Economia

Federação Russa vai perdoar a dívida de STP avaliada em mais de 4 milhões de Euros

A garantia do perdão da divida de STP para com a Russa foi anunciada pelo Diplomata Russo acreditado no país, após audiência esta segunda-feira 9 do corrente, com o 1º ministro Patrice Trovoada

Foi no final da audiência com o 1º ministro Patrice Trovoada, onde as partes abordaram aspectos ligados a cooperação, que o diplomata Russo acreditado em S.Tomé, anunciou que o seu país vai perdoar a dívida de S.Tomé e Príncipe avaliada em mais de 4 milhões de euros «estamos agora na última fase da assinatura do protocolo, do documento para regularização da divida santomense á Federação da Russa» pontuou.

Para além do anúncio de perdão da dívida que funciona como um balão de oxigénio para as autoridades nacionais, a Federação Russa segundo o seu embaixador, colocou a disposição do país mais algumas bolsas de estudos «nós informamos o senhor 1º ministro sobre apresentação de mais sete bolsas de estudo para o governo santomense no ensino superior da Federação da Russa» frisou

Durante a audiência, as partes debruçaram ainda sobre a entrada de investidores Russos nalguns projectos de desenvolvimento nacional «podemos constatar que há algum interesse por parte dos investidores Russos que pode utilizar aqui os seus potenciais económicos, os recursos financeiros para utilizar aqui em STP» concluí o diplomata russo

Carlos Tiny

    17 comentários

17 comentários

  1. Francisca Cara Linda

    10 de Abril de 2012 as 18:33

    Toma-la e da ca bué. Cuma non Ka fééé?

  2. JHUNIOR.G.C

    10 de Abril de 2012 as 18:47

    como se trata de uma boa noticia, ninguém comenta, mas se pelo contrario fosse uma noticia pouco auspiciosa ou contra o governo, este espaço já não caberia de tantos comentários de pessoas que parecem que só sabem criticar, e quando aqui digo critica refiro-me a critica destrutivas e não construtivas..abraços. parabens ao povo sãotomense e ao seu governo por mais uma batalha ganha contra aqueles que dizem que o governo nada faz……só queria dizer mais duas coisas: a primeira é que um governo bom, não é o mesmo que o bom governo, e segundo é que, um governo que em pouco tempo faz muitas coisas não é necessariamente um bom governo….se queremos um país seguro e responsável temos de fazer bem o nosso trabalho de casa……

    • Mimi

      11 de Abril de 2012 as 15:31

      Afinal este perdao deve-se a algum feito especial do Governo?…

      • sunshine

        15 de Abril de 2012 as 12:30

        Sim deve, algumas semanas atrás circulava uma notícia sobre o reconhecimento do Kosovo por parte de São Tomé e Príncipe. E esse perdão da dívida não passa mais do que uma estratégia russa na compra de reconhecimento de São Tomé e Príncipe…

  3. luisó

    10 de Abril de 2012 as 22:13

    que grande perdão….

  4. Fidelio Castro

    11 de Abril de 2012 as 8:06

    É bom saber k existem países e pessoas interessadas em investir em São Tomé e Príncipe. Só espero que estas promessas não fiquem em papéis. Ouvi no telejornal que há alguma possibilidade de um banco russo financiar o porto de águas profundas. Espero bem que não aconteça o mesmo que se passou com a barragem que os russos estavam para construir em Yó Grande, que só serviu para levarem pedras e outros elementos para estudos, a barragem mesmo que é boa nem vê-la.

  5. BRUNO DAS NEVES

    11 de Abril de 2012 as 9:01

    O que STP ganha com isso? Outra coisa, se for pra mandarmos pra ai nossos estudantes pra depois os racistas fazerem como fizeram com os caboverdianos e guineeses, prefiro mesmo estudar nas nossas universidades porque aqui somos todos filhos da terra.

  6. Três Vezes Grande

    11 de Abril de 2012 as 10:01

    Senhor Bro das Neves,

    Deixa lá dessas ideias, porque mesmo em STP uns já estão a matar os seus irmãos e amigos também.Depois, em STP tu não farás o curso de medicina nem de nenhum tipo de engenharias. Se for para fazer direito, sociologia, história, informática, gestão, economia, eu ainda poderia concordar cintigo porque são cursos que se pode fazer mesmo cá em STP em vez de gastar dinheiro enviando estudantes que poderiam fazé-los aqui que fica mais barrato, mas para fazer certos cursos é necessário mesmo a deslocação para o exterior, porque não temos condiçoes ainda para formarmos médicos e engenheiros e outros semelhantes que exigem grandes e altas tecnologias. Agora, quanto ao racismo, cada um deve evitar andar no local onde não deve, porque paralem dos caboverdianos e guinences, também há outros estudantes que lá estiveram e nada aconteceu. Quando queres boa vida, sempre tens de pagar por isso. e saiba que se foste para estudar então estude e deixa de vadiar e só assim evitarás o ataque dos racistas.
    Bem haja a todos,

    Viva STP
    Viva Rússia que perdoou a nossa dívida equer nos ajudar !!!

  7. Ê ça cada cuá!

    11 de Abril de 2012 as 10:32

    O pior de tudo é que muitos não sabem o caracter dessa divida,….essa divida veio de equipamentos militares obsuletos da 2ª Guerra Mundial, que estão em S.José e Monte Café criando mosquito……..porque que o embaixador da Russia veo pra STP já duas vezes,e só agora que foi recebido pelo Presidente?….mas tudo isso tem como pano de fundo o enfraquecimento da Georgia, k é antiga provincia da russia….é k a Alcita do Norte e do Sul, pertencem a Georgia e eles é k têm os minerai, mas eles querem a independencia….logo a russia está a favor da independencia destas ilhas de maneira a enfraquecer a Geordia……é bom termos cuidado.

  8. conceituoso

    11 de Abril de 2012 as 11:25

    Tem tudo uma grande estratégia por detrás disso!

  9. pedro santos

    11 de Abril de 2012 as 13:31

    fico satisfeito pelo perdão, são menos dores de cabeça para as paupérrimas finanças locais que tanto precisa de ajuda e investimento externo para a criação de infra-estruturas e assim adquirimos uma verdadeira autonomia ou independência total.

    todavia quem perdoa não volta a dar.
    é elementar e aprende-se no 1º ano de economia da faculdade

    • pedro santos

      11 de Abril de 2012 as 13:58

      queria dizer:
      quem perdoa não volta a emprestar

  10. jorge

    11 de Abril de 2012 as 15:46

    Pensei que fosse 4 B de euros. Pergunta ao patrice quantos M euros a família dele tem

  11. jovem bolseiro

    11 de Abril de 2012 as 16:13

    tonto e tanto perdão de divida, primera mente era estudo unido perduou a divida de são tomé no ato em que presedente fradique mineze estava no poder agora, tanta divida para onde vai esse dinheiro para turismo para os bolso dos governante.. ou para ajudar hospital a não faltar água nem siringa coisa do genero=? por favor deme uma esplicação

  12. Aristides Barros

    11 de Abril de 2012 as 16:48

    É preciso que os nossos dirigentes saibam que do anúncio até a efectiva realização há ainda muito trabalho a ser feito.Sem trabalhos subsequentes não haverá nem alívio da dívida nem investimentos.O que se tem feito é exactamente anuciar e esperar que tudo caia do Céu. E claro que não acontece.É preciso trabalho competente, persistência e abnegação para que as coisas aconteçam.

  13. santoespirito

    11 de Abril de 2012 as 18:33

    o mais engracado e que quando russia emprestou stp ou stp pediu emprestado a russia esse valor ninguem, sabia de nada. so estamos a saber porque vai ser perdoada.
    afinal o que foi feito com esse dinhero???

  14. até quando S.T.P

    12 de Abril de 2012 as 15:04

    Até quando serás um barco a deriva para muitos e barco com rumo para poucos…

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo