José Cassandra investido como Presidente do Governo Regional do Príncipe para os próximos 4 anos

O estatuto político e administrativo da ilha do Príncipe, assim o definiu. Doravante o mandato do governo regional é de 4 anos, ao contrário do passado que era de apenas 3 anos. Uma vantagem para o novo governo regional que conta com 3 secretários regionais.

Sob a presidência de José Cardoso Cassandra, o governo regional do Príncipe saído das eleições de 25 Julho, em que a UMPP ganhou com maioria absoluta, conta com Natália Umbelina como Secretária Regional para os assuntos sociais e institucionais, Nestor Umbelina secretário para os Recursos Naturais, Ambiente, Infra-estruturas e Ordenamento do Território, e por fim Hélio Lavres como secretário regional para os assuntos económicos e financeiros.

Este último é o único rosto do anterior governo regional que continua em funções. Nestor Umbelina que era Presidente da Assembleia Regional passou para o governo regional e Natália Umbelina, que passou os últimos anos no estrangeiro regressa a sua ilha natal para liderar as questões sociais e institucionais.

Na cerimónia de tomada de posse presidida pelo Primeiro Ministro Patrice Trovoada, o novo governo regional, explicou que a pessoa humana continua a ser o principal alvo da sua política. Mas para os próximos 4 anos decidiu, associar «a preocupação com o desenvolvimento infra-estrutural da ilha e propósitos de consolidação do sistema educativo regional», pontuou José Cassandra.

O Presidente do Governo Regional, garantiu total colaboração e solidariedade para com o governo central de Patrice Trovoada. A resposta do Chefe do Governo foi m sintonia. «Quero dizer ao senhor Presidente do Governo Regional que poderá contar com todo o apoio, colaboração e atenção do governo central, de modo a corrigirmos as assimetrias e os desequilíbrios que têm vindo a penalizar de uma maneira injusta a ilha do Príncipe», referiu Patrice Trovoada.

O Chefe do Governo arrancou forte aplauso dos presentes, quando falou da identidade do Príncipe e de São Tomé. «Hoje temos um quadro que vai-nos permitir avançar no respeito da identidade de cada uma das parcelas que constituem São Tomé e Príncipe», afirmou.

Através do estatuto político e administrativo que entrou em vigor este fim-de-semana após a investidura do novo governo regional, as autoridades do Príncipe ganham autonomia para realizar projectos em vários domínios. Um dos mais importantes é a atracção de investimentos estrangeiros para a ilha.

No passado completamente dependente do governo central, doravante as autoridades do Príncipe, têm toda liberdade para negociar acordos que permitam a contratação de serviços para a região autónoma.

No entanto o Primeiro-ministro, avisou que as dificuldades do Príncipe e do país em geral, só serão resolvidas com «mais trabalho, mais seriedade, mais sacrifício, mais diálogo, mais responsabilidade estou convencido que poderemos ultrapassar essas dificuldades e construirmos um São Tomé e Príncipe melhor», concluiu Patrice Trovoada.

Príncipe autónomo, tem um novo governo para atender as aspirações da sua população.

Abel Veiga

.

Notícias relacionadas

  1. img
    atencao!!! Responder

    o ex marido foi ali tentar ser presidente,

    a natalia ja dirigiu departamentos em stp, os filhos vivem bem em stp, portugal e franca, respectivamente,

    creio que há mais pessoas do principe capazes do que sempre a Natalia umbelina.

    parece que o tozé tambem gosta de elites e elitismo…

  2. img
    sydnei Responder

    espero que o Principe dê um passo gigante na vida e mudança, sei com governo de ADI sera diferente e com tó Zé sera melhor ainda ..
    que eles possas ter uma boa relaçaõ e juntos podem mudar STP…forma a todos viva stp

  3. img
    Emilio Pontes Responder

    Parabéns aos filhos do Princípe e em especial a Dra. Natália Umbilina que regressa a casa. Exemplo que deve ser seguido por centenas de outros pelo mundo fora se forem convidados para darem a sua comtribuição.

    • img
      Zé_Quim Responder

      Pois é caro Emilio.

      Mas, o convite é feito desde o momento que que se sai do país com uma bolsa de estudos.

      A Dra. Natália deu contributo no passado, fez uma interrupção e decidiu voltar, não se compara com muitos que tiveram bolsa do estado, concluíram há anos a formação e, optaram por ficar por lá e, agora só “mandam vir” sem nunca se quer espreitar a realidade. Enfim, esperemos que de facto seja esse o início.

      FUI

      • img
        Emilio Pontes Responder

        Zé_Quim,
        Eu não sou do Princípe. Sou Santomense. Estudei lá e tenho estado no Princípe.

        A Dra Natália é competente.

        Simplesmente isso.

  4. img
    Aerton Responder

    Boa sorte a todos que compõe o novo governo regional!

    Boa sorte ao povo da Ilha do Príncipe!

    Boa Sorte a STP!

    Que tudo vos corra bem.

  5. img
    budobaxana Responder

    Onde esta o Programa para a desenvolvimento da regiao autonoma ?

    - Comer
    - Beber
    - tachos pra primos , irmaos, e toda familia
    - Viajens
    - Vivendas

    Ocupou o mesmo cargo desde ja a quatro anos. Qual a melhoria ?

    • img
      mino ié Responder

      Ta quieto quem não contribui não faz cumentários, por acaso alguima vez colaboraste para o Príncipe?

      • img
        budobaxana Responder

        Eu nao sou um destes cobardes que ficam no estrangeiro e criticam.Nao sou imigrante.Nasci no Principe e vivo e trabalho aqui.

        Vem aqui pra sundi e outras roças e veja como as pessoas sofrem.

        As criancas e velhos passam fome e morrem todos os dias.

        O que estou a dizer e To Ze e todos os Cassandras que sao todos Directores de tudo(projectos,hospital,porto do Principe,etc…) tem que sair dos escritorios e fazer coisas palpaveis.

        Toze teve 4 anos e vai ter mais 4 anos para governar e por mais dinheiro no bolso dele , dos amigos e todos familiares dele.

        Que faça algo para as populaçao que se veja.Refiro-me a melhorias na saude,agua,alimento,educacao,transporte publico,desporto,lazer,turismo,meio ambiente,emprego,infraestrutura,comunicacoes,producao alimentar,vivenda,electricidade,etc…

        A regiao com 6 000 habitantes merece melhor.

        Fui

        • img
          mino ié Responder

          Pois põe na sua cabeça que não é agora que tomamos idependencia…
          O primeiro homem da nossa mãe é que tem que garantir o futuro do filho, o que Tozé fez em 3 anos à 32 anos atraz não existia tenha conciencia um pouco…
          Se és de Príncipe eu também sou e moro no Príncipe.
          Quando digas que criança de Sundy esta passar fome e a morrer todos os dias tas a mentir, eu conheço todo canto de Príncipe, a não ser se for você que esta a lhes matar…(vê bem o que falas ok) o Tozé não é Deus pra fazer tudo ao mesmo tempo é humano como tu..vocês têem que deixar de espirito de maldade….

        • img
          Conheço esta dialéctica Responder

          Caro Budobaxana,
          Não ofenda a inteligência das pessoas.
          Voçê não mora no príncipe, consequentemente não trabalha no Príncipe, e muito menos nasceu no Príncipe, por isso, peço-te que sejas jenuíno. É verdade sim que os cargos da direcção no Príncipe estão quase todos entregues aos Cassandras, isso não te desminto, mas, dizer que morrem pessoas no Príncipe por fome, aquí meteste o pé na poça.
          Que o Príncipe devia estar melhor do que está, tambémb estou de acordo consigo. Mas responda-me:
          Quantos governos houve no nosso país em 35 anos?
          Resposta: Buéréré deles.
          O que fizeream os outros que por aí passaram?
          Resposta: Zérro.
          Mais uma vez, acho que o teu problema se reside no facto de “os Cassandras” estarem à frente de quase tudo. Também digo-te que não isso não me cheira nada bem.
          Bazei….

        • img
          mino-íe Responder

          Ja não falas ou tambem moreste de fome…?
          bilingua…

  6. img
    Digno de Respeito Responder

    Felicito ao Tozé Casandra, e o respectivo elenco. Certo que sozinhos nada conseguirão fazer. Apostem numa equipa forte, coesa, perceverante e dinâmica. Assim, todos sairão vitoriosos e convictos de bons resultados que a população da Ilha do Príncipe tanto espera.

    Finalmente, alguém lembrou-se da Natália Umbelina depois dos seus estudos em França…..

    • img
      Zé_Quim Responder

      Junto a minha voz aos votos de êxito ao novo elenco do governo regional. Penso que Eng. Cassandra tem feito maravilhoso trabalho.

      … mas, francamente caro Digno de Respeito me responda, qual a diferença entre estudar em França ou outra paragem qualquer algures nessa aldeia global.
      Por essa e por outras, alguns depois da formação têm a mania de só poderem ajudar em cargos de chefia.

      Penso que o que faz a diferença é a própria capacidade de absorção do conhecimento e, provar que de facto se merece o diploma que se transporta.

      Cuidado com as descriminações, por essa e por outras passa-se todo o tempo a mandar vir alguns consultores e, na prática quem os ensina a trabalhar são as capacidades internas instaladas mas, o “cash” esse vai todo para o exterior.

      Muita atenção.

      • img
        FC Responder

        Mais uma vez tenho que concordar consigo!

  7. img
    Juanes Responder

    Felicito senhor presidente e desejo-lhe muita sorte.

    mas não se acanhe quanto ao primeiro-ministro… faça-o cumprir todas promessas feitas ao povo do principe.

    Abbraços

  8. img
    João gonçalves Responder

    Meu caro e estimado amigo Tó Zé Cassandra,seja sempre firme e enérgico para com a ajuda dos demais possas levar avante os desígnios desejos da População desta parcela do território da STP a almejarem os melhores dias.
    Tens nas mãos todo um manancial de apoio quer da População Local como do Governo Central para conseguires este feito, por isso tente na medida do possível e do teu melhor para que esses desejos e intenções sejam uma realidade.O espírito de sacrifício que te embebeu para tomar a firme decisão continue viva em te, deixando de lado todos aqueles que só venhem para importunar e daí seguir o caminho rumo a felicidade que tanto anseia a População de Príncipe como também a População de STP no geral.É com sacrifício e abenagação que se constrói um País e uma Nação.Força por lá e que todos nós estaremos torcendo por te tanto nas dificuldades como na bonança.

  9. img
    Madalena Responder

    Num país como o nosso, uso de fato é mesmo para cerimonias e actos muito formais. É um habito importado da europa,zona de frio até justifica. Em São tome e principe não devia se obrigatorio o uso de fato, mas .. o que fazer?
    Está o governo lembrado das transferencias que deve fazer a Ilha irmã?
    Está o governo lembrado de que tem balanço dos 100 dias da governação?
    Bom Bom
    Encolhem os fatos e vamos a obra, não tenho duvidas que vão fazer um bom trabalho.

    • img
      mino ié Responder

      Fica mais quieta pensa e depois fala coisa com nexo, tens conversa barrata parece quem caiu de madeira.
      não viste outra coisa pra criticar….?

  10. img
    Madalena Responder

    O Governo toma medidas, o governo central.
    Nomeações e decisões na utilização de viaturas de estado. Boa medida.
    Quem fiscaliza!!
    Em 1º lugar se calhar era saber os custos que o estado tem em relação a manutenção e as reparações nas diatas viaturas.
    2º Lugar reabilitar o parque automovel.
    3º Formar guardas dos parques automoveis.
    Agora vai acontecer que os desvios das peças auto se fazem a brincar. As baterias, stops, farolim, limpa brisas, macaco, etc.
    Onde que o esatdo iria parquear as viaturas todas que possui?
    As vivências perderam boleias, as catorzinhas, etc. Qual é o mecanismo legal para um cidadão normal adquirir sua viatura propria? O salario chega?

  11. img
    Madalena Responder

    O Dia 11 de Setembro???
    Toma de posse?
    Estão lembrados dos acontecimentos de 11 de Setembro nos Estados Unidos da America!!
    Se eu mandasse,pedia para alterar a data. A não ser que Estados Unidos não fazem parte de parceiros estrategicos de STP.
    Como são importantes parceiros nossos, quer queiramos quer não, seria bom solidarizar com eles ou no acto prestar um minuto de silencio as vitimas de 11 Setembro WT Center

    • img
      Oscar Hebert Responder

      Nao podemos ficar preso a datas. Temos e que por as coisas em andamento porque o tempo nao para. Se ficassemos exclusivamente preso a datas muita coisa ficaria por fazer.

    • img
      mino ié Responder

      Seria bom que tu abrisse os olhos, um minuto de silencio não faz parte de desenvolvimento, ganha tempo e toca andar pra frente.
      Há muita coisa mais importante pra tu cumentares…

      • img
        Oscar Hebert Responder

        Penso que o Sr. mino ié nao percebeu o alcance das minhas palavras, lamento muito!

        • img
          mino ié Responder

          Quero pedir disculpa percebi muito bem as suas conversas, só que enganei no local de comentário erra pra aquela chavala de Madalena que gosta de falar coisas sem nexos… obrigado desculpa irmão…

  12. img
    Democratico 1 Responder

    Estou confiante que doravante este novo governo será mais dinamico em toda as suas ações…Boa sorte Tozé Cassandra e apelo a estar sempre em sintunia com o governo central…

  13. img
    kimposso Responder

    Que o progresso chegue a Ilha e traga muita prosperidade…
    Forca Principe
    Unidos venceremos

  14. img
    Polvo Paul Responder

    Não há dúvida, que a Mestre Natália Umbelina, é uma pessoa bastante competente e muito bem formado, acho que foi uma excelente escolha por parte do Presidente Regional.
    Mais contudo espero que a Mestre Natália esteja neste governo com objectivo de ajudar os jovens e a ilha do Príncipe a crescer, e não fazer do cargo uma forma de ajuda directa aos seu familiares mais próximos, pois enquanto esteve na Ilha de ST, já teve varias oportunidades de ajudar o Príncipe e jovens do Príncipe e não o fez.
    Enquanto directora do centro de ensino de Francês nunca enveredou esforços para que o Príncipe pudesse beneficiar do centro igual a que acima referir.

    Não me leva a mal, era necessário fazer-lhe essa crítica, contudo desejo-a boa sorte e muita coragem, pois não é muito fácil trabalhar no Príncipe dado mentalidade que reina por lá, há muita gente preguiçosa que quer viver a conta do orçamento do governo regional.

  15. img
    Damita A. Guerra Responder

    Perdi o Danilo Salvaterra de vista, aonde escreve ele agora, alguém sabe? Muito agradecia que me informassem. Beijinho.Dami.

    • img
      Aerton Responder

      O Eng.º Danilo Salvaterra encontra-se entre nós (Lisboa), o número de telemóvel é este: 967067065

      Email: dsalvaterra@mail.telepac.pt

      Espero ter-lhe ajudado.
      Obrigado

    • img
      Aerton Responder

      O Engº Danilo Salvaterra anda mesmo entre nós (Lisboa), o número de telemóvel é
      este: 967067065
      Email: dsalvaterra@mail.telepac.pt

      Espero ter ajudado.

  16. img
    Boca do Mundo Responder

    Os meus parabéns ao Sr. Tó Zé Casandra pela forma como tem dirigido os destinos da população da Região Autónoma do Príncipe.
    Mesma não sendo residente daquela região, acompanhei a evolução da política tanto do governo Regional e da Assembleia Regional. Durante os últimos quatro anos, incluindo a prorrogação do mandato, eles demonstraram que o poder regional não foi eleito somente para tratar o lixo da cidade, nem tão-pouco para coordenar os mercados. Os anteriores vereadores eleitos demonstraram firmeza na discussão de principais problemas daquela região, razão pela qual, muitos dos anteriores vereadores foram reeleitos. Utilizaram todos os meios necessários, entre as quais, a população, a constituição da república, as leis, a comunicação social, a cooperação e germinação entre as câmaras de Portugal e Cabo-Verde….
    Resultado, a ilha do príncipe está de parabéns, tem o seu estatuto da autonomia consagrada na constituição e na lei estatuto político-administrativo próprio, tem vários projectos de cooperação, acima de tudo, o presidente do Governo regional reconduzido no cargo.
    Esses factos devem ser seguidos pelas Câmaras dos diferentes distritos de são Tomé. Os Principianos são unidos. Houve algumas divergências entre esses dois órgãos regional, mas sempre demonstraram união na resolução dos problemas específicos da região, o exemplo disso, é a fotografia de Nestor Umbilina e Tó Zé Casanfra, presidente da Assembleia e Governo Regional, aquando da aprovação do estatuto político-administrativo na Assembleia Nacional.
    Este é o exemplo que todos os são-tomenses devem seguir, principalmente os Deputados a Assembleia Nacional, os membros do Governo, os Tribunais e sobretudo o Presidente da República. Os Principianos demonstraram que têm problemas, que quem deve, em primeiro lugar, resolver os seus problemas são eles próprios e em seguida, juntos pedirem a resolução dos mesmos ao governo central e a Assembleia Nacional.
    Por outro, quero contrariar um parágrafo desse artigo, que afirma que “O estatuto político e administrativo da ilha do Príncipe, assim o definiu. Doravante o mandato do governo regional é de 4 anos, ao contrário do passado que era de apenas 3 anos.”
    Contrário na medida em que a Constituição da República no seu artigo 141.º prevê que tanto as autarquias locais bem como a região autónoma do Príncipe têm o mandato de 3 anos. Por outro, o nº2 do artigo 37 da Lei Estatuto Político-administrativo da Região Autónoma do Príncipe fixa que a legislatura da Assembleia Regional tem duração de três anos”. Disto para disser que tanto a Assembleia Regional, bem como o Governo Regional têm um mandato de 3 anos e não 4 anos como foi noticiada, sem ressalva.
    Por outro lado, quero apelar aos órgãos dos poderes locais e regionais que junto, procurem ver os seus problemas específicos resolvidos, para tal, que haja cooperação entre os diferentes órgãos, que sigam as leis, que aceitem as opiniões dos moradores porque sem eles não haveria nem as câmaras/Governo regional nem as assembleias.
    Finalmente, apelar a os Deputados eleitos, o Governo, na pessoa do Ministro de Assuntos Parlamentares e descentralização, bem como, poderes locais e regional eleitos que juntos, devem invocar pela constituição na Assembleia Nacional de uma Comissão Especializada Permanente de poder Local e Regional, com atribuições de tratar os assuntos específicos de cada poderes locais e regional; acompanhar o comprimento da lei-quadro das autarquias locais, da lei estatuto jurídico da Região autónoma do Príncipe; promover a participação da organização de moradores no exercício do poder local e regional e etc…
    Viva stp.

  17. img
    simao amaral tebus Responder

    o desenvolvimento do Príncipe não só está na responsabilidade da Governo de Tó-Zé como todos nós filhos do Príncipe, amigos e residentes; passa também pela honestidade, vontade de trabalhar, saber usar o que é do Estado. evitar conflitos desnecessários que só prejudica a nossa Ilha do Príncipe; temos a mania de criticar tudo mais alguma coisa, mas, nunca apresentamos soluções; espero q este Governo trabalhe em Paz e q encontre melhor solução para o nosso Príncipe.

    • img
      Osama bin Laden Responder

      Mais é preciso que esses filhos não sejam ignorados, por quem anda a governar.

    • img
      mino ié Responder

      Tens toda a razão Sr. Simão Tebus isto é que é cumentário não é como aqueles cães de caça que só anda no estrangeiro a ladrar a puxar carne pra casa dos outros esquecendo da sua terra natal.
      Gostei muito do seu comentário, valeu a boa compreeção…

  18. img
    Perreira Responder

    A madalena esta sempre contra tudo e todos. credo

    • img
      mino ié Responder

      As disamparadas são mesmo assim nem tem por onde cair morta…

  19. img
    helmer dias Responder

    prontos o sr presidente queria e tem atualmente uma historiadora e figura da ilha nos destinos de assuntos muitos importantes para as pessoas principalmente nossos idosos que muito ja contribuiram para o nosso princípe e nossas crianças,jovem e nos mesmo.Pos bem sr presidente tenmho que lhe dar benefício da duvida em relaçao a estimada figura.Nao vou no caminho de dizer que o sr presidente,quer ter na sua equipe só doutorados e enginheiros,mais pessoas com qualidades e competencia e que goste realmente do princípe num todos.Ve o exemplo do nosso primeiro ministro que,escolheio para pasta da saude a nossa bem conhecida ANGELA COSTA.Ela nao é doutora pos nao mais é a nossa ministra,e desejo maiores sucesso a ela,isso quererar dizer que nos santomenses estamos a ter uma boa saude.So espero que todos trabalhem para o bem do princípe e de nos de princípe,e deixemos de mesquinhices patetico que so a elite é que pode governar.Eu estou consigo desde que apresentem resultados,mais tambem auplaudo a consquista de uma figura como a sr NATALIA UMBILA.UM BOM TRABALHO FORÇA E QUE DEUS ABENÇOA A TODOS AI NA ILHA.

  20. img
    Arruá Valentim Responder

    Está na altura de deixar-mos trabalhar quem quer trabalhar, acredito e confio neste Governo de Exmº.Senhor Presidente do Governo Regional do Príncipe (Engº. Tozé Cassandra)e os Secretários, e tambem no Governo Nacional na tutela do Senhor Primeiro Ministro (Drº. Patrice Trovoada)e os ministros todos de camada Jovêns com espírito de luta, trabalho, só peço a toda População de S.tomé e Príncipe residente em todos os cantos do mundo e que estejam a ler esta mensagem,que levem em consideração a mensagem deste jovêm Santomense, filho do Príncipe.

    Para os nossos Governantes, eu apelo que não sejam curruptos, não olhem para cara bonita, nem olhem para apelidos,direitos iguais a todos.Outra coisa… por favor olhem mais para as nossas crianças,jovêns, idosos.A todos… vamos ajudar mais uns aos outros, vamos ajudar a quem mais precisa, vamos acabar com estas divergencias politicas, divergencias nas Religiões, vamos pensar só numa coisa, Desenvolver a nossa maravilhosa Ilha (São Tomé e Príncipe)

    Pontos focais:

    Educação – Mais escolas, mais formação (exterior como interior do Pais)

    Saúde – Postos de saúde em todos os cantos do País,fornecer uma boa saúde para todos.

    Viva São Tomé e Príncipe…

    • img
      mino ié Responder

      Muito bem Sr. Arúa elogio 100% o seu discurso tu ja fases parte da minha lista para o proximo governo do principe daqui a dez anos, vamos unir e colaborar com boas ideias, e evitar de criticas sem nexo.
      Ums que nem na foto conhece príncipe andam a dar mal de Tozé Cassandra..

      • img
        budobaxana Responder

        Mino ié

        Com esta mentalidade de comunista nao vais a parte nenhuma.

        Vivemos num estado de direito e as pessoas sao totalmente livres de terem e expressarem uma opiniao diferente da tua.

        Tu nao es melhor que outros filhos do Principe . Todos nascemos aqui e temos todo o direito de exprimir o nosso sentimento en relacao a tudo aquilo que afecta as nossas vidas e a dos nossos filhos.

        Comunista de mer…

  21. img
    Madalena Responder

    Meus carissimos!
    tenho apreciado aos vossos comentarios.
    Sejam curtos e grosso, como o Pereira.
    Veja que tento ser critico em relação a tudo, não dependo do orçamento do estado das ilhas, tenho a firme convicção que nada estamos a dazer em prol deste povo. ja visitei muitos paises africanos e europeus, estamos na cauda da tabela. Podes crer, sr Rapidoso.
    Umas Ilhas, que sua dimensão nem devia ser país independente, um Estado.
    veja para as atribuição de um ministro de qualquer outra paragem, Portugal, Cuba, Angola e compara com as nossas limitações tecnicas, alcance, visão, etc.
    Achas que eu devia congratular com a forma como tomam a medida na utilização das viaturas do Estado, embora não seja funcionario do estado de STP?
    Não, temos que tomar medidas bem pensadas, analise de casos, dados.
    Por exemplo o cidadão teria o gosto em saber, quanto gasto o governo na manutenção das viaturas, combustivel utilizado fora das horas normais de expedientes, Kilometragem percorrido depois do serviço, dados dos acidentes fora do serviço do estado. O Povo tem direito em saber? ou não?
    Depois tomar medidas, isso pode ser extrapolado as outras medidas.
    Sou assim Pereira.

  22. img
    Osama bin Laden Responder

    Ante vê-se grandes guerras no Governo, Cassandra contra Umbelina, essas duas famílias pensa que são donos do Príncipe.
    Espera, que vossa água está no fogo a ferver.

    • img
      mino ié Responder

      Deixa de pensar maldade seje Humano…
      Dizem que o mundo é um lugar perigoso de viver,mas não, perigosos sois vós que vê o mal e deixe acontecer…(maldigno)..

  23. img
    Aerton Responder

    Solicito, ao Senhor Presidente de Governo Regional que junto ao 1º Ministro, esclareça relativamente aos critérios que foram um usados pelo Ministério da Edução na atribuição de 14 bolsas de estudo para República da China Taiwan, em que deixou de fora os jovens da Região Autónoma do Príncipe. E solicitar igualmente ao senhor 1º Ministro a colocação de uma figura que representasse o Governo Regional na comissão de bolsa do Ministério da Educação.

    Obrigado.

    • img
      Aerton Responder

      Errata:

      Onde lê-se “Edução” passa-se a ler Educação.

      Obrigado

  24. img
    Assuncao Responder

    Boa Toz’e,Parabens ,’e dedicado e um lutador, juntos para um SaoTom’e e Principe melhor.
    Com cumprimentos.

  25. img
    José Maria Cardoso Responder

    Ainda ando a tempo de dar os parabens ao novo Governo Regional do Príncipe e em especial ao seu Presidente, o Eng. Tozé Cassandra, a quem envio um forte abraço.
    Pelos discursos corridos nesta tribuna(sempre com alguns interlocutores pouco elegantes q não conhecem o sabor doce das palavras sem insultos), está em alta as aspirações que os titulados «filhos do Príncipe» encomendam ao Governo Regional.
    A nova Carta de Autonomia do Príncipe abre novas dinâmicas a quem os eleitores depositaram a confiança do poder.
    Os nossos autarcas, independentemente das suas partidocracias, deviam partir por aí e unir os esforços para uma verdadeira autonomia financeira e administrativa dos seus governos distritais q não têm a mínima margem para manobrarem o navio.
    A descentralização, os micro-créditos e o envolvimento do capital privado, não só permanecem as populações nos seus distritos, mas constituem a pedra basilar para o crescimento das nossas ilhas.
    Bem haja!

  26. img
    Son Longo Responder

    Sr. Eng. Toze Cassandra, onde para o projecto de criacao duma Zona Franca no Principe? Pq nao tentar retoma-lo? Acho que iria criar alguns posto de trabalho que tanta falfa faz. Saudacoes.

  27. img
    Kassio Vilas Boas Cardoso Responder

    Boa noite, Toze Cassandra desejo a você toda a sorte para esse novo governo. Que você continue governando da melhor forma para que o principe cresça a pasos largos.
    Kassio Cardoso/Santo Antonio de Jesus-Bahia-Brasil

Deixe um comentario

*