Política

MAIS UM CONGRESSO, MAIS UMA ELEIÇÃO MAIS UM PRESIDENTE

Hoje o nosso partido se levanta mais uma vez para eleger mais um líder. Para trás ficam vários acontecimentos que irão preencher mais um pedaço da nossa história.

Acontecimentos sobre as derrotas nas passadas eleições legislativas e nos principais círculos autárquicos.

Acontecimentos de uma liderança controversa. Muito contestada por uns e muito querida por outros.

Histórias de um partido profundamente dividido.

A liderança que agora termina, mais precisamente na pessoa do Presidente cessante Camarada Rafael Branco vai deixar saudades:

Saudades por não ter sabido lidar com a diversidade de opiniões e de interesses dentro do Partido;

Saudades por não ter dado a devida atenção á questões relevantes que formaram o grosso de promessas sua enquanto candidato á presidência do MLSTP/PSD, tais como a modernização do Partido, a abertura ou mesmo a unidade.

Mas também deixará lembranças. Lembranças de realizações importantes.

Prometeu e Levou a direcção do Partido até as bases

Prometeu e reorganizou as bases e deu outra dinâmica a militância tradicional.

No âmbito da Governação e apesar de tropeços devemos estar orgulhosos de algumas realizações importantes como a Paridade cambial com o Euro que ajudou a estancar a galopante inflação. A estabilidade energética que hoje gozamos, a aposta e apoio aos que trabalham a terra, entre outros.

Por outro lado, a direcção cessante não soube utilizar nem maximizar as realizações governamentais conseguidas em actos de campanha eleitoral a favor do Partido, mas nem por isso diminui a importância das conquistas deixadas. Assim sendo, quero aqui em nome do Movimento Espontâneo render a devida homenagem ao Presidente cessante e desafia-lo a empenhar-se profundamente na unidade e fortalecimento do Partido.

Esta homenagem e este desafio são extensivos aos anteriores lideres do Partido tais como O Dr. Carlos Graça, Dr. Fortunato Pires, Dr. Posser da Costa e o nosso eterno líder e fundador Dr. Manuel Pinto da Costa cujo desempenho e liderança também constituem o reflexo do MLSTP/PSD que hoje vivemos. _APL_

Mais do que apontar dedos ou tecer elogios, devemos reconhecer a nossa cumplicidade pelos sucessos, insucessos, as vitórias e as derrotas do nosso Partido.

Somos cúmplices pela instalada guerra entre aqueles de mentes conservadoras e fechadas que renegam tudo que é novo, moderno e estranho a eles por um lado e por outro, os que levantando a bandeira de renovação pensam que tudo o que é velho e antigo não serve.

Somos cúmplices por não assumirmos que tantos uns como outros estão equivocados. Pois o MLSTP/PSD é e terá de ser de e para todos seus militantes e simpatizantes.

Nós, o Movimento Espontâneo nos propomos sim ser cúmplices de princípios como a transparência na gestão das coisas do Partido, cúmplices de uma liderança moderna, aberta, democrática e inclusiva. Cúmplices também de uma visão estratégica progressista, social-democrata, tolerante e ambiciosa.

Caros Camaradas

O MLSTP/PSD pertence a aqueles militantes que com a sua vida e sangue lutaram pela independência. É também pertença daqueles que com sacrifícios lutaram pela liberdade de expressão e a democracia. Eles são merecedores de toda a nossa gratidão.

Mas, o MLSTP/PSD de hoje é também o património dos mais novos e temos como obrigação lutar pela consolidação das conquistas de liberdade e democracia e empreendermos o progresso e o desenvolvimento.

Para tal e para termos um MLSTP/PSD, forte e vitorioso precisamos da experiência e sabedoria dos mais velhos, da dinâmica e a irreverência dos mais novos e a capacidade e energia de todos. Dos Homens, Mulheres, Veteranos e sobretudo de muitos Jovens.

Permitam-me camaradas fazer-vos uma pergunta: Para quê servirá este congresso?

Para elegermos mais um presidente? Para passarmos mais uma página?

Para nos prometerem um futuro melhor e depois nos trazerem mais do mesmo?

Será para isso?

Concordarão comigo que não.

Então, temos de dizer Basta

Basta que o MLSTP/PSD seja tratado como coisa de alguns e ao serviço de grupos

Basta que o MLSTP/PSD seja palco de disputas entre barões que procuram vantagens para seus interesses pessoais.

Basta que o MLSTP/PSD seja utilizado como simples trampolim para trapezistas disfarçados

Este Partido tem de voltar a ser propriedade dos seus militantes e simpatizantes para que cada um deles possa com orgulho e paixão, afirmar: MLSTP/PSD também é meu.

Hoje a globalização nos impõe irremediavelmente um mundo unipolar de sentimentos e ATITUDE de ESPERANÇA E MUDANÇA. O MLSTP/PSD enquanto uma organização de vanguarda com provas dadas ao longo da sua história não pode permanecer indiferente como um mero observador.

Camaradas, Senhoras e Senhores

O tempo mudou.

Agora é tempo de militância dinâmica e esclarecida

É tempo de esperança mas com convicção e certezas.

É também tempo de luta por aqueles princípios que nortearam o surgimento do MLSTP

É tempo companheiros de MLSTP/PSD regressar as Vitorias nas eleições Nacionais

Antes de terminar, gostaríamos de deixar uma mensagem para aqueles que de aqui sairão vitoriosos.

Hoje com o fim das campanhas para a Liderança chega também ao fim a nossa neutralidade.

Esta declaração é a nossa mensagem.

Estaremos aqui, vigilantes e alertas.

Somos, Movimento Espontâneo por um MLSTP/PSD Forte e Vitorioso

Viva os Veteranos, Viva a OMSTP Viva a Juventude

Muito obrigado

    21 comentários

21 comentários

  1. Ze Bimbi

    18 de Janeiro de 2011 as 23:36

    Muita genta fala sobre paridade cambial sem ter grande expressao sobre a mesma.
    Para dizer que STP esta em disvantagem com esse acordo cambial. O preco de paridade cambial esta muito alto, o que nao permite controlar agressivamente a inflacao.
    Um abraco!

  2. Txema

    19 de Janeiro de 2011 as 7:48

    Viva, amigo Osvaldo! Muito ánimo para a longa caminhada.

  3. lametavel

    19 de Janeiro de 2011 as 8:13

    SIMPLEMENTE LAMENTAVEL ESSE JOVEM. NÃO FAÇAS PERGUNTAS MAS SIM PROPÕE IDEIAS

  4. Piada

    19 de Janeiro de 2011 as 9:04

    óh Osvaldo, deixe dessa humildade em excesso em tratar-te como jovenzito ou miudo, porque tambem já andas a entrar na casa dos 40, e mesmo esses antigos senhores de 50 e poucos ou 60 e poucos, nao sao tao nossos avós, se nao que amigos, colegas e pais, apenas.

    outra contradicao é que se sente nas tuas palavras, o ser um militante por paixao ao nome do partido, pois digo-te que nao há parceria entre luz e escuridao, pois se ao longo de anos observas que há muita incoerencia e injusticas na linha de principios e orientacoes de tal partido, porque nao te mudas? seguir um partido, embora que o mesmo seja terco e obscuro é compactuar com a podridao. ( mas em sentido geral todos os partidos sao assim). porque nao te tornas apolitico e deixas de meter-te nessas coisas? és homem inteligente, leve a tua vida fora da politica, amigo!

    • Txema

      19 de Janeiro de 2011 as 17:35

      muita confusão p uma pesõa inteligente como vc, Sum “Piada”.

    • Txema

      20 de Janeiro de 2011 as 10:36

      não é contradição ser um militante apaisonado. Tambem não é contradição vever numa sociedade “podre”, o ser de um partido “terco” e “obscuro” e querer mudar as coisas, o mundo, o pais, o proprio partido. Pelo contrario, é sinal de ser um bom cidadão. Viva Osvaldo e sua paisão por muddar a melhor seu partido e seu pais, com paisão.

      • PIADA

        21 de Janeiro de 2011 as 9:10

        Txema….

        nao tens o portugues como lingua oficial?

        sinceramente, em que idioma me quiseste responder?

        portinhol ou que é isso, paisao? querias dizer con pasión?

        • Txema

          21 de Janeiro de 2011 as 14:54

          finalmente, vc é muito inteligente como p pedir aos outros que abandonem a politica, querido amigo Sum “Piada”

  5. José Manuel Triste Vencedor

    19 de Janeiro de 2011 as 9:41

    Vocês MJE serão julgados e condenados pela situação que o MLSTP vive neste momento. Engoliram moedas do Rafael Carlos Tiny e da Maria das Neves.Perderam a força necessária para alimentar o contraditório no seio do partido.Perderão a convicção a maior virtude da juventude. Por isso estiveram “neutros” apoiaram AM as escondidas mas o povo sabe disso (PSD). Explicam onde é que viram dinheiro para compra de carros novos? Viva a juventude moderna ” motor da Revolução. FFFFUUUUIII

  6. Maria Piedade

    19 de Janeiro de 2011 as 11:43

    Parabéns ao Movimento. Espero que mais jovens em STP, lutem pela oportunidade que jovens precisam para mostrarem de facto o que valem. Saibamos conviver com as diferenças. Novos, velhos, todos juntos por um STP melhor. Daqui na Diáspora vamos fazer o que estiver ao nosso alçance.
    Viva STP.

  7. CELSIO JUNQUEIRA

    19 de Janeiro de 2011 as 12:02

    Caro Osvaldo Abreu,

    Um agradecimento particular por ter disponibilizado o discurso na totalidade.

    Faço mea culpa de ter lido o extracto e julgado mal a ideia que quiz transmitir no Congresso.

    Umas perguntas, é porta-voz e mentor do Movimento Espontâneo?
    Se sim, quais são as linhas de acção e o objectivo? É interno/privado do MLSTP ou está aberto a sociedade civil?

    Abraço e continuação de um bom trabalho,

  8. rui medeiros

    19 de Janeiro de 2011 as 18:24

    Fico feliz em saber desta iniciativa dinamica e formulo votos de sucesso, porque nas horas deficeis é que se conhence os verdadeiros militantes .Um abrc

  9. Edson Costa

    19 de Janeiro de 2011 as 18:57

    Eu não me revejo nas ideias desse partido!!

  10. N.C

    19 de Janeiro de 2011 as 19:06

    Nao sou militantante do MlSTP/PSD.E verdade que esse partido e historico.Historico porque lutou para a nossa independencia,para nossa liberdade de expressao,tambem o sera pela nossa desgraca.ja era tempo das coisa mudarem tanto nesse partido,como na governacao do pais.Tenho 38 anos e desde pequenito ja ouvia falar de nomes e figuaras que eram diregemtes e ministros.Sera que essa gente esses Srs so nasceram para mandar e governar?Tudo na vida existe uma reforma.Sera que essas figuras e nomes nao se reformam?So podem dar contibuto a nacao governando?Alias digo desgorvernar porque nos nunca fomos governados nesses anos?E bom que haja mudanca na lideranca,e bom que haja mudanca de sensebilidade e de sentimento,mudar por mudar de nada serve.Meus senhores esteja atentos a seguinte formula
    (GIBELA+FESA)+(Dr M.P.C.+Eng.J.E.S)-(A.M)
    (MLSTP+MPLA)=(P.R.).Portanto e essa progeccao que faco e vejo no seio do MLSTP e que progeto para o futuro

  11. Pedro Rita

    19 de Janeiro de 2011 as 19:11

    O MLSTP/PSD faz-me lembrar o meu Sporting Clube de Portugal, por mais que isto custe aos meus companheiros sportinguistas. Mas a verdade deve ser dita, doa a quem doer. Tal como o Sporting, o MLSTP/PSD precisa de um LÍDER. Uma pessoa, mulher ou homem, séria, trabalhadora, conhecedora da realidade política do país e do partido, competente, fora dos inúmeros esquemas, negócios e interesses obscuros. O MLSTP/PSD não precisa de ter na liderança os tais barões, os tais senhores doutores que subiram na vida e com bolsos cheios à custa do partido. Precisa de um líder carismático que trace um destino e leve na viagem camaradas também sérios, competentes, trabalhadores, limpos, transparentes que tanto pode ir buscar na chamada velha guarda ou na chamada ala renovadora. O que é preciso, é escolher militantes que reúnam qualidades que vão de encontro aos objectivos que se pretende atingir. Depois de definir os objectivos e formar uma equipa com militantes quer sejam militantes de base, intermédios ou superiores, o que é importante é que sejam militantes com qualidades definidas atrás. Depois disso, começar a trabalhar já, todos os dias a trabalhar, não só nos gabinetes mas sobretudo no terreno, ouvindo não só os militantes do partido como qualquer cidadão e nuncas esquecer os jovens. Depois é avançar e se no seio do partido quem não apanhar esse comboio fica para trás e quem apanhar e não respeitar e cumprir os objectivos traçados sai para fora da carruagem. Um líder nunca pode ter medo de tomar decisão, de alto a baixo. É isto que falta ao MLSTP/PSD assim como ao meu Sporting Clube de Portugal. Mas esse partido tem militante com estas características para ser LÍDER?
    Sobre o artigo escrito pelo Osvaldo Abreu reflecte aquilo que o MLST/PSD é presentemente. Ainda agora foi eleito um líder e já está a surgir um Movimento Expontâneo. O artigo, além de estar confuso, não tem uma linha de pensamento, não tem um rumo, não é peixe nem carne. É um artigo mal escrito, que ter dar-se bem com Deus e com Demónio ao mesmo tempo. Assim não dá. Deixem destes chavões de unidade, deixem de dizer que o partido deve ser de e para todos. Isto é absurdo. Nenhum partido tem de ser de e para todos. Tem de ser uma força politica com um programa bem delineado com um objectivo a atingir. E quem quiser seguir este caminho, que entre no comboio. Quem não quiser e quer fazer oposição interna que faça. Depois nas reuniões as questões devem ser discutidas cara a cara. O problema é que no MLSTP/PSD a maior parte dos militantes que pode ser candidato à liderança tem cadastro sujo. Um líder não tem de agradar a todos os militantes, era o que faltava. Quem tenta fazer isto torna-se num boneco de palha. O problema é que o MLSTP/PSD está cheio de bonecos de palha, cheio de oportunistas, cheio de corruptos, cheio de ódios e vinganças, cheio de traições. Depois surge sempre aquela figura parda, antiquada, ultrapassada que dá pelo nome de Manuel Pinto da Costa. Fica sempre na sombra a tramar os líderes e depois aparece com aquele discurso que já tem barba branca, com aquele texto e leitura idêntica do tempo de partido único. Não há meio do homem mudar. O MLSTP/PSD precisa de um líder que ponha Pinto da Costa no seu lugar, de vez. O seu tempo já passou. Por causa dele e de outros tantos, o partido está como está. É preciso coragem para lhe dizer isto. Por enquanto, fico por aqui. Hei-de voltar.

    • edy

      20 de Janeiro de 2011 as 11:05

      POOOOOOOOOr muita pallha.

    • Coisa Feia...

      20 de Janeiro de 2011 as 16:22

      Muita Palha mesmo…

  12. justiça

    20 de Janeiro de 2011 as 15:52

    MLSTP está a perder progressivamente o que lhe é de mais importante: a sua identidade.

    MLSTP é hoje um partido sem ideiais, sem liderança, sem patgriotismo e sem concordia.
    E isto tudo tem justificação:
    1)O MLSTP tem sido um exemplo claro de que a política é meio caminho andado para enriquecimento a curto prazo;
    2)O MLSTP manteve nas suas representações pessoas claramente manchadas e sem quaisquer prestígio;
    3) MLSTP não se abriu e nova geração, nem modernização e levou o país no mesmo rumo;
    4) MLSTP, e a mais importante, o ex lider Pinto da Costa deixou um buraco na lidernaça pelo seu próprio estilo, e o grande problema actual é que esse carisma não é facil de ser substituido. O Militantes e até próprio o país, anseiam pelo estilo de liderança do Pinto.

    Deixe-me que manifeste, o apreço por este lider, Manuel Pinto da Costa, um homem de postura séria, nunca se envolveu em politiquice, tem discursos consistentes e reduzidos ao essencial, e não se vukgariza em questões pequenas.

    Parabéns ao Sr, Aurélio Martins, que doravante tem um grande desafio pela frente.

  13. E.Santos

    21 de Janeiro de 2011 as 0:51

    Meu caro Osvaldo, vais morrer triste como D. Alda do Espírito Santo. Por pertenceres ao grupo dos santomenses que não precisa do país como da água para a boca, acredito na tua honestidade e no teu desejo de fazer ou ver um STP melhor do que temos hoje. Talvés o facto de teres passado a infância fora do país mas sempre com pensamento em casa te tenha ligado tanto ao chão que te viu nascer e ao partido que te viu crescer. Considero-te uma pessoa suficientemente inteligente para já teres percebido que do MLSTP de outrora, só restou mesmo o nome ou talvés menos, a sigla.Política faz-se com convicção e quando os ideais de um partido não vão de encontro aos nossos então considero legítimo mudar.Não mudar por virar a casaca, por ambição própria e para continuar a fazer parte da elite e ter acesso aos tachos como já muitos têm feito, não importa como, mas mudar para te dares a oportunidade de com quem esteja realmente disposto a trabalhar, poderes dar aso aos teus intentos naquilo que consideras essencial para STP. E isto meu caro amigo, o MLSTP que tens hoje, jamais te vai permitir. Porque os objectivos actuais do MLSTP que nos transparecem são objectivos pessoais de grupos internos. E sinceramente, não estou a ver nenhum destes senhores “largar o osso”. Porque infelizmente em tantos anos de governação não souberam criar no país condições para que hoje, eles próprios não continuassem a depender da política como da água para a boca. E quando a fome bate a porta, vemos o cenário se transformar num ringue ou voltando aos primordios da humanidade numa luta de todos contra todos onde ganha o mais forte ou aquele que for menos escrupuloso. Só desta forma se explica o recurso ao banho denunciado pelos próprios militantes, digamos, os mais fracos ou mais escrupulosos. Deves ter a noção que a oportunidade que tanto clamam para a juventude do MLSTP não é propriamente a solução. Grande parte desta juventude cresceu com a corrupção e aprenderam-na tão bem ou melhor do que os que os ensinaram, porque o mundo está a evoluir e os filhos têm sempre mais destreza do que os pais, todos sabemos disso.
    Costuma-se dizer “diga-me com quem andas, que eu digo-te quem és”.
    Digamos que tens duas alternativas: Ou assumes ser como os teus camaradas de partido ou não queiras ser a ovelha branca do partido…porque vais morrer de desgosto.
    Sem dizer que só não te conseguiram calar até agora porque felizmente não dependes deles para viver.
    Ah, sabes mais o que eu acho, porque não querem e nunca vão deixar o Pinto da Costa voltar a comandar o MLSTP? Pelo trauma de voltar a ter de viver na ordem (ou pensas que os ecos das exonerações não lhes soa aos ouvidos até hoje)…o medo é tanto que preferem boicotar tudo o que possa representar o seu retorno.

    De qualquer forma, boa sorte para ti no teu MLSTP, mesmo sabendo que serias muito mais válido noutro partido qualquer.

    Mas enfim, preferes olhar para o partido como se fosse mãe (mãe é que não se muda) e “flida glaganta a cá cumé cu mateia”.

    Mera opinião.

  14. O Visionario

    21 de Janeiro de 2011 as 9:00

    OK

  15. magobarros

    24 de Janeiro de 2011 as 15:09

    Meus caros,antes de mais voces como futuros dirigentes e simpatizantes do partido deveriam saber em que ideologia politica se encaixam,pois sem ideologia ñ vão conseguir mover nem uma palha…
    Não falo somente do MLSTP/PSD,mas sim de todos outros partidos que não têm a sua ideologia bem definida….POR FAVOR FAÇAM O TRABALHO QUE TEM QUE SER FEITO.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo