Destaques

Obiang defende democracia puramente africana e dá conselho aos dirigentes de STP

Teodoro Obiang Basogo, Presidente da República da Guiné Equatorial agradeceu a presença de Manuel Pinto da Costa na cerimónia de inauguração de mais uma cidade que sob a sua liderança está a ser erguida no seu país.

No dia em que celebrou mais um aniversário sobre o golpe da liberdade, que o conduziu ao poder, o Chefe de Estado da Guiné Equatorial, definiu a presença de vários Presidentes dos países africanos no evento, como sendo a expressão da solidariedade do seu país para com os demais Estados Africanos. «Acho que quando há um desenvolvimento político, económico, e infra-estrutural tem –se que associar os homólogos, para que possam também dar valor aos esforços que estamos a fazer», declarou numa conferência de imprensa conjunta com o Presidente de São Tomé e Príncipe.

O líder da guiné equatorial, sublinhou a forte participação do povo no desfile que marcou a efeméride. Uma expressão de democracia genuinamente africana, em que o povo se envolve nos planos de desenvolvimento, definidos por um líder.

Uma visão, uma atitude comportamental estritamente africana que segundo Teodoro Obiang Basogo, não tem nada a ver com o modelo ocidental de democracia. «Estamos também a fazer a democracia. Estamos a fazer uma democracia de estilo puramente africano. Não queremos fazer uma democracia copiada no ocidente, porque vai nos trazer muitos fracassos. Vamos nos equivocar bastante», declarou o Presidente da Guiné Equatorial.

Obiang explicou as características da democracia de estilo puramente africana. «Porque África necessita de um bom chefe que planifica e executa os programas. Mas se houver diferenças no seio do Governo será difícil executar a política de desenvolvimento…porque tem que haver harmonia e compreensão», precisou.

Depois de explicar os contornos da democracia puramente africana, em que tradicionalmente o povo segue e colabora com o seu líder ou chefe tribal, para vencer os desafios de cada dia, e este é responsável pelo que der certo ou errado, o Presidente da Guiné Equatorial deixou conselho aos dirigentes São Tomé e Príncipe. Por sinal, um país vizinho da Guiné Equatorial, que adoptou a democracia de estilo ocidental. «Sou favorável que na política do Governo de São Tomé e Príncipe, haja harmonia e entendimento entre os dirigentes para que num ambiente de solidariedade executem os programas de desenvolvimento», concluiu o Chefe de Estado da Guiné Equatorial.

Abel Veiga

    8 comentários

8 comentários

  1. Cobra branca

    6 de Agosto de 2015 as 8:20

    Mas como pode falar de democracia um ditador??!!

  2. sotavento

    6 de Agosto de 2015 as 8:34

    “Estamos a fazer uma democracia de estilo puramente africano”.
    Que tipo de democracia é a de Africa??
    Te dou comida, bebida , uma casa se houver porrada . prisao e tu caladito(a)nada de reivindicacoes… é a democracia de políticos africanos.

  3. Epa!

    6 de Agosto de 2015 as 10:01

    Este senhor é um bom exemplo para a democracia neste mundo e óptimo conselheiro para qualquer um. Quem lhe cai nas mãos é que está desgraçado.

  4. Pumbu fresquinho

    6 de Agosto de 2015 as 10:24

    Ele falou de DEMOCRACIA ORIENTADA E COM LIMITES e respeito aos valores morais e eticos. Sem oprtunistas, hipocritas, sabotadores, traidores?

  5. MIGBAI

    6 de Agosto de 2015 as 10:59

    “Democracia puramente africana”
    Democracia é democracia bem como a ditatura é ditadura.
    O que os ditadores inventam, para se perpetuarem no poder!
    E o mais engraçado é o Pinto da Costa estar a alinhar com isso!

  6. joao lima

    7 de Agosto de 2015 as 0:04

    Francamente…

  7. João Rodrigues Serôdio

    7 de Agosto de 2015 as 21:34

    Não sei porquê mas,esta foto lembra-me o “Camarote dos Marretas”,e para melhor compôr o ramalhete,falta só o Sapo Cocas e a Miss Piggy,para melhor falarem sobre a Democracia Ocidental e a pura e original Democracia Africana,que estes dois “senhores”,falam e riem.Assim vai o Continente Africano.

  8. luisó

    7 de Agosto de 2015 as 22:44

    E depois manda a STP para o dia da independência o seu querido filho que não pode entrar na europa por estar acusado de corrupção, fraude, etc, a representar a GE, quando lá todo o mundo sabe que é o maior violador de mulheres, bandido e drogado.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo