Destaques

Parlamento adia sucessivamente e sem cessar a abertura da quarta sessão legislativa  

Numa altura em que o termo “BLOQUEIO”, faz actualidade política em São Tomé e Príncipe, a Assembleia Nacional, o mais alto órgão representativo do país, a chamada casa da democracia, não está a conseguir abrir a sua quarta sessão legislativa.

Na quarta-feira a redacção do Jornal Téla Nón teve acesso a um ofício da casa parlamentar dando conta que os deputados a Assembleia Nacional, estariam reunidos no dia 29 de Abril (sexta – feira) para a abertura da quarta sessão legislativa após cerca de 3 meses de férias parlamentares.

Várias convenções e propostas de lei, seriam analisadas na sessão plenária.

Mas já na quinta – feira a redacção do Téla Nón foi informada que a abertura da quarta sessão legislativa, foi adiada sine die.

No entanto o jornal apurou que a quarta sessão legislativa deveria ser aberta desde o dia 15 de Abril. Na altura o Presidente da Assembleia Nacional José Diogo, encontrava-se ausente do país. Após o regresso de José Diogo, a conferência dos líderes das bancadas parlamentares, agendou a reunião plenária para o dia 27 de Abril. No entanto por opção do Presidente da Assembleia Nacional, a reunião plenária inaugural da quarta sessão legislativa passou para 29 de Abril.

A data acordada acabou por ser desta vez adiada sine die. Segundo Danilson Cutu, líder da bancada parlamentar do partido PCD, a justificação apresentada pelo Presidente da Assembleia Nacional, foi o facto de o dia 29 de Abril coincidir com a data em que a ilha do Príncipe celebra mais um aniversário da sua autonomia.

As bancadas da oposição, consideram que o Parlamento são-tomense vive um momento único na sua história. Nunca antes a casa da democracia viu adiada consecutivamente a sua reunião plenária. O Téla Nón apurou que desta vez a quarta sessão legislativa da Assembleia Nacional só deverá ser aberta lá para segunda semana de Maio, caso não surjam mais motivos de força maior para o seu adiamento, como as celebrações da festa da autonomia do Príncipe.

Para o líder parlamentar do PCD, o adiamento sine die da quarta sessão legislativa, tem uma leitura clara. «A nossa leitura é que o partido no poder está a fugir ao debate nesta fase. O governo está perdido», declarou Danilson Cutu para o Téla Nón.

Na sessão plenária agendada para esta sexta – feira, no entanto adiada, estavam previstos dois períodos importantes. O antes da ordem do dia, e o que se refere a questões de interesse nacional.

O Téla Nón apurou que era previsível a intervenção da oposição nesses dois períodos, para confrontar o Governo com os factos candentes da actualidade política e social dos últimos dias.

Nomeadamente, o caso da Reforma Monetária do Banco Central, que o parlamento não foi tido nem achado, apesar da constituição política assim o exigir, a denúncia de bloqueio a câmara distrital de Água Grande pelo Governo Central Denúncia feita pelo próprio Presidente da Autarquia, e mais recentemente um escândalo financeiro na Autoridade Conjunta de Exploração de Petróleo com a Nigéria que já está a correr o mundo, e que segundo os dados ainda em análise algumas autoridades são-tomenses poderão estar envolvidas.

Tudo isso sem esquecer que São Tomé e Príncipe assistiu ao despenhamento nas suas águas territoriais de um drone de grande capacidade, e que até agora não se sabe quase nada sobre a sua origem, nem porque razão o drone se instalou no país para realizar testes.

Para já o debate na casa da democracia está adiado sine die ..

Abel Veiga

 

 

 

    18 comentários

18 comentários

  1. Antonio Josè

    28 de Abril de 2016 as 6:33

    ADI, Patrice trovoada e os seus comparsas estão a abusar de todos os órgãos de soberania e consequentemente do povo santomense. É necessário que a sociedade civil reaja e ponha ponto final a esta situação. A situação em S. Tomé está sendo preocupante e revoltante.

  2. Mé - Zemé

    28 de Abril de 2016 as 7:32

    Brincadeira…sejamos sérios meus senhores!!

  3. Aledunha

    28 de Abril de 2016 as 8:31

    Bonito serviço!!!!! Estamos metidos num grande sarilho e confusão. É triste!!!! Muito triste!!! Eu sou dos primeiros a reconhecer que também tenho culpa naquilo que está a acontecer ao país neste momento. Reconheço que não tive capacidade de escutar, analisar tudo com um olhar mais atento e crítico. Nunca é tarde contudo para melhorarmos. Só espero que os outros reconheçam também os seus erros. É muito triste ver tudo isto a acontecer no país e ficar de braços caídos.

  4. Construção

    28 de Abril de 2016 as 8:53

    Para construir um Dubai ou qualquer coisa importante é preciso empenhamento de todos com rigor, assiduidade e pontualidade. A falha de um uns pode gerar desinteresse de outros e desmoronamento de projectos. Quem está a frente deve indicar o rumo e incentivar a responsabilidade por parte de todos porque “ser dirigente é ser exemplar”.

  5. Vexado

    28 de Abril de 2016 as 9:16

    É para saber.
    Um homem que quer ter poder e pessoas dispostas a estar subjugado aos seus desmandos dá nisso.
    ADI não quer prestar contas, não quer dar exclarecimentos ao povo.

    Antigamente, com anterior governo a sessão parlamentar era transmitido em directo pela tvs. Hoje só radio e e, com cortes quando oposição fala.
    Os ditos defensores do povo pequeno o que têm a dizer sobre isso?
    Pedro carvalho não escreve mais sobre situações “doentias” do país?
    Nunca apresentou proposta, entra mudo e sai calado…depois quer defender povo pequeno.

    É pa saber…

  6. Fia Kundu Muala Vé

    28 de Abril de 2016 as 9:17

    O que mais se pode esperar de um partido que:

    !) Reage a uma monção de censura, prometendo caos, caos…

    2) Os deputados, quando na oposição, faltavam constantemente as sessões plenárias,

    3) O líder quando não está no poder vai logo viver no estrangeiro,

    4) membros influentes são extremamente mal educados, brigam no parlamento

  7. militante de ADI

    28 de Abril de 2016 as 9:35

    Estão a chorar o quê?
    Temos maioria absoluta que o povo nos deu para fazermos o que bem pretendemos. Chegou a hora. É nossa vez.

  8. Maria Silva

    28 de Abril de 2016 as 9:36

    É facto , que todos que passaram na cadeira do PM fizeram das suas , ou seja deixaram a desejar! Mas o Patrice trovoada está a bater RECORD , estamos perante um festival de incopetencia e de atrevimento, daqui mais uns dia o pt dará ordens ao senhor Diogo que feixe as portas do parlamento e o leve às chaves a praia das conchas.
    Stp a paços largos para um Estado falhado

  9. malebobo

    28 de Abril de 2016 as 10:11

    era de espera, com essa maioria absoluta é por isso que estão a fazer o quer, da mesma forma que o povo deu a maioria é da mesma que o povo vai tirar

  10. Blaga Pena

    28 de Abril de 2016 as 11:09

    Isto esta a ficar bonito. Ate um orgao de soberania colegial o Patrice e ADI estao a manipular. Mas aonde e que estao os outros partidos políticos todos que tambem mandam na Assembleia?
    Por fabvor, meus senhores nao p[ensem que pelo facto da ADI ter conseguido maioria absoluta em 2014 que continuam sendo maioria absoluta. Muitos ja estão dispostos a partirem para a bancada de independente porque isto esta cada vez pior.
    No hospital esta gente a morrer porque nao há medicamentos, agua não corre, as casas de banho não funcionam, limpeza não se faz devido ao descontentamento, refeições estão sendo dadas a conta-gota, e nem gesso ha para casos de emergência. Pior de tudo e que o paludismo regressou com forca e esta novamente a matar gente. Credo governo, credo Patrice, credo povo que nao consegue reagir e se afirmar. Parece que estão todos com medo. Francamente!
    Energia, não há, agua não há, estradas estão cada vez mais esburacadas entretanto lá esta o homenzinho estrangeiro entretendo o povo com sorrisos amarelos e amaldiçoados, e o coitado do povo vai-se contentando.

  11. Buasó

    28 de Abril de 2016 as 11:45

    O Telanon deveria informar a população sobre o escândalo da autoridade conjunta.

  12. san conobia

    28 de Abril de 2016 as 12:40

    Meus caros, mais uma vez estamos a constatar o que muitos têm dito. O Patrice Trovoada e o seu Governo estão metidos num grande imbróglio. A democracia saotomenses está seriamente ameaçada. O primeiro ministro quer controlar todas as instituições deste país. Governo, tribunal, assembleia e presidente da república. Se o povo cometer o erro de dar vitória ao ADI nas presidenciais aí estaremos perdidos. Já agora. Onde para o presidente da república? Parece que o país não tem um presidente!!!! Enfim, vamos ver aonde tudo isso vai parar. Segundo soube, a Assembleia nacional não tem dinheiro para organizar a plenária.

  13. seabra

    28 de Abril de 2016 as 12:52

    Creio que devemos nos inspirar e argumentar com as nossas próprias palavras,e não de plagiar os escritos dos outros(quem copiou o meu texto-textualmente,vai-se reconhecer). Anyway!
    Quanto à situação política e catastrófica,que se vive em STP,é de uma importancia capital de citar,digo,de denunciar todos os corruptos da banda mafiosa ADI- PT+ Varela,os cabeças dos larapios do Estado. Eles têm conta a dar à justiça,depois do mandato que destruiu completamente STP.
    Cada um deve opiniar sem fazer “copiar-colar” com o texto dos outros…com o seu nome. Nao é classe,tão pouco chic!

  14. Maria Silva

    28 de Abril de 2016 as 17:31

    Caro ( a ) Seabra
    Maria da conceição ( FB )

  15. seabra

    28 de Abril de 2016 as 18:25

    Maria Silva,agradeço…há aí umas 3 pessoas que têm-me plagiado assinando com os nomes deles…que lata!

  16. VABU

    29 de Abril de 2016 as 10:30

    Djabu cá leva PT cu pega tela cé bila axi. Os seus comparsas e lambisbotas hão-de tombam e mal, porque esse bandido só está a tratar da sua vida enganando o Povo com pequenas l uzes, estradas, água tanques e inaugurações de meia tigela, enquanto apregoa a quatro ventos que vai reformar o país para Dubai. Fala de reforma de Justiça que nunca existiu nem um impulso sequer e engana o público que está a fazer reforma da Justiça com inspeção e carros ppara juizes. O tempo dirá quem é esse malfeitor desta terra. O pai dele é um grandíssimo oportunista e malabarista que também, como ele só engana. Maldita a ONU que põe esse gajo como representante … e bota que ele está a cometer na Guine Bissau!
    Esperam para ver.
    Outro cumulo, esse gajo PT que não respeita o PR nem AN, mesmo sem presidente dele quer por um seu nas próximas eleições…Já viram o que é isso esse homem ter o lacaio como Evaristo painhonho como PR! Já ventileu que seria um caos e o país vai explodir com convulsão

  17. "beleza africana"

    29 de Abril de 2016 as 13:14

    Os representantes do povo na AR, estão acovardados. O Presidente,os Vice-Presidentes, os lideres das bancadas parlamentares estão todos acovardados.Com uma agusta AR toda ela acovardada, quem tomará a decisão???Aguardo respostas!! ..Beijo Querido

  18. explicar sem complicar

    29 de Abril de 2016 as 15:06

    Informações seguras dão conta que os deputados da maioria boicotaram a plenária por dois motivos :

    1- Porque a oposição iria levantar a problemática do BLOQUEIO do Governo para com a Câmara de Água Grande e Negócio de Patrice Trovoada e Banco Central sobre impressão de NOVAS NOTAS.

    2- Não há ainda dinheiro para pagar deputados.

Deixe um comentário

Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo