora de telecomunicações ai sim as coisas irão mudar…
    ABRAÇOS MEUS AKI DA TUGA PRA TODOS SANTOLAS E MUITA CORRRRRRAGEM E ESPERANÇA KI O NOSSO STP IRA MUDAR MAS KI ESTA MUDANÇA DEPENDE MUITO DE NOS ISSO SIM MUITO MESMO…
    Não vamos deixar MACACO comer-nos BANANA e depois atirar-nos com a mesma!!!

  24. img
    LEGUÉ PÉ SÓN!!! Responder

    kis dser a mesma é (CASCA DA BANANA)

  25. img
    HMT Responder

    CST é a melhor de marketing em São Tomé, precisa mais é de concorrência e pagar melhor os funcionários que continuam a ser explorado pelos portugueses.

    • img
      Truki Sun Dêçú Responder

      Se calhar o Governo, ou as Empresas Santomenses pagam melhor ….

  26. img
    Amicio Ramos Responder

    eu estou a gostar oque a CST esta fazendo pra STP ,, , pelo menos n comunicacao estaremos em desenvolvidos forsa forsa e bom trabalho Senhor Admistrador Jose Jardim

Deixe um comentario

*