Supremo Tribunal de Justiça de S.T.P Emite ordem de despejo e a demolição fora da lei

Aonde é que já se viu, um cidadão nacional, que recebe uma parcela do terreno de Estado por via legal, com documento emitido pelo próprio o Estado, o Tribunal emite uma ordem de despejo e demolição para a loja que o mesmo construiu no referido terreno.

O estabelecimento comercial que se encontra em funcionamento há sete anos pagando imposto e taxas regularmente o tribunal pretende destruir para dar terreno a amiga do juiz monteiro construir no mesmo lugar.

O maior truque é que a senhora Fernanda Azevedo mais conhecida pela Didinha antiga presidente da Câmara de Água Grande baseia da ausência do proprietário da loja por motivo de estudo, para fazer falsas declarações em combinação com os funcionários do Tribunal dizendo que o terreno é a sua propriedade.

O juiz amigo da senhora Didinha emite ordem de despejo e demolição sem ouvir a outra parte, sem fundamentar nenhuma lei violada, mesmo sabendo ele que a loja tem documento legal o juiz não se preocupa com prejuízo do proprietário. Baseia do poder de tribunal para favorecer a sua amiga que está a fazer negócios do terreno com os libaneses.

Lisboa, 07/10/2011

Estanislau Afonso

  1. img
    Trafico de influencia Responder

    Esta senhora ja começou a respirar?
    Ja se esqueceu dos escandalos da sua Loja? O tempo passou?
    Só porque o Pinto é Presidente?
    Força amigo, Deus é poderoso.

  2. img
    Francisco Ambrósio Agnelo Responder

    Face a ordem de expropriação mandado lavrar pelo dito Srº Juíz Monteiro, podes recorrer para o Supremo tribunal de Justiça, que saberá dar outro tratamento a questão. Assim vai a justiça do País “tirar a tripa para por à palha” Essa falsidade tem a ver com o dinheiro proposto pelo cidadão Libanês; que falta de ética?

  3. img
    Bem ni wê mali ni tlachi Responder

    Entrega tudo mão de Deus. Jovem Força

  4. img
    voz do emigrante Responder

    Nao era de exytanhar o pinto entrou e a dedinha resucitou credo meu deus ja esta a começar desmando

  5. img
    doSantos Responder

    Sr Fernanda Azevedo ja comecou outra vez ,nao ti esqueca que teu sobrinho tem a ver com zinco do leilao .Meu caro amigo Afonso tenta recorreu o maximo possivel que Sao tome poderoso nao dormi.Basta Pinto entrar no poder para que esta coisas acontecerem.Abaixo partido unico VIVA DEMOCRACIA.

  6. img
    s.tome poderoso Responder

    meu tio forca nao desamine tenha fe em deus, esse pais necessita de algumas revolucoes para ver se cenas ainda bem onde ja se viu isso.Por isso k os jovens k estao a estudar no exterior nao pretendem regressar para o pais

  7. img
    HLN Responder

    Tribunal que funciona apenas para os pequenos, sem ninguém para os defender. Deus não dorme aqui se faz, aqui se paga.Justiça divina tarda mas não falha, quem viver verá.

    Força

  8. img
    Filipe Samba Responder

    Por favor, quem poderia indicar-me um São tomense que comprou uma parcela de terreno no Libano, Nigeria e Camarões?
    O parlamento deveria promulgar a lei que proiba a venda dos terrenos aos estrangeiros.
    Porque muitos lá vão com má intenção, os seus Planos são conhecidos

  9. img
    ADELINO DOS SANTOS Responder

    Que grande vergonha esses não mudam

  10. img
    baby Responder

    kê kwá!essa terra não muda!?

  11. img
    Chico Paco Responder

    Regresso de Pinto trás Dedinha aos seus velhos tempo de eu posso, logo mando. Dedinha não faça mal a filhos dos outros não te esqueça que você também filha. Deus tem poder!….

  12. img
    Chico Paco Responder

    STP é unico país do mundo que estrangeiro tem mais direito que os nacionais. Credo país no Libano de certeza que só os cidãos libaneses têm direito a parcela de terra! Quem souber de um cidadão de STP que tenha terreno no Libano por favor publique o seu nome….

    Pior é que esses imigrantes corruptos que está em STP têm protenção dos senhores politicos e senhores juizes, tudo por causas de dinheiro…

  13. img
    Tribunal Responder

    Se vosso 1º ministro é socio de libanês, do que estão aspera?

    • img
      Cabo Responder

      Este problema não tens nada a vir com libanês, ele está entre dois cidadão santomenses e tribunal !!!!!!!

  14. img
    Fijalatao Responder

    Tive oportunidade de fazer aqui o meu comentário muito educadamente! Ao voltar ao Telanon o meu comentário por que motivos, não sei porquê não foi publicitado!

    Ao jornal telanon, jornal esse que prezo imenso, espero que coisas destas não voltem acontecer porque sou suficientemente educado e culto para saber estar e participar num debate que é público e democrático.
    Um bem haja á telanon e que ela se livre da parcialidade.

    em relação ao assunto em epígrafe, acho bem que o jovem Afonso o mais conhecido por Tangi leve avante a sua reclamação, porque só assim podemos todos juntos sanar o nepotismo, a corrupção e o tráfico de influência.

    Na última eleição, o nosso actual presidente prometeu ao povo acabar com essas maldades!
    Por isso, este assunto é um teste à sua promessa,para junto ao governo, mandar apurar responsabilidades e encontrar matérias de facto de modo a fazer justiça.

    Um jovem que pede terras ao estado, constrói um casa com muito sacrifício para pequeno negócio seu como forma de pagar os seus estudos no exterior, não acho bem que haja pessoas que o queiram prejudicar interferindo no seu sustento e o sustento das suas propinas escolares e a da sua estadia no exterior até o término da sua formação!

    Corromper vários técnicos de justiça, é um facto não só em S.Tomé como em Portugal que já é uma nação velha como país, não é estranho este facto, mas o que não se deve fazer, é imitar tudo que é podre de países como o citado neste artigo!

    Haverá quem ou juristas que trarão à baile argumentos descabidos a favor da tal senhora em prejuízo ao tal jovem,

    Mas o certo é que não devemos deixar que a classe política e o colégio de juristas da nossa praça se submeta ao poder económico e financeiros de alguns!

    O senhor presidente da república tem agora esta batata quente nas mãos, para junto ao governo e o ministério público mandar abrir um inquérito para averiguações da tão propalada luta sua contra a corrupção, nepotismo e o tráfico de influência.

    Força ao jovem Afonso,

  15. img
    Malébobo Responder

    Um recado para os donos de tribunal, o homem manda com tempo, deus manada para sempre, fazem tribunal vossa propriedade um dia tudo isso acabara, o Sr.Monteiro é nacionalista faça tudo dentro de legaliade não esteja a proteger os estrangeiro, só porque eles tem dinheiro para vos coromper, credo juizes de tribunal, obrigado fui,

  16. img
    Malébobo Responder

    Até agora unico santomenese que tem terreno no Libano, so pode ser uma pessoa, não se fala !!!!!!!!!

  17. img
    valente Responder

    Enfim sem fim até a onde vamos parar com isso! Se o documento da loja esta legal porquê que o juiz mandou a ordem de despejo como é possível isso?

Deixe um comentario

*