Destaques

Gabão : Residência de Jean Ping vandalizada

No último fim de semana a residência do antigo Presidente da Comissão da União Africana, e ex-Ministro dos Negócios Estrangeiros, Cooperação e da Francofonia do Gabão durante 9 anos, foi vandalizada por um grupo de 200 jovens.

Segundo a imprensa gabonesa, o diplomata e político que se posiciona como principal adversário do actual Presidente Ali Bongo, considerou a acção como uma tentativa de assassinato.

Relatos em Libreville indicam que os 200 jovens que atearam fogo contra a residência de Jean Ping, foram reclamar a libertação dos seus colegas, que foram detidos desde Dezembro de 2014, a quando de uma manifestação organizada pela oposição contra o actual Chefe de Estado.

Manifestação em que a Frente da Oposição Gabonesa para Alternância, reclamou a demissão do Presidente da República, considerado no livro “Nouvelles Affaires Africaines”, do escritor francês Pierre Péan, como não sendo gabonês mas sim nigeriano.

Testemunhas no local e citadas pela imprensa gabonesa, consideram a acção perpetrada contra a residência de Jean Ping, como sendo uma «manipulação e instrumentalização política dos jovens gaboneses».

Um membro de uma ONG da juventude gabonesa, disse que foi informado pelos jovens integrantes da acção de vandalismo, que foi-lhes prometido o valor de 5 mil francos CFA para realizar a acção.

Desde finais de Dezembro de 2014, que a temperatura política é alta no vizinho Gabão. Jean Ping, um dos homens de confiança da família Bongo, que governa o país a mais de 30 anos, decidiu rebelar-se posicionado actualmente como o líder da oposição e provável adversário do Presidente Ali Bongo nas eleições presidenciais de 2016.

Abel Veiga

    2 comentários

2 comentários

  1. Mar e Terra

    27 de Janeiro de 2015 as 8:35

    5 mil ou 5 milhoes de CFA?

  2. Miss

    27 de Janeiro de 2015 as 8:52

    Jean Ping….” quando se zangam as comadres, descobre-se a careca.”
    Este HOMEM jà nao é mais credivel, depois de ter aproveitado largamente dos bons anos BONGO, dando mesmo alguns BONGOà nova geraçao,entralançando-se na época com a folha + velha o Gilbert Bongo, dito Omar, a PASCALINE(de son état MOCHE).
    Fazia parte do circulo previligiado, hoje quer pertencer a um outro
    grupo de CHEFES que provàvelmente dirigirao o GABON amanha.
    Como é que a AFRICA pode avançar, tendo mentalidades corruptas, interesseiras e oportunistas…. como as do Jean PING?!!!
    Estàmos entregues à BICHARRADA .
    Sem ser pessimista (apenas uma constataçao), seremos sempre os ùltimos…é o KARMA da Africa, enquanto existir esta GENTALHA .

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo