Sociedade

“Computadores Magalhães made in São Tomé e Príncipe em 2011”

Foi o título de um artigo escrito pelo Téla Nón em Novembro de 2010. O Ministro da Educação Olinto Daio(na foto) prometeu para Fevereiro de 2011 o início das obras de construção em São Tomé da fábrica de processamento e distribuição de computadores Magalhães. Até agora nada aconteceu.

O Ministro da Educação, Cultura e Formação deu garantias que São Tomé e Príncipe iria produzir 200 mil computadores Magalhães por dia, após assinatura em Novembro do ano passado de um memorandum com a empresa portuguesa JP Sá Couto.

O Ministro garantiu que em Fevereiro de 2011, seria montada em São Tomé, uma unidade de produção e distribuição de computadores Magalhães. O mercado da África central seria o principal destino da produção.

O solo são-tomense ainda não recebeu a primeira pedra para construção da fábrica de computadores “made in São Tomé e Príncipe”, que segundo o ministro deveria ser lançada em Fevereiro.

O Téla Nón procurou esclarecimento junto ao Ministério da Educação, Cultura e Formação Profissional mas não teve sucesso.

Abel Veiga

    30 comentários

30 comentários

  1. João

    26 de Maio de 2011 as 9:09

    Oh Abel/Tela non,
    Com a conjuntura internacional desfavorável, até entendo o “dito pelo nao dito” nesta caso em concreto. O que me custa aceitar é a inexistência desses dirigentes em RESPEITO aos cidadãos. Coisa facil e simples.
    Sinceramente, esta forma de fazer política é de lamentar, não deste governo em particular, mas de todos que governaram STP.
    João

    • E.Santos

      26 de Maio de 2011 as 20:55

      Concordo consigo. Só quem não acompanha a evoulação dos acontecimentos no mundo pode esperar que todos os projectos programados se vão concretizar nos próximos tempos. Muitas empresas vão se acautelar, também porque os Bancos estão mais cautelosos na concessão do crédito. É só ver o caso do Porto de Àguas Profundas que ainda não saiu do papel.
      Obviamente que isto não tem a ver com os Governos, mas também não custava nada, já que o Tela Non quiz saber, o Ministro dar-lhe os devidos esclarecimentos. Mais a mais para não dar azo a especulações.

    • clau santo

      17 de Outubro de 2012 as 9:34

      Sr.ministro Olinto Daio nao vale nem o que come o nosso pais e aquilo que e puriço que esse ministro ainda se encontro vivo….porque a situaçao que se encontra com os estudantes ca em portugal e muito precaria….e o sr.ministro ca ja teve e sabe cual e o estado do aluno por camesmo assim nao faz nada…….muito triste.

  2. grenascer

    26 de Maio de 2011 as 9:16

    gostam de falar. cuidado para não cair na descrença. se começa a falar e n cumpre.. vê-lá.

    • cumade

      26 de Maio de 2011 as 22:22

      Este era padre e depois deixou de ser padre para ser ministro. Afinal de que (des)crenca estas a falar? Ele nem fe tem.

      • Ramos Neto

        28 de Maio de 2011 as 8:10

        Bom dia estimado leitor! O senhor fala da fé como se fosse algo visível, pois quero dizê-lo que a fé não se vê.Obrigado… Ficá cu Dêçu ê…

  3. Homem

    26 de Maio de 2011 as 9:24

    Em STP quando uma promessa é feita é como se a obra estivesse ja construida. Até o padre promete aquilo de que não tem controlo sobre, apenas para estar mais perto dos populares. Perante tanta barbaridade o homem vai se suicidar.

  4. Doca

    26 de Maio de 2011 as 11:47

    Numa sociedade civilizada, não cumprir com as suas obrigações implica pedir demissão

  5. Fidélio Castro

    26 de Maio de 2011 as 12:02

    O povo santomense se transformou em tão mísero, que não são apenas aspectos financeiros, económicos, a miséria chegou até ao espírito, logo cada governo vem a rua prometer a realização disto e aquilo com a intenção de uma vez mais enganar, amansar os pobres de espírito. Computadores Magalhães, Porto de Águas Profundas, Aeroporto Internacional, Placa Giratória de Negócios, Hotel Feira-Ponto, entres outros nados mortos. O engraçado é que as mentiras já começam a se escassear, daí a necessidade de um governo aproveitar mentiras deixas pelo seu ou seus antecessores, pois a pobreza mental também aí está. VIVA CRIATIVIDADE ZERO.

  6. MM Deus Afonso

    26 de Maio de 2011 as 12:06

    Problema de Eletricidade ? como vão montar uma fabrica que trabalhe fluxo continuo (200 mil/dia)! Esse empresa português, talvez assinou sem ter conhecimento desse triste fato. porque seria um prejuízo diário de brilhos de dolares cada vez que o fornecimento de energia fosse interrompido.

    • HFM Productions Lda

      26 de Maio de 2011 as 14:13

      A questão de energia neste sentigo ainda é menos grave porque podem ultrapassá-lo com montagem da fábrica junto a um gerador de electridade da própria fábrica basta para garantir o bom funcionamento da mesma mas o mais grave são as falsas promessas.

  7. Pedro Cassandra

    26 de Maio de 2011 as 12:25

    Se alguem ainda da credito a esse senhor então pode se preparar pra que tenha mais decepcoes.

    Mais do que isso eh ter q assistir a entrevista desse senhor na TVS.
    Nao vou crucificar ele, mas falta o homem santomense ter a coragem e decência para assumir depois de algum tempo q nao eh capaz de resolver determinados problemas q enfermam o seu ministério e nao so. Como este Ha vários por ai.
    Então em suma demita-se Olinto, que Deus te protegera, Ta mais do q claro q nao és capaz.

  8. HFM Productions Lda

    26 de Maio de 2011 as 12:42

    Eu quando for a S. Tomé em cada momento em que um dos políticos Santomense estiver com algumas das suas promessas e assinaturas falsas directamente a comunicação social eu vou dar com pedra na boca para deixarem de estar a falar atoa, não sabem fazer promessas, prometem apenas aquilo que está ao vosso alcance meus senhores, para o vosso bem, não digam coisas que já sabem que não conseguem fazer no futuro, de modo a convencerem a população, porque ao fim quem acaba por ser mau visto é o vosso governo. Olha digo-vos já, eu não me temo a mais nada nesta vida… eu daqui apouco vou regressar ao país junto com o meu projecto e estou a espera que o governo venha negar a entrada da minha empresa no meu país como têm feito com outras empresas, vão se ver comigo…

  9. Herlander Stock

    26 de Maio de 2011 as 13:08

    Isto não é novo todos os dirigientes, ministros, presidentes fazem o mesmo. É a forma facil de captar atenção e popularidade momentanea, por isso o pais não avanza. Não aprenderam a fazer acordos crediveis, qualquer ministro de algum pais diz A ou B e já toman como certo, ou talvez os misnistros dos paises extrngeiros muitos vezes nem siquer dam certeza mas ou nossos ministros toman como certo so para fazer piublicidade ao seu ministerio, isso S.Tomé esta considerado como pais de ministros bananas.

    2011 e o pais esta indo para tras em vez de para frente, é triste.

  10. sao tome

    26 de Maio de 2011 as 13:53

    Esse ministro, ex padre não pode sai a praça publica e mentir, anda a tratar povo de bobo, culpa não é dele, povo vota atoa,,,

  11. Maria leva leva

    26 de Maio de 2011 as 13:54

    Padre entrou na política virou Satanás, até deixa os jovens de STP a passar fome no estrangeiro. Credo padre nunca vi padre assim! Quê Kua

    Temos fazer uma queixa junto ao senhor papa em Roma, a informar que Patrice Viagem está a tirar um padre da luz e mete-lo na ex treva.. Quê Kua, é como política estraga gente assim….

  12. Messi '' O melhor''

    26 de Maio de 2011 as 13:57

    Esse Governo de Patrice Trovoada até então não vez nada, apenas varias promessa e mais promessa. Governo tem rasão povo ta a colher o k simiou, kem simia vento colhe tempestade. Deus livra S.TP, desses malandros, hinpocritas, destruidor da nação. Até homem k foi padre a mentir

  13. Tribério

    26 de Maio de 2011 as 14:12

    Padre também mente?

  14. Politicos sem Moral

    26 de Maio de 2011 as 16:02

    Alguém sabe me dizer aonde pára os partidos da oposição politica de STP?

  15. R. Carlos

    26 de Maio de 2011 as 17:46

    Até Padre? Bô cu conta cuê? Só bo ca ba pigi pedon da Decù. Decú sca pia bô Malê….

  16. Miss Jane

    26 de Maio de 2011 as 19:07

    Meu irmão politicos sem moral, partido de oposição nao pode faser nada, pork Patrice Trovoada disse deixa Governo trabalhar, entao estamos a deixar, ele k se mata ai, pena é povo k sofre, pork esse governo de miseravel, quando coisa da mal eles sobem aviao vai esconder, pequeno k sofre heheh

  17. Zé Maria

    26 de Maio de 2011 as 21:12

    Fiquem tranquilos,
    Palavra de padre chega ao céu. Ela tem fé.

  18. lino

    26 de Maio de 2011 as 22:54

    Falta de energia em S.Tomé!?
    Montem a fábrica e liguem os sistemas a pilha.
    eheheheheeh.!

  19. Bejunto Aguiar

    27 de Maio de 2011 as 7:11

    Macacos me mordam, pareme-me que houve um engano aqui qualquer, 200.000 computadores por dia? Oh Abel, tens certeza que os números estão correctos?

    Sejamos realistas mesmo que o projecto fosse verdadeiro ou seja mesmo que construíssem a Fabrica, não acredito que pudesse fabricar 200 mil computadores por dia, não em STP.

    Ainda assim, Abel felicitações por andar atraz dos políticos e das promessas que não são compridas. Seria interessante se pudéssemos ter uma lista com todas as promessas dos governos e periodicamente ver o progresso das mesmas. Parabens, Força e Corragem. Não desistas.

    Bejunto

  20. fidelito

    27 de Maio de 2011 as 7:49

    MUITO BEM LEMBRADO SR ABEL VEIGAS!!

    EU estou a espera de computador magalhães “MADE IN SAO TOMÉ” para comprar!

    ATÉ QUANDO?

    • E.D

      22 de Abril de 2012 as 11:02

      not every project occur as planned, complains does not help. just more patience!

  21. Osama bin Laden

    27 de Maio de 2011 as 11:03

    Disse minha filha que ia comprar em 2011 um computador portátil Magalhães “MADE IN SAO TOMÉ”, 2011 está quase no fim ano, pequena está me chatear.
    Agora pergunto a senhor ministro de quem é a culpa? Por favor senhor resolve problema dessa pequena pra me, pequena está a chorar todo dia, há dias que ela chora até baba ranho!
    Senhor é padre mesmo?! quê kua!? É como coisa virou, até padre fica a fazer essas só, falar von von..
    Oh assim eu vou telefonar para Vaticano, informar Bento VIX coisa que padre está fazer em STP. Credo, credo, Credo, credo, credo, Credo, credo, credo, Credo, credo, credo, Credo, credo padre virou politico, estragou completamente, perdeu coração e a razão, está agir agora só com emoção politica.

  22. Em USA

    27 de Maio de 2011 as 23:45

    Peça já demissão!

  23. Helves Santola

    29 de Maio de 2011 as 16:25

    Pois é….é só um pouco de consideração com o povo que os políticos de STP precisam de ter….façam uma governação transparente, conversem com a população, peçam sugestões, faça aquilo que o povo acha melhor para o país…eu ñ entendo por quê ñ fazem isso!!!!

  24. Manel

    30 de Junho de 2016 as 18:41

    é pena , pois quando o homem quer , a obra avança
    é um projecto importantissimo para Africa
    e espero que S. Tome consiga…
    porem , em Portugal o projecto Magalhaes está
    envolto em negociatas menos claras
    houve mesmo Empresários e politicos indiciados
    por alegada corrucao ex. ( 1 ministro Jose Socrates)
    tinha esperança de que em S. Tome a motivaçao seja
    a importancia de levar o Magalhaes ao povo S. tomense
    e Africano , sem motivaçoes de Lucro
    como fez ha pouco a India o PC mais barato do mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo