Política

Militares do Exército recusaram honras ao Presidente da República e Comandante Supremo das Forças Armadas

Pinto da Costa que viajou esta manhã para participar numa conferência no Congo –Brazaville, não teve honras militares do exército. O Téla Nón apurou que os militares do exército decidiram ficar no quartel-general e com os portões fechados.

As autoridades políticas tiveram que recorrer aos militares da guarda costeira, para fazer honras ao Chefe de Estado no aeroporto internacional. Os militares do exército não compareceram no aeroporto internacional, por alegado descontentamento generalizado, por causa da difícil situação financeira em que se encontram, apurou o Téla Nón.

Segundo fonte do Téla Nón, o exército trancou-se no quartel do morro, numa forma de protesto pelo facto de as suas reivindicações de aumento salarial não terem sido atendidas até o momento.

No aeroporto internacional, o Presidente da República e Comandante Supremo das Forças Armadas Manuel Pinto da Costa, foi confrontado com a situação de descontentamento dos militares do exército, e reagiu. «Há descontentamento no quartel, há descontentamento a nível da função pública, há descontentamento geral porque a situação que estamos a viver actualmente há tantas dificuldades que as pessoas não podem estar contentes. O que é verdade é que temos que arranjar a forma de solucionar este descontentamento, e vamos encontra-la», declarou o chefe de Estado são-tomense.

Pinto da Costa, indicou o Diálogo Nacional, como ferramenta para se encontrar as saídas para os descontentamentos. « Através do diálogo conseguimos sair do regime do partido único para o multipartidário. Em 1991 tivemos as primeiras eleições multipartidárias, novo regime. Torna-se necessário agora perguntarmos a nós mesmos depois de 23 anos o que é que tudo isso nos trouxe?. O quê que foi bom?, o quê que temos que corrigir e acertar para realmente dar oportunidade para que a nossa democracia se fortaleça?. Vamos ter que ver porquê que as coisas não andam…», referiu.

Note-se que a manifestação de descontentamento no seio do exército, remonta a finais do ano passado.

No mês de Dezembro de 2013, a quando da realização da tradicional ceia do Natal dos militares, que conta com a presença do Presidente da República e Comandante Supremo das Forças Armadas, os novos tenentes do exército não marcaram presença, assim como vários alferes e sargentos.

Uma situação anormal, testemunhada pelo Chefe de Estado no quartel-general em Dezembro de 2013.

Abel Veiga

    79 comentários

79 comentários

  1. Maracujá

    10 de Fevereiro de 2014 as 14:50

    Isso é muito grave. Mau sinal para republica das bananas.

    • Lévé-Léngue

      10 de Fevereiro de 2014 as 16:25

      Lembram-se do caso da opressão contra o diplomata Esterline? Na altura, estes mesmos senhores intitularam-se de intelectuais achando-se donos da terra e ninguém fez nada, nem mesmo o PR, dando-lhes mais asas e tendência no poder das armas. E agora?

    • quim

      10 de Fevereiro de 2014 as 22:13

      o pai grande está obcecado com o diálogo nacional … o homem quer legitimar coisa que não se enquadra na nossa constituição e por isso o homem precisa de juntar bastante de pessoa (900) para impressionar e para dizer que todo o povo está a favor .zero. São Tomé e Príncipe merece melhor … com isso pai pequeno está abrindo precedente para que qualquer um presidente futuro ou dos países democráticos vizinho tome iniciativa semelhante quando quiser continuar no poder e atropelar a constituição na defesa dos interesses de grupos ..

  2. bem ní wê mali ni tlachi

    10 de Fevereiro de 2014 as 14:55

    Cuidado com CAOS…LEMBRA desta palavra…

  3. Eterno Madiba

    10 de Fevereiro de 2014 as 15:01

    Verdadeiro descontentamento ainda nem começou!E o senhor se tropessa para inaugurar um chafariz!

  4. eutuvoce

    10 de Fevereiro de 2014 as 15:09

    No mês de Dezembro de 2013…

  5. Santola

    10 de Fevereiro de 2014 as 15:21

    Acho melhor o Pinto ficar no Congo Brazaville. Não voltar mais para a republica das bananas.

  6. Fede cá dóxi

    10 de Fevereiro de 2014 as 15:25

    Sr Presidente deixa de brincadeiras, Diálogo (Monólogo) Nacional não é solução para STP.
    Marca eleições e vamos as urnas, o mais depressa possível.

    • Quá isca bÍ...

      10 de Fevereiro de 2014 as 16:13

      Mais uma razão para ganhar o tempo…
      Sem mais e sem menos, deve sim marcar as Eleições…

  7. filipe muhongo

    10 de Fevereiro de 2014 as 15:27

    Somos o que fazemos.
    Nao ha prazer onde nao ha comer porque continua a ser expresao de amizade e convive social.
    O patriotismo depende do bem estar social
    Um saco vazio nao fica de pe

  8. Ou vai ou racha

    10 de Fevereiro de 2014 as 15:27

    Palavras mais pra quê? Era só o que faltava para o próprio pinto da costa ver que nenhum sector desta sociedade está contente com o rumo que está a tomar o nosso São Tomé e Príncipe. E tudo isto ainda é só o começo. Será que esta tal de reconciliação nacional ou coisa parecida virá resolver alguma coisa?. O Partido ADI só fez bem em não participar desta farsa que mais não é do que atirar poeras aos olhos das pessoas. Única forma de resolvermos isto é dar voz ao povo. Eleições precisa-se e com urgência, enquanto é tempo para que as coisas não caiam no descontrolo mais do que já se encontram. Essa foi boa.

  9. leve Leve

    10 de Fevereiro de 2014 as 15:28

    Pois bem.
    Estamos numa situação Gravíssima. Descontentamento militar a poucos dias das eleições é muito grave.
    Os nossos dirigentes andam a brincar com o povo e o futura da nação e pensam que nada acontece.
    Meus caros o povo atingiu uma maturidade que não vale a pena usarem malabarismo para os convencer. Coloquem carta na mesa e joguem claro. O povo está preparado para enfrentar dificuldades mas com verdade e muito amor.
    Não usem o povo como ponte para as vossas aspirações de grupos (partidos) e abandonem no deserto.
    A reação pode chegar e não desejamos este estado para o nosso pais.

  10. Safú Zédo

    10 de Fevereiro de 2014 as 15:32

    Ê bôbô ê!!!! ô côlê ô Condê! Caos, caos, caos, caos, caos, caos e mais caos!!!

  11. meu namorado

    10 de Fevereiro de 2014 as 15:32

    os militares estão numa situação de lamentar.ganham mal para defender a pátria, bem que ñ pensam como os irmãos vizinho da da guine.

    • Pedro de Brito

      16 de Fevereiro de 2014 as 9:28

      Os nossos militares são efectivamente muito pacificos.Mas a paciência tem limite.

  12. Verdade

    10 de Fevereiro de 2014 as 15:42

    Patrice Trovoada e o ADI ainda continuam a injetar muito dinheiro no seio do exercito. Mas, o dinheiro só trava nas chefias… Já há muito tempo que tenho dito isso e ninguém me leva a serio, quem leva as guitas aos Capitão, majores, tenentes coronéis e coronéis é o menino querido do patrice o ARMINDO SILVA… que traiu o Rafael Branco em 2010.Coloquem gente atrás deste rapaz.

    • Eterno Madiba

      11 de Fevereiro de 2014 as 12:30

      Meu caro senhor!
      Não conheço nem ADI, muito menos o seu lider. Se o senhor acha que foram eles os mentores da instabilidade, então eu pergunto?
      -Quem prometeu a venda de arroz a 13.000 dobras e não cumpriu?
      -Quem prometeu créditos para todos e não cumpriu?
      -Quem prometeu melhorias de vida aos santomenses e não cumpriu?
      -Quem prometeu projectos estruturantes e não cumpriu?
      -Quem enganou e continua a enganar o povo?
      Eu podia passar a tarde toda com meu rol de falta de respeitos perpetrados por nossos politicos. Uma coisa eu dou culpa a ADI. Eles não têm sabido tirar partido de tanta ingloria.Nem eles nem qualquer partido da oposição.

  13. Ilhas maravilhosa

    10 de Fevereiro de 2014 as 15:48

    Um país quando militar pede aumento de salário, quer dizer que está sobre ameaça do golpe de estado….. espero que não
    bem haja a todos…

  14. marlene

    10 de Fevereiro de 2014 as 16:06

    Estamos sentados sobre um barril de pólvora. Alguém se lembra destas palavras? pois, acho que o barril está a ficar saturrado e não tarda muito vai explodir.

  15. pedro neto

    10 de Fevereiro de 2014 as 16:12

    … lembram-se destas declarações… ‘Comandante das Forças Armadas desmente informação publicada pela revista parisiense, “La lettre du Continent”, que indica grande tensão no seio dos militares por causa do atraso no pagamento dos salários’… e agora não dá pra desmintir mais. Caos, caos e caos!

  16. Lévé-Lé

    10 de Fevereiro de 2014 as 16:31

    viva militares força

  17. Augerio dos Santos Amado Vaz

    10 de Fevereiro de 2014 as 16:48

    Por acaso o diálogo irá resolver os graves problemas que o país atravessa. Por acaso eu não entendo nada de politica. Por acaso é necessário convocar palaiês, pescadores, vinhateiro, Prostitutas, motoqueiros, sapateiros e raios que o parta e dialogar. Assim conseguiremos resolver os graves problemas que o ´país enfrenta.

    • Pedro de Brito

      16 de Fevereiro de 2014 as 9:33

      Concordo plenamente.

  18. zeme Almeida

    10 de Fevereiro de 2014 as 17:07

    Bem feito,como dizem cá na nossa terra,o senhor presidente da republica Dr. Manuel Espirito Santo Pinto Costa é que procurou toda esta situacao devido a sua teimosia.O senhor Dr.Manuel Pinto da Costa foi na leva de alguns poltiticos da nossa praca ali está a fatura.Nunca se viu coisas destas em STP o presidente a ausentar-se do país sem as honras militares?As coisas estao {PRETAS}tambem os policias já se passaram!Haver vamos.Quem viver verá

    • Pedro de Brito

      16 de Fevereiro de 2014 as 9:40

      Eu pertenço a ala mais radical, assumo como soldado do povo e sou da opinião que, enquanto não houver um “balimukuê” neste país as coisas não melhorarão.

  19. Democract

    10 de Fevereiro de 2014 as 17:14

    Eu acho que o assessor do Presidente não conhece a nossa constituição, quando afirmou que as recomendações saída do dialogo recomendado pelo presidente depois de rasgar a constituição vai ser vinculativo. coisa de louco.

    • Eterno Madiba

      11 de Fevereiro de 2014 as 12:35

      Aquele individuo é também ele um louco, pelas coisas que já fez neste país.Esqueceu?

  20. Ana Maya

    10 de Fevereiro de 2014 as 17:18

    Esse senhor está no poder há anos, e a única coisa que fez foi destruir as ilhas. Não sei onde estão os santomenses que ainda permitem que continue no poder. Já deveriam tê-lo tirado há muito tempo.

  21. zeme Almeida

    10 de Fevereiro de 2014 as 17:36

    Adorei este parafagrafo das palavras ditas pelo presidente Pinto da Costa que diz:Há descontentamento no quartel,há descontentamento na funcao publica,há descontentamento geral,porque a situacao que estamos a viver atualmente há tantas dificulidades que as pessoas nao podem estar contentes.O que é verdade é que temos de arranjar a formade solucionar estes descontentamentos.Agradecemos o seu reconhecimento de que as coisas vao mal.O senhor presidente nao se esqueca que o seu adversario politico Patrice Trovoda lhe havia alertado desta tamanha desgraca que o senhor iria levar o país.Estes CAOS CAOS proferidas por ele está as vistas e o senhor deu as maos as PALMATÓRIA.O povo está descontente e muito com este beco sem saída que o senhor e os seus seguidores nos impos.Sei que muitos nao querem ouvir quando se criticas destas contra o nosso presidente,na democracia teremos que aceitar o contraditóro de forma construtiva e nao ao insulto as altas figuras do estado.Espero que voces do Jornal Tela-Non de aval ao meu comentário,porque nao violo as vossas regras.Muito obrigado

  22. Le di Alami

    10 de Fevereiro de 2014 as 17:56

    Nao existe Patria pra defender, ja nao somos patriotas, muita luta pelo poder, ja nao existe uniao apenas boicote, o exercito de STP, foi entregues aos americanos vcs, sabiam disso? o Pinto que entrou agora no poder nao tem nada haver com isso, os Militares sao corruptos, venderam os camioes, ate se venderam aos USA, que

  23. zeme Almeida

    10 de Fevereiro de 2014 as 17:57

    Depois do derrube do XIV governo o profeta Patrice Trovoada lhe havia avisado deste tal DELUVIO} que o senhor estava a ecaminhar o destino deste querido povo.Este profeta nao é porque pediu pragas aos atuais governantes,mas sim, do caminho errado e que a solucao nao era por esta via.Espero pra ver aonde isto vai dar com estas politicas.

  24. Le di Alami

    10 de Fevereiro de 2014 as 18:08

    Questao muito simples, quem pos o pais nesta situacao? pra responder e preciso, ponderar, passado e o presente.

    • Eterno Madiba

      11 de Fevereiro de 2014 as 12:39

      O povo é que não foi de certeza absoluta!

  25. Nilton Almeida

    10 de Fevereiro de 2014 as 18:28

    Instabilidade qualquer que seja ela só vai nos levar para mais atrasos pior daquele que estamos

  26. Preto

    10 de Fevereiro de 2014 as 19:40

    Já é altura de acabarmos com essa historia de “honras militares” sempre que o Presidente viaja. Já basta a escolta do palácio ao aeroporto. Na Europa não existe isso. É por essas e outras que Africa nunca vai pra frente. Estamos no século XXI.

    • Eterno Madiba

      11 de Fevereiro de 2014 as 12:42

      Eu pessoalmente não o conheço mas precisava de estar perto de si para lhe dar um aperto de mão. Ainda quando todos nós sabemos que as viagens para fora do país não passa de vadiagem e rega bofi.

  27. Barão de Água Izé

    10 de Fevereiro de 2014 as 21:57

    É preciso civilizar as funções da Presidência da República e de outras entidades.
    Para um País pequeno, é vital, importante e indispensável quando o PR viaja ou chega, serem apresentadas honras militares?
    Os militares são assim tão importantes para o estatuto e imagem do PR?
    Esta honras não custam dinheiro?
    Deixemo-nos de pretensiosismos; a classe de um Estado é a simplicidade.

  28. clandestino

    10 de Fevereiro de 2014 as 21:57

    Esta pergunta tem – me surgido na mente por estes dias com base nos Num país democrático, a lei é feita para ser aplicada a todos os cidadãos desse país ou apenas para alguns?
    últimos acontecimentos com que me deparei nos últimos dias.
    Perguntarmos a nós mesmos depois de 23 anos o que é que tudo isso nos trouxe? O quê que foi bom? O quê que temos que corrigir e acertar para realmente dar oportunidade para que a nossa democracia se fortaleça? Vamos ter que ver porquê que as coisas não andam…», referiu o Sr. Presidente da Republica na sua saída para Republica Democrática de Congo.
    Excelência, quando o presidente da Republica promulga uma Lei em que se isenta legalmente, e que , beneficia os detentores de cargos políticos. «Os nossos deputados quando aprovaram o código penal isentaram-se a si próprios da responsabilidade penal.
    Hoje, um deputado, o Presidente da Câmara, o Ministro, o Primeiro-ministro, o Presidente da República, se algum deles cometer um crime de corrupção, a decisão final, que há-de recair sobre o caso é o arquivamento», declarou a Bastonária que chamou a atenção do povo para o conhecimento deste esquema legal, alegadamente arquitectado.
    Caso para se dizer: – Que país é esse? Todos estão metidos no esquema e ainda pergunta porquê que Pais não anda para frente. Vossa Excelência esta mesmo a gozar.

  29. Zeca

    10 de Fevereiro de 2014 as 22:13

    E agora?

  30. Pléto L´úlúlú

    10 de Fevereiro de 2014 as 22:39

    À atenção do Srº. Jornalista Abel Veiga :—- Passo a citar …”o exército trancou-se no quartel do mouro” ….não há, nem nunca houve, quartel do mouro. O nome correcto do Quartel, vem desde o tempo Colonial e é …. ” QUARTEL DO MÔRRO ” …. Julgo ser este o nome correcto. Obrigado e os meus Cpts.

  31. verdade

    10 de Fevereiro de 2014 as 23:34

    Descoberta de petroleo em África – Golpe de Estado de militares = Presidente ditador com apoio de petrolíferas + Povo na miséria
    Qualquer extrapolação para São Tomé e Príncipe é apenas mera coincidência

  32. gente

    11 de Fevereiro de 2014 as 1:03

    Muito Bem Preto….de fato, pra que serve este gasto adicional e desnecessário. Imagine o custo social de tudo isso, se o presidente se desloca 6 vezes ao ano, quanto custa td isso, sem contar os desvios…Disse muito bem, coisas do século passado, a la MOBUTU…infelizmente…

  33. 3 Macucu

    11 de Fevereiro de 2014 as 7:36

    Um Cantor Santomensse cantou; (BRINCADEIRA TENHE HORA)?

  34. malebobo

    11 de Fevereiro de 2014 as 7:47

    aqui é mundo tudo quanto o senhor pensou, o tiro saiu pela colatra

  35. malebobo

    11 de Fevereiro de 2014 as 7:49

    Onde esta o Mistro da Defesa

  36. malebobo

    11 de Fevereiro de 2014 as 7:53

    ainda bem que senhor reconheceu, passo a citar essa passagem Há descontentamento no quartel, há descontentamento a nível da função pública, há descontentamento geral porque a situação que estamos a viver atualmente há tantas dificuldades que as pessoas não podem estar contentes. O que é verdade é que temos que arranjar a forma de solucionar este descontentamento, e vamos encontra-la», declarou o chefe de Estado são-tomense

  37. mé pó feladu

    11 de Fevereiro de 2014 as 8:34

    dialogo nacional não vai resolver nada o dialogo eficaz é ter a coragem de fazer a distribuição de riqueza pq enquanto alguns recebem fortuna outros recebem miséria, caso concreto vou começar pelos reformados há quem recebe 50 milhões, carro novo, combustível, outros 450 mil dobras olhem para diferença, só fazem leis a pensarem neles e mais UNICEF faz entrega ao hospital de aparelho de O2, no valor de 13.000USD, RTP, TVS, RN a fazer noticia meus caros isto não é noticia para um pais serio sabem porquê, quantos mil euros compram caros de luxo, outro que deixam função levam carro novo e o estado tem que comprar outro carro de luxo para o sucessor,onde é que vamos com esta forma de fazer distribuição de riqueza, para concluir é ter vontade seria de revogar todas estas leis que dão mordomias a meia dúzia e o povo que é a maioria ficam de mãos vazia, portanto os militares tem razão pq a eles ta vedado toda outras atividades, como por exemplo um oficial outra patente praticar táxi, motoqueiro, abrir comercio etc, portanto viva os militares força, também passei por exercito sei quanto é doloroso e difícil esta nobre missão que os políticos querem brincar, meus senhores brincadeira tem hora, nada de dialogo mais é urgente rever muitas coisas, mais um exemplo todos os funcionários das finanças estão organizados carros de luxo casas etc, outro na projeção do OGE, para as instituições do Estado atiram para países duvidosos mais apoio institucional a PR, GPM e AN colocam Taiwan pq este garante sempre o financiamento e boa soma, abaixo os políticos viva os militares o povo ta convosco, viva STP

    • The Politcs

      12 de Fevereiro de 2014 as 15:16

      Muito bem falado. Concordo plenamente. Re-escrever a consittuição e as leis da justice. Não deve ser facil, mas temos que começar por ai. Não adianta. Os senhores mebros diputados conhecem perfeitamente as inperfeicões das nossas leis e por isso andam brincando.

  38. santola01

    11 de Fevereiro de 2014 as 8:53

    STP está pior que caranguejos. queremos saber quando o Presidente eleito pelo povo vai tomar decisões que ajudam o desenvolvimento social no país. Fico doente de ver um STP com apenas 1001km2, facil de governar, com tantos problemas. Já foram identificados os problemas, BASTA do “leve-leve” para o povo e tudo “muito bem” para os políticos e agem em conformidade das necessidades do povo que vos elegeu sff.

    • Dias

      11 de Fevereiro de 2014 as 11:07

      ele nunca vai tomar medidas em nada. Basta ver que: não passa da via principal para trindade porque esta esburacada para não estragar seu carro e desviou rota da delegação presidencial da China Taiwan para a estrada de lemos, que safoda para os restos
      Onde está a magistratura de influencia, para que serve? em que momento servira

      • Eterno Madiba

        11 de Fevereiro de 2014 as 12:53

        É verdade o Presidente tem vergonha até da sua própria terra!

  39. Mutambú

    11 de Fevereiro de 2014 as 8:57

    Meus caros amigos, olha só o soldado não pede patente é normal, mas sim os soldados são pessoas que têm sangue e família como qualquer um de nós é verdade que também não se admite que alguns têm carros e vivem a lord no quartel enquanto outros soldadinhos sofrem.

  40. braneto

    11 de Fevereiro de 2014 as 9:24

    Gente, dizem que Patrice Trovoada dava uma grana quinzenalmente as chefias militares. O Gabi e Pinto da Costa não têm estado a largar “envelopes” para eles e assim estamos mal. Está tudo corrompido!!! O Patrice plantou minas e deixou no chão. Esse gajo é um grande malabarista.

    • Esperanza

      11 de Fevereiro de 2014 as 14:19

      Sabe nem o patrice trovoada nem o ADI são uma corja de bandidos mafiosos armados em santinhos. Explicação do barco nada. Afinal tambem sabiam da lei que não pune os corruptos. o que fizeram? nada. são uns falso que so querem armar em santos para ir ou poder e fazer o mesmo que MLSTP, PSD, MDFM que é roubar.

  41. Alê de tudo templa

    11 de Fevereiro de 2014 as 9:30

    Ó ó ó ó focoto,assim parece que nada vai bem neste país. guadamú sublí bá loça punda qua escá meçê tugo ni posson bémú ba bêbê vim pêma mú pá qua na dá ni uê pa lixi na côle aua.

  42. informações previlegiada

    11 de Fevereiro de 2014 as 9:59

    Bom dia STP!
    Na verdade,estou muito preocupado,com estado de coisas que de forma sistemática tem vindo a acontecer em STP.
    Sr Presidente, na minha modesta opinião ,esquecer o famoso dialogo nacional ,preocupa mas com estado de vida do povo,venho lhe dizer que os militares e para militares precisão de comer bem para prestar bom serviço,os nossos hospitais precisão de boa alimentação aos nossos doentes,a nossa função publica precisa de uma reforma seria e responsável, os directores não podem ajuntar com os funcionários roubarem dinheiro do povo desta maneira,para tomar decisões nas mais simples situações, precisa si realizar um Dialogo Nacional? as coisas aos olhos nu etc…
    Sr Presidente muito grave foi esta atitude dos militares,o senhor deve dar mais atenção ao exercito porque si não for feito algo para melhoria, vamos ter muita coisa para ver e para fazer historia, tenho medo deste governo brevemente.
    Conselho de amigo.

  43. Le di Alami

    11 de Fevereiro de 2014 as 10:58

    Preto diz:
    10 de Fevereiro de 2014 às 19:40
    Já é altura de acabarmos com essa historia de “honras militares” sempre que o Presidente viaja. Já basta a escolta do palácio ao aeroporto. Na Europa não existe isso. É por essas e outras que Africa nunca vai pra frente. Estamos no século XXI.
    22 1 Avaliação, informa te melhor e nao limita so a ver telenovela brasileira, todo chefe estado no mundo, viaja com honra militar…..

  44. conobia cumé izé

    11 de Fevereiro de 2014 as 11:08

    Baril de polvora.Com fogo não se brinca!…Fui

  45. A VOZ DO POVO

    11 de Fevereiro de 2014 as 11:17

    Bom dia STP!
    Na verdade,estou muito preocupado,com estado de coisas que de forma sistemática tem vindo a acontecer em STP.
    Sr Presidente, na minha modesta opinião ,esquecer o famoso dialogo nacional ,preocupa mas com estado de vida do povo,venho lhe dizer que os militares e para militares precisão de comer bem para prestar bom serviço,os nossos hospitais precisão de boa alimentação aos nossos doentes,a nossa função publica precisa de uma reforma seria e responsável, os directores não podem ajuntar com os funcionários roubarem dinheiro do povo desta maneira,para tomar decisões nas mais simples situações, precisa si realizar um Dialogo Nacional? as coisas aos olhos nu etc…
    Sr Presidente muito grave foi esta atitude dos militares,o senhor deve dar mais atenção ao exercito porque si não for feito algo para melhoria, vamos ter muita coisa para ver e para fazer historia, tenho medo deste governo brevemente.
    Conselho de amigo.

  46. BOBWABO

    11 de Fevereiro de 2014 as 11:23

    O pais não sabe que tds os chefe de militares estão ligado a patrício trovoada, lembram da historia do barco nas nossas aguas q dizia q o aradar não estava a funcionar só estava a viver no pais uns grupinhos o Pinto tem cuidado com esses chamados de cães.

  47. luisó

    11 de Fevereiro de 2014 as 11:36

    Se as normas são estas então os militares têm que cumprir.
    Agora será mesmo necessário e útil?
    Eu já escrevi sobre este assunto antes e continuo a dizer que isto de guardas de honra à saída e entrada do PR é assunto retrógrado, descontinuado e próprio de países totalitários.

  48. Bêtôdo

    11 de Fevereiro de 2014 as 11:49

    No que respeita a sua posição, os Militares sabem como devem agir. Se estão manifestando este descontentamento, acho que deve-se respeitar, afinal de contas estamos falando de um estado de direito Democrático.Espero que resolva-se isto de maneira mais sadia.

  49. Wayvate Sacramento

    11 de Fevereiro de 2014 as 12:25

    « Através do diálogo conseguimos sair do regime do partido único para o multipartidário. Em 1991 tivemos as primeiras eleições multipartidárias, novo regime. Torna-se necessário agora perguntarmos a nós mesmos depois de 23 anos o que é que tudo isso nos trouxe?. O quê que foi bom?, o quê que temos que corrigir e acertar para realmente dar oportunidade para que a nossa democracia se fortaleça?. Vamos ter que ver porquê que as coisas não andam…».

    primeiramente peço desculpas se for má interpretação da minha parte, mas senti nessas palavras de Sua excelência o presidente da república a expressão de um sentimento do tipo ” axem mé ” e enaltecendo o então regime de partido único que a sua excelência liderara… mas enfim que não seja isso, porque também acredito que com diálogo chegaremos a uma plataforma de entendimento, todavia essa situação não é para se resolver a a costumeira retórica ou cavaqueira de sempre é urgente agir porque nossos militares precisam de ao menos alimentarem-se saudavelmente , bem como suas famílias

  50. Orth Sousa

    11 de Fevereiro de 2014 as 13:26

    Excelência diz: …Torna-se necessário agora perguntarmos a nós mesmos depois de 23 anos o que é que tudo isso nos trouxe?. O quê que foi bom?, o quê que temos que corrigir e acertar para realmente dar oportunidade para que a nossa democracia se fortaleça?. Vamos ter que ver porquê que as coisas não andam…

    Muito bem. Bastante pertinente.

    Esperemos pelas respostas dos nosso antigos e atuais governantes sobre estas questões!

    Somo mesmo pacientes pra assistirmos a isso tudo e voltar as urnas para os reelegerem…

  51. FALA CETÚ

    11 de Fevereiro de 2014 as 14:32

    Meus irmãos isto esta a beira de uma ameaça, muita atenção…PR é supremo chefe das forças armadas, isso é grave!!!

  52. QN

    11 de Fevereiro de 2014 as 16:12

    O Sr. Presidente da República ainda não percebeu que o diálogo nacional não compagina com atual momento político que vive em S. Tomé. É uma questão de visão… Qualquer político sensato, minimamente visionário terá perceber que que os são-tomenses não estão preparados para

  53. Original

    11 de Fevereiro de 2014 as 17:13

    Os militatres não recusaram mas sim foram obrigados a permanecer no quartel devido receio de alguma asneira e isso é grave.

  54. BERNARDO MONTEIRO

    11 de Fevereiro de 2014 as 22:10

    crescem e aparecem, primeiro que não aceito comentários anónimos e anti democrático, dialogo e uma maneira mas adequado na democracia para resolver questões politica, uns anónimos covardes fala em copiar o vizinho guine outros falam mal do partido ADI que em dois anos de governo tornou culpado da tragédia,pelo amor de DEUS,pensam,democracia não e isso meus senhores os militares tenhem razoes e direito de manifestar mas não tem direito de abandonar o órgão superior da soberania,e bom que estudem bem a constituição e o significado da democracia depois aparem para falar,nao se admite colocar no govergo o sr que no seu currículo governamental so teve maus comportamentos privilégios e politicas arbitrário falo do sr ministro da defesa esse cota e para ir a reforma chega basta não sabes governar sr oscar

  55. satocau

    12 de Fevereiro de 2014 as 4:08

    Pinto deixa de Discursos histórico e faz que as coisas funcionem. esta historio de dialogo nacional não gera divisa para esta pobre nação. deixemos de ignorância, maldita hora.

  56. Aureliano bom jesus

    12 de Fevereiro de 2014 as 6:49

    olha so sao tome soa tome um comandante em chefe a ser alvo de desobidiencia .isto vai ficar como egito ou centro africano mali congo (RDC)

  57. cocorrote

    12 de Fevereiro de 2014 as 8:47

    Inadmissivel.Totalmente inadmissivel.Militares não são para fazer politiquisses. Não.Isto pode ser prenuncio para algo maior e anti-democrático.Revindiquem de outro jeito, e não põem o Estado em causa, não envergonhem o Estado, não desprezem a bandeira para a qual vocês juraram defender.
    Favor identificar, o(s) responsàvel(eis)desta insubordinação vergonhosa e mandar para disponibilidade(casa)
    Incompetentes(salvo os que merecem respeito)

  58. Praça 82

    12 de Fevereiro de 2014 as 11:40

    êle mandá á cá lemblá nguê
    Desculpem.
    Isto é inademissível!MILITARES?Há que tomar medidas.Os solados não são culpados.Cumpriram ordens superiores.
    Este QUARTEL tem que ser SCANEADO imediatamente.E punir quem esteve por detrás disto e ser severamente castigado.

  59. The Politcs

    12 de Fevereiro de 2014 as 15:09

    SR. PRESIDENTE,

    O Sr. deve perfeitamente saber o porquê do descontamento dos militares, e não so os militares o povo santomense esta descontente, insatisfeito, cansado de tanta corrupção. Esta é a resposta. Ainda esta semana o Tela Nón publicou um facto que so mesmo acontece em STP, a bandidagem esta tão generalizada que os membros da Asambleia (representantes do povo) se isentaram de julgamento public por acto de corrupção. COMO PODE SER POSSIVEL ISTO? Todo este tempo ninguém se apercebeu de tal falta de sentido de justiça, covardia. Os politicos santomenses não lhes importa um pepino o povo este acto esta carimbada na constituição. SOLUÇÃO A TODA FALTA DE SENTIDO DE ESTA SO PODE SER REVOLUÇÃO. RE’ESCREVER A CONTITUIÇÃO E QUE PLASMADA BEM CLARO QUE ACTO DE CORRUPÇÃO É PUNIDO COM MINIMO 10 ANOS DE PRISÃO. So assim o possivel andara para frente de contrario ESQUEÇA de progresso neste belo pais

  60. malebobo

    13 de Fevereiro de 2014 as 10:57

    mas afinal de contas onde anda esse famoso ministro de defesa, arrumado em muito valente, pais serio ele deveria pedir a sua demissão, como stp, é uma republica das bananas, haver vamos

  61. Faustino Mendes Furtado

    13 de Fevereiro de 2014 as 12:26

    Meus camaradas de profissão de São Tomé. Não deixem que as coisas cheguem ao ponto que mais ninguém deseje. O Diálogo é fundamental em tudo. Faço-vos uma proposta: Façam à vossa parte e deixem que os políticos e dirigentes fazem a deles. Não seria uma boa ideia, convidar os principais dirigentes aos quartéis e se possível, almoçarem juntos, para verem de perto qual a situação real de vida ali? Convidem o Ministro da Defesa, o Primeiro Ministro e o próprio Presidente, para dispensarem um dia convosco. Acredito que se isso acontecer, haverá melhoria não só nos quartéis mas para todos os santomenses. A paz é um bem tão caro que não deve ser beliscada. Infelizmente, só se dá valor à paz, quando a perdemos.Vosso irmão, também de um arquipélago.

    • Liotério Carvalho

      13 de Fevereiro de 2014 as 17:48

      Sabias palavras. Excelente forma de mostrar os nossos descontentamento. Sera que eles aceitariam este almoço / convívio?

  62. DEUS é Grande e Seja Lovado

    13 de Fevereiro de 2014 as 18:51

    Como Ex Quadro e com Alguma Responsabilidade nas Forças Armadas de S.Tomé e Príncipe, Estou Bastante Triste por Este comportamento VERGONHOSO que vai Manchar para Sempre o bom Nome e a Respeitabilidade da Sempre Minha e Nossa FORÇAS ARMADAS DE S.TOMÉ E PRINCIPE. Senhores atuais Responsáveis, o que Vem a ser Isto? Já não Existe o R.D.M. (REGULAMENTO DE DISCIPLINA MILITAR)? A Cultura e o Gosto e Privilégio de Ser Militar Acabou? FORÇAS ARMADAS DE S.TOMÉ E PRINCIPE Tornou Centro de Emprego? Estou Triste, Muito Triste e Bastante Envergonhado. Os Mentores Desta Triste Ideia, Demostraram não Serem Digno de Vestir o Uniforme e Servir a Bastante Nobre Instituição….. Os Mesmos Tem de Ser Punidos Exemplarmente sem Nenhuma contemplações. Estou e Estarei Atento.
    Apesar da precaridade que Sempre Existiu, NÃO HÁ JUSTIFICAÇÃO para tal Comportamento.

    DEUS é Grande e Seja Louvado

    Viva as FORÇAS ARMADAS DE S.TOMÉ E PRINCIPE.

    Viva S.Tomé e Príncipe.

    Unidos Venceremos…..

  63. BERNARDO MONTEIRO

    13 de Fevereiro de 2014 as 22:45

    um pais que não existe lei que condene quaisquer crimes,aos suberanos da republica,um pais que importa mais que exporta,que gaste mas do que ganha um pais em que estabilidade pulitica nunca existiu,um pais de povo covarde, de povo que contenta com pouco sem ambição,nunca haveremos de desenvolver o pequeno e maravilhoso paraiso

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo